História A Filha De Hefesto - ( Percy Jackson ) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Hefesto, Percy Jackson, Personagens Originais, Poseidon
Tags Hefesto, Hellhound, Percy Jackson, Percy X Oc
Visualizações 43
Palavras 2.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


▶ IMPORTANTE, LEIA! ◀

➡ As imagens do capítulo NÃO são de minha autoria, total crédito ao aplicativo Pinterest.

➡ Para quem estiver curioso em relação ao elenco, eu lamento em dizer que não sei os nomes de todos, apenas estes:

▫ Alene Lahey: Sara Shepard ( mais conhecida popularmente como Anzujaamu)

▫ Noah Martins: Finn Wolfhard (conhecido por seu papel de Mike, em Stranger Things)

➡ Infelizmente, eu só sei o nome real desses dois citados acima. Caso vocês saibam, se sintam a vontade para me ajudar a identificar melhor o elenco!

➡ Idéias e sugestões são sempre bem vindas!

➡ Comentário ofensivos serão ignorados.

➡ A pedido de uma leitora - que não quer se identificar - sugeriu que o enredo envolvesse LGBT. E eu decidi aceitar a idéia. Caso não goste de coisas pesadas ( seja o envolvendo um casal hétero ou não ), eu avisarei nos capítulos se houver algo pesado com o tema hot.

➡ Caso notem algum erro ortográfico não hesitem em me dizer, os corrigirei imediatamente!

➡ Eu mudei a sinopse - pera ai, abaixem as armas, ou sem capítulo.. - não foi muita coisa, eu só adicionei duas ou quatro falas do nosso querido casal Alercy.

➡ Vocês querem que eu foque em outros casais? Jiper, Solangelo, ou outros shippers.. Cabe a vocês decidirem.

➡ Fiquem a vontade para dar opiniões e sugestões, não sejam tímidos. Quer ver algo a mais? Me diga, sou toda ouvidos!

➡ E para os safadinhos que estão esperando aquele hot, só no próximo capítulo.. Sou má :3

Boa leitura!

Capítulo 3 - 03: Um Ato Inesperado


Fanfic / Fanfiction A Filha De Hefesto - ( Percy Jackson ) - Capítulo 3 - 03: Um Ato Inesperado

Alene foi convocada a sala de Quíron naquela manhã, o que para si era estranho já que nunca chamara a ruiva em sua sala para assunto nenhum, pois nunca chegavam a ser assuntos demorados. Ao chegar a Lahey se depara com o centauro trotando de um lado para o outro, claramente nervoso, e isso fez com que Alene prendesse o ar por curtos minutos.

- Mandou me chamar? - Alene diz, suando frio.

- Sente-se, por favor. - Quíron indicou o sofá.

Alene sentou no sofá - agora - de couro marron, fitou as próprias mãos notando o quão pálida estava. Fez uma breve nota mental: pegar um sol de vez em quando. Quíron logo deu um suspiro profundo. Na cabeça de Alene se passava diversas coisas envolvendo Annabeth, temia que o mais velho quisesse castigá-la pelo ocorrido obrigando-a a lavar o banheiro masculino do chalé de Ares, só a possibilidade fez o estômago da ruiva se revirar.

- Vamos jogar uma partida de xadrez.

Alene tombou a cabeça para o lado, não estava acreditando que havia ido ali apenas para jogar xadrez com o velho centauro. Mas acabou não tendo escolha, e aceitou a partida. Em certo momento, Alene deixou o rei desprotegido e por isso levou a sua derrota no jogo de tabuleiro.

- Alene. Qual o objetivo do xadrez? - Quíron perguntou, calmamente.

- o Xeque-mate? - Alene diz, incerta.

- Também. Mas qual o outro objetivo?

- Proteger o rei.

- Alene, você é esperta e tem talento como semideusa.. Poderia até se tornar a garota da profecia, mas do jeito que você é, vai dizer que não esta afim, né? No xadrez, não conseguiu me vencer dessa vez..

Alene não estava entendendo onde Quíron queria chegar com aquela conversa, mas optou por apenas ouvir tudo com atenção, pois sabia que vindo de Quíron, era importante.

- Você perdeu porque não protegeu o rei. A vida é como um tabuleiro de xadrez e nossa função é proteger o rei. Você sabe quem é o rei, Alene?

