História A Força do Desejo - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Personagens Originais, Saga de Gêmeos, Shaina de Cobra
Tags Saga X Shina
Visualizações 36
Palavras 806
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nesse capítulo usei a imaginação e não a realidade de como um julgamento é realizado.
Obrigada a todos que acompanham essa história.

Capítulo 15 - Julgamento



Saga 


Essa semana que passou foi péssima, não conseguia concentrar no trabalho, nem tive vontade de sair para procurar alguém para transar, só pensava em como me livrar desse maldito julgamento, pelo menos meu advogado falou que conseguiu provas da minha inocência, só espero que dê tudo certo para poder continuar a viver tranquilamente.

Precisei de muita força de vontade para não usar nenhum tipo de drogas, todas que tinha em casa joguei fora há uma semana.

Há uns três anos eu usava drogas frequentemente, mas agora só uso quando estou muito nervoso ou quando quero ficar mais potente sexualmente.

Lembro que fui internado em uma clínica de desintoxicação há três anos, mas simplesmente não consigo lembrar em que mês aconteceu isso.

Sem ter opção, levanto cedo, tomo um banho rápido e me arrumo para o julgamento, coloquei um terno todo preto, a única coisa que eu desejo que não ver a Shina durante a audiência, mas acho que isso é impossível.



Shina


Faz uma semana desde a noite em que bebi demais e dormi com alguém de quem nem sei o nome.

Semana passada trabalhei muito e nas horas vagas dediquei a dar muita atenção ao meu lindo filho, o filho que eu tanto desejei ter, aquele que seria o meu único filho, eu jamais terei filho com outro homem que não seja o meu adorado Julian, eu não deixei de o amar.

Arrependo tanto de ter dormido com aquele cara, eu jamais faria sexo sem amor, ainda mais com um desconhecido.

Não quero ir naquela audiência, ela me faria lembrar da dor que senti ao ver o meu amado Julian morto por causa de um irresponsável que dirigia bêbado, eu odeio esse homem, ele destruiu a minha vida, por causa dele tenho que criar meu filho sozinha e me sinto muito sozinha, mesmo depois de três anos sinto que nunca amarei novamente.

Levanto, tomo um banho demorado, coloco um vestido preto, sandálias pretas, deixo meus cabelos soltos e pego uma bolsa preta.

Vou no quarto do meu filho, vejo que ele ainda está dormindo, lhe dou um beijo na testa, a babá já tinha chegado para cuidar do meu anjinho, vou para a garagem, escolho dirigir o carro preto e saio de casa.

A audiência começaria as 8:30, chego no fórum 15 minutos de antecedência, encontro o meu advogado e o meu amigo Sorento e entramos na sala.

O juíz é o Shion,  que é considerado ser um dos juízes mais justos da Grécia.

Meu advogado é um ótimo criminalista, entende muito sobre as leis de trânsito, o nome dele é Aiolos.

Quando o acusado entra, sinto o meu mundo cair, simplesmente tinha dormido com o homem que matou o meu amado, olhando melhor, percebo que ele é o mesmo loiro que me comeu com os olhos umas semanas atrás em uma praça de alimentação de um shopping.

Eu simplesmente fico sem reação, não sei o que pensar.

Juiz: Estamos reunidos hoje para julgarmos o acidente que aconteceu no dia 20 de março de 2014 as 6:30 quando o empresário Julian Solo estava dirigindo em direção a sua empresa quando foi atingido pelo carro conduzido pelo empresário Saga Voltaire que dirigia em alta velocidade, avançou 5 sinais vermelhos, atingiu o carro do senhor Solo que perdeu o controle do carro, rodou na pista e capotou várias vezes.

Tenho provas que o senhor Voltaire trocou a placa do carro, modificou toda a parte dianteira do carro que estava danificada por causa do acidente e vendeu o carro três dias depois, por isso foi complicado encontrar o causador desse acidente, mas depois de três conseguimos provas que o senhor Voltaire era o motorista daquele dia.

Após a fala do juiz, foram mostrados dados  gravados pelas câmeras de segurança que comprovavam que era o carro de Saga o causador do acidente, mas não dava para ver quem dirigia o carro.

O advogado de defesa não conseguiu provas que inocentavam o seu cliente e ele foi acusado de ser preso em regime fechado por 10 anos sem direito de pagar fiança. 



 Saga


Me sinto humilhado, sei que não sou culpado de causar a morte de ninguém, meu advogado descobriu que naquela data eu estava internado em uma clínica, mas não encontrou nada que comprovasse isso.

Fui para uma prisão injustamente, como tenho curso superior, fiquei em uma cela separado dos outros presos.

Estou muito triste, mas tenho fé que logo sairei desse maldito lugar.

Não esqueço de como a Shina estava linda hoje, em um vestido preto que deixava suas curvas em evidência, não sei porque não consigo tirar essa maldita mulher da minha cabeça.



 Shina 


Me sinto aliviada por ver que o causador da morte do meu Julian foi preso, mas ao mesmo tempo me sinto péssima por ter dormido com ele, sinto que ele sabia quem eu era quando se aproximou de mim naquela noite de sábado, da qual eu não consigo esquecer por causa do tamanho do meu arrependimento.



Notas Finais


O que acharam do capítulo? Abraços a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...