1. Spirit Fanfics >
  2. A Flor e o Beija-flor >
  3. Elas nunca mais vão se lembrar de mim?

História A Flor e o Beija-flor - Capítulo 52


Escrita por:


Notas do Autor


Hello!
Hoje é dia de chorar muito!
A vida de Mili, Nina e Gael vão mudar completamente

Capítulo 52 - Elas nunca mais vão se lembrar de mim?


Carol arruma tudo, e as crianças se preparam para irem dormir....

Mili: Onde você vai dormir, Carol?

Carol: No quarto com vocês!

Dani: Já falei que na minha cama ninguém dorme!

Carol: Mili, Nina e Emily vão dormir em uma cama. Eu vou dormir na outra!

Nina: Nina com medo do papai aparecer! - Fala com medo

Mili: Mamãe tá aqui, meu amor! - Nina abraça Mili

Emily: Eu não tenho medo dele!

Bia: Pois eu tenho! - Ela vai para o quarto. As meninas vão também....

De madrugada, Nina acorda e ver Mosca arranhando a janela, com aquele sorriso macabro. Ela começa a chorar desesperadamente chamando por Mili. A mesma acorda e Nina a abraça

Mili: O que foi, filha?

Nina: Papai na janela..... - Mili olha para a janela, e não vê nada 

Mili: Deve ter sido um sonho, filha.... - Nina grita olhando para a janela. Mili olha e vê Mosca com o rosto sangrando e com um sorriso macabro. As meninas acordam 

Bia: O que tá acontecendo? - Elas olham para Mili e Nina, que estavam pálidas e tremendo. Nina começa a chorar 

Pata: O que foi? - Mili aponta para a janela, elas olham e gritam. Carol acorda 

Carol: Meninas, o que foi? - Pergunta ao ver todas cobertas e tremendo 

Emily: O-o Mo-Mosca tava na janela! - Carol olha 

Carol: Não tem ninguém ali!

Nina: Sarah na janela...

Mili: Eu tô ficando com medo!

Nina: Sarah não gosta de você, mamãe! - Mili a olha - Sarah não gosta de você.....

Bia: A Sarah não gosta da Mili? - Nina assente 

Dani: Eu não vou conseguir mais dormir!

Mili: Não tem nem como! - Os meninos entram correndo. Eles trancam a porta e fecham a cortina 

Cris: O que foi?

Meninos: Shhhhh! Ele tá tentando entrar! - Sussuram. Todos se juntam no canto do quarto 

Rafa: Vamos ficar quietos pra ver se ele vai embora! - Ele sussura e todos assentem

Umas 4 horas depois, ele desistiu e foi embora. Os outros ficaram acordados até de manhã 

(08:14)....

Todos voltavam para o orfanato 

Emily: Eu não quero entrar! - Emily se agarra nas pernas de Mili 

Bia: Não era você que não tinha medo?

Cris: Para Bia! Todo mundo aqui tá com medo!

Júnior: Eu vou na frente! - Júnior entra primeiro e vê Mosca no chão, desmaiado, sangrando muito e com cortes de faca pelo corpo inteiro, dava pra ver por ele estar só de cueca. Todos se aproximam - Não cheguem perto dele!

Nina: Papai.... - Júnior coloca ele no sofá 

Pata: Meu irmão tá vivo? - Pergunta chorando

Júnior: Tá sim! - Eles suspiram aliviados, mas logo voltam a se preocupar ao verem Mosca convulsionando como se quisesse expulsar algo de seu corpo

Mili: Mosca...

Carol: Mili, fica aqui! - Começa a sair sangue da boca dele. A alma de Sarah sai do corpo dele, que volta aos seus sentidos. Júnior o ajuda a sentar e ele começa a tossir sangue. Carol leva Nina, Emily e as menores para a cozinha 

Júnior: Calma Mosca! Respire! - Mosca o faz e para de tossir 

Pata: O que houve com você? - Pergunta chorando 

Mosca: Ela.... fez.... isso.... comigo! - Fala com dificuldade

Meninas: QUEM?

Mosca: Sa-Sarah! - Ele desmaia nos braços de Júnior. Mili se aproxima 

Mili: Amor.... - Lágrimas começam a descer 

Júnior: Ele tá muito fraco. Olha o tanto de sangue que ele perdeu! - Ele volta aos sentidos e vomita sangue, chorando ao mesmo tempo. Imediatamente, Júnior o pega no colo e o leva para o banheiro. Os meninos e a Mili sobem junto

No banheiro....

