1. Spirit Fanfics >
  2. A Eternidade Nunca Dura >
  3. Em andamento

História A Eternidade Nunca Dura - Capítulo 2


Escrita por: SrDoom

Capítulo 2 - Em andamento


Depois de chegar em Riften, nos fomos no The Bee and Barb uma taberna de Riften.

Koütim: Aqui e o The Bee and Barb um dos bares com maior diversidade de bebidas por toda Skyrim.

Serana: Koütim... tem certeza de que aqui e um lugar seguro? Nao gosto do jeito que as pessoas nos olham, e desconfortável...

Koütim: Bem...se não quiser dormir aqui o meu chalé de caça fica uma a hora daqui, levando em conta o horário nos devemos chegar la por volta de 11:00, 

Serana me olha como se estivesse implorando.

Koütim: Tah bém, vamos só pedir informaçães por aqui e ja vamos partir.

Serana: Obrigada, eu não espero que entenda, mais eu realmente não gosto de ficar aqui.

Koütim: Na verdade eu entendo sim, inclusive esse também foi um dos motivos de eu morar longe de Riften, não se preucupe o pessoal daqui não vai emplicar com você se virem que está andando comigo, eles sabem que eu sou, então fique perto de mim ok?

Serana: Tudo bem, so nao demore muito...

Koütim: Pode deixar eu nao vou.

Eu dou um leve sorriso pra ela.

Ao ir no balcão, eu pergundo pro argoniano garçom do bar sobre o paradeiro de algum Padre Mariposa e o mesmo me responde falando que havia supostamente chegado um Padre Mariposa em Skyrim  recentemente e pediu pra mim procurar por Mandesi o vendedor de joias da cidade pois ele que havia lhe passado essa informação.

Koütim: Parece que você esta com sorte hoje Serana, so vamos ter que ir em mais um lugar e ja vamos embora.

Serana: Ainda bem, já está acabando não é?

Koütim: Hahah, já está sim,

Serana: Isso não tem graça Koü...

Diz Serana baixinho e envergonhada.

Nos saímos do bar e fomos atraz de Mandesi que pra nossa sorte estava passando na frante do Templo de Mara. Eu converso com ele e ele fala que a localização do Padre Mariposa e Dragon's Bread.

Koütim: Então é por la que ele anda se escondendo... obrigado Mandesi.

Mandesi: Mas tenha cuidado ao procurar por ele, tem muita gente querendo a cabeça de um Padre Mariposa na propia estante, se é que me entende.

Ao terminar de falar com Mandesi eu me despeço dele e vou falar com Serana.

Koütim: Viu eu falei que não ia demo...

Quando eu olho pra Serana, ela está olhando atentamente e com os olhos brilhando, pra um doce de maçã de uma loja que ja estava fechando.

Koütim: Você quer?

Serana: Na- não... obrigada, mas eu perdi o costume de-

Antes de Serana terminar sua frase eu compro um doce pra ela e outro pra mim.

Koütim: Não me diga que vai rejeitar essa minha cortesia, senhorita Serana.

Eu brinco com ela.

Serana:... Está bem, eu aceito, mas so porque você gastou dinheiro com isso.

Koütim: Haha, pare de se fazer de difícil, e claro que voce quer, eu tambem não hesitaria em dar ele para a senhorita, senhorita Serana. 

Serana: Para de me chamar assim em público...

Diz Serana pegando o doce da minha mão sem graça.

Koütim: Vamos indo então, se nao vamos chegar tarde demais la no chalé.

E assim fizemos e demos rumo a minha casa, e eu decidi puxar assunto com Serana.

Koütim: Você gostou mesmo do doce hein, nem abre a boca pra falar.

Eu brinco com ela.

Serana: Eu acho que o Duque esta com fome, talvez eu deveria dar o seu pra ele...

Diz ela implicando comigo.

Koütim: Isso é jogo sujo Serana, foi so falar no nome dele que ele ja acordou.

Dito e feito, so de ouvir seu nome Duque acorda e tenta pular pra parte da frente da carroça na esperança de ganhar um pedaço do meu doce.

Serana: Hahah, não Duque para, eu nao falei de verdade, era so brincadeira rapaz.

Duque olha pra mim chorando, pedindo o meu doce, sem escolha eu dou pra ele, que come em segundo e fica sentado antre eu e Serana lambendo os beiços.

Serana: Hahahah, desculpa Koütim, eu não achei que ele faria isso.

Diz Serana segurando pra nao rir.

Koütim: Ele deve estar aqui no meio, esperando um de nos dois dar mole, com certeza.

Serana: Haha, toma pode ficar com a metade do meu.

Koütim: Não tem problema, quando nos chegarmo--

Serana: Toma logo vai, eu sei que voce quer um pedaço.

Koütim:...

Eu fico em silêncio envergonhado de pedir pra Serana me dar o doce na boca, já eu sabia que se eu fosse pegar eu nao iria comer aquele pedaço, ja que tinha um cachorro louco por aquele pedaço entre nois dois.

Serana: *expira*... toma logo, abre a boca.

Koütim: Oque?!

Serana: Vai logo e ebre a boca... e so pra deixar claro que essa vai ser a última vez que eu vou fazer isso com você,  entendeu?

Koütim: Eu tenho escolha?

Serana apenas coloca o doce na frente da minha boca, sem escolha eu abro a boca e serana coloca o doce entre meus dentes.

Serana: Foi difícil?

Eu olho pra ela com o olhar sério e envergonhado enquanto mastigo o doce.

Quebra de tempo

Ao chegar no meu chalé Serana deslumbrada com a quantidade de vagalumes que tinha ao redos da minha casa










Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...