História A filha de Jeff - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Jeff The Killer, Slender (Slender Man)
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Assassinato, Creepy, Creepypasta, Jeff, Jeffthekiller, Killer, Slenderman, Terror
Visualizações 95
Palavras 935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal :33
Mais um cap. aqui,
Bem, boa leitura killers 😁

Capítulo 5 - Slender Kid


Fanfic / Fanfiction A filha de Jeff - Capítulo 5 - Slender Kid

Jeff the killer's P.O.V.


A diabinha pareceu ficar tão feliz ontem, será que ela sente mesmo tanta falta assim de uma família?... Ai... Que raios é esse aperto no meu peito? Será que é... Culpa?... Hmm... Eu não gosto nadinha dessa sensação...
Chego perto da beirada da floresta e chamo por slender três vezes, mas quem aparece é um muleque de onze ou doze anos usando uma fantasia de... Panda? Ele vem até mim devagarzinho sorrindo, parecendo bem animado, quem infernos é esse muleque?


- Quem é você? - Ele fala virando a cabeça feito um cachorrinho confuso - ... Papa não disse que alguém vinha aqui...
- ... Ô Slender quem diabos é esse muleque?!
- ... O papa está ocupado... - O bendito faz biquinho como se fosse uma criança de três anos, então finalmente o Slender brota do meio das árvores - ... Ah oi papa...
- Slender, que raios é isso? Tá atrasado por mais de uma hora!
- Desculpa - Ele sinaliza em linguagem de sinais - Eu estava cuidando da minha cria aqui, acabei esquecendo...
- Há final de onde saiu o moleque? Pelo que eu sei você só pega menininhas novas, que que houve aqui?
- Eh sei lá, mas ele é fofo e era tão pequenininho... Fiquei com dó de matar. Ah, e Jeff, eu acho que tem alguém além de mim quer falar com você...


Ele aponta para as minhas costas e obviamente eu viro para ver do que ele estava falando, e lá estava Liu outra vez sorrindo de canto de boca, esse desgraçado, o que será que ele quer?
Vou até Liu devagar enquanto Slender cobre os olhos do menino dele para que ele não veja o que vai acontecer.


- É melhor você ir embora agora antes que eu perca a paciência.
- Ah irmãozinho... - Ele sorri - ... A sua menininha não te faz falta? Aposto que ela nunca mais vai querer te ver depois do que houve não é mesmo?
- Eh... Não, falei com ela hoje mais cedo, ela nem lembra de ter me visto ontem.


O sorriso dele some e derrepente ele parece confuso, abro ainda mais meu sorriso e arremesso uma faca no pescoço dele para fazê-lo sumir como sempre antes de voltar a conversa com o Slender.


Lucy Wonderland's P.O.V.


Só fui abrir meus olhos novamente no dia seguinte quando uma freira veio me acordar por quê eu precisava conversar com uma assistente social sobre a adoção, que complicado...
Depois de uma longa intrevista tentando explicar para assistente social o por quê eu não conhecia muito bem o homem que queria me adotar mas ele me conhecia como a palma da própria mão, eu finalmente tive tempo de voltar para o quarto e ler mais um pedaço do díario que me foi dado.
Eu o abri depois da parte rasgada para começar a ler.


"Dia 23 de novembro de 2000

É a peimeira vez que estou realmente sozinho, outra vez a floresta estava muito fria durante a noite e eu decidi ficar pela cidade mesmo, mas uma mulher chamou minha atenção de um jeito estranho, eu tive de convidá-la para vir comigo em um passeio.
O cabelo vermelho dela parecia tão bonito... Que pena que era só tinta e não a cor dele de verdade, eu não deveria dizer essas coisas, não deveria escrevê-las pelo menos mas... Andamos pela cidade, eu tentei, mas não consegui ferí-la, ela parecia ser mais forte que eu, bem, BEM mais forte que eu... Era como se tivesse algo nela que não me permitia chegar perto demais...
Me apresentei para ela e a moça disse que se chamava Lilith, não é o nome de um dos sete senhores do inferno?... Faz sentido eu acho... Conversamos um monte e mesmo assim só consegui chegar tão perto quanto ela me permitiu, quem diabos é essa moça?
Pelo menos ela parece ser gentil, foi a primeira pessoa além da mamãe e do papai que não gritou quando viu meu sorriso ou os meus olhos e isso é bom eu acho...
Vamos ver se consigo vê-la amanhã outra vez..."


Rio comigo mesma dessa parte, parece um garotinho apaixonado... Será que esse é o diário do Jeff?... Não, não faz sentido... Continuo a ler novamente.


"Dia 26 de novembro de 2000

Agora sim! Agora ela é minha sem desculpas não é mesmo?! Lilith finalmente é só minha assim como eu queria! Eu preferiria se ela tivesse sido minha dês de o começo mas que se foda tudo isso, ela é minha agora.
Não que tenhamos algum compeomisso, é mais como um jogo: Ela me faz uma pergunta e se eu acertar, posso fazer o que quizer com ela, mas se eu errar, tenho que dar a ela um pouco do meu sangue. Interessante né? É divertido também, há final eu sempre dou meu jeito para conseguir o que quero...
Meu "amigo" acha que ela não me faz bem mas eu não vejo o lado dele, é só uma mulher, que raios ela poderia fazer contra mim? Não é como se ela fosse conseguir me matar de qualquer forma...
Além do mais eu tenho quase certesa que ela gosta da minha companhia... Quer dizer, eu não consigo amarrá-la aqui então ela iria embora se não quisesse ficar comigo não é?...
Já está quase na hora do nosso jogo, até logo."


E novamente o diário soa como alguém apaixonado, me pergunto por quê ele teria me dado isso... Talvez ele queira me dizer alguma coisa com isso?...
E quem seria essa Lilith por quem o autor do diário parece estar apaixonado? Por quê sinto que já ouvi sobre ela antes?...


Notas Finais


Bem, alguém já deve saber quem é o autor desse diário não é mesmo? Deixem aí nos comentários :33
Obrigada por ler até aqui,
Se você leu até o fim comenta #HellPrincess e...
GO TO SLEEP KILLERS.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...