História A flor azul de Konoha (kakahina) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Shizune
Tags Hinata, Kakahina, Kakashi, Naruhina, Naruto
Visualizações 80
Palavras 1.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura :)

Capítulo 1 - Cap. 1 - Sentimentos conflituosos


Kakashi olhava a noite para o céu estrelado e se perguntava “como pôde deixar aquilo acontecer?” Ele, um shinobi respeitado e de temperamento calmo, capaz de analisar os movimentos do mais difícil ninja nos campos de batalha, não percebeu que o amor invadiu seu coração. Estava perdido!!!

Eu seu cargo como Hokage, recém conquistado, tinha sempre decisões difíceis a tomar, e normas a cumprir, mas nem o maior nível shinobi a ser dado a um ninja parecia ser páreo para as decisões que envolviam o seu amor não correspondido, aliás, nem notado, como era o seu caso.

- Céus, como não percebi meus próprios sentimentos?

Se lamentava pelo irremediável que trazia consigo tantas questões conflituosas

- Por que logo ela? O que posso fazer agora? Se controla Kakashi, você não pode agir como um adolescente, Hinata não é pra você!

Ele se repreendia sob que mais o fazia lembrar dela, a lua! Os olhos dela, no coração dele, brilhavam como as noites de lua cheia, onde até as estrelas reverenciavam a sua luz.

Kakashi sabia de todos os detalhes sobre ela. Depois da 4ª grande guerra, Hinata se esforçara para demonstrar seu amor por Naruto, incentivada por sua amiga Sakura, o que acabou aproximando os três amigos, Hinata, Sakura e Naruto. Nesse meio tempo de aproximação, Naruto foi percebendo Hinata, sua beleza, sua delicadeza e o seu amor por ele, a percebeu de tal forma q não a via mais como a estranha Hinata de quando eram crianças, mas como a jovem e bela mulher que o amava e  fez brotar sentimentos dentro do seu coração.

Mas não parava por aí, se já não fosse complicado ter se apaixonado por aquela que é perdidamente apaixonada pelo seu ex-aluno, ter que vê-lo corresponder aos sentimentos dela era como a sensação de mil facas serem enfiadas  em seu corpo, mas tinha que se recompor, devia ficar feliz pela felicidade dela, se iludia dessa forma, na tentativa de amenizar seus sentimentos. E, como ele sabia disso? Seu próprio ex-aluno lhe contou, para se aconselhar sobre suas questões amorosas.

Naruto, apesar de estar se apaixonando por Hinata, ainda tinha dúvidas sobre o que sentia pela Hyuuga, já que sempre acreditara ser apaixonado por Sakura, seus sentimentos ainda eram confusos.

Via na companheira de time alguém que sempre esteve com ele, não sabia diferenciar o tipo de amor sentido por cada uma. Então, Kakashi acreditando não ter chance alguma, incentivou Naruto a dar uma chance aos sentimentos que estavam brotando no peito dele, mal sabia ele, que Kakashi se esforçava para parecer Natural na frente de seu ex-pupilo, porém assim que Naruto se deu por vencido daquela decisão e saiu à procura de Hinata,  ele pode dar vasão aos sentimentos reprimidos naquela conversa, arrependia-se de ter aconselhado Naruto daquela forma, afinal, estava falando de seu grande amor, porém tinha em mente que aquilo era o melhor a se fazer, já que seu amor  estava perdido quando Hinata  percebesse que começara a ser correspondida por um certo loiro, hiperativo e cabeça oca, como ele mesmo gostava de chamá-lo.

- Acho que vou enlouquecer -  pensava -  Hinata agora está mais que inalcançável, eu sou velho demais para ela, já tenho 30 anos, e ela ainda na flor da idade, aos 22 anos, o pai dela não me aceitaria como namorado dela, e agora o sonho dela se realizou, está com o Naruto -  Não poderia fazer nada, ele se atormentava – Inferno!!!

