1. Spirit Fanfics >
  2. À flor da Pele >
  3. Ato IV

História À flor da Pele - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Ato IV


Um dia e meio.

Um dia e meio havia se passado desde o início daquela missão e ele já não estava agüentando mais! Não suportava ver Tenten tão solicitamente dirigir-se a tenda daquele prateado desgraçado, por outro lado, não estava disposto a arriscar um terrível incidente diplomático com uma das principais alianças pós-guerra de Konoha. Era uma situação bastante delicada, e que estava consumindo muito da energia física e mental do moreno de olhos perolados, que seguia viagem com o nariz machucado e o lábio cortado pelo soco desferido pela companheira de time.

Ele estalou o pescoço, respirando fundo. Se continuassem a se movimentar naquela lentidão, era bem provável que despertassem atenção de civis intrometidos que viviam por aquelas áreas, precisavam agir rapidamente para não levantar atenção indesejada.  Ele respirou fundo diversas vezes, ensaiando uma expressão indiferente antes de  resolver consultar o Mizukage, afinal, por mais que fosse o líder da missão, ainda assim para seu desgosto, estava submetido as ordens do outro.  Abriu a tenda a tempo de ver Tenten mergulhando o hashi dentro da cumbuca de lamén somente para levá-lo até a boca do shinobi de cabelos prateados.

Ignorando isso, Neji concentrou-se no semblante do próprio Kage que o fitou com os olhos semicerrados.

—Kage-sama. — fez uma breve mesura respeitosa. — Estamos há muitas horas aqui, é arriscado permanecemos num mesmo lugar por muito tempo, pode denunciar nossa posição — comentou inexpressivamente. 

Kimimaro balançou a cabeça levemente, concordando e Tenten afastou-se, depositando a cumbuca agora vazia de lamén a bancada improvisada atrás de si.

—Está melhor? — esforçando-se para não encarar a morena de olhos castanhos, centralizou inteiramente seu olhar sobre o homem prateado.

—Sinto um pouco de dor nas costas, mas nada que comprometa a nossa viagem. — avisou,  resmungando uma ou outra vez.  A dor agravava-se quando passava muito tempo sentado, da maneira em que estava.

—Muito bem. — Neji assentiu de forma obediente. — Irei chamar Lee para lhe fazer companhia.

—Não acho que isso será necessário, eu posso ficar aqui com o Kage. — Tenten se manifestou ingenuamente.  O perolado encarou-a severamente, reprimindo a vontade de verbalizar seu pensamento para ela; nada de bom resultaria daquele dialogo, ele sabia.

—Você já fez o suficiente por hoje, Mitsashi, precisa descansar. — insistiu Neji. — Chamarei Lee.

Ela piscou bem os olhos, observando-o virar as costas, preparando-se para sair da tenda.  Kimimaro soltou um grunhido de dor e virou-se para ela com um sorriso charmoso.

—Você é solteira, Tenten-chan?

Neji prendeu a respiração e irritadamente, mordeu a boca, antes de deixar a tenda de uma vez, imaginando que estava cada vez mais difícil concentrar-se na segurança daquele desgraçado.

Tenten pôde observar a forma com que os músculos do colega de time se contraíram involuntariamente após a pergunta ser feita. Mas não teve tempo para refletir sobre a pergunta, já que um Kimimaro bastante ansioso a encarava, esperando por uma resposta de sua parte. Ela estalou a língua e pigarreou,  ajeitando o colchão do homem para que ele permanecesse confortável. Sorriu-lhe amigavelmente, sendo analisada pelos olhos lindamente verdes do prateado.

—Kage-sama, acredito que esse tipo de conversa seja  inadequado para você ter com uma kunoichi da Folha. — retrucou evasivamente. — Agora se me permite, irei chamar Lee para lhe fazer companhia. — recuou, fazendo uma mesura respeitável e então deixou a tenda a passos rápidos.

Ela estava deixando o quarto improvisado do Kage, quando Lee aproximou-se com uma cara bastante expressiva, massageando a própria cabeça repetitivamente. Ela piscou os olhos, encarando-o demoradamente.

—O que aconteceu, Lee? Está com dor de cabeça?

—Não, eu apenas bati a cabeça em uma árvore, não há motivo para se preocupar. — ele trincou os dentes furiosamente e resmungando palavrões incompreensíveis, adentrou a tenda.

Tenten pusera-se a procurar Neji ansiosamente, deparando-se com o Senhor Cubo de Gelo sentado do outro lado da fogueira, de pernas cruzadas e com uma expressão bastante rabugenta. Ela rolou os olhos, imaginando que acabaria assando o desgraçado na fogueira em algum momento daquela viagem.  De muito bom grado, ela teria marchado até ele com o intuito de provocá-lo, contudo, seu cansaço físico tornava-se mais evidente à medida que seus olhos ameaçavam se fechar involuntariamente e depois de um longo bocejo, concluiu que sua melhor opção para aquela noite, seria descansar.  Rumou em direção à própria barraca, estando consciente de que era observada pelo par de olhos perolados e a fechou raivosamente.

Neji bebeu um pouco de água, atento a qualquer ruído ou som que lhe soasse atípico, preparado para qualquer ataque surpresa. A comitiva do Mizukage também encontrava-se a postos, revezando-se entre os homens na hora de realizar a vigilância.  Neji poderia ter sugerido a mesma coisa aos seus companheiros de time, mas a)não estava interessado em permanecer dentro daquela barraca por mais  tempo que o realmente necessário e b) não estava interessado em deixar Tenten vigiando o acampamento enquanto dormia.

