História A Filha Mais Nova de Hades - Capítulo 4


Escrita por: e LovePower

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Apollo, Bianca di Angelo, Dionísio, Grover Underwood, Hades, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Quíron, Thalia Grace, Will Solace, Zeus
Visualizações 146
Palavras 839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - 03


Fazia uma semana que vim para esse acampamento e não entendi o porquê de ainda estar aqui! 

- Drica, você tem que se levantar. - Nico falou quando se  levantou. - Annabeth disse que você ainda não foi ter aulas de grego antigo com ela, poderia me dizer por quê? 

- Não. 

- Eu preciso te lembrar que sou seu...

- Irmão mais velho, que devo te obdecer e blá blá blá blá. - falei o interrompendo e abrindo meus olhos. - Eu já decorei. 

- E por que não obedece? - perguntou se aproximando da minha cama e me encarando. 

-  Nunca fui muito boa em seguir regras. - respondi e o encarei. 

- Você poderia fazer tantas coisas nesse acampamento. - Nico falou tentando mudar de assunto. - Corrida, arco e flecha, esgrima, poderia aprender grego antigo e muitas outras coisas! Mas não faz nada disso, só fica aqui dentro e nem anda comendo. 

É verdade. 

Nessa uma semana, passei a maior parte do tempo dentro do chalé. Quando Nico não estava, eu dormia mais, as vezes saía só para ver o tempo, andar um pouco e receber olhares dos outros campistas - olhares de curiosidade. 

E também não andava comendo. 

- Eu sou obrigada a fazer essas coisas? - questionei. 

- Na verdade, não. 

- Se não sou obrigada, não quero e não vou fazer. - falei e me sentei. 

No mesmo momento, alguém bateu na porta do nosso chalé. 

- Grover! - Nico falou de forma animada. - O que faz aqui?

- Bom dia Nico. - Grover deu um sorriso. - A Drica está? 

Na mesma hora, meu irmão se virou para me encarar. 

- O que foi que você aprontou? 

- Nada. - respondi dando de ombros. 

- Se você tiver feito algo...

- Vai me por de castigo? - questionei e sorri de forma debochada. - Preciso te lembrar que você não é o meu pai e nem a minha mãe? 

- E eu preciso te lembrar que sou o seu irmão mais velho? - questionou me fuzilando com os olhos. 

- Irmão mais velho esse que não sabia da minha existência! 

- E agora a culpa é minha? - ele perguntou tentando manter a calma. 


Quando abri minha boca para retrucar, Grover interviu. 

- Ei, vocês dois! - falou entrando no chalé e fechando a porta. - Fiquem calmos. Nico, a Drica não fez nada de errado.

Meu irmão ainda me encarava, ele parecia estar prestes a perder a cabeça. 

- O Sr.D e Quíron querem ver vocês dois. - falou o sátiro e deu um sorriso amarelo. 

No meu primeiro dia no acampamento, Sr.D foi ao Olimpo falar com os deuses e voltou no dia seguinte.  Nico estava esperando que eu fosse convocada para ir falar com eles. 

- Demorou. - falei me levantando e me espreguiçando. - Podem sair? Preciso trocar de roupa. 

- Cinco minutos. - Nico avisou saindo do chalé junto com Grover. 

.

.

- Bom dia Sr.D, bom dia Quíron. - Nico falou quando paramos na frente dos dois.

Eles estavam jogando pinochle.

- Bem, bem, bem...- começou Sr.D encarando suas cartas. - sentem logo. 

Foi o que fizemos. 

- Drica, percebi que você não anda participando das atividades, comendo...- Quíron começou a falar e  deixou suas cartas de lado. - você precisa se alimentar, menina. 

- O que querem comigo, afinal? - perguntei encarando os campos de morangos. 

- Quer ir logo ao ponto? Está bem, vamos logo ao ponto. - Sr.D largou suas cartas e encarou a mim e Nico. - Os deuses resolveram ter piedade de você. 

- Maravilhoso. - falei soltando um suspiro. - Era tudo o que eu queria, a piedade deles. Simplesmente maravilhoso. 

Nico me encarou sério. 

- O que... - tentou questionar e encarou os mais velhos. - O que o senhor está querendo dizer com " resolveram ter piedade" ?

- O Senhor do Céu, iria mandar um raio diretamente para acertar sua irmãzinha. - Quíron falou e o encarei pelo canto dos olhos.  - Mas, os outros deuses o convenceram que ela não tinha culpa por um erro que seu pai cometeu. Então, ele resolveu te deixar viver. 

- Isso é bom. - Nico falou e pelo canto do olho vi o mesmo sorrir.

- Tem um porém. - no instante em que Quíron falou isso, vi o sorriso do meu irmão se desmanchar. - Drica poderá viver se não causar confusões, brigas ou se meter em problemas. 

- Está falando que minha vida depende do meu comportamento? - perguntei o encarando de olhos arregalados e dei um sorriso irônico. - Avisa pra Zeus que ele já pode mandar um raio para me acertar.

- Não brinque com esse tipo de coisa, criança. - Sr.D advertiu. - Se comporte e irá viver, saía da linha e conhecerá a ira de Zeus. 

Revirei meus olhos.

- Terá três chances, Drica.  - Quíron falou. - Três chances, menina. Não as desperdice. 

- Estarei morta antes que o verão acabe. - falei me levantando e deixando os três para trás. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...