1. Spirit Fanfics >
  2. A filha de magnus e alec >
  3. Saindo do Armario no Baile.

História A filha de magnus e alec - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Saindo do Armario no Baile.


1 semana depois...


ja tinha se passado 1 semana e não tinha achado nada que pudesse achar rafael,não falei nada com naginy e amanhã é o baile que eu planejo me declarar para ela,só temo que ela não me perdoe e ignore tudo que eu dizer.


acordei tomei banho e coloquei a roupa que eu iria para a escola hoje,tomei café da manhã,me despedi de meus pais e fui para a escola.o caminho inteiro foi musicas da Ava Max,depois que naginy me mostrou a musica Kings & Queens dela,não paro mais de ouvir.

chego na escola e vejo dave vindo até mim denovo,sinceramente,ele ficou muito mais insuportavel do que antes.


-eai tessa...percebi que sua namoradinha te largou...


-me deixa em paz...-digo indo até meu armario.


-bom,agora vc ta completamente sozinha,deveria agradecer pela minha compania,ja que a cabelo laranja nen olha mais na sua cara e aquele nerd não vem mais para a escola pq foi viajar...mas não acredito muito nisso,deve ter morrido em algum canto...


-olha aqui,vc nen se atreva a falar esse tipo de coisa sobre rafael ta legal-digo o erguendo pela gola da camisa enquanto os outros me olham,até mesmo naginy,os outros me olham com medo mas,naginy não,ela me olha nornalmente sem nenhuma expressão.                            solto ele o deixando cair no chão, pego minha mochila saindo empurrando todos que estavam na minha frente,chego na sala e sento no meu lugar e não olho pra ninguem,só cochilo na mesa esperando a professora chegar,eu precisava tanto ativar minha runa de energia,mas ali tinha muita gente,então fui correndo pro banheiro e peguei minha stella e ativei a runa,na mesma hora sinto um alivio,estava mais acordada,conseguiria prestar atenção nas aulas,mas aquele efeito não duraria muito tempo,teria que voltar para o benheiro de novo.                   ainda escorada na parede com a stella na mão e minha runa brilhando ouço a voz de naginy.


-deveria ir para um lugar mais reservado,sabe disso...


-naginy...-digo surpresa em ela falar comigo,ja que nas outras semanas ela nen olhava na minha cara.


-se algum mundano inutil ver vc usando sua stella,vc não vai saber oq fazer,e mais mundanos irão saber do mundo das sombras.


-naginy,me desculpe por aquilo...


-não...tudo bem,vc não me deve explicações sobre a sua vida...


-oq vc estava fazendo aquele dia na rua?-digo a enterrompendo e ela arregala os olhos e continua oq iria falar.


-...assim como eu não devo da minha a vc.-diz ela se aproximando de mim devagar.


-eu fiquei preocupada com vc...


-se realmente ficasse preocupada comigo,iria pelo menos me pedir desculpas,mas não,vc me deixou sozinha,e nen falou comigo.


-eu sabia que se eu pedisse um simples pedido de perdão,vc nen me ouviria,vc não estava nen olhando para a minha cara...-digo e cada vez ela vai chegando mais perto, não consegui me controlar e a beijei,ela me puxa para dentro de um dos banheiros,me prençou sobre a parede e não tirava a mão de baixo da minha camiseta,enquanto eu não tirava a minha de seus cabelos,puxando ela pra mais perto de mim.mas o sinal toca e ela se separa de mim me encarando.


-senti falta disso...-digo a-olhando com a cabelo bagunçado.


-eu também....mas não quero te encomodar,vc deveria estar protegendo mundanos sem valor de demonios não é?...-diz ela me dando um ultimo selinho demorado antes de sair sem me olhar mais.


