História A flor azul de Konoha (kakahina) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Shizune
Tags Hinata, Kakahina, Kakashi, Naruhina, Naruto
Visualizações 96
Palavras 1.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura pessoal, espero que gostem do capítulo :)

Capítulo 3 - Cap. 3 - Desconfianças


Naruto e Sakura se encaminhavam para o campo de treinamento quando finalmente Naruto perguntou:

- Sakura você parece estranha, distraída... Aconteceu alguma coisa? – perguntou inocentemente, se preocupava com a amiga.

Sakura por sua vez não sabia o que responder, estava perto daquele que mais lhe roubava os pensamentos, mas não podia dizer a verdade, ainda não.

- e-está tudo Naruto, só estou cansada pelos turnos e meu estágio no hospital, além das missões, não estou conseguindo dormir direito...- respondeu sorrindo sem olhá-lo.

Naruto não achava que era só aquilo que estava atrapalhando o sono dela, mas não a questionaria, talvez Hinata pudesse ajudá-la, falaria com ela depois sobre a amiga.

Naruto não imaginava os pensamentos impuros que a Haruno tinha com ele naquele momento, se imaginou chupando seu pescoço, mordendo sua orelha...quando percebeu que tinha ido longe demais enrubesceu e voltou seus olhos para o campo e falou:

- Vamos começar Naruto, iniciaremos com Taijutsu, já que é o nosso forte em comum.

- Hai - respondeu Naruto.

Iniciaram assim uma série de golpes, Naruto desferia um soco enquanto Sakura barrava-os com os braços, às vezes desviando-se, e por sua vez o atingia com chutes que ele prontamente desviava. Permaneceram assim por mais meia hora, hora defendendo, hora atacando até que Sakura foi socar o rosto de Naruto, mas escorregou e caiu por cima de Naruto e esse por sua vez caiu no chão, fazendo com que Sakura ficasse por cima dele de modo que seus rostos ficassem a 2 centímetros de distância, e assim ficaram se encarando por 5 segundos, mas que para Sakura pareceram horas.

 Quando se deu conta da burrada que estava prestes, a rosada rapidamente se levantou se desculpando:

- Desculpa Naruto – ele estava confuso com essa proximidade de Sakura- não foi minha intenção.

- Bem, já está tarde, tenho estágio hoje no hospital, tenha um bom dia Naruto, nos vemos outra hora - saiu apressada sem olhar para trás, na mente dela, achava que se ficasse mais algum tempo na presença do loiro não resistiria, o beijaria e se arrependeria amargamente dessa decisão, pensava assim aliviada, mas com o desejo estampado em seu rosto seguiu o caminho até o hospital, tinha que ocupar a mente em outras coisas.

Naruto por sua vez não conseguiu dizer nada, não entendia por que sua amiga agira assim, afinal foi um acidente, não é?! Mas aquele contato tão repentino e rápido mexeu com os sentidos, apesar de estar se apaixonando por Hinata, sua doce Hinata, ainda achava que sua amiga lhe atraía de alguma forma, mas resolveu não pensar mais nisso afinal estava com Hinata, e ela não merecia nem sequer ser traída em pensamento.

O loiro começou a pensar no dia em que decidiu pedir Hinata em namoro, tinha decido se aproximar de Hinata, pois sabia que existia um sentimento muito forte dentro dele pela morena:

Flashback on:

- Me aconselhei com Kakashi-sensei e ele me incentivou a dar uma chance ao amor de Hinata e ao meu sentimento também – pensava Naruto – Sakura disse que me ajudaria e levaria Hinata ao campo de treinamento do antigo time 7.

O loiro ao vê-la esperando ficou extremamente nervoso, não sabia ao certo o que dizer, mas vendo-a tão linda em seu vestido azul florido e de cabelos soltos não pode deixar de querê-la, só esperava que ela também o quisesse ainda.

- Hinata? – chamou a nervosamente.

- Naruto-kun - respondeu. Já havia um tempo que a Hyuuga não gaguejava mais, fruto da sua autoconfiança conquistada na aproximação com seus amigos Sakura e Naruto – Sukura me disse que queria falar comigo, ela disse que era algo sério -  mas internamente estava ansiosa pelo chamado do loiro, imaginava duas coisas a serem ditas, uma a tornaria extremamente feliz e outra a faria extremamente triste, ficou receosa.

