História A Filha do Chefe (Imagine Lisa) - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Blackpink, CL (Chaelin Lee), CrystaL Clear (CLC), Got7, Monsta X, TWICE
Personagens BamBam, Dahyun, Hyung Won, I'M, Jennie, Jihyo, Jisoo, Joo Heon, Ki Hyun, Lee Chaelin "CL", Lisa, Min Hyuk, Minnie, Momo, Personagens Originais, Rosé, Show Nu, Sorn, Won Ho
Visualizações 52
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O capítulo está pequeno e ruim, mas foi a única coisa que eu consegui escrever e não queria deixar vocês sem capítulo.

Boa leitura ❤🤘

Capítulo 14 - Juntas... Ou não


(POV's Narrador):

[...]

S/n estava deitada com sua cabeça sob o peito de Lisa, que fazia carinho em seus cabelos e às vezes dava um beijo no topo de sua cabeça. As duas estavam exaustas, porém felizes. Todos que sabiam da relação das duas sabiam que ambas as partes sentiam falta uma da outra, as duas também sabiam que ambas sentiam falta de tudo, todo o relacionamento amoroso que começara na Tailândia, com um beijo em um jogo bobo de "verdade ou consequência". As duas queriam que esse momento de carinho do – Não exatamente – casal durasse para sempre. E parecia que iria durar mesmo, era como se o tempo tivesse "congelado" e apenas as duas tinham o controle dele. Mas o sentimento não durou muito, já que o celular de Lisa começou a tocar. Porém ela não atendeu, queria aproveitar o máximo aquele momento com S/n, mas então seu celular começou a apitar várias mensagens em sequência. Ambas sabiam quem estava tentando falar com Lisa. Tentaram ignorar e voltar para o momento delas, entretanto, a campainha de S/n tocou. S/n e Lisa vestiram rapidamente suas roupas íntimas, S/n colocou uma camisola e Lisa um roupão de seda. A campainha tocou mais uma vez e S/n foi atender a porta, Lisa estava um pouco mais atrás, as duas estavam levemente nervosas. Lisa e S/n soltaram um suspiro aliviado quando a porta se abriu e revelou apenas um Jooheon um pouco sonolento, com uma jaqueta de S/n na mão.

-Honey, o que faz aqui, ainda mais a essa hora? -S/n perguntou, dando espaço para que Jooheon pudesse entrar no apartamento.

-Você esqueceu isso no carro... -Jooheon falou, entregando a jaqueta para S/n. -Eu ia trazer mais cedo, só que eu dormi. -Falou coçando a nuca de maneira fofa. -Espera... O que ela faz aqui? -Falou olhando para Lisa de cima a baixo. -E... De roupão? -Jooheon intercalava o olhar entre Lisa e S/n.

-A gente...

-Vocês estão juntas de novo? -Jooheon perguntou, levemente feliz.

-Não exatamente. A Lisa não terminou com a Rosé ainda. Eu sou tipo... Um relacionamento secreto.

-Eu posso ajudar com essa história. -Jooheon falou assim que entendeu o que estava acontecendo com Lisa e S/n.

-Como? -As duas perguntaram em uníssono.

-S/n, você lembra em Sense8, quando o Lito teve que esconder o relacionamento com o Hernando e usou a Daniella como fachada?

-Sei.

-Aqui se encaixa perfeitamente. Você será como Lito, eu serei como a Dani e a Lisa será como o Hernando. -Jooheon falou sorrindo. Achava sua ideia brilhante.

-Isso pode dar certo... -S/n olhou para Lisa.

-Desde que a gente evite se cruzar na empresa, e a Rosé não pode nem desconfiar.

-Bom, eu já vou. Só vim trazer a jaqueta. -Jooheon foi até a porta.

-Ok. Boa noite Honey. -S/n abriu a porta para Jooheon.

-Boa noite meninas. -Jooheon deu um beijo na testa de S/n e foi embora. S/n fechou a porta e se virou para Lisa, vendo que a mesma ficou desconfortável com a ação de Jooheon ao lhe dar o beijo na testa.

-Que cara é essa, Lisa? -S/n perguntou ao ver que a mesma ficara desconfortável com a ação do rapaz.

-Nada... Só acho engraçado que... -Lisa se aproximou de S/n, a puxando pela cintura e deixando seus corpos próximos. -Você dá trela pra ele, mas é meu corpo que você quer.

