1. Spirit Fanfics >
  2. A força (Imagine Jimin) - Repostagem >
  3. Parque de diversões

História A força (Imagine Jimin) - Repostagem - Capítulo 24


Escrita por: Sam_R

Notas do Autor


Capítulo 24
 

Capítulo 24 - Parque de diversões


Fanfic / Fanfiction A força (Imagine Jimin) - Repostagem - Capítulo 24 - Parque de diversões


Estávamos dirigindo em direção a cabana, quando ouvimos um estouro. Jimin reduz e encosta o carro.

- O que aconteceu? – todos nós descemos do carro.

- O pneu furou! – ele se agacha ao lado do pneu – Foi um prego! – puxa o prego, e se levanta olhando para a rua.

Uma garota branca de cabelo escuro, preso num coque com uma bandana e usando um macacão, vem em nossa direção.

- Eu sinto muito por isso! Eu tentei recolher o mais rápido que pude! Me deixa ver isso! – ela se abaixa para olhar o pneu, mas antes que Jimin possa dizer algo, a garota se levanta, ficando muito próxima de seu rosto. – Eu posso arrumar... – ambos se encaram sérios, Maya me olha e olha para a garota com uma sobrancelha levantada, Kook toce e então Jimin se afasta.

- Acho que isso é seu! – ele coloca o prego na caixa que ela segura, mas posso vê-lo hidratar os lábios com a língua.

Eu queria muito poder ler a mente dele agora, porque não sei se ele está familiarizado com a cena, sentindo falta dela ou constrangido. Depois da cena no quarto, percebi que Jimin sabe bem esconder as coisas.

- Bom – ela se afasta e ri sem graça – para a sua sorte, eu trabalho nessa oficina com o meu pai! E estamos com um desconto ótimo hoje! Todos os danos causados pelo meu acidente, não pagam nada na reforma! – ela nos olha e aponta para a oficina do outro lado da rua.

- Briana! Eu vou descontar isso do seu salário! – um homem grisalho e barrigudo grita de dentro da oficina, ele usa o mesmo macacão que a moça.

- Eu já resolvi Papai! – ela sorri novamente - Me desculpem por isso! Eu troco o pneu de vocês, não se preocupem!

- E quanto isso vai ficar? – Jimin diz olhando para o pneu.

- Nada! É sério! Vocês podem voltar daqui uma hora?

- Uma hora? Isso demora tanto assim? – Maya diz de um jeito manhoso, como uma criança.

- Não, é que eu preciso ir atrás de um pneu novo, e isso sim vai demorar.

- Jimin, você não tem estepe? – Kook tenta achar a maneira mais rápida para esse imprevisto.

- De maneira alguma! O dano foi meu, eu vou atrás de um pneu novo!

- De qualquer forma, não tenho estepe...

- O que vamos fazer nesse tempo? – não que eu esteja com pressa para ir embora, só não queria ficar mais aqui vendo meu namorado se segurar para não flertar com outra garota.

- A, eu vi um parque ali atrás, podemos ir lá um pouco. – Jimin me lança um olhar carinhoso, tirando todo o desconforto que a cena anterior me causou.

- Ok – e garota tira um cartão do bolso – escreva seu número aqui, e eu ligo quando estiver pronto!

(...)

 

Jimin compra duas pulseiras que nos dava passe para todos os brinquedos. Kook fez o mesmo, e ajuda Maya a prende-la.

 

- E então meninas, onde querem ir primeiro?

- MONTANHA RUSSA!

- Vocês combinaram? - Rimos e eu discordo com a cabeça.

- Montanha Russa então! –Jimin diz animado

 

(...)

 

Estávamos andando pelo parque e Kook parecia um pouco enjoado por causa da montanha russa.

 

- Você tem certeza que está bem cara? – Jimin para de andar, fazendo com que todos parassem também.

- Vou ficar melhor depois que eu comer algo!

- Eu também quero comer algo! – passo a mão na barriga, que agora está roncando.

- Eu também!

- Eu vou comprar algo então.

- Eu vou com você.

- Vamos ficar esperando aqui! – ela passa seu braço por meus ombros e sorri.

 

Jimin concorda com a cabeça e sai em direção às barraquinhas.

Eu e Maya ficamos paradas conversando. Posso ver Jimin e Kook numa fila para comprar cachorro quente.

 

- Hey, S/n, não olha agora, mas aqueles caras então vindo em nossa direção – eu me viro e avisto os dois rapazes.

Um dos Homens era alto, de olhos verdes, estava vestindo uma jaqueta de couro com uma regata branca por baixo, estava de calça jeans escuro, uma botinha preta. Um perfeito Play Boy. Seu cabelo era liso e tinha um topete bem penteado, cabelo loiro e pele branca. Os braços mal cabiam na jaqueta.

O outro era poucos centímetros mais baixo, olhos num tom de mel esverdeado, estava usando uma camiseta social preta, sem manga e abotoada até o pescoço, seus braços eram fortes mesmo ele sendo magro, seu braço direito era quase fechado de tatuagem, ele usava uma calça jeans preta, e uma botinha marrom, também tinha um topete, mais bem menor que do amigo, e seu cabelo era preto, e ele era um pouco mais moreno.

- Olá garotas! São novas por aqui? – o loiro é o primeiro a se anunciar. Sua voz extremamente rouca me lembrou um pouco a do Tae, mas esse era muito mais perfumado. Até demais.

- Somos sim – ela sorri amigavelmente, mais mostrando não dar muita liberdade para ambos.

