História A filha de Lúcifer - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Jody Mills, John Winchester, Lúcifer, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Visualizações 86
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? Muito, mas eu vim.

Gente no Wattpad A filha de Lúcifer bateu 11 mil visualizações, e aqui 99 favoritos. AHH que felicidade. Obrigada a todos que acompanham.

Espero que gostem!
(Tenho um recadinho pra vocês nas notas finais)

Capítulo 23 - Capítulo 22


Dean andava de um lado para outro nervoso, estava daquele jeito desde o segundo em que Kali fora embora do bunker, após a revelação de Castiel.

Ele concordava que era muito para a cabeça dela, mas estava preocupado, não fora sensato ela ir embora sozinha com a mãe monstro a caçando. Dean tentou inpedi-lá, mas ela desvenciliou se das mãos dele que seguravam seu pulso, não usará força para tal coisa, mas estava determinada a se afastar do grupo.

Sam tentava acalmar Castiel que estava a insistir em correr atrás da filha, o que não era uma boa idéia, já que o rosto do anjo estava em todos os noticiários junto a Itami e Sam.

Todos os telejornais falando sobre o acontecimento do dia anterior, quando Castiel teve seu rompante e seus olhos brilharam junto com luzes vermelhas a cortar o céu.

Porém o mais preocupante era o F.B.I que novamente estaria na "cola" dos irmãos Winchesters, já que o rosto de Sam também estava estampado nos telejornais com o anúncio:

"Os assassinos Winchesters de volta?"

Era um erro atrás de outro, uma sucessão de problemas e Dean finalmente se deu conta de que aquela guerra que se anunciará a pouco, séria a maior de suas vidas.

Itami fora a única que saiu em busca de Kali, mas Sam desconfiou. A ruiva estava diferente, seus olhos fugiam dos dele como se ela quisesse esconder algo, mas Sam apenas deixou aquilo passar, imaginou ser coisa de sua cabeça que já estava superlotada de problemas para acrescentar mais aquele que se quer podia existir.

- Castiel não é boa idéia sair agora do bunker, aqui estamos protegidos e podemos nos esconder de Unina e seu bando, e dos repórteres que estão insanos a nossa procura. - Sam disse sensato como sempre, mas Dean não concordava, assim como Castiel, o caçador queria ir atrás de Kali.

- Deviamos ir procura lá Sammy, não é seguro para nós, mas para ela é pior.
- Dean anunciou tentando manter uma serenidade inexistente, já que por dentro ele estava prestes a explodir.

- Vocês dois não estão pensando direito, estão deixando se levar por emoções. - Sam manteve sua sensatez.

Castiel e Dean se sentaram lado a lado em um sofá e suspiraram.

- Não precisam se preocupar meninos. - A voz de Crowley estava soou no recinto. O demônio olhava os três com uma garrafa de bebida cara em mãos. - Ela está em um bar. Tem demônios meu por todo lado prontos para protegê-lá. - Crowley sentou se ao lado do caçador e do anjo e logo ganhou uma careta de ambos, mas o máximo que fizera fora sorrir de maneira cordial.

- O que ela está fazendo em um bar? - Castiel questionou.

- Comendo rosquinhas. - Crowley respondeu irônico, em resposta, Castiel maneou a cabeça em negação com um semblante nada contente. - Claro que bebendo anjo. - Disse o demônio por fim.

- Não é seguro. - Dean anunciou se levantando e caminhando em direção a porta, mas fora impedido por Sam.

Ambos se olharam por longos segundos até que resignado Dean bufou e voltou a sentar no meio de Crowley e Castiel.

Dean no fundo sabia que Sam tinha razão e que ele ali, além de Crowley, era o único a manter o juízo, afinal, o mais novo não estava sentindo coisas por Kali.

- E o que faremos? - Castiel questionou em meio a um suspiro do mais puro cansaço.

— Esperamos ela retornar. Vamos lá gente, ela só foi colocar a cabeça no lugar, você deveria fazer o mesmo Cas. — Sam anunciou olhando fixamente para o anjo, com um olhar de "sabe tudo".

Era cômico para o Winchester mais novo ver Castiel como pai de Kali, mas ele acreditava veementemente naquilo. Castiel havia dito aquilo com tanta convicção que não havia outra opção para Sam a não ser acreditar.

Porém o mais engraçado de toda aquela situação era ver Dean Winchester apaixonado. Sam perceberá que o irmão não tinha mudado muito o jeito temperamental,  e muito menos o humor negro, mas ele podia ver os olhos dele brilhar toda vez que se tratava de Kali, e também tinha o jeito protetor. Não era novidade que Dean era protetor, ele era assim com Sam, Jody e todos aqueles que ele amava, mas com Kali era diferente, era mais intenso, como se aquilo fugisse do controle dele, e Sam gostava daquilo.

— Cansei de esperar. — Assim que Dean pronunciou aquilo, o som da porta sendo aberta, preencheu o ambiente.

Todos silenciaram e oscilaram os olhos até a entrada da biblioteca, e não demorou muito para Kali adentrar no ambiente com um olhar vazio mantendo as mãos para trás.