-Vai com a Rosé então. Coloca lenha na fogueira e alimenta esse amor falso. -S/n falou, arqueando uma sobrancelha. -Não é isso que você faz? Não é você que fica jogando lenha na fogueira mas na verdade queria estar jogando ela? Não é você que tá deixando a corda da garota bem comprida pra depois soltá-la e deixá-la cair do precipício? -S/n falava, com um certo tom de grosseria em sua voz.

-S/n...

-Não terminei! -S/n soltou, quase em um grito. -Você percebe o quão tóxica você está sendo em ambos relacionamentos?! Você me usa pra trair a Rosé, mas também não quer que meus amigos me tratem com um carinho a mais por ciúminhos. Você acha isso muito legal não é? Entrou em um jogo, onde você pode brincar e manipular garotas para serem suas e lhe satisfazerem. Há quanto tempo você faz isso? Desde a Tailândia com a Sorn depois que eu fui embora? -S/n falava cada vez mais e mais grossa.

-Como soube da Sorn? -Lisa perguntou, a mesma estava abalada com as palavras de S/n.

-Não sou idiota, Lalisa. Sei que você usou a Sorn para me esquecer. E agora você tá me usando pra tapar o buraco que a Rosé não consegue! -S/n empurrou Lisa e se sentou no sofá. Colocou suas mãos sobre o rosto em uma falha tentativa de se acalmar.

-S/n... -Lisa se aproximou do sofá.

-Vai embora do meu apartamento, e não volta mais. Nunca mais. -S/n falou estressada. Sem tirar as mãos do rosto, pois não conseguia encarar Lisa.

-Certo. Vou pegar minhas coisas. -Lisa foi para o quarto e vestiu suas roupas. Pegou sua bolsa e seu celular e foi em direção a porta. -Toma. -Colocou as chaves que tinha do apartamento de S/n sobre a mesinha que tinha do lado da porta e saiu.

S/n foi para seu quarto e pegou seu celular, voltando para a sala.

(POV's S/n):

[Pv Joonnie Migo ❤]:

[S/n]: Pode vir aqui?

[S/n]: Sei que tá tarde...

[S/n]: Mas preciso de você aqui comigo...

Dois minutos se passaram e minha campainha tocou. Abri a porta e vi Jooheon lá, com o celular na mão.

-Oi. -Falou assim que abri a porta. -Vim o mais rápido que pude. -Sorriu.

-Virou o Flash? -Dei espaço e deixei que o mais velho entrasse, assim ele fez e fechou a porta atrás de si.

-Sempre serei o Flash pra minha pequena. O que houve?

-Discutimos. Bem feio. -Me joguei no sofá, jogando meus braços pelo encosto e meu pescoço para trás, Jooheon se sentou ao meu lado.

-Por que?

-Ela é tóxica. -O encarei, vendo que o mesmo me olhava confuso.

-Como assim?

-Bom, ela me usa pra tapar buracos que a Rosé não tapa, e ainda fica de ciúminhos pra cima de mim só porque você me tratou com carinho.

-Mas você não ama ela?

-Amo mas... Eu não quero viver um relacionamento tóxico. Não de novo... Você sabe tudo que eu já passei em vários outros relacionamentos.

-Vários não né. Todos os relacionamentos que você teve eram tóxicos. Santificado seja esse dedo podre. -Falou pegando minha mão entre as suas, em forma de "oração". -Já pensou em falar com o Hyun?

-Já falei com ele alguns dias atrás. Ele disse que eu teria vários desafios e teria... -Arregalei os olhos assim que lembrei.

-Teria...?

-Que saber lidar bem com eles. -Menti.

-Lidar bem é uma coisa que você nunca soube. Sem ofensas.

-Eu sei lidar bem com as coisas ok?

-Aham, não quis fazer um comeback com o Blackpink só porque a Lisa tá no grupo e olha o que aconteceu com seu cabelo... Apesar que você ficou bem mais gostosa assim.

-Jooheon nera viado nera?

-Eu sou. Porém sou sincero também. E você fica muito gostosa desse jeito, se nós fossemos héteros eu já tinha pegado. -Deu de ombros.

-Confesso que te acho muito gostoso também... -Falei simples. Jooheon se aproximou de mim, iniciando um beijo calmo que rapidamente foi apartado.

-Eca. -Jooheon falou, esfregando a mão na boca assim que o rápido beijo foi cessado.

-Meu Deus, não. -Passei a mão na boca também.

-Por que achamos que isso daria certo? -Jooheon falou, rindo.

-Estamos carentes. Até demais...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...