História "A Filha de Pennywise e o Mago Supremo" - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Doutor Estranho, It: A Coisa, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bucky, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pennywise - o Palhaço Dançarino ("A Coisa"), Personagens Originais, Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Steve Rogers, Thor, Wong
Tags Doutor Estranho, It: A Coisa, Os Vingadores, Penny, Strange
Visualizações 66
Palavras 1.727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura.

Capítulo 19 - "Reencontros Bons E Ruins"


Fanfic / Fanfiction "A Filha de Pennywise e o Mago Supremo" - Capítulo 19 - "Reencontros Bons E Ruins"

{TRÊS MESES DEPOIS}

{Penny ON}


Tá... Olha só:

Diferente do que eu pensava os Vingadores não passaram a me odiar; eles continuaram sendo meus amigos mesmo sabendo que eu sou uma criatura capaz de matar eles a qualquer momento.

Bucky e eu se tornamos como irmãos.
Me tornei muito amiga de Natasha por conta do trabalho na SHIELD.
A Mikaela tem se mostrado uma ótima pessoa; ela e Bucky começaram a namorar.
Strange e eu se tornamos muito amigos (apesar de eu querer muito mais que amizade).
Thor voltou para Asgard.

Loki fugiu da cadeia e apareceu para mim em forma de ilusão pedindo para que eu não conte a ninguém sobre a fuga dele.

Eu só não entrego ele pois eu devo uma ajuda a ele.

Certa lá estava eu no meu quarto assistindo televisão. Tínhamos acabado de voltar de uma missão que acabou em muitas mortes porque acabamos não tomando cuidado.

"Que tipo de aprimorados que trabalham ilegalmente acabam mais matando as pessoas do que ajudando?"—O noticiário questionou

Antes que eu surtasse e quebrasse a televisão ela desligou.

-A mídia está certa... A gente mais desgraça do que ajuda.—Falei em um suspiro

-Isso é exagero.—Strange falou se aproximando

-Se compararmos quem fica vivo e quem morre você vai ver que não é exagero.—Eu informei

-Pra quem mata com facilidade, você se importa muito com a vida.-Ele falou se sentando ao meu lado

-Sou metade humana Strange! Eu também tenho sentimentos sabia?-Eu falei irritada

-Tá bom calma! É brincadeira.—Ele falou sorrindo e eu revirei os olhos

-Tá tentando disputar com o Barnes para ver quem é o mais engraçadinho?—Eu indaguei debochadamente

-A gente pode chegar em um empate se quiser?—Ele disse sorrindo com deboche

Eu apenas sorri e encostei a minha cabeça no seu ombro.

-Natasha já chegou?—Eu questionei

-Ainda não. Você não devia estar no trabalho?—Ele interrogou desconfiado

-Fury me dispensou por essa semana.—Informei

-E com dispensar você quer dizer encher o saco dele até ele te dar uma folga, correto?—Ele perguntou arqueando uma sombrancelha

-Você acha que eu sou manipuladora?—Eu questionei fingindo estar brava

-Não acho. Tenho certeza.—Ele falou debochadamente

-Desse jeito você me ofende meu amor!—Eu falei colocando a mão no peito e fingindo estar magoada

Ele revirou os olhos

-Desculpa atrapalhar o casalzinho aí, mas o Rogers quer falar com todo mundo. Parece que ele trouxe um amigo para cá.—Wanda falou aparecendo na porta

-Já estou indo Maximoff!—Eu falei me levantando e seguindo ela junto com Strange

Fomos até a sala de descanso e vimos todos (exceto Steve e Natasha) na sala.

De repente a porta foi aberta e Rogers entrou acompanhado de certo moreno.

Senti meu coração falhar algumas batidas ao ver quem era.

-Gente, quero que conheçam meu amigo Sam Wilson.—O Capitão falou animado

No mesmo instante Laura olhou para mim incrédula.

Senti o desespero querer tomar conta de mim.

Não... Tudo menos ele!

Ele se virou e me viu; sorriu amigavelmente e veio em minha direção.

