1. Spirit Fanfics >
  2. A fada da lua e seu Supremo alfa >
  3. Capítulo 6

História A fada da lua e seu Supremo alfa - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Gente desculpa o atraso eu estou ficando sem ideias para a historia

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction A fada da lua e seu Supremo alfa - Capítulo 6 - Capítulo 6

LUKE

Depois que meu filho foi levado por aquela fada, e sim eu sei que foi uma fada e também sei que foi a aquela companheira de araque dele. Eu não tinha nada contra o reino da fadas ate descobrir que uma misera fadinha era a companheira do meu único filho e por incrível que pareça depois de ter ensinado ele desde pequeno que não podemos ter companheiras de outras espécies ele ainda insisti em ficar com ela. Meu pai me contava a historia que aconteceu muitos anos atrás com uma Alfa Original, a irmã dele, ou seja, minha tia fugiu com o companheiro que era de outra espécie sobrenatural e não deu mais sinal de vida para ninguém e que foi encontrada e morta por caçadores anos depois de ter fugido, meu pai nunca se perdoou por ter deixado minha tia sem supervisão aquela noite e o seu pequeno erro resultou na morte dela, ele nunca me contou que ser sobrenatural era o companheiro dela e isso sempre me deixou curioso. Agora estou sentado em meu escritório pensando nessa história besta e tentando achar alguma possibilidade de meu filho ainda esta vivo ou se aquela maluca vai querer acasalar com ele para já ter seu cria e garantir seu lugar como Luna da alcatéia, eu não posso deixar isso acontecer  nem que eu tenha que matar ela e as crias. Sou tirado dos meus pensamentos com Peter meu beta e meu lobo de mais confiança que entra no escritório.

- Então achou eles? – pergunto ansioso pela resposta

- Sim Senhor, seguimos o cheiro deles ate uma cabana que fica próxima a uma grande cachoeira na direção oeste.

- Escolha os 10 melhores lobos de elite imediatamente que  vamos sair daqui a 15 minutos – do a ordem e me viro para encarar o sol pela janela já imaginando minha vitoria.

- Senhor, devo alerta que se saímos agora chegaremos na cabana ao anoitecer e é a noite que ela fica mai forte – quase me assusto pois tinha pensado que ele já havia deixado a sala

- Caro Peter ela é só uma e nos somos vários ela não tem poder para acabar com todos nos assim.

- Senhor quando ela invadiu a alcatéia ela acabou com os lobos de elite que ficam vigiando os arredores da alcatéia, então eu como seu beta o aconselho a ir de madrugada que assim chegaremos de dia e ela não vai estar tão poderosa.

- Okay Peter, mas se alguma coisa acontecer com o meu filho eu juro que irei te matar com as minhas próprias mãos.

- Sim senhor – diz se retirando da sala

É amanha que eu mato aquela desgraçada da fadinha da lua, ninguém vai destruir minha família, somos alfas os mais temidos alfas que existe em todo o mundo. Me levanto e vou preparar algumas coisas para a batalha que iria ter no dia seguinte quando vejo Malia a minha querida sobrinha, a que deveria ter sido a escolhida como parceira de meu filho.

- Malia, que bom te ver por aqui – digo me aproximando e dando um abraço bem apertado nela

- Tio que saudade, vim assim que fiquei sabendo que Alan foi levado – diz com as mãos juntas no coração

- Ora querida pode me chamar de sogro você sabe muito bem disso, e não precisa se preocupar com Alan iremos buscá-lo amanha bem cedo – digo passando a mão em seus cabelos

- Eu irei ir com vocês tio, o senhor sabe muito bem que eu sou uma ótima lutadora e nos estamos falando do pai dos meus futuros filhos, eu irei ir – seus olhos ficaram sérios e com um tom de ódio.

- Okay Malia, mas por favor tenha cuidado precisamos de você para a família de originais continuar perfeita querida.

- Sim senhor – diz saindo em direção ao quarto de artefatos mágicos

Malia sempre foi uma doce menina, desde pequena encantava a casa com aqueles grandes cabelos ruivos e olhos escuros, que pena que ela cortou os cabelos. Quando completou 10 anos ela não se desgrudava de Alan nenhum segundo e gritava pela casa inteira que ela seria a grande companheira de Alan, e seria uma perfeita luna se aquela fadinha não tivesse aparecido e Alan não tivesse se apaixonado por aquela garota pálida e sem cor, Alan é o meu filho único e não planejo ter mais então Alan tem que se casar com malia nem que seja a força. Já estava quase na hora de irmos buscar Alan e todos estava preparados em suas formas lupinas para a batalha, Malia ira do meu lado para dar meu apoio e Peter ira atrás de nos junto com os outros lobos 10 lobos de elite que ele mesmo escolheu a dedo para nos acompanhar ate a pequena cabana e em fim resgatar meu filho das garras daquela pequena fada inútil.

- Você esta bem malia? – fico preocupado a ver sua expressão de puro ódio em seu rosto

- Claro que sim tio, afinal estamos indo salvar meu futuro marido de uma pessoa que se diz companheira dele quando a verdadeira companheira dele sou eu – diz mudando a expressão do seu rosto para uma expressão doce

- Claro querida.

Continuamos ate avistar a cabana a poucos metros de distancia, malia sai correndo em forma de lupina e eu saio correndo atrás dela ate chegarmos de frente para a pequena cabana e começamos a rodear ela ate acharmos uma janela aberta, entramos em pleno silencio e começamos a sentir o forte cheiro de Alan pela casa toda então começamos a procurar por todos os cantos e não encontramos ninguém na casa, ela estava completamente vazia tirando os moveis que havia na casa.

*QUEIMEM TUDO*

Digo ainda na forma lupina me virando em direção a malia que estava de frente para um quarto com a cara nada boa então vou ate ela e a ordeno que volte a alcatéia junto comigo e a mesma me obedece sem da um pio se quer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...