1. Spirit Fanfics >
  2. A fênix do clã Hury - Hashirama Senju >
  3. Sem ideia pro título

História A fênix do clã Hury - Hashirama Senju - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem os erros
Boa leitura

Capítulo 15 - Sem ideia pro título


Anteriormente

Cheguei no monte dos Hokages e fui diretamente pro topo, quando cheguei lá, juntei as mãos (🙏🏻), e dobrei um joelho só, igual ao homem faz quando vai pedir a moça em casamento, apoiei a testa na ponta dos dedos, fechei os olhos e me concentrei. Comecei a sentir presença de animais a minha volta e expandi o alcance enquanto mandava "sinais" pra eles "explicando" a situação e o que eles tinham que fazer. Expandi o alcance em 78Km de distância dos muros e portões da vila e "chamei" os animais.

                             •••

Quando a "confusão" acabou, ninjas comemoraram a vitória

Toroshi: Se vc continuar assim, vc pode ser chamada pra ser a próxima Hokage, eu aprovo

Madara: Eu também

Hashirama: Eu também

Eu: Rsrsrs... - O Hokage se aproxima

Hokage: Pelo visto, seu plano maluco deu certo - Um urso pardo chega perto de mim de dá um empurrãozinho por trás

Eu: Ainda bem né?!?! - Comecei a fazer carinho na cabeça do urso - Eles foram uma grande ajuda

Toroshi: Realmente

Urso: Os animais são demais!!! - Se gabou

Eu: É verdade... - Outros ursos chamam ele - Vai lá - Falo e ele vai juntos com os ursos e os outros animais - Enfim, tenho que ir pra casa, Yane já deve ter acordado, xau gente, Hokage - Fiz uma breve reverência e saí andando

Cheguei em casa, tranquei o portão e entrei, fui pro quarto e vi Yane sentada no chão brincando com Rex

                             •••

Anoiteceu e fui ver o céu pela varanda do segundo andar da minha casa, estava estrelado e sem nenhuma nuvem, por isso, consegui achar várias constelações. As casas, pouco a pouco ficavam totalmente apagadas, facilitando a visão do céu, olho rapidamente pra rua e vejo uma figura conhecida e esse pessoa parecia meio estressada, desço, saio de casa e olho com mais atenção..... Hashirama

                               •••

Eu: Hashi??? - Ele parece se assustar comigo - O que aconteceu pra vc estar na rua a essa hora???

Hashirama: Perdi a chave de casa, quer dizer, esqueci em algum lugar, e acho que foi na casa do Tobirama

Eu: Vai lá e pega a chave, oxi

Hashirama: Ele dorme cedo, provavelmente já está apagado

Eu: Hm... Se vc quiser, pode dormir aqui em casa - Dei ênfase no "Se vc quiser" e ele fica vermelho com a ideia - Foi só uma sugestão - Ergui os braços igual a bandido quando a polícia diz "Mãos ao alto"

Hashirama: Mas eu não tenho roupa na sua casa

Eu: Não seja por isso, tem uma loja de roupas bem ali - Apontei pra única loja aberta na rua - Ela só fecha mais tarde

Hashirama: Eu não quero te incomodar S/n

Eu: Não é incomodo nenhum, vem - Saí puxando ele até a loja

                              •••

Ele tomou banho no banheiro separado e eu no banheiro do meu quarto junto com Yane e quando acabei, me vesti e fui fazer a janta. Terminei e fui escovar os dentes junto com Yane e levei ela pro quarto dela e fiquei lá até ela dormir. Saí e fui apagar a luz da sala quando vi Hashirama deitado no sofá

Eu: É sério que vc vai dormir aí???

Hashirama: Por que não???

Eu: Esse sofá é extremamente desconfortável

Hashirama: Não é não

Eu: Pra dormir é

Hashirama: É o que tem

Eu: Mentira, tem o meu quarto

Hashirama: Eu não vou deixar vc dormir no sofá sendo que vc é a dona da casa

Eu: Hashi, eu não falei nada sobre vir dormir no sofá por que como eu disse, essa merda é desconfortável

Hashirama: E o que vc sugere???

"Que bicho lerdo!!!" - Pensei

Puxei o braço dele até ele levantar e saí empurrando ele até o meu quarto (Autora: Não pensem merda meninas!!!) E fechei

Hashirama: Perai, vc tá dizendo pra mim dormir aqui também?!?!