Rafa entra debaixo do chuveiro com ele, que chora e geme de dor 

Júnior: Vai melhorar! - Mili pega uma toalha. Depois de limpar todo o sangue, eles saem e Mili o cobre com a toalha. Ele senta no banco e fica olhando para baixo - Tá tudo bem?

Mosca: Eu tô passando mal.... - Ele ameaça vomitar. Mili faz carinho em suas costas 

Mili: Vai passar, meu amor! - Logo, seu mal-estar passa 

Rafa: Eu vou lá buscar uma roupa seca pra ele! - Rafa sai do banheiro 

Mili: Deixa eu ver seus machucados? - Mosca afasta a toalha. Júnior e Mili olham para os profundos cortes 

Júnior: Vou chamar a Carol! - Ele sai. Mili olha para Mosca que estava chorando 

Mili: Amor.... - Mosca a olha 

Mosca: Ela não me deixa em paz... 

Mili: Vamos ter que ir no Santiago! - Júnior, Rafa e Carol entram. Carol limpa os machucados dele

Júnior: Vamos sair pra ele se trocar! - Todos saem, menos Mili. Ele entra no box e troca de roupa. Depois, Mosca sai reclamando de dor

Mili: Não faça muito esforço! Vai descer?

Mosca: Não tenho escolha.... - Mili sai com ele e vai para a cozinha.

Pata: Você tá bem? - Mosca senta sem dar atenção 

Mili: Ele tá muito mal! - Ele olha para Nina, que o encarava preocupada 

Nina: Papai dodói?

Mili: Sim, filha! - Ela se aproxima dele - Quer comer alguma coisa? - Ele nega - Amor, você perdeu muito sangue. Come só um pouco!

Mosca: Tá bom....

Depois de muito esforço, ele comeu um pouco

Chico: Não precisa comer tudo se não quiser! - Mosca levanta 

Mili: Onde vai?

Mosca: No jardim! E não me sigam! - Ele vai para o jardim

Bia: E agora?

Mili: O jeito é ir no Santiago! - A campainha toca e Carol atende. Ela vai para a cozinha 

Carol: Mili e Nina, tem visita pra vocês! - Elas vão para a sala

Gael: Oi Nina! Gael veio visitar você! - Fala todo contente - Abraço no Gael? - Nina o abraça 

Nicolas: Mili, você tá bem? 

Mili: O Mosca tá passando por um sério problema!

Nicolas: Que problema é esse? - Mili ia responder, mas Mosca entra na sala

Mosca: Nada que te interessa!

Mili: Por quê você tá falando assim? - Ele encara Mili, que percebe os seus olhos meio esbranquiçados

Mosca: Não é da sua conta! Sai daqui! - Mili sai com Nina e Gael para a cozinha 

Nicolas: Qualé mano, a gente é amigo.... - Mosca crava uma faca na barriga dele, que cai no chão 

Mosca: Nós nunca fomos amigos.... - Ele sai como se nada tivesse acontecido. Carol entra na sala e imediatamente chama uma ambulância. Em alguns minutos, a ambulância chega e o leva para o hospital acompanhado por Carol

Horas adiante.....

Bia: Ele enlouqueceu de vez?

Cris: Como ele teve coragem?

Mili: Não foi ele. Foi a Sarah!

Pata: Dá uma vontade de pegar essa puta pelo pescoço!

Mili: Não sei como o Gael vai reagir.... - Júnior entra na sala

Júnior: Mili, vamos pro hospital! 

Mili: O Nicolas tá bem? 

Júnior: Não. Ele precisa te fazer um pedido muito importante!

Mili: É pra levar o Gael? - Júnior assente

Júnior: Meninas, chamem os outros. Todos nós vamos sair daqui!

Bia: E pra onde vamos?

Júnior: Para a casa da Carol! - Ele olha no relógio - Rápido antes que a Sarah se manifeste! - Elas correm para chamar o resto do pessoal. Eles entram na van. Júnior leva Mili e Gael ao hospital...

Chegando lá....

Mili: Ele tá bem, Carol? - Carol olha preocupada para Júnior 

Carol: Júnior, ela o Gael pro parquinho no pátio! - Júnior sai com Gael 

Mili: Fala logo, Carol!

Carol: Os médicos disseram que ele tem só algumas horas de vida!

Mili: Por quê?

Carol: A faca fez um corte muito profundo, que infeccionou. Eles não conseguiram conter a infecção, que já se espalhou pelo corpo todo. Não tem mais solução! - Mili sente lágrimas descerem 

Mili: Eu posso ver ele? - Carol a guia até o quarto em que Nicolas estava. O mesmo a olha

Nicolas: Mili, eu quero te pedir uma coisa! - Fala fraco

Mili: Pode pedir!