- E estão gostando? – esse tem a voz mais calma. Coloca as mãos no bolso, seu sorriso me faz arrepiar, e posso sentir seu hálito mesmo a um metro de distância. Estava mascando um chiclete refrescante.

- Na verdade sim! Aqui é bem legal.

- É sim – ele sorri mais uma vez.

 

Se esse Homem continuar sorrindo eu vou derreter”

 

- Ah! Que bobeira a nossa! Eu sou o Kevin e esse é o meu amigo Maicon. – diz o loiro me olhando profundamente nos olhos.

- Mais pode me chamar de Maic, gata – ele beija minha mão e em seguida a da Maya.

- Eu sou a Maya, é um prazer – ela sorri – essa é a S/n.

- É um prazer conhecê-los – sorrio gentilmente.

- Isso é lente? 

- Lentes? - encaro Maya confusa. Ela sorri tomando a conversa por mim.

- Sim! Olhas as minhas! - ela pisca várias vezes- Meus olhos são escuros como jabuticabas, mas elas deixam bem naturais não é? - ele sorri torto, quase como uma careta, ignorando-a e voltando a encarar meus olhos. 

- Vocês são de onde?

- Ah... - Ele insiste em falar comigo, mas sou péssima em improvisos.

- Do Norte! – ela olha pra mim, para que eu concorde.

- Vocês não têm sotaque, isso é engraçado por que...

- É a convivência! – ela o corta, mais uma vez pensando rápido, ele dá de ombros.

- E o que as duas garotas fazem sozinhas no parque? Só curtindo?

- Ah... Sim, na verdade é a primeira vez que venho a um parque! -  Maya sorri abraçando meu braço. Ela não disse, mas se continuassem falando por mim, isso poderia ficar mais embaraçoso.

- Sério? Posso recomendar um brinquedo então!

O Moreno se aproxima da Maya, fazendo com ela me soltasse. Ele aponta para o outro lado, ficando com o seu corpo bem próximo do dela.

- Aquele ali! - eles se encaram - É o corredor do susto, é muito divertido!

- A gente pode ir junto, e qualquer coisa, se ficar com medo, eu protejo você! - O loiro insiste em se aproximar de mim. Sorrio gentilmente, quando ele me estende a mão para que aconpanhassemos. Seguro em sua enorme mão fazendo com que Maya faça o mesmo.

- Parece legal! - ela sorri, entusiasmada. Mas antes de darmos um sequer passo, somos paradas por uma voz.

- Elas estão com a gente! – Jimin chega passando seu braço em volta da minha cintura, me puxando para perto dele.

Kevin e Maicon cumprimentam os meninos com naturalidade, o que claramente deixou Jimin irritado. 

- Eae! Eu sou o Kevin e esse é o meu amigo Maicon.

- Eu sou o Jimin! Namorado da S/n! – E não ficou obvio quando chegou?

- Eu sou o Jungkook! Namorado da Maya! – A claramente “Kook” não é um nome másculo para o momento. Tento segurar o riso.

- Passeio em casal? Que massa! Acho que estamos sobrando aqui! – ele faz um biquinho olhando pra Maya de relance, que está sorrindo.

- Estamos indo agora! –Maicon me lança uma piscadinha – A gente se esbarra por ae! – eles saem andando como quem não quer nada.

- O que foi a acabo de acontecer aqui?! – Maya se solta dos braços do Kook e os encara séria.

- E cadê a comida?

- Mudamos de ideia e decidimos ir em um restaurante! – Jimin é um ótimo mentiroso.

- Mudamos? – Mas o Kook não. E rio com o olhar que Jimin lança a ele. - É mudamos!

- Tá bom, mas antes eu gostaria de ir naquele brinquedo! – aponto para um letreiro enorme escrito “Hora do Horror”.

- Você tem certeza? 

- Tá com medinho Jimin? – ela ri.

- Eu ficaria mais preocupado com a S/n.

- Eu vi a cara da IVI amor! Nada mais me assusta – saio andando indo em direção ao brinquedo – Vocês não vêm? – eles me seguem e então vamos para a fila.

Na entrada, o brinquedo permite entrar de grupos. Entramos nos 4, e por acaso, Maicon e Kevin entraram com a gente. Não tinha como eu saber que eles iam entrar junto, mas ficou claro na cara do Jimin que ele não gostou. E quando ele me disse em pensamento “se eles tentarem te seduzir, não hesite em me chamar”. Como se eu não fosso mais forte que ele.

- Olha só quem encontramos de novo.

- Não vão se assustar em garotas – ele ri passando em nossa frente.

- Eu as protejo! – Maicon ri, e passa em nossa frente também.

- Jura? – ele me olha como se estivesse arrependido. – Eu protejo você – rio, e ele faz um biquinho fofo mostrando estar bravo.

Nós andamos pelo brinquedo e fomos tomando vários sustos no caminho.

Realmente estava muito divertido. Até um enorme palhaço pular na minha frente.

Não sei por que, mais algo ruim me tomou por dentro. Eu não sei explicar. É uma mistura de medo com desespero. Era maior que a Ivi, era pior do que ela.

 Pulo para traz com o susto, e tropeço em alguma coisa que não sei ao certo o que é, caindo em cima de algumas cortinas.

Meu corpo estava quente por causa do medo, fazendo com que o pano pegasse fogo.

O fogo começa a crescer atrás de mim. O palhaço gentilmente tenta me ajudar a levantar e a sai do fogo, porém sua presença faz com que eu desmaie.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...