História A fera entre nós. (Semi-Hiatus) - Capítulo 8


Escrita por: e SheWolf___

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais
Tags Do Kyungsoo, Exo, Lobisomem, Lobos
Visualizações 92
Palavras 1.789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não revisado.
Contém conteúdo+18 se não gosta não leia.
Bem esse capítulo é meio como um flashback da primeira vez da
S|n+Kyung.
Já avisando não sou boa escrevendo hot de primeira vez...então já sabemos que pode estar uma merda...prometo que próximo será melhor.
Boa leitura nini's♡

Capítulo 8 - Spin off:Primeira vez.


Fanfic / Fanfiction A fera entre nós. (Semi-Hiatus) - Capítulo 8 - Spin off:Primeira vez.

—KyungSoo nós não podemos...—Tentei me afastar dele mesmo querendo aquilo,talvez mais do que ele até.

—Porque não podemos?—Seu dedos fizeram uma carícia em minha bochecha pondo uma mecha do meu cabelo atrás da orelha —Somos iguais, S|n.Você e eu ,você é a outra metade que me completa.—Segurou meu rosto olhando em meus olhos —Fica comigo nem que seja apenas por hoje?

—Eu não sou garota de uma noite só Kyungsoo,se você me quiser terá que ser pra sempre!Você me quer pra sempre?

—Mais que minha própria vida.

Atacou minha boca com intensidade em um beijo feroz de tirar o fôlego nossas línguas começaram uma briga por espaço em nossas bocas solvendo uma sobre a outra,meus cabelos eram esticados aprofundando o beijo selvagem que ostentamos até a falta do ar, fomos separando os lábios lentamente ainda dando pequenas mordidas ,Kyungsoo puxando-os entre seus dentes me olhando intensamente.Puxei o ar novamente para os meus pulmões encarando ele que ostentava um sorriso nada puro.

—Vem comigo?—Levantou estendendo a mão pra mim para que eu a segurasse mas, tenho que dizer que ainda estava receosa.

—Pra onde?—Questionei me sentando na cama tocando meus pés no chão.

—Não dá pra fazer amor aqui dentro ou seremos pegos no flagra…—Cochichou baixinho.

—Quer dizer que ficaremos juntos às escondidas?—Pergunto no mesmo tom.

—Por enquanto,será por pouco tempo eu juro.Vamos!

—Eu devo estar ficando louca!

"Eu nunca fiquei fiz isso antes".

Agarrei no braço do Kyungsoo e saímos de meu quarto na calada da noite,andávamos descalços como dois gatunos sobre o piso de madeira tentando não fazer barulho,a luz azulada da lua quase cheia iluminava os cômodos através das janelas. Ouvimos uma tosse,me agarrei mais nele colando nossos corpos, escondendo meu rosto em suas costas nuas quando paramos para ver|ouvir se tinha mais alguém acordado.

—Vamos andar mais rápido!—Ele me olhou por cima do ombro mexendo os lábios sem fazer qualquer som.Consente voltando a andar quando ele continuo,Kyungsoo abriu a porta dos fundos e saímos fechando-a logo atrás de nós.

—E se alguém for no meu quarto?...Ou no seu, e descobrir que não estamos dormindo?

—Ninguém entraria no meu quarto.Já no seu!Talvez o Suho,mas ele está de plantão hoje e só volta amanhã de manhã.—Envolveu a mão na minha cintura me puxando pra si.—Gosto de ver como a luz da lua reflete nos seus olhos.Me sinto hipnotizado.

Os olhos dele estavam negros me fazendo ficar presa em seu olhar ,seu cheiro era tão bom que estava me deixando extasiada e excitada e mesmo nunca tendo ficado com alguém antes,eu queria ficar como o Kyungsoo.

—Kyungsoo!Você realmente não tem mais nada haver com o Dimitri não,não é?—Eu precisava ter certeza que não antes de me entregar pra ele,a incerteza se confio nele ou não ainda me domina um pouco.

—Não,eu não tenho.E agora que tenho você.—Me apertou aproximando o rosto na curva do meu pescoço inalando meu cheiro.—Não preciso ficar fingindo ser quem eu não sou.—Deu uma lambida sobre minha pele ,fiquei toda arrepiada começando a sentir uma inquietação no meio das minhas pernas.

—Olha alguém acordou,aposto que é o Kai!—Aponto para sala que teve as luzes acesas.

—Vamos.