Nicolas: Cuida do Gael pra mim? - Mili o olha surpresa 

Mili: Por quê eu?

Nicolas: Porque você é a única pessoa que eu confio.... faz isso por mim? 

Mili: Tá bom! - Ele sorri fraco. Júnior entra com Gael 

Gael: Papai.... - Júnior o pega no colo 

Nicolas: Filho, papai vai sempre te amar.... - Gael faz carinho na mão dele

Gael: Gael ama papai! Papai herói do Gael!

Nicolas: Vou olhar e cuidar de você lá de cima.... - Gael não entende. Lentamente, Nicolas fecha os olhos e os aparelhos param de marcar a frequência cardíaca e respiratória 

Mili: Nicolas..... 

Júnior: Vamos! - Eles saem do quarto 

Na recepção.....

Carol: O que aconteceu? 

Mili: Ele morreu! - Carol a abraça 

Carol: O que ele te pediu?

Mili: Pediu pra mim cuidar do Gael!

Carol: Você vai cuidar? - Mili assente 

Mili: Não vou deixar ele ser levado pra um abrigo!

Algumas horas depois....

Mosli, Nina, Gael, Bia e Pata foram ver Santiago 

Santiago: Olá! A que devo a visita?

Mosca: Tira a Sarah de mim!

Santiago: Entrem! - Eles entram - Deita na mesa! - Mosca deita na mesa de vidro - Vocês fiquem afastados! - Elas os fazem. Santiago faz todo o ritual, e consegue expulsar a alma de Sarah. Mosca começa a sangrar pela boca e pelo nariz. Sarah, que ainda rondava por ali, pega uma faca e faz um corte na garganta de Mili, Nina e Gael. As meninas correm para ajudar. Santiago lança um feitiço poderoso em Sarah, que some. Mosca acorda 

Mosca: O que aconteceu com eles? 

Santiago: Sarah matou!

Mosca: O QUÊ?! - Mosca corre para perto e se ajoelha no chão chorando. As meninas choram

Santiago: Não podemos fazer nada....

Mosca: Pode trazer elas e ele de volta?

Santiago: Posso, mas.... - Mosca coloca Mili na mesa. As meninas colocam as crianças 

Mosca: Por favor, Santiago. Faz elas e ele voltarem!

Santiago: Tem uma sequela.

Mosca: Qual?

Santiago: Eu tenho que tirar parte da memória deles, e colocar outras no lugar!

Mosca: Mas elas vão lembrar de mim, né?

Santiago: Infelizmente não! - Mosca fica arrasado 

Mosca: Por quê? - Pergunta chorando 

Santiago: Pessoas que foram mortas por um espírito, não podem lembrar da pessoa que teve o corpo possuído pelo espírito!

Mosca: Elas nunca mais vão se lembrar de mim?

Santiago: Não posso confirmar nada! - Mosca olha pra elas - Então?

Mosca: Se é pra deixar elas vivas.... - Santiago se aproxima. Ele primeiro fecha os machucados. Depois começa. Ele toca na testa de  Mili 

Santiago: Milena, você não conhece Felipe - Mosca chora - Gael é e sempre foi seu filho. Você é uma menina normal! - Ele passa para Nina - Valentina, você não conhece Felipe, Gael sempre foi seu irmão, você nunca foi médium, é uma criança normal! - Ele passa para Gael - Gael, você não conhece Felipe, sempre foi filho de Milena e irmão mais velho de Valentina. Você nunca teve autismo, é uma criança normal! - Um leve brilho percorre os corpos deles - Quer falar alguma coisa, antes que eles acordem? - Mosca se aproxima de Mili

Mosca: Eu nunca vou deixar de te amar! Nunca! - Ele beija sua testa e uma lágrima cai sobre o rosto dela, formando uma cicatriz. Ele vira para Nina - Eu só conheci o amor, depois que você e sua mãe entraram na minha vida! Eu sempre vou te amar, filha! - Ele beija a testa dela e vai para Gael - Campeão, você vai ter a melhor mãe do mundo! - Ele faz carinho no cabelinho de Gael, e volta para perto de Santiago. Os três acordam 

Mili: Onde eu tô? Quem é esse menino? - Fala olhando para Mosca, que chora ao ouvir 

Bia: Calma, tá tudo bem! 

Pata: Se sente bem? - Mili assente 

Mili: Crianças, vocês estão bem?

Nina e Gael: Sim, mamãe! - Nina olha para Mosca

Nina: Quem é ele, mamãe? - Mosca sai muito arrasado 

Bia: Não importa!

Pata: O importante é que vocês estão bem......!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...