- Os mortais? - Alene sugeriu.

- Não.

- E quem seria o rei? - a ruiva arqueou a sombrancelha.

- É isso que eu quero que você descubra. - Quíron riu divertido ao ver a cara surpresa de Alene.

- O que? - Alene diz, indignada. - Me chamou para resolver um enigma?

- Na verdade não. - Quíron diz, agora ficando sério. - Venha comigo, Alene.

Quíron logo rumou junto a Alene para o Pinheiro de Thalia, o hall do acampamento, e lá estavam três adolescentes que haviam acabado de chegar e pareciam deslocados. Os três não pareceram surpresos ao olhar Quíron de cima a baixo.

- Então, você deve ser o Quíron. - se manifestou a garota de cabelos rosados. - Eu sou Ayla, filha de Artémis.

Alene passou a analisar os três de cima a baixo. Ayla possuía olhos verdes e cabelos rosados um pouco abaixo dos ombros. Um corpo curvilíneo, seios fartos e uma cintura fina, coxas grossas e firmes junto a uma traseira avantajada. Era alta - 1.67 -, trajava uma camisa de estampa militar marron que marcava seus seios fartos e sua cintura perfeita, um short jeans um pouco antes do joelho e um par de botas de couro légitimo. Ayla tinha um ar de superioridade e uma postura impecável.

- Eu sou Noah, filho de.. - O garoto de sardas bocejou - Hipnos.

Noah possuía a pele bem clara, o cabelo bem escuro e grande, o porte era pequeno - 1.62 - e magro. Seus olhos eram negros como a noite e tinha sardas no rosto. Usava um suéter branco com uma fina calça sport preta e tênis all star surrados em um tradicional vermelho. Noah tinha leves olheiras indicando que não dormia a algum tempo. O filho de Hipnos se encostou no ombro de outro garoto que tinha ali, quase dormindo em pé.

- Eu sou Zayn, filho de Apolo. - diz o mais alto, sorrindo enquanto estufava o peito, orgulhoso de si mesmo.

Zayn era dono de uma cabeleira ondulada castanho chocolate e os olhos âmbar. Era alto, tinha 1.78 de altura e tinha um físico atraente. Musculoso, mas nada muito exagerado, porém completamente definido e trincado. Zayn usava uma camisa preta de mangas até os cotovelos, uma calça sport e vans também pretos. Zayn estava com os braços cruzados a frente do peito, apesar da postura séria era carismático e egocêntrico, trazia alegria onde passava. O típico filho de Apolo.

- Eu sou Quíron, diretor de atividades do acampamento. E esta, - olhou a ruiva, que ficou ruborizada - é a Alene, filha de Hefesto, e líder do chalé em que vocês irão ficar.

Quíron havia explicado para Alene que, não havia espaço nos quartos dos Chalés para mais campistas e até providenciarem eles ficariam no Chalé de Hefesto junto a Alene e Leo.

A Lahey não discordou até porque estava um pouco entediada na compainha das filhas de Afrodite, exceto por Piper.

Alene queria discordar de Quíron mas o olhar dos novos campistas a congelou no lugar, não podia negar aquilo. O centauro logo trotou para inspecionar a extensão do acampamento, deixando os novos campistas junto a filha de Hefesto.

- Olá.. Que lugar gostariam de ver primeiro?

- O chalé. - murmurou Noah, sonolento.

- Certo.. Venham comigo!

🈂

Alene se deu bem com os novatos, bem até demais. Estava tão entretida com estes que havia se esquecido de Piper, Leo, Jason e.. Percy. Os amigos estavam um tanto chateados por terem sido postos de lado, e iriam tirar satisfação com a ruiva agora mesmo. E lá estavam os novatos a conversar de forma animada com Alene, mas ao invés disso, se envolveram na conversa animada.

Exceto o filho de Poseidon, que fuzilava Zayn com o olhar devido as cócegas que proporcionava a sua ruiva, sim, sua ruiva. Somente sua, e aquele metido não roubaria ela de si.

Alene gargalhou ao sentir os dedos de Zayn lhe tocar a barriga.

- Para, Zee, para.. - Alene diz, secando uma lágrima involuntária.

