História A Gangue de Seul - Taekook - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Olá. Boa leitura!

Capítulo 19 - Capítulo 19


💕 Deixa nos favoritos e comentem




Baby? Eu quero ser o passivo.– Arfou Taehyung.


Jungkook piscou duas vezes surpreso.


— Tem certeza?– perguntou com um tom de voz preocupado.


— Sim.


Respondeu Taehyung engolindo em seco quando Jungkook tirou o restante de suas roupas ficando nu. Taehyung tirou suas roupas olhando para cada parte do corpo esbelto do namorado, sua barriga avantajada por conta da gravidez ficou lindo nele. Sorriu bobo.

Jungkook queria tomar todo cuidado do mundo com Taehyung, seria sua primeira vez como passivo e queria só dar prazer ao amado. Pegou lubrificante na mesinha ao lado da cama em que dormia e uma camisinha. Passou lubrificante em seus dedos enfiando um dentro do ânus do Kim que gemeu contido sentindo um leve desconforto.


— Coloca mais um dedo.– Disse Taehyung entre um gemido.


Arfou alto quando Jungkook introduziu outro dedo em seu buraco. Começou um vai e vem rápido.


— Mais rápido.


Gemeu Taehyung inebriado com todo aquele prazer que sentia. Jungkook se pôs a obedecer o desejo do namorado começando um vai e vem mais rápido.


Beijou o pescoço de Taehyung deixando alguns chupões que noutro dia iriam perceber. Percebeu que Kim tinha se acostumado com a leve dor, por isso abriu a camisinha introduzindo em seu membro duro que despejava um pré-gozo.


 
Levou seu membro até a entrada do namorado se afundando ali.


Taehyung gemia descontroladamente sentindo nas nuvens.


Começou um vai e vem rápido e forte, beijava o pescoço de Taehyung fazendo-o esquecer da dor que acabará transformando em puro prazer. Entre um vai e vem rápido, os dois sentiam suas pernas bambas evidenciando seu orgasmo próximo.


— Porra Jeon. – Gritou Taehyung entre um gemido. Gozou fortemente em seu abdômen.


Não demorou muito e Jungkook veio gozando dentro da camisinha. Esperou um tempo parado dentro do namorado recuperando a respiração que estava ofegante.


Respirou fundo e saiu de dentro de Taehyung, foi até o banheiro jogou a camisinha suja jogando-a no lixo, pegou uma toalha voltou para o quarto limpando o abdômen do Kim.


Deitou abraçado com Taehyung que parecia um gatinho manhoso abraçando Jungkook como um coala, cheirou o pescoço de Jungkook lentamente.


— Eu te amo.– disse Taehyung com a respiração normalizada.


— Eu também te amo.


Respondeu corado. Sabia que o amava desde da primeira vez em que esteve com ele. Era bom dizer isso sem medos e dúvidas pensou Jungkook.


Dormiram juntos de conchinhas. Taehyung com a mão sobre a barriga avantajada querendo proteger seu filho que ainda não nasceu. Sorriu sincero para Taehyung que será um ótimo pai. Jungkook dormiu depois de uns minutos encarando Taehyung que dormirá com um bico adorável nos lábios. 




Jimin POV:





Me sentia confuso, culpado.


Todo o amor que senti por Hoseok continuava dentro do meu coração, eu amava ele.


Mas...


Amava Yoongi.


Me apaixonei por ele e sei que esse bebê é dele, sinto isso dentro de mim. Mas tinha ele, meu primeiro amor Hoseok que me fez sentir tantas coisas boas, amor foi uma delas. Eu precisava de um tempo pra mim colocar minha cabeça no lugar.


Depois de ter ido pro quarto com Yoongi nós transamos e foi ótimo, mas ainda me sentia culpado por ama-lo e amar Hoseok. Podia ser um amor antigo eu não sabia, iria entender tirando um tempo pra mim.


Saio do quarto de fininho tentando não fazer nenhum barulho que acordasse Yoongi que dormia só de cueca.


— Jimin?– solto um gritinho nada másculo pelo susto.


— Hoseok? Dormiu bem?– Disfarço meu constrangimento.


— Sim. Dormiu com ele?– aponta para o quarto de Yoongi.


— Sim...


