História A Filha da Cherry Blossom - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kagura, Kakashi Hatake, Madara Uchiha, Mito Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Rin Nohara, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Borusara, Itachi, Itasaku, Naruto, Sakuraharuno, Sasuke.Uchiha, Sasusaku
Visualizações 62
Palavras 1.663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei que levei muito tempo, mesmo MUUUUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIITO tempo, mas o que importa é que eu já voltei.

O motivo da minha demora foi um grande bloqueio criativo e não só, eu não tinha computador, eu tinha apenas o telemóvel/celular e para escrever lá torna para mim muito lento e muitas vezes o que eu escrevia desaparecia. E dessa maneira eu ficava frustrada, aborrecida do que eu estava a fazer. Por isso tive um tempo fora.
Mas quero pedir a vocês que não desistam das minhas fics, eu sei que demoro, mas espero que vocês compreendam... Porque sei como é chato esperar um capitulo novo depois de tanto tempo o capitulo quando é publicado já não se lembra do enredo da história e têm que voltar para os capitulos anteriores para saber o que está a se passar na história.
Por isso quero vos pedir mil desculpas e prometo que vou tentar atualizar as fics com mais frequencia para vocês.

Obrigada de fundo do meu coração

E boa leitura!

Capítulo 12 - Capítulo XII


Sarada, Boruto e Kagura andava pela boate, o trio apreciava ao seu redor a típica decoração erótica do lugar, as dançarinas a dançar e a música sensual de fundo fazia com que os acompanhantes das mulheres se deliciava ao ver as garotas de programas à sua frente mexendo seus corpos sensualmente e com gestos atrevidos.

Itachi ia à frente do trio mostrava o caminho onde iria ser a sessão de fotos de Sarada e de Kagura, ao chegar a um corredor, podia-se ouvir alguns gemidos vindo de outras portas do mesmo sitio, o trio jovem estava corado por tal constrangimento, e Itachi sorria ao se deparar com a vergonha dos jovens, ao chegar ao quarto 155 o Uchiha abriu a porta revelando a equipa de Jiraiya se aprontando para tirar fotos e o realizador a olhar para uma revista da Playboy sorridente, debaixo de seu antebraço esquerdo encontrava-se outra revista da Playgirl novinha. O som da porta desviou a atenção do homem de cabelos grisalhos, e ao se deparar com o casal que iria fotografar, Jiraiya abriu o seu sorriso fechando a revista nas suas mãos e caminhando para Itachi, Sarada, Kagura e Boruto.

- Olá! - cumprimentou Jiraiya aproximando do trio.

- Olá Jiraiya! Aqui está Sarada e Kagura os seus modelos. - disse Itachi de forma formal para Jiraiya, o realizador sorriu ao se deparar com o casal e a cada um deles entrgou a respetiva revista, para Sarada a revista da Playboy e para Kagura a revista da Playgirl.

- Aqui estão as vossas fotos, ficaram sensacionais! - disse o realizador colocando as mãos na sua cintura satisfeito, Sarada e Kagura abriram as suas respectivas revistas e começaram a olhar para as páginas, Sarada estava estupefacta ao se deparar com suas fotos sensuais, a morena analisou as suas fotos e a mesma estava incrivelmente sexy nas fotos. Boruto atrás dela tentava ver as fotos da rapariga corando-se em seguida ao ver que sua amada estava incrivelmente sexy naquelas fotos, engoliu um bocado de saliva sentiu o seu corpo a ficar quente, demasiado quente para o seu gosto, e no seu membro começou a se endurecer, mas tinha que se controlar.

- Uau, está incrível! - falou Sarada abismada ainda a olhar para as suas fotos, desviou o seu olhar da revista e direcionou para o realizador - Isto quando é que vai ser publicado? - indagou.

- Amanhã sairá nas bancas de revistas e nas boates. - respondeu Jiraiya - E o que achas das tuas fotos Kagura, não gostaste? - perguntou tirando a atenção do loiro.

- Sim gostei, realmente o fotografo tem uns bons clicks - falou o Karatachi olhando para Sarada e a mesma sorria para o loiro.

- Bom... - pronunciou Jiraiya - Vocês devem de saber que vão ser o par para a sessão de fotos, não é? - respondeu Jiraiya fazendo com que Sarada e Kagura arregalasse seus olhos olhando entre si ficando quase de imediato corados - Mas não sabia que Sarada havia trazido um amigo para participar e isso seria ótimo se fizesse um trio as fotos iriam ficar fantásticas! - empolgou o realizador fazendo com que Boruto quase pulasse de susto.

- Não senhor! O senhor deve perceber mal... - Boruto foi impedido de falar mais.

- Não me chame de senhor! Chama de Jiraiya, vamos lá nos preparar - deu de costas ao trio, Boruto suava de medo, nervosismo, com que Jiraiya havia dito  afinal o loiro não queria nada daquilo só veio para encobrir Sarada de sua família e não queria participar naquele mundo afinal o mesmo quando de repente Boruto sente o seu telemóvel a vibrar e a tocar, o mesmo eleva o tela de seu telemovel e quando nota que é o numero de seu pai atendeu.

- Filho! - falou Naruto do outro lado da linha - Quero que venhas para o hospital agora... - disse o loiro do outro lado da linha.

- O que se passou pai? - indagou Boruto estranhando o tom de voz de Naruto seu olhar alternava entre Sarada e Kagura.

- Sua mãe... Ela... - e deu um longo suspiro fazendo ruído - Ela perdeu o bebé... Por favor venha para aqui para o hospital... - suplicou para o seu filho.

- O quê? Como assim? Já vou para aí pai, em qual hospital que a mãe está? - pronunciou nervoso.

