História A forma do amor - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Ranma 1/2
Tags Comedia, Drama, Ecchi, Hentai, Paixão, Ranma, Romance, Sexo, Traição
Visualizações 39
Palavras 1.680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente eu não abandonei a fic, peço desculpa pela demora mais eu acabei ficando sem ideias, passe pelo tão temido bloqueio criativo mas estou voltando aos poucos, muito obrigado aos leitores fieis da fic que estão sempre comentando e aos novos também, então não desistam da historia pois trarei capítulos bem intensos em breve :)

Capítulo 20 - Uma conversa franca, um novo amor


Fanfic / Fanfiction A forma do amor - Capítulo 20 - Uma conversa franca, um novo amor

- Sim, esqueceu que no nosso ultimo joguinho você perdeu? Então eu espero que tenha pensando num lugar bem legal pra gente passar a tarde - apoiou o braço enfaixado da melhor forma possível.
- Eu não esqueci nada! - corou ao deitar-se no peitoral masculino, não havia planejado nada porem, sabia que não era difícil surgir ideias românticas quando se tratava dele, sentiu seu corpo ser envolvido e a mão que antes repousava confortavelmente no travesseiro passear por sua cintura - Nem tente alguma coisa, seu braço esta machucado - selou seus lábios e voltou a descansar no peitoral masculino, Ranma pegou no sono primeiro pois estava muito cansado ja Akane se pegou pensando em como as coisas entre eles estavam fluindo, agora aninhada naqueles braços fortes se sentia amada e toda vez que o mesmo evitava dormir em seu quarto sentia falta aquele sentimento aquecia o seu coração e com um singelo sorriso se permitiu dormir sem nada a reclamar.

 

CAPITULO 20 - Uma conversa franca, um novo amor


- Ranma não se preocupe não é nada serio, apenas evite de pegar peso - Dr. Tofu enfaixou o pulso do menor com calma
- Ok, obrigado Dr. - o casal saiu da clinica em meio a uma conversa divertida - E então Akane aonde você vai me levar? - percebeu a mesma corar com aquela pergunta.
- É surpresa - estendeu a mão pra ele que aceitou e ambos saíram andando em direção a mais um dos lindos parques de Nerima, com um sorriso ela o levou até as cerejeiras - Bom nós vamos fazer um piquenique! Espero que você goste  porque deu um trabalhão carregar essa mochila.
- Porque você é teimosa! Eu me ofereci pra carregar umas três vezes mais você rejeitou agora entendo o porque - sorriu ao ajuda-la a estender a toalha no gramado, arrumaram a comida com cuidado.
- Eu espero que você goste, Kasumi ficou ao meu lado inspecionando tudo e ainda provou todas as receitas e na terceira vez eu acertei então temos bolo que ja fatie, sanduíches,torta e sucos - sorriu gentilmente.
- E você preparou tudo isso pra mim? - cruzou os braços com um sorriso, se por um lado estava feliz pela dedicação por outro estava triste pela sua comida ser horrível mas, faria esse sacrifico se bem que a própria Kasumi falou que estava bom então não custava nada tentar e com esse pensamento pegou um dos sanduíches com cuidado e deu uma pequena mordida e a surpresa foi grande, estava gostoso mas também  era impossível errar o preparo de um sanduíche, observou Akane cortar um pedaço da torta de morango e comer o que o deixou tentando a provar um pedaço e assim o fez.
- E então o que achou? - os olhos dela brilharam.
- O bolo esta meio salgado e o sanduíche meio doce mas eu vou comer mesmo assim - mentiu descaradamente e a face dela não escondeu a frustração - Hahaha, eu estou tirando uma com a sua cara... esta tudo bem gostoso, acho que essa é a primeira vez que você acerta em cheio a comida.
- Obrigada pelo meio elogio - corou novamente e continuaram, quando acabaram guardaram tudo e se deitaram na grama apenas para olhar o céu sentiu os seus cabelos sendo acariciados e um beijo depositado no topo de sua cabeça.
- Você não poderia ter tido uma ideia melhor - sorriu ao pensar que ambos estavam em processo de constante mudança e estava satisfeito com o rumo que seu relacionamento estava tomando, se Akane soubesse metade do que ele havia planejado, talvez só talvez se apaixonaria novamente por ele.

...........................................

 

