História A Filha do Justin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Harry Styles, Joseph Morgan, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Ryan Butler, Zayn Malik
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Harry Styles, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Joseph Morgan, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Ryan Butler, Zayn Malik
Tags Drama, Obsessão
Visualizações 51
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo (cinco)


Srta.Williams

Caminhamos até a bela fonte em forma de anjo. Luke me indica um banco de marmore sentamos e olhamos para cima contemplando o céu que está completamente estrelado. Deus é maravilhoso. Sinto os olhos de Luke sobre mim.

- Jodie.

Viro me, o encarando.

- Sim

Ele engolhe em seco. Esta nervoso, posso sentir. Luke olha para frente, depois para mim e então joga a cabeça para trás.

- Ela tem uma família. - hun? Ela? Ela quem?

- Ela quem senhor? - Luke me olha com uma leve irritação. - perdão, Luke.

- Minha filha. Evangeline. - Eva? Minha Eva?

- Desculpe, não entou compreendendo. - olho confusa.

- Contratei um detetive á algum tempo atrás, para procurar a família biologica da minha menina, e ele descobriu que não só ela tem uma família, como essa mesma é milionaria, tanto quanto eu... ou ate mais. - O quê?.

Me alevanto de supetão: - E por que fez isso? - pergunto, ja nervosa.

- Curiosidade - Ele esta mentindo.

- Mesmo? - Ergo uma sobrancelha. - Não minta para mim... conte a verdade... eu tenho o direito de saber - grito na ultima frase. Ele me olha com raiva e se alevanta, parando a poucos milimitros de mim.

- Direito? - Sua voz pinga em sarcasmo - Você NÃO tem nenhum direito sobre ela... hun. Ela é minha - ela me empurra. E eu acabo batendo minhas costa na fonte. Gemo de dor. O olho chocada, vejo que seus olhos estão escuros... escuros de raiva.

Abaixo minha cabeça e peço desculpas: - Eu me importo muito com ela... mais do que comigo mesma.

Ele vira de costa e xinga alguns palavrões. Depois virá para mim e me abraça: - Desculpa... mil desculpas, eu... eu não queria. - Sinto algo molhado em meu ombra. Ele esta chorando? 

- Sen-Luke, por que está chorando?

- Estou com medo... não quero deixa-lá... mas, mas eu não posso ficar mais com ela.  Me ajude. - Oque? Não. Eva.


Justin Bieber point

- Elena me disse que você vai ficar bem - digo, pego um banquinho e o coloco perto da cama.

- Sim, o tiro foi de raspão - É visível seu alivio - sem sequelas. - Sorri.

- Chris. Ryan me contou resumidamente o que aconteceu. - Chris e todos dentro do quarto congelam na hora e seu sorriso some. Estão com medo. Medo de mim...

- Calma - dou uma risada, e vejo seus corpos relaxarem. Estou puto da vida... mas não com eles. - Não precisam ter medo. Eu não farei nada com vocês, não se preocupem.

- Que bom que entende que não foi nossa culpa. Estavamos em desvantagens - Chaz se pronuncia - Em todo caso, não vamos deixar barato. Roubaram e machucaram um membro e vão pagar muito caro, certo Justin?!.

Dou um sorriso macabro: - Pode aposta que sim... Sem piedade.

- Eu acho até que já tenho um primeiro suspeito - Ryan, que até então não tinha dito uma palavra sequer, se manifesta com um ar pensativo. Ah é?

- Otímo, vamos conversar sobre isso... mas amanhã. Ok?. Chaz pega o Chris e coloque no carro.

- Eu? Por quê?

- Por que eu mandei - Suspiro irritado, as vezes eles me cansam.

- Ta... - bufando de raiva, Chaz pega Chris no colo e o leva.

- Ok, eu estou vazando, até mais Elena - Ryan se inclina e dá um selinho em Elena - Drew, você vem comigo?

- Si-...

- Não - Elena me interrompe - Ele vai ficar aqui... - Elen me olha com luxuria - comigo.

- Ta, tenham uma Boa noite - Ryan nos lança um sorriso malícioso e saí.

- Elena eu não posso ficar. - Quem você pensa que é?.

Elena caminha até mim, com belo sorriso, põe sua mão em ombro e sussura: - Não vá. Fique esta noite... a muito tempo não nos viamos. - Ela sobe sua mão até minha nuca e a puxa me beijando. Pulando em meu colo, ela começa a gemer meu nome. Beijo a com fervor.

 Vadia, se é assim que você quer... 


Chaz Sormes point

- Ué!, cadê o Justin? Ele não vem? - pergunto confuso.

Ryan entra no carro: - Não. Ele vai ficar - ele dá um sorriso safado. Ah, claro saquei.

- Chris tudo bem aí? - pergunto ao Chris, que esta todo torto no banco de trás. Dou risada.

- Não. Precisava trazer todas essa tralhas? - Chris pergunta zangado se referindo a enorme caixa de papelão ao seu lado.

- Essas "tralhas" são por acaso seu novo computador. - Digo e seus olhos brilham. Hun, nerd. - Mas se não gosta eu posso joga-las pela janela.

- Não se atreva, quando foi que chegou?

- Hoje a tarde, esqueci de tira lá do carro.

Dou a partida; e saio "voando" dali, tenho que deixar o Chris e Ryan em casa, e depois... ah, depois eu vou foder e foder aquela putinha.


Srta.Williams point

Estou com medo... não quero deixa-lá... mas, mas eu não posso ficar mais com ela. - Oque? Não. Eva.

Me desvencilho do seu abraço. Não posso acreditar no que estou ouvindo. Como assim não pode ficar com ela? Será que...

- Espera. A família biologica dela estão querendo reivindicar a guarda da Eva? - pergunto, sentindo aflição por algo que não posso mudar.

- Não. É pior...

- Pior? Como assim? Por favor me conte.

- Muito bem, a situação é que...

A medida que Luke vai me contando, vou sentindo minhas pernas fracas e falhas. Não consigo mais olhar para ele, as palavras fugiram. Estou muda. Então vai ser assim?

- Então Jodie, vai me ajudar?

Sinto que o mundo esta desmoronando sobre mim, sinto me solta, sem lugar, sem direção.

- Por favor, é para o bem dela.

- Ok. - Uma lagríma solitaria escorre por sua face. Desculpe Eva.


Notas Finais


Desculpe pelos erros💔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...