1. Spirit Fanfics >
  2. A Falsa Jogador? (Imagine Taehyung - BTS) >
  3. Chapter 08

História A Falsa Jogador? (Imagine Taehyung - BTS) - Capítulo 8


Escrita por: e UmaArmyDepre


Notas do Autor


~ Desculpe qualquer erro

~ Boa leitura!

Capítulo 8 - Chapter 08


Fanfic / Fanfiction A Falsa Jogador? (Imagine Taehyung - BTS) - Capítulo 8 - Chapter 08

Não tinha muito tempo para pensar em algo, ou eu inventava uma desculpa esfarrapada o mais rápido possível ou eu lia a pergunta e me ferrava. Os cinco estavam olhando para mim atentamente, a garrafa começou a escorregar nas minhas mãos por causa do suor que começou a surgir nelas. Antes de pensar qualquer coisa sinto a garrafa ser puxada das minhas mãos com força. Yoongi lia o que estava escrito no papel da garrafa com um sorriso sínico, se eu não estivesse em um situação tão ruim com toda a certeza daria um soco na cara dele.

— Yoongi para com isso, o Dylan que tem que ler! - Park repreendeu o amigo que o ignorou totalmente.

— Você é virgem? - arregalo os olhos com sua pergunta, mas logo lembro que ele fazia a pergunta que estava na garrafa - você tem cara de que nunca comeu uma bucetinha antes

— Cara, chega! 'pra que está fazendo isso com ele? - Taehyung até tenta fazer o amigo parar mas como da outra vez ele ignora e continua.

— Se ainda é virgem... terá que perde-lá com alguma garota desde Campus em duas semanas no máximo! - eu olhava atentamente seus olhos negros parecendo duas jabuticabas, eu diria que ele tinha um olho lindo se não fosse pelo fato de estar repleto de sínismo e deboche - e então... Dylan? Você é ou não virgem? 

— Se não quiser responder tudo bem - Jung se pronuncia depois de perceber a minha cara de desconforto. Eu nunca fui de falar sobre essas coisas nem com meus próprios pais imagina com um completo desconhecido e ainda mais que esse desconhecido é um babaca.

— Se ele não responder vai ser pior Hoseok - Jeon o encara brevemente com o olhar cansado - não ouviu que o desafio é transar com alguém do colégio?

— Vai falar ou não? - Yoongi insiste. 

Pelo que eu já reparei em alguns dos garotos do Campus _principalmente o Min e o Jeon_ eram as suas liberdades de falar sobre tudo como se não fosse nada, isso incluí quando você fica bêbado e faz um monte de besteiras ou quando você já levou mais de vinte garotas para cama. Acho isso tão desnecessário, tipo, qual é a importância de saber com quantas garotas a outra pessoa já transou, isso não vai fazer diferença nenhuma na vida de ninguém. Mas eu tinha que fingir ser um garoto babaca mas mesmo assim não posso mentir dizendo que não sou virgem, sinto que se eu falar isso será pior. Com um longo suspiro, ajeito minha postura e faço a cara mais sem expressão possível.

— Sim, sou virgem. Idai? O que você tem haver com isso? 

— Olha só galera...temos um santo entre nós! Como você nunca ficou um tesão ao ver uma gostosa rebolando a raba na sua frente? ou como nunca viu a cara de uma vagabunda quando vai gozar? - diz em um tom mais alto colocando um de seus braços envolta do meu pescoço - você deve ser muito lerdo mesmo, como está no terceiro ano ainda sendo virgem? Por favor...aposto que é Gay, por isso é virgem, nem eles te querem não é?

— Agora você passou dos limites Yoongi!  - Kim grita enraivecido. Confesso que isso me assustou, ele sempre foi tão calmo - em primeiro lugar o Dylan sendo ou não virgem não te dá o direito de zuar ele, em segundo lugar cada pessoa tem seu tempo em qualquer questão inclusive sobre a virgindade e em terceiro lugar só porque ele nunca transou não quer dizer que ele é Gay! 

— E aliás, você deveria respeitar mais as mulheres, falando desse jeito parece que elas são objetos ou não tem sentimentos - Park acrescentar a fala do amigo.

