História A Família de Naruto e Hinata - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Família, Momentos, Naruhina
Visualizações 96
Palavras 2.096
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo.. espero que gostem!

Capítulo 2 - Himawari... Meu pequeno girassol brilhante


Fanfic / Fanfiction A Família de Naruto e Hinata - Capítulo 2 - Himawari... Meu pequeno girassol brilhante

Fazia um ano e dois meses desde que Boruto trouxe alegria à vida da família Uzumaki.

Naruto e Hinata ainda sonhavam em ter mais um filho, mas não chegavam a conversar sobre, ambos temiam que o pior acontecesse de novo.

Mais um dia amanhece, Hinata se levanta e vai ao banheiro, faz sua higiene matinal, quando vai vestir seu short, a peça de roupa fica difícil de entrar.

- Mas eu engordei? Nossa tá difícil!

Então ela percebe que sua cintura estava mais larga.

- Estou engordando.. Será paranóia?

Fala ela sozinha consigo mesma.

- Atraso menstrual de 17 dias, isso da quase um mês, será que estou gravida?

Ela vai a farmácia, não acreditava ser possível estar grávida, seria coisa de sua cabeça. Ela compra 5 testes de gravidez, retorna pra casa, entra no banheiro e faz o teste, todos dão positivo. Como um leque em suas mãos.

Ela então toma seu café da manhã e vai procurar Sakura no hospital.

- Bom dia Hinata! Á que devo sua visita? Está tudo bem né?

- Sakura acho que posso estar gravida de novo.

- E está atrasada?

- Sim. 17 dias.

- Então vamos fazer os exames!

Dito e feito. Resultado: ... positivo.

- É Hinata, sim você está gravida, e ja vai fazer um mês . Como sua última gravidez foi de risco, não tiro a possibilidade nessa sua nova gestação. Então repouso, se alimente bem, sem emoções fortes, sem estresse e vamos cuidar muito bem de você e do seu bebê.

- Obrigada Sakura.

Cinco dias se passam e Naruto chega em casa, já estava anoitecendo.

Entra na sala sente um cheiro maravilhoso. Bom , a janta já estava preparada. Hinata deveria estar no quarto. Ao subir a escada ele se depara com dois sapatinhos, um rosa e um azul. Ele logo sorri, sobe direto para o quarto, mas Hinata não está. Ela estava no quarto de Boruto o amamentando. Ele então abre a porta devagar e olha sua esposa cuidando de seu filho.

- Meu amor cheguei.

- Bem-vindo de volta meu amor. Preciso te contar uma coisa.

Ela então coloca Boruto no berço que já havia adormecido.

Os dois saem do quarto de Boruto e param no corredor um de frente ao outro.

- Meu amor, eu estou grávida.

Ele então a abraça.

- Eu te amo Hinata.

E a beija. A beija com todo desejo, com toda paixão, com todo amor que sentia por ela.

- Bom, mas Sakura disse que eu não estou fora de estar correndo risco.

- Eu vou cuidar de você meu amor.

- Eu te amo Naruto-kun.

4 meses depois eles vão descobrir o sexo do neném.

- Sakura fala logo.

- Calma Naruto, o bebê tá virado.

Minutos depois.

- Sakura e agora?

- Calma!! Já vamos descobrir.

- E então...

- Ah, é uma menininha, uma florzinha.

- Não falei meu amor que ia ser menina (Risos) Diz Naruto. 

- Sendo menina ou menino será amado do mesmo jeito. Nossa flor será bem vinda do mesmo jeito. A nossa pequena Himawari.

Após mais exames de rotina, os médicos descobrem que Himawari não estava ganhando peso dentro da barriga de Hinata. Havia uma má comunicação do cordão umbilical para com ela.

E um parto cesariana devia ser feito bem antes do tempo. Nessa etapa da gravidez Hinata sofria muito, mesmo os médicos avisando que não adiantaria ela comia o tempo todo. Engordando muito durante a gravidez.

Hinata sofria de cólicas e dores , parecia que os remédios não adiantavam.

Os médicos decidiram, assim que fossem completados os 7 meses, uma cesariana seria feita às pressas. Himawari precisava ganhar peso.

Perto de completar os 7, eles internaram Hinata que sofria na cama muitas dores, Naruto agonizava vendo sua esposa sofrer, queria sentir aquelas dores no lugar dela. Sabia que ela sofreria ainda mais após a cirurgia. Só queria que tudo aquilo acabasse logo.

O dia da cesariana chegou.