-naginy....-chamo ela mas me ignora e some no meio das outras pessoas.eu me escoro na parede lembrando do beijo,eu só precisava disso pra me sentir melhor,o carinho de naginy,não ser arrogante e fria e só se interessar em treinos,e mais treinos...sera que ela vai me desculpar,eu só quero o perdão dela...


depois da aula,fui para casa,e enquanto ia ouvi gritos,peguei minha espada e fui em direção ao barulho,e quando chego não vejo ninguem,mas sinto alguma coisa no meu percoço,me viro rapido e aponto a arma em direção a coisa atras de mim quando me viro vejo naginy me olhando com uma sombrancelha levantada.


-é serio isso tessa....-diz ela nun tom ironico-que bom que atendeu ao meu chamado...-diz ela se aproximando de mim.


-aconteceu alguma coisa com vc?ouvi gritos....-sem que pudesse terminar ela me beija e no começo me assustei,mas logo retribuo também.não era igual ao beijo de hoje cedo,desesperado,era calmo e doce,tinha gosto de cereja,deveria ser seu brilho labial.ela se separa e me olha por alguns instantes.


-não vou mais te atrapalhar...pode ir caçar seus demonios...-diz ela se afastando de mim e indo embora,eu só queria ela aqui,do meu lado...era tudo oq eu precisava...

fui para casa,tomei banho,e fui para o instituto treinar para depois ir para algum ataque de demonio,era sempre assim.depois do ataque eu e pai alec fomos para casa e tomamos outro banho,quando terminamos fomos para sala ver algum filme,e todo o filme pai magnus e pai alec,ficavam trocando carinhos, selinhos, e frases grudentas,a única que prestou atenção no filme fui eu,mas as vezes observava os dois,era tão bom ve-los assim,sem brigas ou mal humor por causa de greve de sexo,pq algum dos dois fez ou falou alguma coisa errada,eu ainda ria disso...


hoje eu realmete dormi,e não cochilei durante 2 horas,estava muito cansada,e hoje eu não podia bocejar quando for me declarar a naginy.


acordei bem melhor doque os outros dias,tomei banho e fui para a escola.

a escola inteira não parava de falar desse tal baile, como 'com que roupa eu vou''o fulano vai estar um gato no baile''esperamos a cordenadora sair de perto e dai vc batiza a bebida'  eu ja estava me irritando aquilo tudo,mas tinha que ir naquela baile,mesmo não querendo,mas se queria naginy ao meu lado denovo,valia tudo.o baile iria ser hoje a noite,mas não pretendia ficar la até acabar,não,só falaria tudo oq tinha que falar e ir embora de la,então não presisaria ir com um vestido ou qualquer coisa do tipo,na verdade mesmo que fosse para ficar la a noite inteira não iria de vestido,mesmo assim...

fui para a escola e nada mais de interessante,fiquei ouvindo provocações das cor de rosas e dos "valentões"principalmente de dave.quando as aulas acabaram cheguei em casa e fui treinar,e depois fui em outro ataque de demonio,quando cheguei em casa tomei um banho rapido,ja que só faltavam 1 hora para o baile,coloquei uma camiseta preta,uma jaqueta de couro por cima,minha calça jeans preta com um corte em cada joelho que sempre uso,e uma bota também preta,é,eu sou meio que tipo a gotica da sala pela minha escolha de roupas,mas me acustumei me vestir assim des de pequena,todo nephilin se veste assim,é tipo uma mania de todos os sangues de anjo...e a maioria dos vampiros também...


-oi pais,ja tô indo..-digo me despedindo de meus pais.


-boa sorte...-diz os dois ao mesmo tempo.


saio de la apressada,estava meio apressada para chegar logo la,e quando chegei vi algumas pessoas cantando,isso...cantar,não sou muito boa,mas acho que da pra tentar,mas que musica eu vou cantar?estava pensando em que musica vou cantar mas não dava mais tempo porque o outro ja sai do palco e vou correndo para la.


-E AGORA TEREMOS CANTANDO A...-antes que aquele cara pudesse terminar o empurro.


