1. Spirit Fanfics >
  2. A face oculta da aldeia oculta da folha >
  3. Capítulo 6

História A face oculta da aldeia oculta da folha - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo 6


*SAKURA

Já era quase meio-dia quando Sakura alcançou a cidade onde Naruto fora visto pela última vez, as vezes se deparava com algum outro viajante e ocasionalmente ela cruzava com algumas pessoas em carroças de boi. Quando faltavam uns três quilômetros até a cidade os sinais de uma batalha começavam a aparecer para quem tinha olhos treinados.

Uma kunai aqui, galhos riscados ali, marcas de impactos no terreno e outras evidencias apareciam. Movida mais pela curiosidade do que pela cautela ela segue a trilha de destruição até chegar em uma clareira completamente destruída. As árvores estavam quebradas e queimadas, o solo, esburacado e revirado. Perto de uma pilha de pedras havia marcas de arranhões no chão provavelmente feitas por cães de caça que a fizeram entender o que havia acontecido: chegara ao local em que capturaram Kakashi dias antes. Ele não estava brincando quando disse que nem o Naruto aguentaria uma batalha daquelas.

Após verificar o resto do perímetro ela se dirigiu a cidade.Ela não passava de um pequeno amontoado de casas com telhado de palha que já tinham visto dias melhores. Sakura se afastava ocasionalmente para perguntar se alguém havia visto um rapaz loiro de olhos azuis circulando pela região, a maioria das pessoas negava e uma ou outra dava de ombros. Mas ela não podia deixar de perceber que alguns viajantes mal encarados se afastavam quando ouviam a descrição de quem ela estava procurando.

Seu estômago começou a roncar e ela foi almoçar em um pequeno restaurante. Enquanto esperava seu pedido ela notou um garoto atrás do balcão provavelmente um dos empregados do lugar. Quem trabalha em um comércio normalmente vê todo tipo de pessoas, talvez ele tivesse visto quem ela procurava. Com um aceno discreto ela o chamou até sua mesa e ele se alegrou por ter algo para fazer. Ele veio quase correndo, os cabelos castanhos caindo sobre os olhos a cada paço que dava.

-O que deseja moça?

-Você trabalha aqui há muito tempo?

-Alguns meses mas normalmente só fico de olho pra ninguém roubar o caixa.

-Vocês servem ramen?

-Sim é um dos pratos de nosso cardápio, vai querer uma porção?

-Na verdade não, mas eu te dou alguns Ienes se me responder umas perguntinhas.

Os olhos do garoto brilharam. - Sou todo ouvidos.

-Você costuma observar os clientes que vem aqui?

-Sim, é o meu trabalho!

-Eu estou procurando uma pessoa e talvez ela tenha passado por aqui há uns três ou quatro dias. É um rapaz mais ou menos da minha idade, loiro de pele um pouco morena.

-Não tenho certeza, estamos no meio da rota comercial entre o país do Raio e o grande deserto, vem gente aqui de muitos lugares todos os dias. Tem mais alguma característica que possa me dizer?

-Ele tem olhos azuis como o céu. Você viu alguém assim ou com olhos vermelhos por acaso?

-Olhos vermelhos, deixe me ver, - ele coçava o queixo como se tentasse arrancar alguma coisa da memória - Tinha um cara assim só que era mais velho. Não, não me recordo de ninguém assim, desculpe.

Sakura deu algumas moedas ao garoto e saiu do prédio após sua refeição. Não saiu do lugar e agora não sabia para onde ir. Quando estava nos limites da vila uma voz a chamou, era o garoto do restaurante.

-O que foi?

-Eu posso ajudar mas vamos para um lugar mais reservado.

Ele a guiou por alguns metros até se encontrarem nos fundos de uma pequena loja de chapéus de palha.

-Você sabe que está procurando encrenca, né moça?

-Então você sabe quem estou procurando.

-Esse cara esteve no restaurante semana passada, estava junto de uma caravana de comerciantes de jarros e outras porcarias que passaram a noite lá perto. Eles encheram a cara e fizeram a maior farra mas aquele cara só comeu e ficou quieto num canto. Os comerciantes beberam demais e disseram um monte de bobeiras enquanto um deles ficava berrando para ele ir se divertir com eles. Eu normalmente não fico de marcação só que quando aquele cara me olhou eu juro que nunca vou esquecer seu rosto. Ele tinha os olhos mais azuis que eu já vi, olhos que davam medo, parecia que ele lia a alma quando te olhava.