Hinata entra na sala de parto, estava com muito medo, ela somente fecha os olhos durante a cirurgia pedindo aos Céus que tudo desse certo, que sua filha ficasse bem. Ela deixava as lágrimas rolarem. Sakura estava preocupada com a amiga e a acalmava o tempo todo.

- Hinata já vamos tirar a sua filha.

- Só quero que acabe, quero ter minha filha nos meus braços.

E com o efeito da anestesia Hinata adormece sem poder escutar o choro de Himawari depois que ela nasce.

Himawari veio ao mundo com um choro forte, era uma guerreira.

Sakura acorda Hinata.

- Segura sua filha Hinata.

- Eu não sinto os meus braços.

- É efeito da anestesia. Eu te ajudo a segurar.

Então com o bebê nos braços Hinata chora, e derepente sua visão fica escura ela aperta o braço de Sakura com força e segundos depois sua visão volta ao normal. Sakura então leva Himawari para incubadora, depois de ser amamentada.

Hinata não estava se sentindo nada bem, ainda sentia dores. Era a recuperação pós-cirurgia. Queria que tudo acabasse logo. Sem contar que ficaria internada sem poder levantar por conta dos pontos. Então ela adormece na tentativa de esquecer a dor.

Sakura leva Naruto para ver sua filha. Ela era tão pequenininha não tinha peso suficiente e teria que ficar internada na uti. Só voltaria depois que pegasse peso suficiente. 

Naruto estava preocupado. Logo Hiashi chega para ver sua neta. Hanabi estava cuidando de Boruto.

Estava muito difícil de Himawari ganhar peso. Hinata só queria que tudo aquilo acabasse.

Que pudesse levar sua filha pra casa. Que pudesse descansar.

2 semanas após estar internada Hinata se sente muito triste consigo mesma.

Se olhava no estado em que estava, se via gorda, se via incapaz de fazer qualquer esforço, se sentia uma criança que precisa de cuidados e que não conseguia fazer nada sem depender de alguém. Ela não sabia, mas estava entrando em depressão pós-parto. O pior seria, como acontecesse em alguns casos, em que a mãe rejeita o filho. Ela passa a não querer se alimentar mais.

Sakura se preocupa e percebe Hinata está entrando em depressão.

Chama Naruto pra conversar e explica sobre a doença e sobre o que se pode acontecer.

- Bom, eu vou receitar a ela uns calmantes pra que ela adormeça. Precisamos incentivá-lá que ela pode emagrecer. Ela se vê gorda. Essa gravidez foi muito difícil, ela sofreu muito. Eu faço questão de liberá-la só no dia em que Himawari receber alta. E você precisa ajudar a sua esposa.

- Farei tudo que estiver ao meu alcance.

- Ela já pode andar Naruto. Leve a pra passear pelo jardim do hospital. Faça ela se sentir especial. A bolsa dela com roupas está lá no quarto mesmo.

- Sim Sakura obrigado.

Naruto então entra no quarto. Vê sua esposa dormindo. Separa a roupa pra ela. Um vestido não muito curto de alcinha branco florido com violetas. Uma rasteirinha marrom.

Ele a acorda e tenta a ajudar a tomar banho, mas Hinata insiste que consegue fazer sozinha. Estava com vergonha de ficar nua de frente ao seu marido. Se achava gorda e que ele não iria a querer mais.

Após um longo tempo de espera , ela deixa o banheiro do quarto. Ela colocou o vestido, mas prendeu o cabelo em um rabo de cavalo muito mal feito.

Ele então lembra do que Sakura disse.

- Quando uma pessoa está com depressão ela deixa de se cuidar, ela acha que não vai ficar diferente se o fazer. Por isso seja paciente.

- Hinata solta o cabelo, vou pentear ele pra você meu amor.

- Não precisa assim está bom.

- Não, eu gosto de pentear seu cabelo.

Ele então pega na bolsa o creme e o pente. Hinata se senta e ele calmamente penteia seu cabelo, e o deixa solto.

- Meu amor você está linda. Está maravilhosa. Eu te amo.

- Porque eu me arrumei? Queria continuar na cama. Estou cansada e com sono.

- Naruto, na depressão a pessoa sente vontade de ficar na cama o dia inteiro sem ter forças pra realizar outras atividades. Sente sono o tempo inteiro.

Lembra ele as palavras de Sakura.

- Não meu amor você já está na cama o dia inteiro, vamos passear pelo jardim do hospital. Quero passar um tempo com você.

Hinata fica sem dizer uma palavra.

Eles caminham de mãos dadas pelo jardim , se sentam em um banco de madeira .

