História A flor azul de Konoha (kakahina) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Shikamaru Nara, Shizune
Tags Hinata, Kakahina, Kakashi, Naruhina, Naruto
Visualizações 105
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal, esse é um capítulo totalmente Kakahina, 100% focado no casal.
Espero que gostem, boa leitura ;)

Observação: o capítulo não foi revisado.

Capítulo 16 - Cap. 16 - Declaração


Inicialmente o beijo foi calmo e singelo para o mais velho, e ao ver que Hinata correspondera, o beijo foi tornando-se mais urgente e apaixonado, Kakashi pedia passagem com a língua enquanto Hinata cedia timidamente, o prateado envolvia a cintura da azulada a puxado para mais perto de si, enquanto Hinata colocava as mãos nas costas do Platinado.

Quando o ar faltou para ambos, Kakashi depositou pequenos selinhos nos lábios da Azulada, olhando intensamente o rosto de Hinata.

Kakashi ficara maravilhado com aquele momento, havia desejado tocar os lábios da sua amada a tanto tempo, e senti-los daquela forma tinha sido uma experiência maravilhosa. Começou a dizer:

- Hinata eu...- mas foi interrompido por ela. Hinata parecia acordar do transe que o beijo tinha lhe causado, não pode deixar se mostrar triste.

- Kakashi, por favor não precisa dizer nada, eu, eu sei que você agiu por impulso, que não tem interesse por mim - disse se levantando e indo em direção à saída da Clareira.

Hinata estava muito insegura, aquele beijo significara muito para ela, mas não queria se sentir rejeitada, ela não entendia direito o sentimento que a envolvia, mas sabia que havia sentido algo a mais pelo Hokage, e não queria estragar sua amizade com ele interpretando as coisas de forma equivocada.  Começara a chorar, estava com tantos pensamentos controversos.

Nem percebera a aproximação do Prateado.

Antes que ela conseguisse sair da clareira Kakashi a abraçou por trás, era como se estivesse abraçando todo o seu mundo ali, não queria mais fugir dos sentimentos dele, falaria mesmo que não fosse correspondido, mesmo que ela o rejeitasse, não podia deixar aquela situação terminar daquela forma.

A Perolada estremeceu, não estava esperando aquele toque repentino.

O Platinado falou em seu ouvido: - Hinata, eu preciso te falar algo, mas quero que olhe nos meus olhos, e enxergue a verdade das minhas palavras - Pegou em sua mão e a girou lentamente para que ela pudesse olhá-lo. Segurou suas mãos.

-  Hinata, primeiro quero que saiba que eu não me arrependo nenhum pouco te tê-la beijado, na verdade eu achei maravilhoso, sonhava com isso a muito tempo... - Confidenciou. Hinata corou intensamente, mas não ousou dizer nada.

 - Eu só queria dizer que esse beijo significou muito pra mim, só não esperava que fosse acontecer, estava conformado. Mas não é só isso Hinata – respirou fundo com se quisesse encontrar a coragem para continuar -  a muito tempo eu sinto algo por você, eu te observava de longe e sempre admirei  a tua força, mas eu nunca tive coragem de me aproximar, bem... eu, eu sabia o meu lugar e certamente não era ao seu lado, você nunca me olharia, e eu aceitei essa situação de bom grado...

Hinata o olhava surpresa, nunca imaginara que alguém como ele pudesse ter interesse nela.

- Mas aí nós nos aproximamos, e eu que já estava apaixonado, vi esse sentimento se transformar em amor, então não consegui me manter afastado, todos esses dias em que nos aproximamos, eu sentia como se eu tivesse alimentando uma parte de mim, que necessitava da tua presença, todas as vezes que você sorriu, meu coração se alegrou e quando te vi aqui nesse lugar em sofrimento, uma parte de mim também estava sendo destruída e a única coisa que eu queria era arrancar aquela tristeza do teu corpo.

- Hinata  eu não sei dizer exatamente quando comecei a me apaixonar por você, mas o fato é que o meu dia fica mais alegre quando eu te vejo, e antes quando nosso contato não era tão íntimo, todas as noites eu admirava a lua pelo simples fato dela me lembrar os teus olhos.

-  Eu tentei não ser egoísta, tentei não me aproximar, mas acho que eu não conseguiria mais esconder os meus sentimentos de ti,  a coisa mais maravilhosa que eu tive nesses últimos anos foi ter tido a oportunidade de ter contato contigo, de poder conhecer um pouco do ser gentil que você é.

- Você arrancou barreiras que nem eu mesmo sabia que seriam possíveis, eu te contei parte da minha vida, coisas que ninguém mais ouviu. Você me percebeu além da vida shinobi, que muitos admiram, é verdade, ninguém mais viu os calos que a vida me deixou, mas você me ouviu, simplesmente permitiu que eu me abrisse e acredite pareceu tão fácil falar contigo...

- e assim eu me apaixono mais a cada dia, você consegue ser a luz da minha vida, me deu novas perspectivas e me fez ver que em meio a escuridão que meu coração estava enterrado, poderia também haver luz, e acredite a minha luz foi você, sempre foi você. E eu me sinto muito feliz por isso.