A noite havia chego e as mulheres da familia Tendo estavam maravilhosas, Nabiki mesmo a contra gosto iria com Kuno ja que prometera lhe dar uma segunda chance, Kasumi esta sentada no sofá esperando o Dr.Tofu, enquanto Genma e Soun conversavam felizes da vida:
- É muita emoção para um pai Saotome, minhas três filhas estão compromissadas! Não vejo a hora dos casamentos saírem!
- Papai nós ja conversamos sobre isso e por falar em conversa a senhora Nodoka falou que nos acompanharia hoje - Kasumi sorriu enquanto Genma já demonstrava o seu nervosismo.
- Francamente senhor Saotome uma hora ela vai descobrir, da pra parar de fugir e contar logo pra ela o que aconteceu.
- Nabiki minha filha não seja tão severa com o Genma
- É querida Nabiki, ou você esqueceu que ela pode muito bem ordenar uma morte samurai - o suor frio escorreu pelo pescoço - Mudemos de assunto
- É verdade cadê o Ranma e a Akane? - Tendo perguntou e suas respostas vieram em forma de grito os adolescentes discutiam novamente. Enquanto isso no quarto da Akane:
- Você é um idiota Ranma!
- Já vai começar com as ogrices - alisou o cabelo
- Ah é assim, então você pode ir a festa de encerramento sozinho - se encarou no espelho tentando fechar o vestido
- Esquentadinha, você também tem que ir afinal é uma festa de confraternização - se aproximou rapidamente e levou as mãos as costas dela, levantou o zíper além de beijar sua nuca.
- O que pensa que esta fazendo? Eu ainda estou brava com você ou acha que eu esqueci que você mal saiu do consultório do doutor Tofu e já ignorou as ordens dele.
- Akane eu estou bem!
- Ele disse: Nada de esforço e a primeira coisa que você faz é me pegar no colo e seu pulso tem que melhorar ou teremos problemas durante a viagem - seu rosto estava corado.
- Você caiu e ralou o joelho nada mais justo do que eu te ajudar a levantar, fora que eu sou um homem bem forte e o fato de você ser leve significa que meu corpo não sofrerá nenhum dano e ele falou que a torção foi leve. Agora podemos ir, não vejo a hora disso tudo acabar.
- Hum da próxima vez lembre-se que eu posso me virar sozinha - colocou os saltos e saiu do quarto irritada.
- Diacho de mulher difícil! - Ranma terminou de se arrumar e foi ao encontro de todos na sala, o clima pesou pois Akane estava muito brava, sua preocupação com o noivo era plausível e depois de serem fotografados pela família todos saíram em direção a Furican e o percurso foi feito em silêncio. 
As mulheres desceram dos carros com seus respectivos acompanhantes e adentraram a festa de encerramento  e enquanto Soun Tendo acompanhava a  senhora Nodoka seguido por Genma em formato de panda, suas filhas estavam a mercê de seus companheiros, Kasumi e Tofu combinavam num elegante traje de baile ela de vestido rosa claro e ele de smoking preto já Nabiki portava um longo vestido azul que mais parecia ser esculpido para o seu corpo Kuno usava a mesma cor,  Akane e Ranma mesmo estando brigados continuaram seguindo o padrão ela dentro de um longo turquesa e ele de smoking preto com detalhes que combinavam com seu vestido.
O diretor já havia feito seu habitual discurso pontuando a importância de se ganhar a competição que ainda nem havia começado. Nabiki já havia sumido das vistas de Kuno e o resto da família, enquanto Akane se mantinha irritada ao lado de seu noivo.
- Akane você precisa desfazer essa cara... você esta tão linda, eu juro que não faço mais esforço nenhum se você desfizer essa carranca - pediu com carinho e a mesma se derreteu mas não demonstrou.
- Tá Ranma! Vamos dançar - aceitou a mão gentil de seu amando e ambos seguiram para o centro do  salão se juntando aos outros que até então dançavam e se divertiam muito, exceto Kuno que procurava por sua namorada em vão, tudo corria na mais perfeita ordem enquanto Nabiki se escondia embaixo da arquibancada, viu ao longe a garota da espátula gigante e então se aproximou.
- Ukyo o que faz aqui? - perguntou seria
- Eu vim porque combinei com o diretor de trazer comidas para o encerramento e depois disso eu vou embora - ela estava desanimada.
- Nossa parece que alguém te atropelou, porque esta tão tristinha assim?
- Pra começar sou uma trouxa, me apaguei a uma promessa de infância e agora estou aqui sozinha... - apontou para o casal que dançava e se divertia no meio do salão junto aos outros casais
- Olha - Nabiki se sentou ao lado dela, por incrível que pareça estava de boníssimo humor - as vezes simplesmente não é pra ser e pensando bem depois que aquele amigo do Ranma apareceu eu achei que vocês combinaram bem mais.
-  Esta se referindo ao Ryoga?
- Sim, eu ja vocês juntos diversas vezes e vai dizer que nunca rolou um clima?
- Sim... quer dizer não... ao melhor não sei, minha concentração sempre estava no Ranma docinho e nunca vi o Ryoga por esse lado mesmo que as vezes um climão se abateu entre a gente - sua face estava corada.
- Tuchê! Viu eu sabia! - ela gargalhou
- Não se vanglorie assim, ao que parece o seu barco não é muito diferente do meu, você e o veterano Kuno estão saindo não estão? - Nabiki corou com aquela pergunta e flashes de alguns dias atrás invadiram sua memória, lembrou com nitidez do momento em que dormiu com ele assim como dos beijos quentes no banco do carro - Nossa, você deve esta muito apaixonada para ficar nesse estado!
- Não seja ridícula, eu e o Kuno estamos... nos conhecendo... - nem ela mesmo acreditava naquela mentira respirou fundo pois sabia o que tinha que fazer - Bom eu vou voltar pra minha mesa, o veterano estressado deve esta tendo um chilique por causa da minha falta - saiu deixando a garota de vestido lilás sozinha, as palavras de Nabiki a fizeram pensar e a mesma sorriu com aquela possibilidade, era livre e desimpedida então... porque não da uma chance a um possível e novo amor?
 


Notas Finais


Volto em breve, tentarei trazer o próximo capitulo na sexta ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...