- Eu vou buscar mais salada. - Percy diz, sério e se levantou de forma brusca.

- Eu vou... Pegar mais suco. - Alene diz, dando um fraco sorriso.

A ruiva seguiu Jackson que havia ido para o Chalé de.. - a ruiva parou de andar ao ver o letreiro - Atenas. O mais alto bateu na porta, esperando alguém e quando esta se abriu, o queixo de Alene bateu no chão. Era Annabeth, a loira logo deu passagem para Percy com um sorriso largo e fechou a porta.

- Eu não acredito. - Murmurou para si mesma.

Alene acabou por dispensar o jantar e foi para o Chalé de Hefesto, onde se deitou na cama e ficara ali apenas pensando no quão idiota havia sido por ter achado que algo daria certo para si. Em seus olhos as lágrimas brotavam e escorriam livremente por seu rosto angelical, de seus lábios saiam os mais baixos.

Mas a ruiva parou de chorar, tornado a expressão de seu rosto tão mortal quando o de Hera ao descobrir uma das amantes de Zeus.

- Você não vai me tirar o Percy, não mesmo.

Assim como um vulcão, Alene era calma e tranquila apena esperando uma oportunidade para explodir.

🈂

No Chalé de Atena, Percy contava a Annabeth o quão irritado estava por Zayn estar de intimidade com a ruiva, que assumira gostar para a amiga e também prima. A Chase fingia estar interessada no assunto, mas sentia cada vez mais irritada por Percy estar perdidamente apaixonado por Alene.

Queria a atenção dele para si, sentia falta das conversas jogadas fora e dos olhares significativos. E das missões, ah.. as missões, era quando passava mais tempo junto com seu tão sonhado Jackson. Enquanto sua mente nublava ao pensar no moreno, este jogava as mãos para o ar.

- aquele metido.. Argh! - Percy diz suspirando irritado. - O que acha Annabeth.. Annabeth?!

- Ah, sim. Acho uma ótima ideia. - diz a Chase, mesmo sem saber do que se tratava.

- Você ouviu o que eu disse? - Percy diz, cruzando os braços.

- Ouvi sim. - Annabeth se ajeitou na cama, se encostando.

- E o que eu disse? - Percy arqueou a sombrancelha.

- "Você ouviu o que eu disse?" - Annabeth afinou a voz, gargalhando.

- Idiota. - Percy riu. - Bem, já vou, acho que já incomodei de mais.

- Não, você nunca me incomoda. - Annabeth diz, agarrando este por trás para que não abrisse a porta.

- Annabeth. - Percy diz em um tom de reprovação com um suspiro, sabia o que ela queria.

- Ah, Percy.. Vamos relembrar os velhos tempos. - Annabeth diz, ao pé de seu ouvido.

- Se o passado fosse bom de chamaria presente. - Percy diz em deboche e logo abriu a porta. - Boa noite.

- Boa noite. - Annabeth diz sorrindo cínica.

🈂

Alene já havia adormecido, enquanto os novatos estavam a jogar conversa fora. Leo estava na oficina fazendo novas invenções e iria acabar dormindo por lá, era raro as vezes em que dormia na cama macia e não em cima da mesa.

Ayla estava em sua beliche, a qual em baixo dormia a ruiva. A rosada lia um drama de Shakespeare mas não estava focada no enredo de Romeu e Julieta, e sim na mãe. Ayla e Artémis eram tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes.. Ayla tinha a personalidade severa e madura, mas bondosa e generosa para com os outros. Mas ao contrário da mãe, Ayla tinha sonhos, ela queria encontrar um rapaz - ou uma garota - em qual se apaixonasse e vivesse um romance digno de um filme. Artémis havia "criado" Ayla com seus pensamentos, por acidente e acabou por deixá-la com uma família norte-americana qualquer. Apesar de Ayla não saber, Ártemis a protegia de longe pois mesmo que não quisesse, a rosada era sua filha e sua responsabilidade. Ayla cresceu em uma família de esnobes por serem ricos e os seus "irmãos" adoravam rebaixar os outros por classe financeira, a rosada sempre se mostrou diferente. Ayla acabou fugindo de casa e ido morar com a avó por uns tempos, mas quando esta veio a falecer veio para o acampamento meio sangue.