Eu: Espaço é o que não falta - Me referi a cama que era tamanho King

Hashirama: Não S/n

Eu: Daqui vc não sai!!! Eu não vou deixar vc dormir no sofá de jeito nenhum

Hashirama: Deixa de ser teimosa

Eu: Não, deita logo e dorme, ou eu vou ter que te dar um "apagão"???

Hashirama: Tá, tá bom - Deitou

Tranquei a porta por precaução e fingi estar dormindo só pra vigiar ele, mas, ele não fez nada, realmente apagou, decidi esperar mais pra ver se não era armação e realmente não era, levantei, destranquei a porta e deitei de novo, abracei um travesseiro e apaguei...

Atualmente

• S/n Off

                 NO DIA SEGUINTE

• Hashirama On

Acordei e senti um peso em cima de mim, abri os olhos e tateei a "coisa" que estava em cima de mim...  Costas curvas, cabelo grande, pele macia... S/n

"E agora, como eu faço pra levantar???" - Me perguntei mentalmente

Por medo de ela acordar, resolvi ficar parado. O que me deixou meio desconfortável, era a posição que ela tava, uma perna de cada lado do meu quadril, ou seja, praticamente em cima do meu "amigo" e com os braços envolta de mim, é constrangedor pelo simples fato de que eu estou "animado" e não posso fazer nada. Relaxei meus braços envolta dela em um "abraço" frouxo e fiquei olhando pro teto...

• Hashirama Off

• S/n On

Acordei em cima de alguém que me "abraçava" frouxamente (nem sei se essa palavra existe), sentei e as mãos dessa pessoa escorregaram até pararem na minha cintura, cocei os olhos e os abri dando de cara com Hashirama deitado em baixo de mim - Literalmente -, senti minha cara inteira esquentar e tenho certeza que virei um tomate assim como ele, admito, pensei merda e senti um certo "calor" na "parte de baixo" e um volume da parte dele, sacudi a cabeça e levantei, passei as mãos no rosto e respirei fundo tentando abaixar o meu "fogo"

"Deus, faz alguma coisa acontecer pra me distrair!!!" - No mesmo instante que eu termino meu pensamento, Yane bate na porta

Yane: Irmã!!!

"Oh glória!!!" - Pensei aliviada

Eu: Entra - Falei e assim ela fez - Tá acordada a muito tempo???

Yane: Não

Eu: Hm - Rex aparece

Rex: Eaí garota, dormiu bem??? - Juro que percebi um tom de malícia na pergunta dele

Eu: Não - Respondi a pergunta negando o que ele insinuou

Rex: Aaffe... Essas fêmeas de hoje são impossíveis - Saiu reclamando e fiquei um pouco surpresa

Yane subiu na cama e sentou do lado do Hashirama que tinha um volume consideravelmente GRANDE no meio das pernas

"Caralho, se eu sentar nem guindaste me tira" - Me surpreendi comigo mesma - "Meu Deus, não sabia que minha mente é tão tarada assim!!! Tô andando muito com o Madara"

Fui até o guarda roupa, peguei um short, uma blusa e a roupa íntima, saí do quarto, desci, fui pro quintal, peguei minha toalha e voltei pro quarto, entrei no banheiro, prendi o cabelo, tirei o pijama e entrei no box. Quando terminei, me sequei, me vesti e saí do banheiro

Yane: O Hashi foi tomar banho

Eu: Blz, vai vc também

Yane: Tá bom - Saiu do meu quarto

Fui pra cozinha e comecei a fazer o café, botei as mãos na pia, estiquei os braços e abaixei a cabeça

"Como eu fui parar em cima dele???" - Me perguntei mentalmente - "Eu não lembro se sonhei, isso seria uma explicação pois eu poderia culpar o sonho, mas nem sei se eu sonhei ou não" - No exato momento em que q cafeteira apita, sinto alguém entrar na cozinha

• S/n Off

• Hashirama On

Saí do banheiro e fui pra cozinha, no exato momento a cafeteira avisou que o café estava pronto mas ela meio que "ignorou" o "aviso". Me aproximei mas manto uma certa distância, ela resolve dar atenção pra cafeteira e passa o café pra jarra/garrafa térmica e serve dois copos, fica com um e me entrega o outro, aproveito a situação e falo

Eu: Olha, sobre o que aconteceu hoje de manhã... - Ela me interrompe

S/n: Não se preocupa com isso, a culpa foi minha, mas não tive intenção, eu estava dormindo quando aconteceu

Eu: Sei disso mas... - Sou interrompido de novo

S/n: Eu sei o que vc quer falar, não precisa se desculpar pelo que vc não fez, eu é que tenho que fazer isso

Eu: Mas vc não tem culpa, como vc mesma disse, vc estava dormindo

S/n: Vc também

...Silêncio...