-bom...eu....queria dedicar essa musica a uma pessoa que eu fui muito idiota,e queria pedir desculpas...mas não pedi,e acho que agora é o momento certo...-começo a falar no microfone e vejo naginy la atras me olhando com cara de espanto.logo começo a cantar,e não imaginava que minha voz fosse até que bonitinha.


-this was never the way I planned

(isso nunca foi o que planejei)


-not my intention

(jamais minha intenção)


-I got so brave

(fiquei tão corajosa)


-lost my discretion 

(perdi a discrição)


-It's not what,I'm used to

(não sou assim normalmente)


começo a cantar e ela ainda fica espantada com oq eu estou fazendo mas logo vejo um pequeno sorriso no rosto dela se formar.


-I kissed a girl and I liked it

(eu beijei uma garota,e gostei disso)


-the taste of her cherry chapstick

(o gosto de seu brilho labial de cereja)


a musica inteira ela sorria de um jeito bobo para mim,e eu retribuia o sorriso,e quando finalmente terminei de cantar e corre até o palco e me beija na frente de todo mundo,que estavam sorrindo para nós duas,enquanto a maioria nos olhava com raiva ou com cara de nojo,mas não importa mais isso.naginy me puxa pelo braço e me leva até o banheiro.


-eu não acredito que vc fez isso...-diz ela me abraçando.


-eu sabia que se eu quisesse vc de volta teria que te impressionar.


-muito obrigada...-diz ela me beijando,e paramos quando ouvimos um barulho de porta se abrindo.


-ora ora,estão eu estava certa...vc e a ruiva estavam realmente nos amassos...deveriam ir para um lugar mais reservado para não enojar as outras pessoas...


-a única pessoa que deixa as outras com nojo é vc sua loira de farmacia-diz naginy e eu não consigo segurar o riso.


-vcs duas são nojentas...


-pq?pq somos duas garotas?-pergunto séria.


-sim...é por isso mesmo,homosexualidade é uma coisa nojenta....


-é sabe oq também é nojento,ser achada em um lixão,abandonada pelos pais biologicos...-digo e ela fica sem reação.-imagine se a escola inteira souber,como vai ficar sua reputação?


-vc não faria isso...-fala ela e eu rio auto.


-é claro que eu faria...se vc incomodar alguma de nós duas...ja sabe...-termino de falar e ela sai rapido do banheiro e bate a porta.


-é verdade aquilo?


-é sim,quando entrei na escola pesquisei a vida de todo mundo aqui...é eu sei parece estranho...

ficamos mais alguns minutos ali e depois fomos para minha casa,e consegui convercer pai magnus de deixar ela dormir la.ja estamos deitadas na cama com pijama assistindo um fime,ou melhor,tentando...  eu tentava prestar atenção no filme mas naginy ficava beijando o meu rosto ou meu pescoço,até que ela sobe em cima de mim e começa a me beijar.


-naginy...meus pais...


-faz tempo que eu não faço isso,estava com saudades...-fala ela e logo volta a me beijar.

ficamos assim por bastante tempo,até que consigo convercer ela a dormir.ela deita atras de mim e dormimos de conchinha.

acordo com ela dormindo tranquilamente ao meu lado com o cabelo na cara.saio sem acorda-la e visto uma roupa que uso no dia a dia,hoje não teria que ir no treino ou em alguma missão,pai alec falou que eu mereço um descanço.quando saio do banheiro vejo naginy sentada na cama bocejando.


-bom dia...dormiu bem?


-hurrum...-doz ela se espreguiçando-eu não acordei com vc ao meu lado,aconteceu alguma coisa?


-não,só estou acustumada a acordar cedo,desculpe não ter ficado com vc.-digo lhe-dando um selinho demorado.


-tudo bem,eu vou tomar um banho....eu posso pegar alguma roupa sua emprestada?


-pode sim...só não sei se vc vai gostar muito das minhas roupas...