- Sim, Hinata, na verdade não sei como começar – nesse momento o coração de Hinata já quase saltava pela boca -  eu estive te observando a algum tempo, eu não sabia que você gostava de mim no início, fui cego demais, você me demonstrou várias vezes, me provou seu amor tantas vezes que eu nem consigo te olhar por me achar tão idiota. Mas quando fui percebendo teus sentimentos por mim, não pude deixar de notar como me sentia ao teu lado, e quanto o meu coração se alegrava na tua presença, Hinata, eu ainda não entendo direito o que é o amor, pois nunca tive isso dessa forma, mas quero descobrir meus sentimentos ao teu lado, já posso dizer que estou apaixonado por você e te peço que se ainda houver um resquício daquele amor que sempre me demonstrou, me dê uma chance. Quer namorar comigo?? Segurou a mão dela com delicadeza.

Hinata que a essa altura tinha várias lagrimas pelo seu rosto, tinha o coração repleto de felicidade, pensava, então era aquilo que se sentia ao ter seu amor correspondido?! Era uma alegria tão grande que entre as lágrimas que derramava pelo seu sonho de amor estar se realizando só conseguiria dizer sim.

- S-sim, Naruto-kun, eu aceito – respondeu de forma doce.

Nesse momento não importava se o seu  nervosismo a fizera gaguejar, estava feliz, feliz como jamais esteve, o abraçou, e quando ia colocar seu rosto no peito do loiro ele segurou o seu queixo, puxando-o para um beijo, que de início se mantinha delicado, mas a cada segundo se tornara mais urgente. Se separaram por falta de ar e permaneceram daquela forma por algumas horas, conservando entre beijos apaixonados...

Flashback off.

Naruto se alegrou ao lembrar da sua amada, não imagina que então pouco tempo seu sentimento por ela crescera tanto, ficou tanto tempo ali divagando em pensamentos que nem percebera que era hora de almoçar. Dando-se conta disso resolveu passar no Ichiraku.

_________   

Hinata estava pensativa sobre a notícia que acabara de receber sobre seu novo cargo junto ao Hokage, sabia que se tornara forte, mas esse cargo era de extrema confiança, ainda não tinha entendido o que faria exatamente, mas entendia que era de extrema importância, além disso havia um missão, se tornar guarda-costas do Hokage, era algo que a surpreendeu, mas sabia que um shinobi não podia se dar ao luxo de se ater somente a trabalhos burocráticos, seria mais útil dessa forma, tinha certeza, e ficaria feliz em cumprir essas responsabilidades, aceitaria o pedido do Rokudaime.

Sua vida nos últimos tempos havia tido várias reviravoltas, o seu pai tinha a reconhecido após os eventos da guerra, se aproximara mais dos amigos, estreitara seus laços com Sakura e Naruto, sua timidez também havia diminuído consideravelmente, assim como sua gagueira já não existia, e o melhor? Naruto finalmente a correspondia, era amada, se sentia amada, era tanta felicidade que ficava com medo de estragá-la.

- Hannabi – chamou Hinata.

- Onee-san? -  Apareceu na porta do quarto de Hinata com olhos de curiosidade pelo chamado da irmã.

-Onee-chan, amanhã iniciarei uma missão de muita importância- falou orgulhosa - terei um cargo de confiança na administração de Konoha e inda serei guarda-costas do Rokudaime hokage quando necessário, o outosan está em casa? queria falar pra ele também.

- Rokudaime é? Hinata você nunca percebeu nada??

- O que? – perguntou intrigada com a indagação da irmã.

Nada, nada – respondeu Hanabi rapidamente - ah sim, já ia esquecendo, papai saiu em missão, só voltará daqui a três dias nee-san – sorriu e logo se lembrou de algo...

- Hinata? Você está feliz não está? confia na Sakura? Nos sentimentos do Naruto?

Hinata estranhou aquelas perguntas, não queria desconfiar de ninguém, conhecia bem os sentimentos de insegurança e não queria voltar a ser a antiga Hinata novamente – mas é claro que sim Hanabi – confirmou a mais velha – não tenho motivos para desconfiar de ninguém, Sakura me ajudou muito antes de Naruto se declarar e até me levou a ele quando ele se declarou, e Naruto sempre se demonstra muito apaixonado, ele me ama! – finalizou Hinata, estava segura de si sobre sua amiga e o seu amor.

Hanabi não comentaria sem ter certeza, sabia que fora difícil construir a confiança que Hinata tinha, mas achava muito estranho o comportamento da Haruno em relação ao loiro nos últimos tempos, não parecia olhares e interesses de uma amizade, e por sua vez notava que Naruto não percebia, mas dava atenção especial à amiga quando estavam todos juntos, algo estava errado, provavelmente Hinata não percebia por amar demais Naruto.

Só queria estar errada. Com esses pensamentos, se despediu da irmã, só desejava a felicidade à ela. 


Notas Finais


Pessoal, os comentários de vocês me ajudam muito a continuar, deixem também suas considerações sobre o capitulo, e sobre o que pode acontecer no próximo.
espero que tenham gostado ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...