Eu: Então nenhum de nós dois somos culpados

S/n: Exatamente

Eu: Então tá

"Como eu queria saber o que se passa na cabeça dela" - Pensei

S/n: Acredite, vc não vai querer saber - Bebeu um gole do café

Eu: Vc tá andando muito com o Madara

S/n: Concordo plenamente com isso

Eu: Somos dois

...Silêncio...

S/n: Hashi, vc pode não querer olhar pra minha cara nunca mais, mas eu vou fazer isso sim!!!

Eu: Fa... - Sou interropido por um beijo totalmente inesperado

Admito, no começo eu me assustei mas, como ela não a única pessoa que quer isso, cedi e sem consentimento, minhas mãos foram parar na cintura dela

"Deus!!! Que perfeição em forma de mulher!!!"

Paramos por causa da maldita falta de ar, mas, ela não esperou nem 2 segundos e me "atacou" de novo, mas dessa vez, foi me empurrando até as minhas costas baterem na parede. Antes da falta de ar chegar, encerramos por ali e fiz questão de dar uma puxada no lábio inferior dela que retribuí o gesto

Yane: IRMÃÃÃÃ!!! - Gritou do corredor enquanto se aproximava e nos afastamos bruscamente - O que tem de bom pra comer??? - Puxou a cadeira e sentou

S/n: Tem aquela rosquinha de (sabor da preferência de vcs) - Pegou o pacote no armário e botou na mesa

Yane: Obaaaah - Atacou o pacote

S/n: Epa, epa, temos visita - Se referiu a mim

Yane: Ah tá, quer Hashi???

Eu: Quero não princesa, pode comer

S/n: Quer sim!!! Come antes que te enfie guela a baixo!!! - Ameaçou

"Que bipolaridade!!! Nem parece que me encurralou na parede a 1 minuto atrás" - Pensei e ela fecha a cara como se dissesse "Eu vou te matar seu safado!!!"

Eu: Kkkkkkkk!!!!

S/n: Eu quero ver vc rir agora - Veio correndo na minha direção - VOLTA AQUIIIII!!!

Eu: NÃÃO!!!

Yane: PEGA ELE IRMÃ!!!

S/n: PODE DEIXAR!!!- Eu não sei o que aconteceu e nem como aconteceu, só sei que ela conseguiu me jogar no sofá, sentar em cima da minha barriga e botar uma almofada na minha cara - Vc vai comer aquela rosquinha sim!!! - Tirei a almofada da minha cara

Eu: Não, vou deixar pra vc e a Yane comerem

S/n: Esquece da gente e come, vc é visita!!!

Eu: É exatamente por isso que vou deixar pra vcs

S/n: Nada disso!!!

Eu: Deixa de ser teimosa S/n!!!

S/n: Deixa de ser teimoso Hashirama!!!

Ficamos mais ou menos 1 minuto apenas nos encarando seriamente até

S/n: Morre de fome então - Levantou

Eu: Tá bom, tá bom eu como

S/n: Vc não vai comer porra nenhuma!!!

Tive uma ideia. Abracei ela por trás e falei

Eu: Vai mesmo deixar seu amigo com fome?!?! Que maldade, não se deve negar comida pros outros

S/n: Vc mesmo disse que não queria

Eu: Mas agora eu quero - Apertei a bochecha dela

S/n: Mas eu não quero te dar - (Autora: Pensei merda)

Eu: Tá bom então - Soltei ela e saí andando até a cozinha

S/n: Tá bom, tá bom, come!!!

Eu: Ebaah - Sentei e comecei a comer e ela fez o mesmo...

                            •••

Quando deu 15:23 eu resolvi ir pra casa, quer dizer, pra casa do Tobirama, pegar minha chave e ir pra minha, me despedi da Yane e da S/n e fui embora. Cheguei na casa do Tobirama, toquei a campainha, ele atende e me dá a chave e vou pra casa, chego, como alguma coisa, escovo os dentes, deito e acabo cochilando...



                                    .....Continua.....


Notas Finais


Espero que gostem
Até o próximo ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...