-Penny! Eu não acredito que é você... Quanto tempo!—Ele diz vindo até mim com um pequeno sorriso

Eu nada respondo, apenas o encaro sem expressão.
Sentia como se meus pulmões fossem se fechando e o desespero querer se apossar; olhei para Laura rapidamente e implorei com os olhos para que ela fizesse algo.

-Como você está?—Wilson pergunta colocando a mão no meu rosto e eu rapidamente recuo dois passos

Eu nada respondo e fica uma enorme tensão no ar, tanto que era possível cortar com uma faca.

Então eu me viro e saio quase que correndo dali.

{Penny OFF}

******************************

{Laura ON}

Assim que Penny saiu eu fui atrás dela.

Eu não acredito...

Sam Wilson está aqui!

"O que deu nela?"—Venom perguntou mais confuso que estudante no ENEM

-Se lembra que eu te contei que Penny parou de ter relacionamentos sérios por culpa de um otário que destruiu o coração dela?—Eu indaguei e Venom assentiu—O otário que fez isso com ela foi ninguém menos que Samuel Wilson.

Deixe eu explicar melhor...

A cerca de oito anos atrás Penny conheceu Sam e começaram a namorar. Wilson era um homem"perfeito" o único problema é que ele era extremamente ciumento, obsessivo e possessivo. Eles namoraram por cerca de três anos e chegaram a ficar noivos; dois dias antes do casamento, Sam simplesmente mudou-se para a Europa deixando apenas um bilhete para Penny dizendo que não estava pronto para assumir algo sério.

Eu enorme babaca!

Fui para o quarto de Penny e ela estava deitada na cama.

-Se ele chegar perto de mim eu juro que o jogo escada a baixo!—Ela disse quando me viu se aproximando

-Qualquer coisa eu como a cabeça dele.—Venom sugeriu com um sorriso cheio de dentes afiados

-Agradeço, mas você não pode comer porcaria!—A filha de Pennywise disse sorrindo minimamente

-Você tá bem?—Eu questionei preocupada

-Estou... Só quero descansar um pouco. Me deixa sozinha por favor...—Ela pediu suspirando fundo

-Não se deve ficar sozinha.—Eu retruquei

-Mas eu quero. Por favor.—Ela diz calmamente

Suspirei frustada e saí só quarto a deixando sozinha; ela tem que descansar, principalmente agora que eu estou vendo que vão tocar naferida.

{Laura OFF}

******************************

{QUEBRA DE TEMPO—15h45}

{NARRADORA ON}

-Sério Strange, você vai ficar nessa enrolação até quando? Pede ela em namoro logo!—Bucky disse meio irritado pela lerdeza do amigo

-Vocês estão sonhando alto demais!—O mago rebateu

-O Bucky tem razão Strange... Está mais do que na cara que vocês se amam e ficam nessa enrolação toda!—Steve teve que concordar com o Soldado

-Que enrolação? A gente não tem nada além de amizade. Somos só amigos.—O mago afirmou "fingindo demência"

-Para de enrolar e admite logo que você está apaixonado por ela droga!—Mikaela diz irritada

-Que? N-não estou apaixonado pela Penny!—Strange diz constrangido

-Tá bom e eu sou a Coelhinha da Páscoa então!—Mikaela fala irônica—Tá escrito bem na sua cara que você está apaixonado! Só falta você tomar um iniciativa e ir falar o que sente para ela.

-Tá legal e vocês querem que eu fale o que? "Oi Penny, então eu estou apaixonado por você. O que acha de ser minha namorada?"—O mago interroga com ironia

-Exatamente isso!—Bucky, Steve e Mikaela respondem juntos

-NÃO!—Strange afirma levemente irritado

-Porque não? Vai me dizer que está com medo de ser rejeitado? Olha só, o incrível Doutor Estranho que luta contra várias ameaças tem medo de se declarar para alguém!-Barnes diz caindo na risada

-Ela "fica" com o Stark. Não quero ser talarico do meu amigo.

-Mas não é nada sério! Eles terminam a hora que quiser! Para de inventar desculpa pra sua lerdisse!—Mika diz levemente irritada

O mago revira os olhos. Discutir com aqueles três era o mesmo que falar com uma porta; resolveu os ignorar e saiu andando pela base calmamente.

Caminhou distraidamente até que ouviu vozes vindo de um quarto isolado.