Eu não sabia pra onde ele estava me levando,não sabia se poderia realmente confiar nele mas,era algo mais forte que eu,eu sabia que o seguiria pra onde ele fosse.

Corremos feito loucos para o celeiro entramos já aos beijos Kyungsoo me empurrou na enorme porta de madeira assim que fechamos atrás de nós.Arranhei suas costas esticando seus cabelos mordendo e lambendo seu pescoço. 

—Você é uma Lobinha muito gostosa.—Deslizou a mão por minha bunda dando um aperto forte enquanto seus lábios atacaram meu pescoço marcando minha pele, eu apertava seus cabelos com mais força ao mesmo tempo que gemia seu nome de forma manhosa e arrastada deslizando as mãos por seus ombros largos e braços fortes.

—Soo...a-ah—Ele estava me enlouquecendo apenas com seus toques, mordi o lábio sentindo algo diferente, estar com o Kyungsoo era diferente,era bom .Bom demais.

—Você está sentindo isso?É insano.

Nossos corpos pareciam soltar faíscas cada vez nos beijávamos e nos tocamos,envolve as pernas em seu quadril e sem rompermos o beijo selvagem Kyungsoo subiu às cegas para o segundo andar do celeiro me jogando em cima da ruma de feno que tinha lá.

—É uma pena que não possamos passar a noite toda fazendo amor.—Se apoiou sobre mim beijando meu pescoço,passei a mão por seu braços sentindo cada mínimo relevo das veias ressaltadas sobre seus pulsos.

—Soo eu A-ah.—Gemi manhosa em seu ouvido quando os dedos dele rasparam minha intimidade por cima da calcinha.

—Você quer o que minha Lobinha ?—Ajoelhou-se me puxando pra sentar ,ele segurou as laterais da minha camisola e foi puxando pra cima ,levantei os braços dando auxílio para que Kyungsoo conseguisse tirá-la.

Senti meu rosto ruborizar quando fiquei parcialmente exposta sobre seus olhos famintos e não pude evitar em cobrir meus seios com os braços.

—Não precisa ficar com vergonha,você é linda,muito mais do que eu poderia ter imaginado.—Deu beijos carinhosos por meus ombros.

—Soo eu ainda sou virgem.—Falei baixinho morrendo de medo que ele fosse brigar comigo e não quisesse ficar com uma mulher que não é experiente nessa área.

—E porque não me disse antes?Se tivesse me dito eu não traria você pra cá…

—E porque?!…

—Sei que as garotas como você querem ter uma primeira vez especial e bem.—Olhou em volta.—Dentro de um celeiro em cima de um monte de feno não é muito romântico,não é?

—Você não está bravo por eu ainda ser virgem?

—Porque eu ficaria ,isso é maravilhoso porque eu serei o seu primeiro.—Dei um sorriso aproximando nossos lábios em um beijo romântico.

—Vamos voltar pra casa,quero que tenha sua primeira vez de uma forma especial não dentro de um celeiro.—Fez menção de se levantar quando separamos os lábios porém segurei em seu braço impedindo-o.

—Eu não me importo de ter minha primeira vez em um celeiro iluminado apenas pela luz da lua.Se for com você vai ser especial do mesmo jeito,não importa onde seja.—Falo ainda um pouco envergonhada.

—Tem certeza disso?—Toca meus lábios.

—Tenho.

Kyungsoo voltou a me beijar dessa vez com carinho e sem pressa,suas mãos desenhavam minhas curvas delicadamente passando por minhas costas descendo por minha cintura ,puxou minhas pernas apertando minhas coxas.

Senti seu membro duro ainda dentro da calça raspar sobre meu íntimo,mordi o lábio soltando um gemidinho.  

—Tem mesmo certeza que quer isso S|n?

—Tenho sim.Eu quero...

Os dedos dele se envolveram nas laterais da minha calcinha puxando-a escorregando por minhas pernas até tirar a peça por completo.

Apertei os joelhos um no outro por impulso fechando minhas pernas.

—Eu já disse que você não precisa ter vergonha.

Kyungsoo foi abrindo minhas pernas lentamente dando beijinhos pelas mesmas subindo por elas até minhas coxas beijando-as .Seus olhos se prenderam aos meus por alguns segundos antes que eu pudesse sentir sua respiração quente sobre minha intimidade.

Rolei os olhos em delírio,meu corpo todo estava pegando fogo com aquilo ,eram sensações novas pra mim ,minha cintura mexia por conta própria em cada movimento que Kyungsoo fazia, me causando um prazer inexplicável.