-é...elas são um pouco pretas demais,todo shadowhunter se veste assim néh,lembro da lucy,de seus tios e de seu pai alec,todos meio goticos...


-é sim...nephilins gostam um pouco de mais de preto...

  

ela entra no banheiro e eu espero ela arrumando e limpando algumas armas que estavam sujas de sangue seco.naginy sai do banheiro com minha roupa e sorrio em ve-la.ela estava usando uma camiseta comprida preta,um calção jeans preto,uma meia calça preta arrastão,e um all star cano alto,também preto.


-ficou bom em vc...


-valeu...-diz ela olhando para as minhas armas que estavam emcima da cama.-desculpa eu...não consigo imaginar vc..sei lá...enfiando uma dessas em alguem.


-tudo bem,mas não mato pessoas,apenas demonios...


-mas aquele dia...vc atravessou o peito daquele cara com...essa aqui.-diz ela apontando para uma das facas que ainda não tinha limpado e estava suja com o sangue daquele mundano.


-ele ia te machucar,não iria matar ele,mas acabei perdendo o controle,desculpe,não queria que visse eu sendo um assassina,eu deveria protejer os mundanos,e não matalos,me desculpa...-digo abaixando a cabeça e ela me faz a olhar.


-não foi culpa sua...ele te machucou,e vc se defendeu...


-aquele dia...pq vc estava la?


-é que,quando vi vc matando aquele demonio,te segui,mas acabei me perdendo,e quando ia voltar pra casa aquele cara tentou...vc sabe,mas vc chegou e me salvou...-ela diz me dando um selinho e depois fomos para a cozinha tomar café,e pai magnus não percebeu a nossa presença,ele estava arrumando a mesa,só que levando os pratos e os talheres levitando até a mesa,e quando nos viu deixou um copo cair.


-TESSA!!-fala ele assustado-ela viu oq...


-ela ja sabe pai,não precisa se preocupar...


-Tessa Lightwood-Bane...-diz ele no mesmo tom quando vai me dar um sermão.


-foi só pra ela,eu juro, ela não vai falar nada,e seria bem pior se ela descobrisse agora sobre o mundo das sombras,com vc derrubando um copo no chão.. -digo e ele revira os olhos.


-tem certeza,vc sabe oq pode acontesser se....


-sim pai,eu tenho certeza...


-okay,o café esta na mesa,podem se servir...


-vc..também pode fazer aquilo?-pergunta naginy baixinho.


-claro que sim...e muito mais do que fazer um copo leviar...


tomamos café enquanto pai magnus conhecia naginy mais ou pouco,quando acabamos fomos para o quarto denovo.


-vc pode fazer,aquela...sua,coisinha?


-oq exatamente...


-sei lá...qualquer coisa...


-okay...-digo fazendo aparecer um ursinho de pelucia...-pra vc...-digo entregando a pelucia a ela que estava com um sorriso enorme no rosto.


-valeu....-diz ela abraçando o urso-é estranho sabia...essa sua coisinha nas mãos,ainda não me acustumei...


-rafael tabem dizia isso pra mim,sinto saudade da sua esquisitice-digo rindo mas logo caio no choro e naginy me abraça.


-ta tudo bem...vc vai achar ele....ele ta bem...-diz ela fazendo carinho em meus cabelos.ficamos alguns minutos ali,mas naginy consegue me animar de novo,era incrivel essa abilidade que ela tinha de me fazer rir nas horas tristes.


asmodeus on


fui para a escola e fingi ser a pessoa responsavel pela bebida,vi alguns garotos colocando alguma coisa nela mas não liguei,não é problema meu.

estava esperando tessa chegar,mas ela não chegava.quando estava quase indo embora,ouço sua voz,ela canta um musica e beija uma garota,vai ser ela mesma,parece ser uma pessoa importante para tessa,então sera mesmo a garota que se chama Naginy...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...