História A filha do vilao - Capítulo 7


Escrita por: ~

Visualizações 11
Palavras 653
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Policial, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Conselho materno e paterno


Era uma manha acolhedora. Todos se levantavam de suas camas para começarem mais um dia no reino. Quando estava prestes a colocar meu manto e minha coroa sally apareceu nervosa em meu quarto.

-O que aconteceu irmãzinha?

-Tem um príncipe e uma princesa de outro reino querendo noivar conosco.Vieram junto com os pais.

Desci com sally para averiguar. Chegamos na sala do trono e nos sentamos.

-Quem são vocês?

-Somos o rei sonic,rainha Rosie e os príncipes vanilla e vector.

-O que os traz ao nosso reino?

Antes que pudessem dizer o motivo um deles tirou de dentro do traje uma carta.

''Meninos, quando ambos completarem 25 anos de idade receberão a visita de seus futuros pretendentes que escolhemos quando vocês eram crianças."

Antes de tomarmos qualquer decisão consultamos Charles e Julian.

-Vocês dois poderiam nos explicar isso detalhadamente?

-Quando vocês nasceram seus pais combinaram com esses monarcas de fazer com que sally se tornasse rainha ou Elias se tornasse rei quando ambos tivessem 25 anos. O momento chegou e agora só falta saber quem vai assumir essa tarefa.

Tínhamos que agir cautelosamente pois não sabíamos os hábitos daquele príncipe e daquela princesa. Levantamos de nossos tronos e os olhamos de cima a baixo. Os outros dois fizeram o mesmo. Eles viram que tínhamos as espadas reais em nossas cinturas.

-Acho que os nossos hábitos são diferentes. Pois eles usam espada e nós não.

-Porque vocês não mostram a eles o resto do castelo?

Mostramos cada local da parte externa e interna do castelo. Eles ficaram boquiabertos pois o castelo em que eles moravam era pequeno. Um deles pediu para ver nossas habilidades com as espadas.Enquanto mostrávamos eles perceberam que caso fossemos ameaçados não teríamos medo de usar a espada.

-Aonde fizeram essas espadas?

-Essas espadas já foram seguradas por diversos monarcas da nossa família. E quando for a nossa vez de reinar usando as coroas de nossos pais colocaremos nossos nomes nas espadas.

Eles ficaram encantados com as gemas que tinham no cabo das espadas.Retornamos para a sala do trono.

-Como foi o primeiro contato?

-Eles são um pouco hostis quando se sentem ameaçados. Não sei se é uma boa ideia esse acordo matrimonial.

Os pais não ligaram para o que seus filhos disseram e pediram para Charles e Julian chamar os fantasmas de alicia e Max.

-A primeira impressão que nossos filhos tiveram de sally e Elias é de que são um pouco hostis quando se sentem ameaçados.

-Vocês devem ter esquecido de avisar seus filhos sobre esse detalhe. Nós dois também éramos assim.

Eles desapareceram e aquele casal chamou seus filhos.

-É melhor vocês terem cuidado. Principalmente o que for escolhido pois uma ameaça qualquer a sally ou Elias eles farão o sangue de vocês cair na espada.

Os dois aceitaram em tomar cuidado. Duas semanas depois foi decidido que Elias se casaria com vanilla e ele pediu conselhos ao pai e a mãe.

-Vocês tem certeza de que vanilla será uma boa rainha?

-Certeza absoluta meu filho. Ela não ira te ameaçar e nem te decepcionar.

Dormi mais tranquilo para o dia do casamento. Na manha seguinte nem consegui me vestir direito pois vanilla entrou correndo.

-Não sabe por acaso bater se a porta estiver fechada?

-Desculpe. É porque aquele tal de Julian esta tocando nas partes intimas de sua irmã.

Sabia que o que estava fazendo com sally era uma massagem relaxante mais fui no jogo dela.

-Aonde eles estão?

Ela me levou ate o aposento de Charles e apontou para Julian que naquele momento estava passando os dedos nas orelhas de sally.

-Chama isso de estar em apuros. Acho que você vai ter que se acostumar.

Isso ia ser difícil para ela pois não estava nos hábitos.Depois que sally saiu da mesa eu também quis uma.

-Quer fazer também Elias?

Deitei de costas e Julian começou a tocar com os dedos bem de leve em minhas costas.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...