Noah estava deitado de barriga para baixo, com os cotovelos apoiados na cama e as mãos em baixo do queixo. Estava a admirar Zayn fazer flexões, se apaixonou pelo garoto desde quando o conheceu no colégio e ambos eram bons amigos. Claro que não contara que gostara do maior por medo de ser rejeitado, e ficara se remoendo todos os dias por medo de falar.

- 998... 999...1000. - Zayn diz soltando a barra de ferro do teto, e olhando seu corpo no espelho satisfeito.

Noah - por ser filho de Hipnos - era bastante sonolento, é verdade. O de sardas adorava dormir e fazia isso sempre que possível. Parecia avoado e quase sempre, sonhador. Apesar da aparência bobinha, ele era inteligente e sempre tranquilava as pessoas. Conseguia interpretae qualquer coisa facilmente, além de ser bastante astuto. Noah morava com a tia materna que se chama Rubi, que era sempre carinhosa em relação ao sobrinho porém veio a se casar com Wade, um homem que só pensava em dinheiro, jogos e sexo. Graças ao relacionamento conturbado que os dois tinham, Rubi mandou que Noah se afastasse de casa por uns tempos e acabou indo com Zayn ao acampamento.

Zayn.. O típico filho de Apolo, os olhos âmbar e o jeito pilantra de sorrir. Seu coração e sua mente sempre prontos para ter uma boa inspiração artística, capaz de diferenciar a boa música daquela que não havia valor. Adorava o sol, assim como adorava apreciar a própria beleza e até mesmo a beleza alheia. Noah massegava demais o ego do filho de Apolo, e não se importava em ouvir ele falar coisas como " eu sou íncrivel" ou " eu sou lindo de morrer!" pois para Noah, era verdade. Zayn vinha de um berço de ouro e tinha a família perfeita, mas aos poucos isso mudou. Seu pai era tão estressado com o trabalho que bebia um alto índice de álcool, o que levava a agredir a esposa. Zayn não podia fazer nada para proteger a mãe, e por isso vinha treinando a anos. Passou quatro anos com seu tio na França, e quando voltou, sua mãe estava em estádio terminal de câncer. Acabou por fugir de casa junto a Ayla, e Noah.

A vida é uma cadela, não é mesmo?

🈂

Era final de tarde no acampamento meio sangue, os campistas se preparavam para um filme ao anoitecer que ocorreria no gramado central. Ayla lia seu livro em baixo de uma árvore próximo a Arena, Noah estava sentado na arquibancada da Arena acarenciava os cabelos de Zayn que quase dormia em seu colo falando de uma música que havia composto. Alene moldava o fogo em suas mãos, treinando para missões futuras. Logo andou de volta ao Chalé para pegar suas adagas que havia forjado, mas ao adentrar o quarto e andar até sua cama ouviu o barulho da porta se fechando e a chave girar.

Alene se virou vendo Percy, e rolou os olhos voltando a procurar suas adagas no baú. No processo abaixou o torso enquanto vasculhava com as mãos o imenso baú escarlate, deixando seu bumbum perfeitamente empinado dando ao Jackson uma visão deliciosa.

Alene tinha seios médios, cintura fina, barriga lisa, coxas grossas. E uma bunda bem empinada e redonda. Estava tão entretida a procurar suas adagas que não notou o rapaz de olhos perfeitamente azuis fitara o corpo da ruiva de cima a baixo, sentiu algo criar vida dentro de suas calças.

Sem que a ruiva percebesse, Percy se aproximou lentamente e se encaixou ali colocando uma mão na cintura da garota e com a outra puxou seu cabelo com um pouco de força fazendo a garota erguer seu torso e encostar suas costas no peitoral de Percy.

- Você fica linda com ciúmes, sabia? - Percy diz no ouvido da ruiva, sentindo a menor estremecer - Eu amo você, pequena Alene.

- Você disse isso para a Annabeth, seu babaca. - Alene alfinetou, arfando.

- Sim, disse a ela que eu amo você. - Percy beijou o pescoço alvo da garota.

- Percy.. - Alene suspirou, já sentindo necessidade de mais contado e rebolou contra seu membro. - Me faça sua essa noite.

- E por todos os dias de nossa vida.


Notas Finais


E... É ISSO! Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...