História A festa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Hanta Sero, Inko Midoriya, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Mina Ashido, Minoru Mineta, Momo Yaoyorozu, Ochako Uraraka (Uravity), Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Tenya Iida, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Toshinori Yagi (All Might), Tsuyu Asui
Tags Bakudeku, Tododeku
Visualizações 119
Palavras 1.691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi
Mais um capítulo
Boa leitura

Capítulo 2 - Ah merda



Pov Izuku


Mina entrou no quarto e o barulho da porta fez uma dor de cabeça do cão brotar.

  - Ai... Desgraça....

  - A princesa acordou?... Trouxe um ótimo remédio para a sua ressaca- Olhei para as suas mãos e os meus olhos brilharam.

  - Café- Murmurei pegando o líquido da mão da menina tomando-o como se dependesse daquilo pra viver- Ah obrigado, nunca quis tanto um café na vida...

  - Mido-Cham- Levei o café até a minha boca observando atentamente a menina- Você lembra de alguma coisa?- Neguei e ela riu- Nada mesmo?

  - Mina, o que aconteceu?- Tentei me levantar mas uma dor me impediu- Mina- Arregalei os olhos- Eu não fiz isso- Ela deu de ombros e eu tampei os meu rosto corando- Mina do céu! Eu dei para uma pessoa e nem lembro quem é! Puta que pariu- O desespero tomou o meu corpo e eu corri até o banheiro apenas de cueca... Porque eu estou só de cueca?

  Haviam vários chupões por todo o meu corpo, sem contar nas mordidas espalhadas por toda a extensão do meu pescoço. Deslizei os meus dedos nas marcas e um arrepio percorreu por todo o meu corpo.

  Os meus olhos doeram quando a menina acendeu a luz do banheiro rindo.

  - Você se divertiu bastante em!... Também posso falar o mesmo, Deus que noite- A menina parecia estar voltando no passado com aquela cara de paisagem.

  - Você sabe pelo menos com quem eu...- Ela negou e eu suspirei- Agora vou andar pela faculdade com medo de esbarrar com uma pessoa e ela falar "Eae! Lembra daquele dia que eu te comi?!"

  - Ahhh... Não deve ser tão ruim assim- Olhei indignado para ela e a mesma riu do meu desespero- Vai tomar banho, temos aula hoje...

  - O que? Não é domingo?

  - Que?- Ela gargalhou- Mano você esqueceu de todo esse fim de semana?!- Me apoiei na pedra da pia tentando entender tudo o que ela havia dito- Vai... Ou se não vamos nos atrasar.

  ...

  - Não acredito!

  - Fala baixo filha da puta- Bradei colocando a mão na cabeça tentando amenizar a dor- To com uma ressaca da desgraça e você fica ai gritando...

  - Puta merda, você não lembra de nada? Nada mesmo?- Uraraka perguntou pela milésima vez e eu assenti irritado- Tenho dó de você...- Ela pegou o meu óculos de sol e eu coloquei a minha mão sobre os olhos evitando a luz.

  - Me dá aqui essa merda!- Gritei ignorando a dor de cabeça- Vamos!- Ela entregou os óculos e eu coloquei no rosto irritado.

  - Era só para ter certeza que você estáva de ressaca mesmo- Avistei uma garrafinha em sua bolsa...

  - Furtado- Peguei rapidamente e em um gole eu sequei a garrafinha, ela inflou as bochechas batendo o pé e eu sorri de canto entrando na sala de aula. Ninguém agiu diferente em me ver, então deduzi que eu não dei para ninguém nessa sala.

  Me sentei na minha mesa e notei que o Todoroki e o Kaccham me olharam diferente. O olhar deles não demonstravam tanta raiva como antes... Não pode ser...

  - Deku_

  - Mina. Conversa. Agora. Lá fora- Arrastei a menina para fora da sala e mais uma vez o desespero tomou conta- Foram eles! Puta que merda!

  - Eles quem?

  - Eu acho que eu dei pros dois!- Olhei para dentro da sala e depois voltei a fitar a menina- Não não não não... AH MERDA!

  - Isso que dá não saber o limite da bebida- Cruzei os braços levantando uma sombrancelha.

  - Vai querer dar lição de moral agora? Logo você?- Ela deu de ombros e eu encostei na parede batendo de leve a cabeça. Soltei um chiado enquanto bagunçada o meu cabelo. A vontade de chorar era grande, mas a de morrer era maior.

  ...

  Estáva deitado no colo de Momo, debaixo da sombra de uma árvore ouvindo música e pensando na vida. Acho que nunca me arrependi tanto assim na minha vida.

  - Vou no banheiro- Me levantei colocando os meus fones em volta do pescoço, andei em direção ao banheiro. Vi Todoroki e dei meia volta indo ao outro banheiro. Corri e ele me seguiu, entrei na primeira sala que eu vi e encostei na porta me escondendo do meio a meio.

  - Deku?- Olhei para o lado vendo o loiro sentado em uma mesa- Que isso seu idiota?!

- Desculpa, não sabia que essa sala estava ocupada- Ótimo, estou fugindo de um e fico na mesma sala que o outro- Posso... Te perguntar uma coisa?

  - Fala logo, depois vai embora- Ele disse do seu jeito mais carinhoso o possível e eu revirei os olhos me sentando na mesa a frente.

  - Você foi para a festa do Kirishima? Não sei o porque mas eu não lembro de nada... A única coisa que eu lembro é que eu dei carona para aquelas folgadas e de nada mais- Ele parecia aliviado com o que eu disse.