— Qual é galera? Eu estou só brincando - Yoongi se solta de mim quase me empurrando e tenta amenizar a situação com uma risada forçada.

— Isso não é brincadeira que se faça 

— Até você Jungkook? Achei que éramos broder's! - percebi a olhar de Min mudar, parecia querer socar a cara de qualquer um que aparecesse na sua frente...ou então queria socar a minha cara. Com certeza eu sairia toda quebrada de uma briga com ele, da 'pra ver de longe seus músculos, com um soco dele eu desmaio e não há quem descorde.

— Nós somos, porém eu sei quando alguém está sendo extremamente otário e desrespeitoso com outra pessoa. Cara se toca, eu posso até ficar com uma garota diferente praticamente todos os dias, mas eu sei que tem gente que nunca ficou com ninguém e eu sinceramente não me importo porque como o Taehyung disse cada um tem seu tempo. E pare de falar que ele é Gay, a sexualidade de cada pessoa é problema da pessoa!

— Vocês são tão um bando de manés! Fiquem mesmo do lado desse cuzão aqui, mas depois não venham me procurar, principalmente você Jungkook! 

Yoongi sai do lugar que estávamos a passos largos e fortes. Apesar de ficar com nojo de tudo que ele me disse, não posso o julgar, as vezes ele tem um passado ruim e teve más companhias ao longo de sua vida, porém eu não posso passar o pano por cima do que ele disse, eu realmente fiquei mal com duas palavras. O que mais me surpreendeu foi as falas de Jeon, ele é um babaca? Ele é um babaca, mas é um babaca consciente.

— Obrigado por me defender - digo em quase um sussurro.

— Fica tranquilo, o Yoongi é muito surtado as vezes, só não ligar muito pro que ele fala - Jung coloca sua mão no meu ombro para me "consolar".

— Se ele falar qualquer outra coisa contigo, pode me falar que eu quebro a cara dele! - dou um pequeno sorriso para Kim.


×××


Uma semana se passou depois do ocorrido na hala das piscinas. Eu fiquei bem mais próxima de Taehyung e está quase impossível de esconder que estou gostando dele. Vê-lo todos os dias sem camisa no dormitório ou jogando depois das aulas é tão difícil que já até pensei em acabar com todo esse disfarce e beijar aquela boca tão maravilhosa. Mas não posso, não agora que meu plano está indo tão bem. Fiz até amizade com os outros garotos do time, até mesmo com Jungkook que é um pouco birrento mas dá para aguentar, menos Yoongi que continua me provocando quando tem a oportunidade. 

— Vamos dar um tempinho! Dez minutos - o treinador diz após assoprar seu apito. Corro até um acento na arquibancada da quadra e pego minha garrafinha de água, tomando um gole do líquido gelado. 

— Sua irmã tinha uma garrafinha igual a essa - me assusto com a presença repentina de Kim ao me lado - Desculpe não queria te assustar

— Não tem problema - sorrio sem graça, até hoje não me acostumei com essa aproximação toda do acizentado - minha irmã tinha bom gosto então - rimos com meu comentário.

— Ela tinha sim... sabe, ela era uma garota bem interessante, sem querer ser incoveniente - apenas concordo - ela era bem legal

— Era sim - ou melhor "sou sim" - você...- pigarreio antes de perguntar -...já gostou de alguma garota antes, ou ainda gosta de alguém? - percebo que o mesmo ficou um pouco desconfortável com minha pergunta, mas agora não tinha volta e eu queria mesmo saber. Na verdade, queria fazer essa pergunta dês da semana passada quando ele disse o que pegou na sua iniciação.

—  Bom...eu - fomos interrompidos pelo treinador nos chamando para voltarmos ao jogo.

 Droga! 

Logo agora que iria saber mais sobre a vida misteriosa do Kim.


Continua...


Notas Finais


Quem quer dar um soco no Yoongi?
🖐️🖐️🖐️

(Logicamente não de verdade, pelo amor de Deus, ele é nosso pitico, temos que dar amor a ele)

~ Espero que tenham gostado

~ Até a próxima ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...