No segundo seguinte Dean e Castiel levantaram juntos, em um movimento sincronizado. Ambos em silêncio olhando para a moça.

— Eu não devia ter fugido, desculpa. — Era como se estivesse falando para todo o grupo, porém os olhos dela estavam firmes em Dean, que maneou a cabeça em concordância.

Kali oscilou os olhos entre Dean até Sam, e então os repousou em Castiel, mas não se demorou muito a fitar o anjo, ela logo desviou o olhar para o rei do inferno que observava a cena de manera tranquila.

— Nao devia mandar seus demônios atrás de mim.  — Anunciou ela pondo as mãos cobertas de sangue para frente.

Não demorou muito e Dean se apressou para analisar o corpo dela em busca de qualquer machucado, esquecendo se completamente que ela era um ser sobrenatural que se curava com agilidade.

— Matou meus homens? — Crowley questionou um tanto quanto nervoso.

Kali maneou a cabeça de maneira leve.

— Dois ou três. — Disse de maneira serena.

— Kali podemos conversar? — Castiel questionou cortando o assunto de Crowley.

Kali olhou fixamente para Castiel que tinha um semblante preocupado. Era medo que ela estava a notar ali?

Kali colocou uma mão no embro de Dean e maneou a cabeça em uma afirmação muda de que ela estava bem e então ele se afastou dela, apenas centímetros.

Kali caminhou em passos firmes até estar de frente para Castiel e então sorriu para o anjo.

— Não me importo com o que você fez de errado lá em cima, se o que disse é verdade eu fico feliz. — Ela sorriu abertamente puxando o pai para um abraço apertado.

Sam, Dean e Crowley permaneceram em silêncio observando o momento e Sam sorriu, ele adorava aquele tipo de coisa e Kali e Castiel mereciam aquilo.

— O que está acontecendo aqui? — Crowley questionou confuso.

— Pelo que parece Kali é filha do Castiel. — Dean anunciou para o espanto de Crowley que abriu e fechou a boca sem saber o que dizer.

— Castiel, pode me contar do que se lembra agora? — Kali pediu de modo suave.

Castiel maneou a cabeça antes de responder:

— É melhor vocês sentarem.

(...)

Castiel olhava aquelas pessoas o observando todas sentadas ao redor da mesa na biblioteca do bunker, todos a espera de uma resposta, e até mesmo Itami havia retornado e estava lá.

Castiel respirou fundo antes de começar:

— Eu e Itami guardavamos os portões, eu me lembro de tudo. Um dia ela se foi e fiquei só na missão. — Tomou fôlego. — Todo os dias, minuto após minuto eu podia ouvi-lá falando comigo, ela dizia coisas como melhorar o mundo e o céu também, acho que essa foi a primeira vez que fui enganado com essas mesmas palavras. — Castiel suspira se sentindo mal.

— 'Tá tudo bem Cass, você só tentou ajudar. — Itami anúnciou sorrindo cordial para o irmão.

— E o que aconteceu depois? — Kali questionou cheia de pressa para saber toda a verdade de uma vez por todas.

— Depois de milênios com ela dizendo coisas, ela conseguiu virar meu coração ao seu favor, e eu cedi, abri os portões e adentrei em sua jaula. Eu me lembro dela, formosa e atrativa feito a fruta proibida para Adão e Eva.— Castiel suspira, corre os olhos pelo ambiente e continua: — Ela me beijou, ela era como a luxúria em pessoa, eu senti algo se esvaindo de dentro de mim e só então percebi que era minha graça. Miguel me resgatou, apagou minhas lembranças e me colocou em algo novo no céu, distante de Unina e dos portões que celavam seu confinamento. — Castiel finaliza.

— Ainda não entendo, como isso me faz ser sua filha? — Kali perguntou confusa.

— Unina fez com Lúcifer o mesmo que fez comigo, sugou a graça dele, mas pelo que parece não foi suficiente. Você Kali, nasceu da mistura da minha graça, da de Lúcifer e de Unina. — Kali arregalou os olhos e abriu a boca levemente com a surpresa. — Você é filha dos três.

— E tem quem diz que ser filha de dois homens é do diabo. Um dos meus país é um anjo. — Kali ironiza em meio ao seu tormento.

Ela se põe de pé, bate as mãos contra a mesa de madeira e o som se revertebra por todo o ambiente assusando os presentes, ela sorri de modo aberto fazendo com que o coração de Dean descompasse.

Sam sorriu de modo discreto ao perceber o olhar do irmão sobre Kali. Era paixão a brilhar baquele olhar? Ou era algo mais intenso, questionou-se Sam internamente.

Kali olhou todos os presentes no recinto, Crowley, Itami, Castiel, Sam e Dean e sorriu para cada um deles antes de dizer cheia de confiança o que todos ali queriam não só ouvir, mas fazer também.

— Vamos matar Unina e sua raça!


Notas Finais


Então turma, eu acabo de lançar outra fanfic de Supernatural e queria convidar vocês para lerem ela.
Ela é uma fanfic com o Dean e eu dei um spoiler aqui de quem vai ser o vilão de lá.
Espero vocês lá❤
Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/broken-hearts-supernatural-fanfic-13927766


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...