Apertei meus dedos em seus fios negros gemendo seu nome quando meu orgasmo me atingiu ,desmanchando-me na boca dele ,que lambeu todo meu seixo que dava pequenos espasmos,assim como minhas pernas ainda estava um pouco trêmula e minha respiração desregulada fazendo meu peito subir e descer rapidamente.

—Você é muito gostosa.—Ditou subindo em mim tratando de desabotoar a calça terminando de tirá-la com os próprios pés.

—Soo eu …Eu estou nervosa.

—Eu prometo ser gentil e ir com calma.

                               Kyungsoo PVO'S

Passo meu membro por toda intimidade dela fazendo uma "massagem" em seu clitóris descendo por todo seixo que pingava em excitação assim como meu pênis que expelia pré gozo.

Eu estava louco pra tê-la mas, seria cuidadoso se não acabaria machucado ela e não queria isso,tentaria fazer da primeira vez dela a melhor experiência possível...deslizo apenas a cabecinha tentando penetrá -la mas ela é muito apertada.

—Vai doer,não vai?—Morde o lábio prestando atenção em cada movimento.

—Só um pouquinho.

S|n engole em seco comprimindo muito mais sua intimidade impedindo que eu consiga me deslizar pra dentro dela.

—S|n.Se você quiser que eu pare eu paro.Você não precisa ficar comigo agora se não estiver se sentindo confortável.

—Eu só,eu estou um pouco nervosa.

—Relaxa eu prometo ir devagar.

—E se doer?

—É só pedir que eu paro.

Comecei a distribuir vários beijinhos por seu rosto e pescoço fazendo-a relaxar ,faço pressão me empurrando pra dentro dela penetrando-a lentamente.

—Ai isso dói!!!—Aperta seus dedos em meus ombros enfiando as unhas na minha pele.

—Quer que eu pare?

—Não...—Morde o lábio com força soltando um gemidinho de dor quando entro por completo nela.

Espero alguns segundos para que ela se sinta confortável antes de começar a me mover lentamente.

                                  [••••]

                                  S|n PVO'S

No começo estava doendo pra um caralho mas aos poucos a dor estava diminuindo mesmo ainda tendo um leve incômodo eu estava começando a achar aquilo prazeroso.

—Soo A-Ah.

Ele me abraçava e acariciava meus cabelos movimentando lentamente tentando não me machucar.

—Vem aqui.—Sussurra ao meu ouvido se sentando ,vejo seu membro coberto por um pouco de sangue mas logo minha atenção é puxada pra ele e seus olhos.

—Me beija.?

—Você não precisa nem pedir isso.—Seus dedos adentraram meu cabelo em um carinho gostoso,fecho os olhos sentando novamente em sua dureza soltando um gemido sobre seus lábios.

Começo a movimentar lentamente,Kyungsoo aperta minha bunda me ajudando a subir e descer mais rápido,abraço seu corpo suado roçando meus seios sobre seu peitoral definido.

—Soo eu…

—Eu também,só mais um pouco Oh ,isso.

Kyungsoo me deita novamente sem se retirar de mim estocando mais rápido agora,"rasgo "suas costas gemendo seu nome de forma manhosa e arrastada assim como ele geme meu nome roucamente ao meu ouvido me apertando com mais força quando nossos ápices chegam juntos.

—Eu ,Eu amo você.—Digo ofegante.—Eu tenho certeza disso agora.

—Eu também te amo S|n.—Sela nossos lábios antes de sair de cima de mim se deitando ao meu lado me abraçando.

—Eu te machuquei?

—Não.—Digo uma meia verdade.

—Tem certeza disso?—Toca minha intimidade e eu me afasto um pouco.—Desculpa eu não queria ter te machucado.—Solta um suspiro passando a mão sobre o rosto.

—Você não me machucou Soo….

—Você é uma ótima mentirosa.—Beija minha testa.—Vamos ficar um pouquinho aqui assim,deitados e abraçados,depois vou te levar pra casa.

Consente me ajeitando melhor em seu peito fechando os olhos sentindo os dedos dele fazendo círculos invisíveis sobre meus ombros e acabei por adormecer ali dentro de seus braços.



Notas Finais


Até o próximo.
Obrigado por terem lido.
Como o próximo hot não será mais o primeiro vai ser melhor que esse😏....pelo menos eu vou tentar né kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...