Hoseok assente numa tentativa de parecer bem com isso sorri fofo pra mim. Solto um sorriso involuntário.


— Já tomou café da manhã?


— Que horas que são?


— Duas da tarde.– Responde simples.


Arregalo os olhos.


— Já? – ergo as sobrancelhas surpreso.


— Sim. Eu acabei de acordar.– disse num bocejo.


Ficamos num silêncio constrangedor, Hoseok me encarava como se quisesse descobrir todos os meus segredos.


— Você transou com ele?


Engasgo com minha própria saliva. Suspiro desistindo antes de respondê-lo.


— Sim. Está bravo?


— Não. Você faz– pausa sua fala suspirando pesadamente– o que você quiser com a sua vida.


Disse triste virando as costas pra mim descendo as escadas. Sigo atrás dele tentando falar sobre, mas nada saiu da minha boca por isso preferir ficar em silêncio.


Hoseok preparou o almoço sem dizer uma palavra com uma expressão no rosto tristonha. Meu coração se apertava sentindo falta de seus sorrisos bem humorados pelo dia a dia.


— Eu sempre vou te amar..– sussurro baixinho. Não sei se ele escutou e uma parte minha queria que ele soubesse disso.


Saio da cozinha indo pro quarto em que dividia com Jungkook que se apossou dali para ficar com o namorado. Nunca pensei que viria esse dia chegar, Jeon Jungkook namorando o famoso Kim Taehyung. Bato na porta esperando um dos dois atendê-la.


— Jungkook.– Chamo baixinho não tendo resposta alguma.


Cansado de esperar por uma resposta entro no quarto vendo uma cena fofa diante dos meus olhos. Taehyung abraçava Jungkook como um coala, sua mão pousada na barriga avantajada de Jungkook. Sorrio feliz pelos dois.


Cutuco a bochecha de Jungkook tentando acorda-lo.


— Hmmm. Sai.– Resmunga Jungkook se mexendo na cama.


— Acorda belo. Já são duas da tarde.


Digo simples. Levo minha mão para o meu coração pelo susto em que Jungkook me dá. O mesmo ao ouvir o horário levanta assustado correndo para o banheiro numa pressa.


— A Sofia vai me matar.– Gritou no banheiro com um desespero em seu tom de voz.


— Que Sofia?


— A minha amiga da faculdade que irá vir fazer o trabalho hoje aqui em casa. Eu mandei mensagem algumas horas atrás ela vai me matar por fazer ela esperar.– explica saindo do banheiro com uma toalha na cintura.


— Entendo. Mas pra que tanto desespero?


— Eu já deixei ela esperando ontem. Me distrai com o pedido de namoro. – Dá de ombros sorrindo fofo olhando para Taehyung que dormia feito um bebê nenhum pouco incomodado pelo barulho do Jungkook pelo quarto.


Gargalho da pressa de Jungkook que quase caí quando tropeça nos próprios pés.


— Cuidado caralho, o meu sobrinho está aí dentro.– aponto para a barriguinha redondinha.


— Você deveria se preocupar com seu filho.– Provoca mostrando a língua. Muito maturo.


Reviro os olhos.


Descemos as escadas encontrando Yoongi conversando com Hoseok. Os dois pareciam sérios.


Mudam as expressões quando me vê entrando na cozinha.


Jungkook não percebeu o clima estranho entre os dois que começou a tagarelar sem parar. Não conseguia desviar meu olhar para os dois.


Yoongi sorri de canto pra mim. 


Não entendia o que acontecia ali ou o que conversavam, sobre mim talvez?


— JIMIN.– Grita Jungkook me fazendo desviar um pouco dos meus pensamentos e dúvidas.


— Que foi?


Pisco confuso.


— Você ouviu o que falei?– Ergue as sobrancelhas desconfiado.


— Não desculpa. O que disse?– Pergunto me fingindo de inocente, sento na cadeira ao lado de Yoongi.


— Pra você me ajudar a fazer o trabalho. Eu preciso de mais uma mente.


— Claro. Irem ajudá-los com minha inteligência. – Mando um beijo no ar me achando. 


Jungkook revira os olhos.


Os dois que pareciam quietos demais gargalha com minha resposta. 



• ) 



— Boa tarde. – Disse Taehyung rouco.


