História A Família Uzumaki - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Eden's Zero (Edens Zero), Fairy Tail, Free!, Haikyuu!!, Kuroko no Basuke, Naruto, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai), Vocaloid
Personagens Akashi Seijuro, Elizabeth Liones, Eren Jaeger, Farlan Church, Haruka Nanase, Isabel Magnolia, Izuku Midoriya (Deku), Jiraiya, Kagami Taiga, Katsuki Bakugou, Kenma Kozume, Kuroko Tetsuya, Kushina Uzumaki, Levi Ackerman "Rivaille", Lucy Heartfilia, Luka Megurine, Makoto Tachibana, Mavis Vermilion, Meliodas, Miku Hatsune, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagisa Hazuki, Naruto Uzumaki, Natsu Dragneel, Ochako Uraraka (Uravity), Rebecca, Rei Ryugazaki, Rin Matsuoka, Sasuke Uchiha, Shiki Granbell, Shouto Todoroki, Shouyou Hinata, Sousuke Yamazaki, Tenya Iida, Tobio Kageyama, Zeke Yeager, Zeref
Tags Akakuro, Kagehina, Lumi, Makoharu, Melizabeth, Narusasu, Riren, Shibecca, Tododeku, Zervis
Visualizações 187
Palavras 1.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, LGBT, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nem vou comentar...

Capítulo 9 - First Kiss?!


Fanfic / Fanfiction A Família Uzumaki - Capítulo 9 - First Kiss?!

Enquanto Rebecca está com o cu por um tris... 



Izuku ㅡ Shou... Me ensina a ser tão descarado assim. ㅡ comentou com o irmãozinho, que quase arrancou um beijo do Tobio. 

Shouyou ㅡ Você já é puta de natureza! Para que está me pedindo dicas? ㅡ lançou um olhar desconfiado para o irmão. 

Izuku ㅡ Sinto que não vou conseguir nada com aquele cara. ㅡ olhou discretamente para o Shoto. 

Kuroko ㅡ O Seijuro Shoto?! Ele está na minha sala... ㅡ comentou com o irmão mais novo. 

Eren ㅡ E o tal Seijuro Akashi está na minha. ㅡ apontou para o irmão do meio a meio. 

Izuku ㅡ Ele é do terceiro ano?! Com certeza não tenho chances... ㅡ bufou irritado. 

Naruto ㅡ Ah tem! Você é o mais cobiçado entre nós. ㅡ tentou animar o irmão mais novo. 

Kuroko ㅡ Vamos esbarrar neles?! Tô afim de encrenca. Ai você aproveita e caça o seu homem. ㅡ puxou o irmão. 

Izuku ㅡ Eu não vou fazer isso! ㅡ sentiu as bochechas queimando. 

Kuroko ㅡ Ah vai... ㅡ sorriu sadicamente. 

Izuku ㅡ Me salva! ㅡ tentou se agarrar em seus irmãos, porém não conseguiu, já que Kuroko o arrastou. 

Os dois Uzumaki se aproximaram dos irmãos Seijuro. De repente Kuroko trombou de propósito com o ruivo dos olhos felinos da cor amarelada.  

Kuroko ㅡ Ops, não te vi... Foi mal! ㅡ sorriu de canto para o ruivo que ficou paralisado com tanta ousadia. 

O azulado continuou andando normalmente, porém agora, o ruivo começou a seguí-lo deixando o seu irmão para trás. O meio a meio até pensou em segui-lo, mas parou ao ver o esverdeado tão perto de si. Lembrou de quando o pequeno conseguiu lhe derrubar com facilidade e sorriu de canto. 

Izuku ㅡ Que? ㅡ olhou confuso. 

Todoroki ㅡ Só estava lembrando de como você fez uma imobilização patética em mim. ㅡ foi totalmente debochado. 

Izuku ㅡ Mais fácil lembrar de como eu fiquei por cima de você e te prendi no chão, mas te deixei escapar. ㅡ sorriu de canto, com malícia. 

Izuku não sabia o motivo de estar tão nervoso em relação ao Shoto, mas algo lhe dizia para ser ele mesmo em qualquer situação. Como o esverdeado tem seu lado putiane, então, talvez saia algo que não preste. 

Shoto ㅡ Você, por cima de mim? ㅡ os olhos bicolores, encararam o menor.

As mãos habilidosas do maior, envolveram a cintura do esverdeado, o puxando para si. Izuku estava surpreso com a audácia do dono dos olhos heterocromáticos. Shoto sorriu de canto ao ver o menor tão encantado com a atitude. Uma das mãos pálidas do meio a meio, levantou o pequeno rosto sardento, que começou a pegar uma tonalidade avermelhada. 

Shoto ㅡ Tenho certeza que eu, não ficaria por baixo. ㅡ mordeu o lábio inferior em forma de provocação. 

O pequenino já estava perdido em um mar de luxúria, mas Shoto acabou cortando o clima quando se afastou e deu as costas para Izuku. O esverdeado tentou abrir a boca para falar algo, mas fez um bico de frustração logo em seguida. Esse gesto não passou despercebido pelo outro, que ainda estava caminhando sem rumo. Por mais que Shoto não estivesse interessado, ele sorriu com o simples gesto do garoto. 



Enquanto Shoto deixava um garoto com fogo no rabo... 



