História A família Real. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Personagens Originais
Visualizações 21
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Se prepare vovó


Fanfic / Fanfiction A família Real. - Capítulo 5 - Se prepare vovó

POV-Emma.

Entramos na casa,era bonita,com móveis de couro e madeira:

-Eduarda?-A voz de uma mulher chegou aos nossos ouvidos e nos viramos,uma mulher de cabelos pretos amarrados em um coque firme e impecável em cima da cabeça,olhos azuis fracos quase cinzas pele branca,os olhos eram frios e sua postura reta e impecável.

-Tia.-A velha chegou perto dela e as duas apertaram as mãos firmemente,Júlio revirou os olhos.

-E esses?quem são?-Ela perguntou olhando cada um de nós.

-Creio ser mais prudente chamar toda a família,senhora,assim evitaremos os contratempos de apresentar todos nós a cada membro da família.-Kaio falou e ela o olhou com reprovação,a velha o olhou com orgulho.

-Se esses contratempos existem é culpa de sua mãe-ela respondeu.-Que afastou o marido e os filhos dela da sua família.

-Se ela afastou o marido e os filhos dela da sua família deve existir algum motivo.-Eu me intrometi e ela me olhou,se mecheu com o meu irmão mecheu comigo,porra.

-Irei chamar o resto da família.-A mulher deu as costas.

-gostei muito do que você faz Kaio-A velha falou e ele a olhou sorrindo-Mas por favor não fassa isso de novo,isso vale para os dois.-Ele confirmou com a cabeça e eu apenas revirei os olhos.

-Não prometo nada.-respondi e quando meu pau abriu a boca várias pessoas entraram na sala.

13 mulheres,(N/A-contando com a cobra e as mulheres dos primos da Duda),13 homens,N/A-contando com o Júlio e os maridos das tias e das primas) 24 adolescentes,porém uma das coisas que eu percebi e não gostei foi que uma garota que aparentava ser menor que eu ficava olhando para o meu pai e passando a língua nos lábios com malícia,mas meu pai nem a olhavam,estava ocupado demais conversando algo com o Júlio,a mas eu te pego piranha.Oito das mulheres eram praticamente idênticas,todas tinham os cabelos pretos apenas mudando o penteado,os olhos azuis mudando apenas a tonalidade dos mesmos e a pele morena,dos homens oito tinham o cabelo castanho,os olhos pretos e a pele branca,os outros quatro eram praticamente a mesma coisa apenas mudando a cor dos olhos que eram em tonalidades diferentes e os que sobraram eram totalmente diferentes:

-Esses são as minhas tias-a velha começou ,as quatro quase idênticas deram um passo para a frente,postura reta e firme,todas sem faltar nem uma.-esse são os meus tios-Quatro homens deram um passo a frente,no caso os idênticos,que acenaram para a gente-esses são os meus primos-Mais quatro homens deram um passo para frente-essas são as minhas primas-Quatro mulheres deram um passo para a frente-E esses são os maridos e as esposas dos meus primos e primas.-Oito pessoas deram um passo a frente.-Bom família -todas as pessoas ali que olharam-esses são os meus filhos,Kaio,o meu primogênito-Kaio foi até as mulheres e beijou a a mão de cada uma logo depois apertou a mão de todos os homens.-Alice,mimha filha do meio-A garota deu um passo a frente e se curvou ao estilo princesa ato que as tias da velha gostaram muito e retribuiram,eu revirei os olhos,bando de fuinha.-E minha filha mais nova...Emma Júlia-Eu fiz uma continência de qualquer jeito e os homens retribuiram porém as mulheres fizeram uma cara de desagrado,eu sorri,vai vim treta.-Bom esses são os meus sobrinhos...Marcos filho de Lysandre e Nina,Manoela filha de íris e Pryan(não sei como se escreve,desculpa,por favor me falem),Jonny filho da Rosalya,Luís e Igor filhos de Alexy e Kentin e Lusia filha de Viollet e Kim.

-Todos apresentados?ótimo.-Vamos mostrar o quarto de vocês,imagino que estejam com sono.-uma das mulheres idênticas falou e subiu ás escadas e nós as seguimos.

-Quanta gente.-Luís falou chegando ao meu lado.

-E-E-E-E-Eles nem se apresentaram-Jonny chegou ao meu lado também,ele era tímido e muito sentimental,adivinha qual a sexualidade dele?exato...gay e ainda por cima gosta do meus irmão e meu irmão gosta dele,mas os dois nunca tem coragem de admitir...quer saber?nessas férias eu vou juntar esses dois nem que seja a marra.

-Vocês querem saber o que eu acho?-os dois me olharam.-A gente vai arranjar muita treta aqui.-Luís sorriu,ele era quase um irmão pra mim e ainda por cima me ajudava nas merdas que eu fazia,Jonny apenas me ajudava pra ficar perto do meu irmão mas depois de um tempo,por mais que não admita,gostou da treta e começou a virar meu melhor amigo.

-Tem algo em mente?-Luís me perguntou.

-Tenho.-eu disse-se preparem,amanhã a gente vai por em prática um assassinato.

-A-Assassinato?-Jonny perguntou assustado e eu ri.

-Sim,assasinato de cobras e piranhas-Eu sorri e fui para um dos quartos com o meu nome na porta deixando os dois sozinhos,um feliz da vida e um assutado e eu só tenho uma coisa a dizer.

-Se prepare vovó.-então entrei no quarto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...