Hinata fica virada pra frente. Praticamente sem mover um músculo. Seus olhos começam a lacrimejarem. Então as lágrimas rolam. Naruto somente abraça sua esposa. Que chora como uma criança em seu peito.

- Meu amor o que está acontecendo ? Você está muito distante. Seja sincera comigo.

- Eu estou muito cansada. É só isso, quero voltar pra cama.

- Seja sincera comigo por favor .

- Eu só estou cansada.

- Eu te amo Hinata. Não quero que se sinta mal. Você é a única pra mim.

- Eu não posso ser a única. Olha o estado em que me encontro.

- Sim. Você é  a única pra mim. Você é linda não importa.

Silêncio. Hinata não diz um a palavra. Só as lágrimas rolam.

- Eu ... Eu...

- Desabafa comigo meu amor. Eu estou aqui.

- Eu não... não consigo me olhar, me ver do estado em que estou. Eu estou me sentindo mal comigo mesma. Me sinto feia, gorda como você pode ter olhos só pra ... Só  pra mim?

- Eu tenho olhos só pra você. Você é linda do seu jeito.  Não quero que pense outra coisa. Eu só tenho olhos pra você. É a única mulher pra mim. Eu amo só você, é só você que eu quero. Agora me dá aquele sorriso que ilumina o meu dia ?

Hinata então sorri sem graça. E fica em silêncio. Naruto sabia como a esposa se sentia.


Hinata se emociona e chora.

- Ah meu amor eu sou uma boba mesmo. Sabe tudo que eu quero é que isso acabe logo. Quero ir pra casa com a Hima em meus braços. Quero nossos filhos correndo pela sala. Quero alegria a nossa casa.

- Hinata obrigado por me dar mais um filho. Obrigado por construir uma família comigo. Meu amor eu te amo muito. Jamais vou sair do seu lado.

55 dias depois o casal recebe a notícia de que Hinata e Himawari poderiam ir pra casa.

Os dias a seguir na vida da nova família Uzumaki é de alegria. Hinata estava fazendo dieta e perdendo peso. Sua alto estima estava voltando. Se sentia linda de novo. E era sempre elogiada pelo seu marido. E não era verdade?

Sim era. Hinata era uma mulher muito linda. 

Hinata olha pros seus filhos no quarto. Boruto em seu berço, Himawari no outro. Logo seu marido a abraça por trás.

- Nossos filhos são lindos.

- Sim. E são muito especiais. São tudo, tudo pra mim.

- Sim meu amor são tudo em nossas vidas. Sabe Hinata eu as vezes tenho medo. Medo do futuro, quero o melhor pras nossas crianças. Quero que elas cresçam. Tenho medo de que cresçam e passem a viver suas vidas e tenha que nos deixar. Tenho medo de não ser um bom pai.

- Esqueça o medo. Meu amor, vamos viver o presente. Sei que vai ser um bom pai. E lembre - se onde a gente errar aí a gente vai saber onde acertar.

-Eu te amo Hinata.

- Eu também te amo Naruto-kun.

Os dois então vão pro quarto e se amam, compartilhando com o outro o quanto se amavam, com todo desejo, com toda paixão, com todo o amor, com todo o respeito. Compartilhavam seus sonhos e planos.

Suas vidas daqui pra frente serão repletas de alegria. Claro os momentos ruins poderiam aparecer, mais saberiam que iriam superar tudo. Juntos... sempre juntos.


"Se lembra daquelas paredes que construí?

Bem, elas desmoronaram... e elas nem sequer resistiram à queda, elas nem sequer fizeram barulho.

Eu encontrei um jeito de deixar você entrar, mas eu nunca tive dúvida. De pé em frente da luz da sua aura, eu tenho o meu anjo agora.

É como se eu tivesse sido acordada, cada regra que tive que quebrar. É o risco que estou correndo, e eu nunca vou te deixar de lado.

Em todos os lugares em que estou olhando agora, eu estou cercada pelo o seu abraço.

Bebê , eu posso ver sua auréola... você sabe que é a minha graça salvadora.

Você é tudo que eu preciso e mais, isso está escrito em todo o seu rosto.

Bebê, eu posso sentir a sua auréola. Rezo para que ela não desapareça.

Atingiu-me como um raio de sol, iluminando a minha noite mais escura, você é o único que eu sonho, acho que estou viciada na sua luz.

Eu jurei que nunca iria cair novamente, mas não sinto como se estivesse caindo, a gravidade não pode esquecer de me puxar de volta para o chão."

~FIM~


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
A música que deixei no final é da Beyoncé- Halo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...