-...não quero ouvir suas desculpas.  Pouco me importa....

-Gata você precisa me escutar!

-Não me chame dessa maneira! Você sabe que eu...—A voz feminina é interrompida pelo som de metal sendo socado

Um longo silêncio se seguiu. Depois de um tempo a porta é aberta e Penny saí de lá de dentro com uma expressão de raiva; ela passa reto por Strange pois acaba nem percebendo ele no corredor. Alguns minutos depois a porta é aberta novamente e Sam saí de lá de dentro andando na direção oposta a qual Penny foi.

{QUEBRA DE TEMPO—23h59}


{Penny ON}

Lá estava eu no meu quarto conversando com Mikaela e Laura sobre vários assuntos aleatórios.

E claro que ela parecia amar me irritar com perguntas.

-Sério Penny, não sei quem é mais lerdo, se é você ou o Strange! Porque você não toma uma atitude e fala logo o que sente?!—Mika diz indignada

-Pra que? Para eu quebrar a cara? Muito obrigada mas não! Principalmente agora que o infeliz do Sam está aqui!—Eu falo levemente irritada

-Eu ainda não acredito que meu namorado é amigo daquele embuste...—Laura fala revirando os olhos

-Não me diz que está com medo de ele não gostar de você também? Tá com medo de ficar na Friendzone?—Venom pergunta com deboche

-Dá pra gente falar sobre algum assunto que não seja o Strange?

-Se vocês não tomarem uma atitude eu, a Laura, o Steve e o Bucky vamos ter que ajudar o casalzinho a se formar!—Mika afirmou e eu revirei os olhos

-Não preciso de ajuda.—Eu falei me levantando e indo até a porta

-Vai tomar alguma atitude então?-Venom indaga desconfiado

Eu nada respondo e saio do quarto.

Pelo silêncio que estava aparentemente os rapazes já tinham ido dormir. Vou andando pelo lado de fora da base até chegar em um canto afastado do gramado e me sento no chão observando o céu. Fecho os olhos respirando fundo naquele silêncio da noite, até que de repente sinto uma presença se aproximando; antes que a pessoa ousasse tocar em mim eu  me levanto em um pulo e dou uma chave de perna nele lançando-lhe ao chão, rapidamente fico por cima dele e, quando iria esmurrar seu rosto, paro com a mão no ar aí ver quem era.

-Loki! O que tá fazendo aqui?!—Eu indago desconfiada

-Estou vendo que é impossível te pegar de surpresa...—O Asgardiano diz sorrindo e então me lança ao chão ficando por cima de mim—Ou talvez não?

Empurro ele para o lado fazendo sair de cima de mim.

-O que faz aqui?—Eu questiono me sentando no gramado

-Vim te ver.—Ele diz calmamente enquanto se sentava ao meu lado

-Me diz logo o que você quer.

-Acha que eu venho apenas por interesse em algo—O moreno interroga se fazendo de ofendido

-Eu tenho é certeza.—Respondo com sinceridade

-Você me conhece tão bem!—Ele fala sorrindo e eu reviro os olhos

Ficamos em silêncio apenas observando o céu.

-Porque fugiu da prisão de Asgard? Agora sua localização não está em oculta... Ele pode te achar.—Eu afirmei calmamente

-Eu sei disso.—Loki disse suspirando profundamente

-Tem um plano? Porque você já está fugindo dele a cerca de seis anos e ele provavelmente está com muita vontade de te matar depois de você ter fracassado.

-Qualquer coisa você me protege.

-Atá, agora eu tenho cara de segurança? Não vou lutar contra aquele cara

-Porque não? Um Titã é fichinha para você.

-Eu sei. Mas o problema é seu. Você que resolva. Porque se eu ver aquele ser eu mato ele.

-Espero mesmo.—Loki disse com um pouco de ironia e eu dei um soco em seu braço fazendo ele reclamar de dor—Eu já vou indo.

-Tenta não fazer nenhuma burrice.-Falei se levantando e ele se levantou também

-Como poderia fazer? A burrice está toda com você!—Ele afirma sorrindo e então desaparece

Reviro os olhos e entro para dentro da base.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...