— Amor. Dormiu bem?– Jungkook corre até Kim selando os seus lábios nos de Taehyung em um selinho demorado.


— Sim e você?– Se afasta minimamente.


— Também.


Quanta melosidade. Reviro os olhos.


— Inveja Jiminie?– Provoca Jungkook.


— Nenhum pouco.


Fingo não escutar as provocações de Jungkook. Me viro começando a comer o almoço preparado por Hoseok que continuava quieto.


— Senhor Kim?– Um homem alto que fazia parte da segurança da casa, adentra a casa chamando pelo Kim.


— Sim?


— Tem uma garota chamada Sofia lá fora e diz ser amiga do senhor Jungkook. Posso deixá-la entrar?– explica o segurança.


— Sim.– Ordena Taehyung autoritário.


Jungkook começa a dar pulinhos por ver que a amiga chegou. Fico com ciúmes por tanta animação para alguém que conheceu alguns dias, porém não demostro. Já Taehyung deixava seu ciúmes estampado em sua face nada contente.


— Jungkook?


Entra uma garota jovem com os olhos azuis chamativos, de estatura baixa olhando confusa para todo os cantos da casa.


— Sofia.– Grita Jungkook animado se soltando do Kim— que não gostou nada disso, mas permaneceu inabalável— correndo até a garota abraçando mais pra sufocando.


— Jungkook me larga não estou respirando.– Disse sorrindo.


— Desculpa.


Ela assente concordando.


— Não vai apresentar o seu namorado Jeon?– Perguntou Taehyung provocando e enfatizando a palavra namorado.


— Sofia esse é Taehyung, Taehyung essa é a Sofia.– Apresentou os dois. Num sorriso falso Taehyung se apressou em ir até a garota pegando em sua mão num comprimento.


— Prazer em conhecê-lo. – Disse educada.


— Prazer.


— Esse é Jimin, melhor amigo/irmão.– apontou pra mim que permanecia no mesmo lugar devorando minha comida.


— Fala aí.– Respondi de boca cheia.


— Jimin tenha modos.– Provocou Yoongi.


Olho raivoso para ele que se arrepende no mesmo instante sua tentativa de provocação.


— Nosso filho está com fome.– Digo olhando para os dois. Enfatizo o nosso olhando para os dois que me olhavam surpresos por mim falar nesse tom.


— Você está grávido também?– Sofia olhou surpresa pra mim.


— Sim. Os dois são os pais.– Disse brincando.


Hoseok e Yoongi gargalha na minha tentativa de fazer humor em cima da nossa situação. Acabo caindo na risada junto,  acompanhado de todos na cozinha menos da Sofia que parecia meio perdida.


— É que eu não sei quem dos dois são os pais.– Explico calmamente.


Sofia assente com a cabeça compreendendo rindo junto com todos.



• )



O clima era agradável. Todos pareceu se dar super bem com Sofia ela era uma menina linda e engraçada fazendo toda a atenção se voltar pra ela. Até Taehyung que sentia ciúmes dela riu das piadas em que ela insistia em contar a cada minuto ou pausa do trabalho em que nos dois se concentrava em fazer com a ajuda de Jimin.


— Acho que já vou indo. Está tarde.– Disse Sofia se levantando do sofá.


— Sim. Já terminamos tudo então pode ir. Se cuida.– Abraço ela em uma despedida.


Tínhamos terminado de organizar o trabalho por isso suspiro cansado e aliviado. Quando terminou de arrumar as coisas na sala deu um sobressalto ao notar Taehyung atrás de si.


— Baby? Terminou?– Pergunta em um sussurro.


— Sim. – Me arrepio quando Taehyung deixa um selar molhado no meu pescoço.


Olho para Taehyung que tinha seus cabelos molhados, tinha acabado de tomar banho. Eu preciso de um banho também.


— Amor?


— Humm...


Resmungo cheirando seu pescoço abraçando Taehyung pelo pescoço.


— Eu te amo.


Sorrio bobo.


— Eu também te amo.


Eu realmente o amava e não me cansaria de dizer isso.










Att antecipada? Porque sim. Espero que gostem! Dêem muito amor a fic. Acompanhem as minhas outras histórias que estão no meu perfil. Bjs até o próximo capítulo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...