-Eles disseram para onde iam?

-Mais ou menos. Eles desviariam da rota até perto do grande deserto e depois iriam até algum lugar mais ao sul. Pelo que eu percebi o rapaz estava viajando com eles mas não sei o que fazia. Aqueles caras não deviam saber quem andava com eles.

-E por que não me disse isso lá no restaurante?

-É melhor ter mais cuidado, não é todo dia que alguém te pergunta se você por acaso viu a Raposa debaixo do seu teto.

-O que você sabe sobre ela?

-Só o que eu ouvi dos caçadores de recompenças que passam por lá às vezes. Eles caçam esse cara há anos mas nós não damos bola pra quem enche nossos bolsos, bata que não cause confusão. É melhor eu voltar, se meu chefe souber que eu te contei isso ele me põe no olho da rua.

-Obrigado pela informação.

-Só uma perguntinha, por acaso é namorada da Raposa?

-Não, ele era meu amigo e temos umas contas pra acertar. Não conte a ninguém que eu falei com você, finja que não me conhece, entendeu?

-Desde que o trato sirva pra você também.

-Fechado.

O grande deserto, não haviam muitos caminhos que conseguissem levar uma caravana até lá. Com mais algumas conversas Sakura descobriu que a rota de comércio passava perto da cidade e que alguns comerciantes iam para lá ao invés de andar mais alguns quilômetros até a cidade vizinha. O caminho que a caravana de Naruto seguiu atravessava um vale de florestas densas evitadas até pelos habitantes por ser o lar de algumas matilhas de lobos selvagens e outros animais. Por mais perigosa que fosse a floresta era um grande atalho até o deserto. Levava vários dias para atravessar o vale inteiro, talvez ela tivesse uma chance pois estava viajando sozinha e não tinha uma caravana inteira para conduzir.

Não foi difícil achar o caminho, ela só ignorou as várias placas de aviso conforme se aproximava da floresta. Já estava escurecendo quando ela avistou do topo de uma árvore a caravana acampada mais ao fundo do vale,era bem grande pelo barulho e pelo tanto de fogueiras que estavam acesas. Eles espantariam os lobos com toda aquela algazarra.

Sakura poderia ter ido procurar Naruto mas preferiu montar acampamento enquanto ainda via alguma coisa. Quando se preparava para ascender uma fogueira os arbustos começaram a estalas um pouco adiante, ela se levanta cautelosamente com uma kunai em punho e segue o som lentamente. Quanto mais se aproximava mais o som aumentava.

De repente um coelho sai correndo pela floresta e passa por ela como um raio. Enquanto ela olha para ter certeza de que era um coelho um enorme lobo sai das sombras e para na frente dela mostrando os caninos. Antes que se desse conta um círculo se fechou ao seu redor para não deixar a presa escapar. O alfa salta sobre ela sendo arremessado contra uma árvore por um forte soco. Os outros lobos começam a seguir a iniciativa do líder e a atacam também. Ela estava em clara desvantagem numérica.

Os lobos avançavam mais e mais até que a encurralaram contra um paredão de rocha. Sakura tropeça em uma pedra e bate com a cabeça no paredão ficando desorientada, sua visão embaçada percebe um grande vulto cinzento se aproximar seguido por vários outros.

Ela se prepara para o pior mas antes que o lobo desse o último passo uma enorme raposa vermelha balançando suas caudas surge ante o corpo de Sakura em posição de ameaça.

Sakura observou a raposa rosnar furiosa e rugir de uma forma tão assustadora que os lobos saíram correndo aos ganidos pela mata à dentro. Lentamente, a raposa começa a encolher e se transforma em um rapaz loiro coberto por roupas de viajante.

O rapaz se vira com o rosto inexpressivo e estende a mão para Sakura. Ele a levanta do chão com um puxão e lhe avalia dos pés a cabeça.

-Você está bem? - ele pergunta a fitando com seus profundos olhos azuis.

Sakura conhecia aquele olhar. Ela o abraça rapidamente, deixando o rapaz atônito, somente uma frase escapa de seus lábios próximos aos ouvidos dele:

-Finalmente te achei Naruto!

 

 

 

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...