História A Fênix Celeste - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, O Incrível Hulk, Os Vingadores (The Avengers), Tom Holland
Personagens Adrian Toomes (Abutre), Anthony "Tony" Stark, Ben Parker, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Halloween, Loki, Maria Stark, May Parker, Pantera Negra (T'Challa), Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Sam Wilson (Falcão), Wade Willson (Deadpool)
Tags Peter Parker Fiction
Visualizações 205
Palavras 924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha só quem voltou ~ desviando das pedras ~ okok desculpem a demora viu.
Boa leitura meus aracnídeos

Capítulo 10 - É vergonhoso


Fanfic / Fanfiction A Fênix Celeste - Capítulo 10 - É vergonhoso

Peter Parker:

- Alice? - exclamaram tia May e Ned.

- surpresa? - ela falou e eu ri.

- meu deus acho que vou tomar um calmante - falou a tia May indo para a cozinha.

- tudo bem senhora May? - falou Alice preocupada.

- não! Óbvio que não. A poucos meses eu descubro que meu sobrinho é o homem-aranha e agora descubro que minha amiga é a nova heroína de New York - falou literalmente tomando um calmante. 

- tudo bem..... desculpe por não ter contado antes Senhora May, é que não queria meter vocês em confusão - falou Alice corada.

- tudo bem querida, vocês estão machucados? - perguntou May.

- meu deus agora que me lembrei que você levou um tiro Peter - falou Ned voltando de sua viajem cerebral. 

- eu o curei - falou Alice simplesmente. 

- você sabe fazer mais o que? Você pelo o que vi controlar os elementos naturais e luta muito bem, fora a força e qual é a do fogo? - perguntou Ned Curioso.

- eu faço muita coisa, minha mãe foi criada por todos os deuses depois que a última fênix decidiu morrer. Ela me teve aos 19 anos e morreu 4 meses depois que meu pai foi morto. E o fogo é por que sou uma fênix. Fogo e fênix...sacou? - perguntou e eu ri da cara de surpresa do Ned.

- você então é mais poderosa que o Thor?  - perguntou Ned novamente e eu tirei minha máscara me sentando ao lado dele.

- sabe o martelo dele? - ela perguntou e ele acentiu - eu carrego aquilo sem nenhum esforço. 

- UaU - falou Ned e ouvi tia May rir.

- vá tomar banho Peter e eu arrumo uma roupa pra você querida - falou praticamente me empurrando para o quarto.

- ah obrigada senhora May mais preciso ir - falou mais tia May a olhou decepcionada e ela suspirou - posso fazer um café e tomamos o que acha? 

Tia May vibrou e Alice riu

- meu quarto é por aqui. Vem tenho um vestidinho que ficou horrivelmente justo em mim que pode dar em você - falou tia May a puxando para o quarto dela.

Ri e fui para meu quarto com Ned na minha cola concerteza querendo perguntar alguma coisa. Fui para o banheiro e limpei o sangue seco da cicatriz que ficou na minha perna e tomei um banho revigorante. Sai e peguei uma blusa azul clara e uma bermuda jeans branca. Fiquei descalço mesmo e abri a porta e olhei para o Ned com uma sobrancelha arqueada e ele suspirou.

- então ela era a fênix - falou num tom de histerismo.

- sim. Só não sei como ela descobriu minha identidade - falei bagunçando meus cabelos.

- cara você quase transou com a fênix celeste uma nova heroína que é mais forte que o Thor - exclamou e eu corei.

- nem me lembre - falei.

- por que não gostou? - perguntou Ned curioso e eu corei mais ainda.

- não vou conversar sobre isso com você Ned - falei e ele riu.

- por que? - perguntou risonho.

- por que é vergonhoso - falei e sai do quarto.

Ned me seguiu e esperamos tia May voltar com a Alice.  Elas apareceram e Alice vestia um vestido preto com gola e o mangas brancas, justo na cintura e curto nas pernas.

Minha boca abriu em perfeito "O" e eu senti um cutucão na costela vindo de Ned e olhei para o rosto de Alice que estava corado.

- acho que ficou um pouco justo - falou provavelmente desconfortável com meu olhar.

- você está linda - falamos juntos eu, tia May e Ned.

Ela riu e foi com tia May para a cozinha. Elas conversavam sobre séries e Ned falava sobre querer tomar um café. Ouvi um bip do meu celular e tirei do bolso vendo na tela o número do Sr. Stark.

Ligação on:

- Alô Sr.Stark.

- garoto. A mulher que estava distribuindo tiros no centro da cidade não falou nada.

- e por que me ligou?

- ela exigi a presença da fênix aqui.

- ela tem nome e é Alice.

- ok ela quer a Alice aqui. Apareçam em menos de meia-hora na base da S.H.I.E.L.D.

- mais aonde é?  

- a garota sabe.

- ok

Ligação off:

Olhei para o Ned e ele tomava café com cookies queimados da minha tia.

- eu sabia que ela não falaria nada - ouvi a voz de Alice da cozinha.

- como sabia? - perguntei indo até ela enquanto tia May tomava café e olhava a a TV. 

- Cecília já passou por torturas e nunca falou nada então a S.H.I.E.LD. é mole pra ela - falou terminando de tomar um suco e lavando o copo.

- vocês se conhecem? - perguntei e ela ficou tensa.

- sim estudamos juntas a dois anos atrás - falou e me olhou - vista seu uniforme que vamos até a base da S.H.I.E.L.D 

- vestir meu uniforme?  Ok - falei e corri até meu quarto vestindo meu uniforme vermelho e azul junto com a máscara. 

Corri pra sala e ela falava pra tia May não se preocupar que ela me trazia de volta inteiro.

- vamos? - perguntou.

- você não vai vestir seu uniforme?  - perguntei e ela sorriu.

- ela sabe minha identidade - falou e me puxou pela mão fazendo nossos corpos grudarem.

- mais por que ela não disse? - perguntei confuso.

- por que ela não pode - falou e derrapante o cenário mudou e estávamos numa sala cheia de agentes que assim que notaram nossa presença apontaram as armas.

- Pirralho e Fênix que bom que chegaram - ouvi a voz do senhor Stark.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...