Kuroko tinha acabado de se encostar em uma estante de livros da biblioteca. Ele obviamente não iria ler, só queria estar em um lugar bom para dormir e esse era perfeito. No fim das contas, o azulado acabou se esquecendo que foi perseguido por um ser ruivo de belos olhos, bicolores? Ele jurava que viu a cor dos seus olhos, e eles eram amarelados. 

Kuroko ㅡ O que está fazendo aqui? ㅡ lançou um olhar desconfiado. 

Akashi ㅡ Eu só queria tirar uma dúvida.ㅡ se aproximou do azulado. 

Kuroko ㅡ Diga logo o que quer e depois vá embora... ㅡ respirou pesado, por causa da aproximação perigosa dos dois. 

Akashi ㅡ Eu ouvi alguns boatos e vim conferir. ㅡ sorriu maliciosamente. 

Kuroko ㅡ Se você quer brigar comigo, eu... ㅡ foi interrompido ao sentir os lábios do ruivo nos seus. 

Kuroko não fez nada de início, pois estava em estado de choque. Assim que começou a sentir os lábios macios do outro, se esqueceu de tudo. Agarrou a gola da camisa do homem a sua frente e o puxou para perto de si. As mãos habilidosas do ruivo massagearam a cintura fina do azulado. Akashi passou a língua nos lábios finos e doces do Kuroko, pedindo permissão para degustar mais do beijo. Um beijo de língua, quente e único começou. 

Kuroko ㅡ Ngh... ㅡ gemeu ao sentir seu lábio inferior entre os dentes do Akashi.

Akashi ㅡ Então é verdade. ㅡ sorriu de canto. 

Kuroko ㅡ O que...? ㅡ resmungou ofegante.

Akashi ㅡ Que todos os Uzumaki são fáceis de lhe dar... ㅡ se afastou do azulado. 

Kuroko ㅡ Ham? ㅡ perguntou confuso. 

Akashi ㅡ Você é só mais uma puta que quer dar para o primeiro homem bonito que vê pela frente. Estou errado? ㅡ Kuroko via as palavras saindo com facilidade, da boca que acabou beijar. 

Kuroko ㅡ C-Como...? ㅡ sentiu seu rosto esquentar. 

Akashi ㅡ Agora que eu já tirei a minha dúvida, vou embora. ㅡ virou as costas, porém foi impedido de andar, por um mão segurando em seu pulso. 

Kuroko ㅡ O que foi isso? ㅡ sua mente ainda está embaralhada. 

Akashi ㅡ Além de puta, é burro? ㅡ sorriu. ㅡ Eu te disse que vim tirar uma dúvida e a minha dúvida era em quanto tempo você se jogaria em meus braços. Olha, até que foi mais rápido do que eu imaginei e... 

!!!PAH!!!

Kuroko deferiu um tapa bem dado na cara do ruivo o surpreendendo. Quando os olhos bicolores encararam o azulado, ele viu algo que não queria ver. O rosto pálido do garoto a sua frente, estava na tonalidade vermelha e seus olhos marejados. Kuroko não é conhecido por ser o mais forte dos Uzumaki. Ele sempre se segura ao máximo para não chorar na frente das pessoas. Por isso, ele sempre desconta tudo no basquete. É como se jogar, fosse o seu único consolo. 

Kuroko ㅡ N-Nunca mais encoste em mim... Seu filha da puta. ㅡ resmungou com raiva e socou a estante fazendo alguns livros cairem. 

Engoliu as lágrimas em seco e deixou o ruivo sem reação no corredor. Com certeza Kuroko havia machucado a mão na hora de socar a estante. Ele saiu da biblioteca com uma áurea negra o arrodeando. Muitos que estavam passando perto dele, sentiram um arrepio ruim. Ele realmente queria matar o primeiro que visse na frente. Uma imagem masculina, bastante conhecida salvou o seu dia. O azulado correu sem pensar e abraçou o seu irmão mais velho. 

Kuroko ㅡ Makoto! ㅡ escondeu o rosto no peito do maior. 

Makoto ㅡ Kuro-chan? ㅡ olhou para baixo.

Kuroko ㅡ Chegou bem na hora... Estou precisando de carinho. ㅡ comentou com um biquinho e os olhos com lágrimas. 

Makoto ㅡ O que aconteceu? ㅡ passou o polegar em cima da lágrima que insistia em cair. 

Kuroko ㅡ Er... Nada. ㅡ sorriu sem graça. 

Makoto ㅡ Espere um momento. ㅡ falou para Kuroko e logo foi em direção a um homem. Os dois se despediram e Makoto voltou a atenção para o seu irmão. 

Kuroko ㅡ Estou curioso... O que você está fazendo aqui? 

Makoto ㅡ Eles me enviaram uma proposta de ser técnico no time de natação. Na verdade, serei só mais um técnico, já que aqui ten vários. ㅡ sorriu sem graça. 

Kuroko ㅡ Sério?! Isso é magnífico! Agora ninguém vai me separar de você. ㅡ abraçou o mais alto com dificuldades. 

Makoto ㅡ Estou vendo que você está precisando de uns mimos. ㅡ sorriu gentilmente para o seu irmãozinho favorito. 

Kuroko ㅡ Você sempre sabe do que eu preciso. ㅡ revirou os olhos. 

Essa cena toda acontecendo e Akashi observando tudo no final do corredor, com uma fúria imensa. "Ele acabou de me beijar e já está se esfregando em outro! Isso é imperdoável...", pensou. O ruivo com certeza iria se vingar do azulado que não fez nada. 


Notas Finais


Opaaaa, eu vi um beijo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...