Tivera ainda, por acaso do destino, a observar algumas cenas apaixonadas de Naruto e Hinata, andando de mãos dadas pelas ruas de Konoha, cumprimenta-os com um sorriso nos olhos, sempre fazia assim para que não percebessem seu desconforto ao vê-los de forma tão intima, e não parou por aí...

Certa vez andando próximo ao campo de treinamento do time 7, pode sentir dois chacras tão familiares para ele, resolveu então ocultar seu chacra para passar despercebido, mas foi um péssima ideia quando os avistou, Naruto estava beijando Hinata ardentemente encostados em uma árvore, sua mente dizia – Kakashi não se torture assim – mas foi inevitável, olhava aquela cena com misto de dor e prazer. Sua dor em ver a sua amada tão entregue ao beijo de outra pessoa, mas ao mesmo tempo, imaginava-se no lugar de Naruto, a beijaria com maior desejo e amor, tinha certeza, seu membro já endurecia só de imaginá-la tão aberta aos seus beijos...então voltou à sua realidade e resolveu sair daquele lugar para dar privacidade ao casal.

Para de remoer esses acontecimentos- pensou - tenho que tentar dormir - saiu de sua varanda onde observava o brilho do luar e entrou em seu quarto, deitou-se a fim de dormir e acalmar seus pensamentos, já não adiantava mais pensar nesses sentimentos conflituosos, decidiu dormir, estava tarde e precisava acordar cedo pela manhã. Mas nem seus sonhos o faziam esquecê-la:

Sonho on:

Kakashi – chamava uma certa morena de cabelos azulados

Estou indo minha Hime - Kakashi dizia ao sair do banheiro com os cabelos molhados pelo banho recente que havia tomado. Mas ao entrar no quarto, pois Hinata estava usando apenas uma fina lingerie preta que contratava com a sua pele alva e seus olhos perolados.

Não me diga que esqueceu amor? Hoje fazemos dois anos de casados – falava com a voz melodiosa, e Kakashi com o membro já ereto, chegou perto de sua amada e comentou:

- Claro que não minha Hime, mas sempre me surpreendo com a sua perfeição, você é sempre tão linda.

Então sem perder mais tempo Kakashi colocou a mão na cintura de Hinata e a beijou intensamente, demonstrando todo o amor que possui pela Hyuuga, acariciou suas costas causando arrepios na azulada. Começou a beijar seus pescoço e foi descendo até os seios fartos da amada, depositando pequenos beijos ao redor de sutiã que morena usava, então rapidamente retirou a peça e pode vislumbrar a o volume daqueles seios fartos rosados tão sensuais aos  olhos deles, começou a beijá-los, seu prazer era tão intenso que seu membro pulsava só de poder acariciar aquela parte do corpo de Hinata, que estava totalmente entregue aos toques dele

Ka- kakashi - gemia seu nome em voz alta.

Aquele gemido para ele tinha efeito maior de que todas as mulheres com quem havia se deitado. Hinata era única para ele.

Kakashi continuava a chupar os seios da amada. Em seguida, deito-a na cama e começou a remover a sua calcinha, que já estava encharcada pelo prazer sentido nas carícias de Kakashi. Vendo-a tão entregue, ele desce seu beijo passando pelo seu umbigo até chegar na sua flor, onde ele começar a circular seu clitóris para, fazendo-a gemer mais, vendo q ela esta totalmente excitada ele abre as pernas dela e... Pi pi pi pi pi pi...

Sonho off

Droga - ele desliga o despertador - já são 06:30 da manhã?

Estou enlouquecendo mesmo - murmurou – nem em sonho você é minha Hinata!

Levantou-se e foi ao banheiro, precisava se preparar para mais um dia cansativo no prédio do Hokage. 


Notas Finais


Pessoal, essa é a minha primeira fanfic, então peço que comentem, será bem importante para o desenvolvimento da história, espero que tenham gostado.
Até o próximo capítulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...