1. Spirit Fanfics >
  2. A Filha Do Comandante Da CIA - Camren adaptada >
  3. Capítulo: 49

História A Filha Do Comandante Da CIA - Camren adaptada - Capítulo 49


Escrita por:


Notas do Autor


BOom dia meus anjinhos 😍❤️

Capítulo 49 - Capítulo: 49


                        CAMILA POV


Como vem acontecendo com muita frequência ultimamente, acordei mais uma vez antes de Lauren que dormia profundamente. Me levantei bem devagar na tentativa de não acordar ela, mas foi em vão.

-- Tu não acha que tá muito cedo pra sair da cama não?__perguntou com uma mão no meu pulso e a voz abafada pelo travesseiro.

-- Estava sem sono e quis adiantar as coisas aqui__digo me deitando sobre ela, que se limitou a sorrir e do nada inverteu as posições, ficando assim ela por cima, no controle como a mesma gosta e eu juro que não me importo.

-- Vou fingir que não é porque tu queria falar com a Ally antes de mim__disse e eu sorri culpada.

-- Talvez você tenha uma ponta de razão__saiu de cima de mim já seguindo para o banheiro__ Mas só talvez.

-- Sei disso__sorriu__ Tu vem?

Sem dizer mais nada, apenas me levantei e a segui. Tomamos um banho rapido e sem sacanagem, o encontro que ela marcou com a Ally seria bem cedo, então ela ja estava quase atrasada, o que não é nenhuma novidade. Terminamos de nos arrumar e descemos as escadas já seguindo até a garagem, onde sem nem precisar de uma discussão entramos no carro dela com a mesma na direção.

-- Eu vou poder participar dessa conversa tão importante?__perguntei pronta pra receber um não como resposta.

-- Claro__disse dando a partida__ Só não poderia se eu ainda estivesse mantendo isso em segredo__sorriu__ Mas mamãe fez questão de expor tudo, então não vejo problemas.

-- Eu amo a sua mãe__falei e ela riu em negação.

-- Só espero que não ame ela mais do que a mim__comentou e eu sorri um pouco sem graça, o que é óbvio que não passou despercebido por ela__ Aconteceu alguma coisa? Eu disse algo de errado?

-- Não, não é nada com você...eu só me lembrei de algo importante__olhei pra ela e dei o meu melhor sorriso__ Daqui a pouco passa, não precisa se preocupar..esse papel é meu.

-- Com certeza é__concordou sorrindo, como sempre__ Mas se quiser dividir, sabe que não vou me importar__assenti e deixei o silêncio tomar conta do restante do percurso.

Ouvir ela brincar com aquela frase, me fez lembrar que eu nunca disse isso diretamente pra ela, nunca disse com todas as letras que a amo. O que chega a ser um pouco engraçado, porque todos que nos olham podem ver que ela é bem mais reservada do que eu, o que leva a crer que sempre serei eu a me abrir primeiro em qualquer situação, o que não aconteceu. Ta certo que ela só disse as três palavras uma única vez, e em um momento nada especial, mas não negou quando mencionei o assunto, o que a deixa em vantagem em relação a mim. Não sei o que acontece, eu simplesmente travo na hora de dizer, e ela não parece disposta a repetir a não ser para retribuir.

-- Camila?__sou tirada dos meus pensamentos pela mesma__ Chegamos__olhei em volta e vi uma lanchonete, sério que não podia ser mais longe da agência? Três quadras de distância apenas, são de fato duas loucas__ No que tanto pensa? Ficou sem dizer nada durante quase todo o percurso. Não precisa esconder nada de mim, sabe disso__sorriu orgulhosa__ Principalmente porque eu sou boa em desvendar mistérios.

-- Não esse__falei já descendo do carro e ela fez o mesmo vindo atrás de mim.

-- Isso é o que veremos__me deu um beijo na bochecha e tomou a minha frente já avistando a Ally com aqueles olhos de águia que ela tem, nunca vi igual__ E ai? Como vai a tira mais pé no saco que conheço?__disse cumprimentando e Ally sorriu em negação.

-- Vou muito bem e lutando para descobrir uma coisa__disse sorrindo e eu já saquei tudo.

-- Que seria?__perguntou puxando uma cadeira pra mim. As vezes me esqueço que ela pode fazer isso..ter bons modos.

-- Desde de que conheci você, eu venho tentando resolver o mistério de como a Mila te atura__sorriu ainda mais__ É sério Mila, como você consegue? Se me lembro bem, seus namoros nunca passaram de uma semana porque você não suportava a ideia de ser regrada, ou acharem que podem mais do que você, esse tipo de coisa...como vocês ainda estão juntas?

-- Pergunta interessante__falei e recebi o olhar curioso de Lauren sobre mim__ Mas acho que é porque a gente se completa..de uma maneira nada convencional e muito estranha, mas a gente se entende__sustentei seu olhar antes de terminar__ Só precisamos parar com os segredos, não é?

-- Com certeza__concordou sorrindo e se virou pra Isa__ Mas vamos ao que nos trouxe aqui..conseguiu o que eu pedi?

-- Não foi fácil, mas sim__disse entregando um pequeno envelope para retardada ao meu lado__ E você é uma completa idiota só por tentar isso__olhou pra mim__ Pensei que você não soubesse?