Não porque era imbecil ao ponto de imaginar que o Kage e ela conversassem a sós, enquanto ele e Lee dormiam. De verdade, não era esse seu temor.  Mas sim porque se preocupava com ela o suficiente para querer afastá-la de um possível ataque surpresa, sabia que ela era uma kunoichi habilidosa e tudo o mais, mas seu estado emocional já andava bastante desequilibrado desde o começo daquela missão. Não queria mais um motivo para deixar suas emoções estúpidas afloradas ou poderia comprometer inteiramente a missão e a vida de todos ali.  Era complicado de qualquer maneira.

Ele bocejou uma ou duas vezes, encarando demoradamente a chama crepitando a sua frente, na fogueira.  Cruzou os braços acima do peitoral, pensando que iria tomar providencias quanto ao estado civil da morena assim que retornassem para Konoha.

Quarta parada: uma aldeia relativamente pequena, localizada próxima a um riacho, onde estranhamente a maioria dos habitantes eram mulheres. Não importavam para onde olhassem, lá estavam elas; Neji sentiu-se genuinamente incomodado com os olhares que lhe lançavam, mas aparentemente não tanto quanto Tenten atrás de si, que não parava de respirar fundo desde o momento em que passaram pelo portão de entrada da Aldeia.

—Uh. — o Hyuuga ergueu uma sobrancelha. Kimimaro havia pedido, ou melhor, implorado para que eles fizessem aquela parada, alegando não agüentar mais comer aqueles laméns instantâneos e eles foram forçados a parar, obviamente. — Por que estão todas olhando para mim? — inquiriu, virando-se para Rock Lee, que fazia uma careta engraçada.

—Neji, não faça movimentos bruscos — sussurrou o melhor amigo. — E não se atreva a olhar para os lados. A Tenten parece estar bem irritada.

Neji piscou os olhos, mas não se virou para confirmar, porque podia sentir o hálito quente da morena próximo a sua nuca. Ele tossiu discretamente, tomando o cuidado para olhar baixo.

Tenten estalou a língua indignadamente, cruzando os braços acima do peitoral.  Piranhas!

Eles pararam em um restaurante, localizado no centro  da cidade. Os homens da escolta particular do Kage espalharam-se por dentro do cômodo, enquanto o trio era obrigado a permanecer lado a lado com o homem; Kimimaro sentou-se em uma cadeira, sendo imediatamente rodeado por inúmeras garçonetes simpáticas.

—Espero que vocês estejam com fome — ele soltou um grunhido, após uma tentativa mal-sucedida de espreguiçar-se. — A comida desse lugar é espetacular — afirmou.

Tenten cruzou os braços acima dos peitos, batendo nervosamente as pernas por baixo da mesa.

—Eu vou querer tudo o que o Rock Lee for comer em porção dupla — avisou, e o Kage assentiu, virando-se na direção de uma das garçonetes.

O problema é que não era apenas o Mizukage a ser rodeado pelo conglomerado de mulheres de aventais.

—Um ninja da Folha! — reconheceu uma ruiva, que usava um short ainda mais curto que o de Ino e inclinava-se indiscriminadamente na direção de Neji, que enrubescia fortemente.

Não era necessariamente vergonha que ele estava sentindo; era mais nervosismo pelo olhar que Tenten lhe lançava.

—O que o bonitão aí vai querer? — perguntou a mulher e Tenten levantou uma sobrancelha, fitando-a mortalmente.

—O bonitão aí vai querer um prato de lamén bastante apimentado. — ela se manifestou e a garçonete sorriu, mexendo pateticamente em um fio de seu cabelo, enquanto encarava fixamente Neji, que franzia o cenho.

—E o bonitão aí é solteiro?

— Por que você não vai buscar os nossos pratos de uma vez? — gritou Tenten com impaciência. — Tem uma kunoichi morta de cansaço e fome aqui — rosnou, cruzando bem os braços a frente do peito.

Contrariada, a ruivinha afastou-se, mas não sem antes piscar os olhos na direção do Hyuuga, que catatonicamente tossia, visivelmente constrangido. A Mitsashi estreitou os olhos na direção dele.

—Não sabia que você gostava de ruivas, Neji.

Abrindo a boca para formalizar uma resposta, o Hyuuga crispou as sobrancelhas; prostrado atrás de Tenten, Rock Lee gesticulava repetitivamente para que ele não respondesse. Ele fechou a boca e pigarreou.

—Não seja ridícula, Tenten, eu não...

—“O bonitão aí é solteiro” — debochou a kunoichi, tamborilando os dedos sobre a mesa. — Você deve estar adorando receber toda essa atenção, sempre gostou de ter as mulheres correndo atrás de você mesmo.

—O que? — Neji voltou seu olhar para Lee, que voltou a gesticular para que ele calasse a boca e dessa vez, ele acatou o conselho sem abrir a boca para pestanejar, encolhendo-se na cadeira e levantando o cardápio até seu rosto, sabendo perfeitamente que Tenten continuava a encará-lo irritadamente.

Eles não podiam ter parado em um lugar pior, poderiam?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...