- Hospital Urgências Konoha - respondeu Naruto.

- Já vou para aí pai! - desligou o telemóvel e olhou para Sarada e notou que a mesma olhava para ele com um ar preocupada - Sarada tenho que ir, passou-se alguma coisa com a minha mãe e ela perdeu o bebé... - disse Boruto à Uchiha.

- O quê? Como assim? - indagou ela em estado de choque com a noticia.

- Meu pai acabou de ligar-me não vou poder ficar aqui, e para ser franco contigo foi melhor assim não irei participar nessa coisa doida que o teu "patrão" me propôs. - respondeu Boruto à Uchiha.

- Ok, depois vemo-nos. - abraçaram-se se despedindo um do outro - Depois diz-me algo...

- Está bem, adeus... - despediu-se Boruto saindo do quarto deixando Sarada a olhar para onde Boruto havia se saído.

- Sarada! - chamou o realizador à morena fazendo com que a mesma desviasse a atenção para o homem mais velho, o mesmo encontrava-se com um fotografo de seu lado a olhar também para Sarada - Onde está o teu amigo loiro de olhos azuis? - indagou para a morena.

- Boruto teve agora um contra-tempo não pôde ficar aqui connosco... - justificou a Uchiha para Jiraiya, fazendo com que o homem mudasse de feição para descontentamento.

- Que pena, ele iria dar um ótimo modelo hoje... - pausou para esfregar sua mão embaixo de seu queixo deixando escampar um longo suspiro - Bom Sarada vai te preparar Kagura já estão se preparando... -  ordenou o realizador.

- Está bem... - disse Sarada já se preparando para a sua sessão de fotos com Kagura.

  ★━━━━━━━━★ ━━━━━━━━━★  

Na esquadra de policia Sasuke via alguns documentos, em sua secretária quando ouviu alguns barulhos de alguns policias a resmungar e de um suposto criminoso a reclamar também para os policias tentando se defender, mas a voz não era desconhecida para o Uchiha. O Comandante levantou-se de sua poltrona e caminhou para perto da porta, quando o mesmo abriu a porta e deu de caras com seu primo Obito o mesmo arregalou os seus olhos não acreditando no que estava vendo.

- Eu já disse que aqueles cabrões é que começaram, eu só me defendi! - gritava Obito para um dos policias presentes a encurralar o Uchiha.

- Não foi o que vimos, agora vais fazer uma visita à suite que temos aqui... - falou um dos guardas que acompanhava Obito.

- O que fizeste Obito? - a voz de Sasuke ecoou pelo corredor onde passavam desviando a atenção dos três policias e de Obito.

- Chefe conhece esse lutador? - indagou um dos agentes a empurrar Obito para frente para que Sasuke pudesse ver melhor.

- Conheço... Traga ele para o meu gabinete para eu ter uma conversa com ele... E por favor liga para a casa dele... - ordenou Sasuke.

- Qual é o contato da tua casa? - indagou o outro policia sacudindo o corpo do rapaz de como se estivesse a gozar com o Uchiha.

- Eu tenho aqui, e vamos lá parar com gracinhas, Agente Senju- falou seco não tendo paciências para assuntos familiares ali na esquadra muito menos com o seu primo, o Comandante pegou numa caneta que estava no seu bolso do camiseiro e num pequeno bloco que também se encontrava no bolso anotou o numero de casa de Obito e entregou ao policia - Vamos Obito... - ordenou Sasuke ao seu primo caminhando à frente do rapaz e o mesmo seguiu Sasuke.

Entrando dentro do gabinete Sasuke entra e fica na porta quando Obito entra na sala algemado a porta é fortemente batida atrás dele assustando o mesmo.

- Mas onde é que estavas com essa porra dessa cabeça Obito! - gritou Sasuke para o seu primo fazendo o mesmo encolher.

- Eu só me defendi! - retrucou Obito sentando na cadeira que ficava em frente à secretária do Comandante.

- Teu pai vai se passar... - falou Sasuke sentando na poltrona de sua secretária esfregando as suas mãos no rosto, quando de repente ouvem-se batidas na porta - Sim? - autorizou Sasuke e a porta abriu-se.

- Chefe, já liguei para a casa desse rapaz, os pais disseram que já vinham para aqui... - falou um agente.

- Obrigada, Tobirama. - agradeceu Sasuke, e o guarda saiu deixando novamente os primos a sós, fazendo Sasuke olhar para Obito com uma certa irritação - Onde estavas na cabeça para fazeres aquilo, sabendo que eu pertenço à policia?

- Sasuke, eu nunca me meti em brigas. Eu sei como meu pai e minha mãe são, e aposto que os dois estão vindo para aqui feitos loucos. - respondeu Obito.

- Agora eu te pergunto, o que se passou para vires para aqui? - indagou o Comandante.

- Eu fui ter com a Sarada à faculdade, e não a vi, e tinha três rapazes a falar de Sarada perversamente, aquilo me deixou furioso. Odeio quando falam da Sarada de forma porca, aquilo me irritou muito! - justificou Obito, Sasuke olhou para seu primo e seu olhar tornou-se penetrante, percebendo que a forma que Obito falava de sua filha parecia que estava apaixonado.

- Obito... E pelo menos sabes onde está Sarada? - perguntou Sasuke.

- Não... - respondeu baixando o seu olhar para baixo.

- E para onde vocês iam? - indagou Sasuke, Obito arregalou os seus olhos, direcionou o olhar para o rosto de seu primo e engoliu um bocado de saliva quando naquele momento a porta foi aberta bruscamente revelando Madara e Kaguya preocupadíssimos


Notas Finais


Obrigada, e desculpa pelo textão nas notas iniciais

Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...