-- Se dependesse desse traste, continuaria não sabendo.

-- Eu ainda tô aqui__se fez presente e eu apenas ri__ Minha mãe fez questão de vigiar os meus passos e contou tudo pra ela__disse guardando o envelope dentro da jaqueta.

-- Eu amo a sua sogra__falou e Lauren suspirou cruzando os braços.

-- Eu também__concordei__ Ela é um máximo e consegue fazer a Lauren ter modos__sorri__ Acho que ela faz mágica.

-- Vou te jogar do último andar do nosso prédio__ameaçou e eu a olhei de sobrancelhas arqueadas.

-- Não teria coragem__desafiei e ela sorriu__ Ou teria?

-- Não queira pagar pra ver__piscou pra mim já se levantando e Ally fez o mesmo.

-- Eu já vou indo porque estou atrasada__disse pegando sua bolsa__ Boa sorte com o que pretende fazer.

-- Espera que vou com você__falei também me levantando__ Te vejo mais tarde?

-- Você não vai__disse firme e me prendeu pela cintura.

-- Como é?__olhei pra trás e Ally apenas acenou deixando por fim o local__ Tá mesmo achando que manda em mim?

-- Não, mas hoje você está de folga...tu trabalha demais e descansa muito pouco__segurou em minha mão com firmeza e literalmente me puxou até o carro__ E aproveitando que consegui que você fosse despensada dos próximos três dias__a olhei incrédula e a palhaça apenas sorriu e abriu a porta para que eu pudesse entrar, sem ter muito o que fazer, entrei e ela deu a volta fazendo o mesmo__ Quero te mostrar algumas coisas..como você mesma disse, chega de tantos segredos, se é pra gente ficar junto, que seja na base da confiança em primeiro lugar__disse dando a partida.

-- Como foi que você conseguiu a minha dispensa?__fiquei mais do que curiosa com isso.

-- Na verdade, depois de eu quase ter que a ameaçar, a Ally topou fazer isso por mim__sorriu convencida me olhando de relance__ Ela é mais cabeça dura do que tu.

-- Ela é minha irmã gêmea de outra mãe__sorri orgulhosa e ela negou com um acenar de cabeça__ Mas já que eu estou sem fazer nada por sua causa, me fala mais sobre o que quer me mostrar.

-- Em resumo básico, é o motivo por eu estar chegando tão tarde em casa__fixei meu olhar sobre ela e a mesma estacionou o carro e se virou pra mim__ Um deles eu só iria te contar quando fosse finalizado, e ainda falta um pouco, sem dizer que tu tem que aceitar pra poder funcionar.

-- Ok, já não tô gostando de nada disso__respirei fundo antes de soltar a pergunta__ Não tem morte envolvida nessa história não né?__sorrindo ela negou__ Eu acho bom mesmo__olhei em volta e não reconheci o local__ Onde estamos?

-- Onde vamos executar o começo do fim da carreira daquele escroto__disse já descendo e eu fiz o mesmo__ Não se preocupa se ele surtar, ok?__assenti mesmo sem saber do que ela estava falando e a segui até a entrada de um galpão subterrâneo, o que esse povo tem contra um alojamento comum?

-- Quando eu disse pra tu não sumir, não pensei que fosse voltar tão cedo__fizeram um toque meio estranho e eu fiquei alguns passos atrás dela observando tudo.

A segurança do local é muito boa, e difícil de ser acessada, o que deixa crer que quem a montou deve ter um QI de gênio, sem dizer que as senhas usadas não são de fácil recordação, e ainda não creio que a Lauren conseguiu guardar tudo isso, eu teria me perdido na primeira sequência de números.

-- Camila, esse nerd babaca aqui__chamou minha atenção__ É o Denis, o melhor hacker desse país, e literalmente meu melhor amigo__sorriu pro cara que lhe acertou um soco no braço.

-- É um prazer conhecer o provável culpado da invasão ao sistema da casa Branca__falei e ele sorriu se entregando.

-- Acho que o prazer é meu.. finalmente estou conhecendo quem colocou rédias curtas nessa filha da mãe aqui__Lauren revirou os olhos e se jogou na cadeira ao lado dele__ Camila Statham Cabello, agente especial da Cia, com passagem pelo FBI, missão no Brasil, filha do comandante a frente da Cia a mais de dez anos, Jason Statham Cabello, ultimo trabalho de suma importância foi a queda da máfia russa, missão de uma semana atrás, trabalho em conjunto com a inteligência russa__sorriu também se sentando e me deixando de boca aberta, nem sei o porque, ele conseguiu hackear a casa Branca sem ser pego, o que é a minha biografia pra ele?__ Como vocês ainda estão juntas sendo de lados completamente opostos?

-- Nem sei mais como responder essa pergunta__falei.

-- Queda da máfia russa? Dessa eu não sabia, juro__comentou ainda sorrindo__ Acho que dessa vez eu acertei em cheio__piscou e se virou pro nerd__ Vamos colocar em andamento a missão desabamento__serio que foi esse o nome que ela escolheu?

-- Pensei que isso seria pra próxima semana?__disse mais logo já entendeu a jogada__ Você já conseguiu__confirmou e Lauren sorriu__ Ok então, dentro de quinze minutos todos irão saber quem é o homem por trás daquela máscara.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...