História A filha da empregada - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Neto
Personagens Felipe Neto
Tags Brufe, Brulipe, Bruna, Brunagomes, Febru, Felipe, Felipeneto
Visualizações 50
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Este capítulo vai ser narrado pela Bruna.

Capítulo 17 - Mais um beijo


Fanfic / Fanfiction A filha da empregada - Capítulo 17 - Mais um beijo

O Felipe abre a porta de casa e cede a passagem para eu entrar.
Eu tomo a decisão de ir estudar já que estou com algumas dificuldades na matéria o melhor é fazer isso não quero desiludir a dona Rosa e a minha mãe que me colocaram no colégio com muito esforço e por isso pego nos livros e começo a estudar.
Resolvo alguns exercícios e faço resumos das matérias e quando termino os meus resumos lembro que o Felipe me pediu os apontamentos da aula então, vou até à sala para os entregar a ele.
-Felipe!-eu o chamo.
-Fala!
-Você falou que queria os apontamentos da aula eles estão aqui, toma!-eu entrego o meu caderno para ele.
-Obrigada! Eu não estou entendendo muito bem as aulas nos últimos dias você pode me explicar?
--Claro, vem comigo!-ele me segue até ao meu quarto e senta em uma cadeira da minha secretária.
[...]
-O que é que você não está entendendo?-pergunto para ele mas ele parece estar mais interessado no meu rosto do que na matéria porque ele não pára de me olhar.
Ele me beija como se precisasse disso para sobreviver, como se o mundo fosse acabar amanhã e ele não podesse revelar mais o que sentia por mim. Eu gosto dessa intensidade e retribuo o seu beijo ainda com mais intensidade. Ele o acalma e o transforma em um beijo com pegada.
-Eu adoro você!-sussura no meu ouvido assim que o beijo termina.
-Eu também adoro você!-sussuro de volta.-Posso dormir com você esta noite?-eu pergunto e ele sorri para mim como se estivesse relembrando a noite anterior.
-Claro que pode por mim pode dormir aqui todos os dias!-responde e me beija novamente.
[...]
O jantar termina e eu vou até à sala de cinema junto com Luccas e Felipe para vermos um filme.
Eu assisti ao filme todo do ladinho do Felipe mas ele não trocou uma palavra comigo e eu até fiquei esperando um abraço dele durante o filme pois o filme era de terror e eu estava cheia de medo mas ele nem isso fez. Eu fiquei muito triste com ele tanta conversa comigo durante o dia e agora nem ligou para a minha presença.
O filme termina e o Felipe sai sem falar uma palavra ele apenas se levanta e vai embora.
-O que você acha que aconteceu?-pergunto para Luccas.
-Não sei, pergunta você para ele já que ele agora é o seu namoradinho!
-Eu não namoro com o Felipe e mesmo que namorasse você não teria nada a ver com isso! Agora dá licença e por favor pensa em uma ideia boa para animar o seu irmão!-eu peço para ele e bato a porta com força.
Chego no quarto do Felipe e entro sem bater na porta espero que ele não fique bravo comigo e que entenda que eu não fiz de propósito.
Assim que entro em seu quarto vejo ele chorando e ele não parece estar nada bem.
-Feh, o que se passa?
-Nada, está tudo bem!-eu percebo que ele está mentindo mas pelo menos desta vez não foi grosso comigo.
-Feh, se você está chorando é porque aconteceu algo por favor me fala!
-Tudo bem, algum dia você ia ter que saber por isso mais vale eu contar agora.
-O que aconteceu? O que você fez?-questiono muito preocupada com ele.
-Eu não fiz nada quer dizer talvez tenha feito e talvez a culpa dela ter ido embora tenha sido minha se calhar não lhe dei a atenção que ela merecia...
-Você está falando do quê?
-Bru, faz hoje um ano que a menina que eu considerava ser o amor da minha vida foi embora, ela fugiu sem dizer nada e uns tempos depois ela atendeu a minha chamada e falou que se foi embora com o meu dinheiro e pior que tinha fugido com um garoto mais velho do que eu e que estava grávida dele.
-Grávida dele mas você tem certeza que não era seu?
-Bruna, a gente nunca transou ela sempre me falou que não estava pronta.
-Nossa, Feh eu já sabia que você tinha uma história assim com uma ex só não sabia que ela timha fugido grávida.
-Como é que você sabia?-ele pergunta assustado.
-Calma, foi o seu pai que me contou hoje lá no hospital! Mas ele não me falou nada sobre ela ter ido embora grávida!
-Pois ele não falou porque nunca ninguém ficou a saber disso eu escondi de toda a gente já era suficiente mau ela me ter abandonado imagina se soubessem que ela estava grávida de outro...
-Eu percebo que você não tenha contado isso e também percebo que você se tenha tornado uma pessoa diferente do que era naquela época.
-Bruna, como é que você se apaixonou por mim você é uma garota tão linda e eu sou um cara que anda por aí sem fazer nenhum sempre rancoroso e mal humorado!
-Você não é apenas um cara rancoroso e mal humorado você é uma pessoa maravilhosa eu tenho certeza disso e eu me apaixonei por você porque eu sabia que lá no fundo você era uma pessoa boa e muito legal!
-Eu fico babando quando você fala essas coisas lindas para mim. Ah e desculpa eu não ter dado muita atenção a você durante o filme mas eu estava em outro mundo eu nem pensei, desculpe!
-Tudo bem, agora eu entendo!-sorrio para ele e me deito do seu lado o abraçando.
-Sabe tem sido tudo ao mesmo tempo o acidente do meu pai, a história que eu vivi com essa garota e você...
-Eu? O que tem eu?
-Bruna, pelo amor de deus eu gosto de você não finja que ainda não percebeu.
-Eu já percebi sim e eu também gosto muito e muito de você! Fica tranquilo eu não vou fazer o que a sua ex fez.
-Você nem precisava de me falar isso eu sei muito bem que você não faria uma coisa dessas.-ele me beija.-Agora, vamos dormir!-eu deito a minha cabeça no seu peito e adormeço. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...