  - Fui, agora vai embora- Bufei e me levantei brutalmente deixando o loiro um pouco irritado.

  Sai da sala e dei de cara um com meio a meio um pouco irritado e eu dei meia volta tentando evita-lo, mas ele me segurou me impedindo de continuar.

  - Midorya, é verdade que você não lembra de nada?- Assenti e ele suspirou me soltando- Ok.

  Voltei a andar... O que está acontecendo?... O que aconteceu?

  Cheguei nas meninas e me sentei ao lado delas quieto... Estou estranhando isso, primeiro eu não lembro o que aconteceu, segundo... EU NÃO LEMBRO O QUE CARALHOS ACONTECEU!!

  - Mina...

  - Chamou chamou?- Revirei os olhos rindo- Fala.

  - Você sabe de alguma coisa que aconteceu?- Suspirei cansado e ela negou- Mas que merda! Ninguém me viu naquela porcaria de festa!? Puta que pariu!

  - Eu vi- Olhei com esperança para Tsuyu- Acho que foi as... Três da tarde no domingo, você estáva rindo igual a um retardado sem camiseta- Corei- Também teve... As... Seis da tarde, no domingo, você fez striptease...

  - O QUE?!- A minha vontade era de cavar um buraco e esconder a minha cabeça lá até apodrecer- Não acredito- Tampei o rosto com uma mão trêmulo- E vocês não fizeram nada para me impedir?

  - Naaahhh... Tava até legal!- Jirou sorriu malicioso e eu a fitei indignado- Corpinho fitness esse em! Vishi se não fosse viado, pegava até não sobrar nada... Midoriya, nunca pensou em mudar não? Tipo... Você já chegou a gostar de uma garota?- Corei

  - Sai prá lá- Joguei a garrafinha da Uraraka em sua testa e ela riu levantando a mão vencida- Mas alguma coisa que eu deva me envergonhar Tsuyu?

  - Ah sim- Quase chorei com a frase da garota- No meio do striptease você desceu do mini palco e começou a... Segurem ele moças- As meninas colocaram as suas mãos nas minhas costas me dando apoio- Você começou a sensualizar perto do Todoroki e do Bakugou.

  Me senti tonto e perdi o equilíbrio, se as meninas não estivessem ali eu caíria feito pedra. Gritei tenso me deitando na grama gélida.

  - Eu quero chorar- Suspirei alto e elas riram- Porque eu aceitei dar carona para vocês?!... Suas putas! Tudo culpa de vocês!

  - Credo que selvagem- Uraraka riu e eu bati os pés, alá manooo!- Hum... Mas eu tenho que concordar com a Jirou... Rapaz, já pensou um homem desse na minha cama... Cê tá doido! Mas eu não deixava sair da minha cama não!- Uraraka fez im toque com Jirou e eu bufei- Corpitcho sexy!- É impressão minha ou ela está salivando?

  - Ô lá em casa em!- Uma menina totalmente aleatória gritou enquanto passava na nossa frente...

  - Eu... Acho que lembro dela...- Momo cruzou os braços pensativa- Ah! Já sei! Ela estava na festa... Se eu não me engano, ela é prima do Kirishima- Senti uma lágrima de vergonha escorrer pelo canto do meu rosto.

  - Nunca mais levo vocês em festa alguma- Bufei.

  - O QUE?!- Todas gritaram juntas e eu suspirei sentindo a dor de cabeça voltar- Midorya Izuku! Não se atrev_

  - Midoriya- Todoroki chamou e eu me sentei- Você pode... Vir comigo, por favor?

  - Ai que milagre! Nunca tinha visto o pavê pedindo por favor- Mina gargalhou e eu levantei sendo contagiado pela risada da menina.

  Andamos em um silêncio constrangedor, até que ele se pronunciou um pouco corado.

  - Então, você não se lembra de nada mesmo- Assenti corando, não é todo dia que eu posso ter uma conversa civilizada com ele- Eu... Não sei o que dizer...

- Você me viu com alguém?...Eu acordei cheio de chupão, e nem sei quem é o dono... Preciso devolver- Entrelacei os meus dedos atrás da minha nuca cerrando os meus olhos. Ele ficou quieto então resolvi abrir um olho, ele estava corado...

  Nunca havia reparado em sua beleza. A luz do pôr do sol batia em seu rosto realçando as suas bochechas vermelhas, os seus cabelos bicolores se misturando com o vento... Vou assumir, que homão da porra.

  - Está encarando demais, não?- Corei.

  - D-Desculpa- Parabéns Izuku, você deixou ele mais constrangido do que antes.

  - Chegamos- Entramos em uma sala escura e um arrepio percorreu pelo meu corpo.

  - Olha, já vou avisando. Se for oferenda pegue outro viadinho, esse viadinho aqui tem muita coisa pra viver- Inflei a bochecha e ele riu- Caraio! O que aconteceu nessa festa? Você, rindo da minha piada é foda- Ele corou e eu ri mais ainda... Porque será que ele está corando tão fácil?

  Ele acendeu a luz, na sala não tinha nada... Espera... A minha bolsa... Será que eu esqueci ela aqui?

  - Era só pra isso?- Cruzeu os braços incrédulo e ele levantou uma sombrancelha.

  - Você pensou que era pra que?

  - Sei lá! Talvez alguma coisa importante!?- Cocei a minha nuca nervoso- Véi, na boa... Puta que pariu- Andei até a mesa e peguei a minha bolsa colocando-a nas costas- Obrigado, por me trazer aqui pra nada.

  - De nada.

  Sai em passos pesados ouvindo de longe a risada dele...

  - Babaca


Notas Finais


Obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...