Hinata estava chorando, iria dizer alguma coisa, mas Kakashi gentilmente colocou o dedo nos lábios dela.

- Por favor, me deixe terminar – disse sorrindo.

- Hinata, eu não quero que sinta pressionada a me dizer algo, eu estou feliz em ser teu amigo, acredite. Mas por favor não se afaste de mim, eu vou respeitar você assim como eu venho fazendo em todos os momentos que estivemos juntos, e se você quiser podemos fingir que isso nunca aconteceu, mas eu sinto que não podia mais negar o meu amor – finalizou retirando seu dedo doas lábios da Azulada, estava se sentindo aliviado, mas temeroso pela reação que a Azulada poderia ter.

- Kakashi, e se eu não quiser esquecer? – falava pausadamente, estava nervosa e não queria gaguejar em um momento desses, estava emocionada com as palavras tão amorosas que Kakashi lhe falou, e seu coração parecia que ganhara vida.

Kakashi ficou surpreendido, mas não ousou falar nada, queria saber mais que tudo o que sua amada falaria.

- Eu confesso que eu não esperava todas essas palavras tão lindas Kakashi, eu não imaginava – desviou o olhar. Nesse momento o coração de Kakashi se apertou.

- Eu não posso dizer que eu sou indiferente, e eu não quero ser indiferente – corou ao olhar nos olhos do mais velho -  você se tornou  muito importante na minha vida Kakashi, eu me sinto bem contigo e sei que tudo o que você falou é verdadeiro, mas eu tenho medo – derramou mais uma lágrima -  medo de me machucar, de não ser suficiente, eu ainda estou com meu coração quebrado apesar de ter seguido em frente... – suspirou – mas eu sempre senti algo diferente, nas nossas conversas, eu nunca me senti tão bem como consegui me sentir com você, eu me sinto viva, e quero continuar me sentindo assim... – Sorriu docemente.

Kakashi não podia estar mais feliz, havia uma possibilidade de ser feliz ao lado da Azulada e ele agarraria a oportunidade com todas as suas forças.

- Mas Kakashi, no momento eu não sei o que estou sentindo, sei que quero estar contigo, porém não consigo definir meus sentimentos, mas quero tentar, quero muito,  você me passa uma confiança e uma paz, eu seria idiota se não me permitisse fazer uma tentativa – sorriu timidamente – se você quiser...

- Hinata, eu nunca te machucaria, eu te venero, nunca pensaria se quer em te ferir, e eu entendo os teus sentimentos, mas eu fico feliz que queira e eu prometo que vou dar o meu melhor – Kakashi beijou as mãos da amada deixando Hinata corada.

Kakashi ficou pensativo e resolveu perguntar, algo o incomodava: - Hinata? você não tem problema com a minha idade? Digo, eu não sei se o seu pai me aceitaria - estava receoso.

Hinata sorriu para ele dizendo: - eu jamais deixaria que isso me impedisse, eu gosto de você dessa forma, não mudaria nada, e a tua experiência te fez ser esse homem maravilhoso, eu nunca ligaria pra algo assim... E meu pai? Quanto a ele... eu não sei kakashi, mas não quero pensar nisso agora, eu...eu quero ir devagar – falou gentil – vamos tentar primeiro.

Kakashi apenas assentiu sorrindo com os olhos, aquela noite estava sendo a mais feliz que Kakashi tivera em muito tempo, podia ser correspondido por aquele anjo, ele se sentia extremamente alegre. Num impulso agarrou Hinata pela cintura e a ergueu rodopiando Hinata no ar: - Hinata você está me fazendo o homem mais feliz do mundo – falou sincero.

Hinata olhou fixamente o rosto do Platinado, estava fascinada, nunca ousara olhar diretamente o rosto de kakashi, apesar do mesmo nunca evitar mostra-lo a ela, mas respeitava seu mistério e nunca se atrevera a olhar enquanto ele se alimentava, mas agora podia admirar aquele belo rosto em sua frente, o rosto angular dele parecia ter sido esculpido por um anjo e aquela cicatriz deixava o rosto de Kakashi mais charmoso, lindo, era inegável.

O Platinado colocou Hinata delicadamente no chão ainda agarrado à sua cintura, quando a Azulada confidenciou: Kakashi você é lindo...muito lindo e bondoso comigo...eu tenho sorte - desviou o olhar.

Kakashi completamente encantado com meiguice de Hinata, a puxou para si respondendo: - eu que tenho sorte Hinata, você alegra a minha vida, a minha alma – e a beijou outra vez. 


Notas Finais


Pessoal, estou um pouco insegura com esse capítulo, porque não sei se passei a emoção suficiente, mas espero que tenham gostado, por favor comentem o que acharam e o que vocês esperam dos próximos capítulos, fico muito feliz com os comentários de vocês :)

Observação: Não estranhem Hinata não entender ainda seus sentimentos por Kakashi, isso se deve ao fato de que ela pensou amar alguém a vida inteira,e tem medo de associar esse novo sentimento ao fracasso do outro, ao seus machucados, mas pelos menos ela quer tentar, e sabe que já tem algo em seu coração, ela já ama, mas isso vai ser confirmado depois na história.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...