História A Garçonete - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


música para ouvir quando estiver lendo a fic
olha as nota finais e aperta no link.

Capítulo 1 - Machucados


Fanfic / Fanfiction A Garçonete - Capítulo 1 - Machucados

Oii! eu sou Izabela e vim contar a minha história a vocês!Bem tudo começou com os meus 6 anos de idade,minha mãe estava batalhando pois estava com uma doença,e uma pena mais vocês já devem saber...é ..sim minha mãe morreu,ela morreu nos meus 6 anos,eu fiquei só com meu pai e minha irmã Izadora de 19 anos,eu e eles estávamos muito bem antes dos meus 17 anos de idade,eu o conheci....atualmente ele é meu marido,mas bem vocês devem saber como tudo aconteceu,então vamos para a minha história.

My Life.....3...2...1...

eu estava voltando para casa,no dia do meu aniversário,eram 5 da tarde....

Eu tinha visto homens com óculos escuros e ternos,me pergunto o que eles faziam na casa de uma garota de 17 anos em kyoto e ainda por cima pobre.

-papai,o que houve?

ele tinha o rosto muito preocupado,nem as rugas disfarçavam.Minha irmã estava lá com ele,e também com a mesma expressão.

-Eu quero saber o que está acontecendo!

um homem de terno olhou para mim e respondeu.

-Esse homem,tem uma divida muito grande com o senhor Pedro.

-divida?se for isso eu pago!

Izadora_irmã....(chora)

Pai_....

o homem disse.

-a conta e muito alta,levaria pelo menos  5 anos para pagar,já demos o tempo,ele não pagou,o sr.Pedro faleceu nesta manhã e antes de isso acontecer ele nos disse.

Esse homem tem duas filhas,leve uma delas para trabalhar duro em minha mansão,eu quero que ele sofra,como me fez sofrer.

-mas...

Izadora_Me leve deixa a minha irmã!

-Não!próximo mês você irá se casa Izadora,você planejou,eu quero que...você seja feliz....

Pai_por favor!quem não pagou foi eu!deixe as!

o homem conclui

-uma delas.

-eu vou!

-certo assim.

eles me empurram para dentro do carro.

Pai_FILHA!!!!!!

o carro avançava,eu via seus rostos cheios de lágrimas,correndo desesperados atrás de mim.

-*porque?porque ....justo nesse dia ..no meu aniversário...ir embora....porque!!!!*

eu começo a chorar,horas e horas passam dentro do carro,e lágrimas e mais lágrimas caem do meu rosto.

adormeço perdida em meus pensamentos perdidos.

Estava tão preocupada e triste com o que ia acontecer....ficar longe de meus familiares...da minha irmã  do meu ....pai...

Horas depois...

-ah...

olho em volta,estava em um avião ,mas ...para onde eu estava indo?

-o-onde...

o avião aterrissou,homens me empurraram para fora,entrei novamente em um carro e depois de horas,já a noite...

eu estava vendo uma mansão iluminada longe a vista.

-onde será que eu estou...será que vou voltar?.....

quando o carro parou,eu desci e andei por uma caminho de pedras iluminado,até uma porta enorme que era a entrada da mansão.

dois dos homens entraram comigo vigiando a porta e os outros ficaram do lado de fora.

Uma fileira de empregados,homens,mulheres.

uma senhora de cabelos grisalhos,olhou para mim e disse.

-eu sou Elisabeth a governanta da casa,me trate com respeito,você vai ficar aqui por um bom tempo.

-um bom tempo?

derrepente todos se curvaram e eu olhei para trás confusa.

Um garoto de olhos azuis ,cabelos pretos,terno e gravata.

-Boa noite,você é?

fiquei paralisada sem me mover,piscar ou falar uma palavra.

será que esse daí e meu marido?acho que não!ele vai aparecer...

Sra.Elisabeth_eiii o patrão acabou de fazer uma pergunta!.

-calma!não a pressione.disse ele

-é Izabela

.-Izabela?seja bem vinda a mansão,desculpe se algo ruim te aconteceu,meu nome é Felipe.

-me desculpe ..mas onde eu estou!?

Felipe_Na Inglaterra,não te disseram?

-I...ngla...terra...Inglaterra!?(estou muito longe doa minha família ...)

lágrimas brotam do meu rosto,me encolho na sala e começo a chorar.

Felipe_hum...

ele se abaixa limpando as lágrimas do meu rosto.

Felipe_eu já entendi...

ele se levanta rapidamente.

Felipe_eu quero que a tratem bem,terei que sair,enquanto meu irmão de temperamento difícil não chega

ele sai da sala.

eu sou levada até um quarto,tomo banho e visto um pijama.

eu deito na cama com lágrimas no rosto e adormeço.

No outro dia...

Meus olhos abrem devagar se acostumando com a luz do ambiente.

me levanto da cama ainda de pijama,vejo que ainda é cedo demais,vou em direção a cozinha tomar um copo de água.

no caminho de volta para o quarto tropeço da escada,ralando uma parte do meu rosto,mas quando eu ia caindo da escada,alguém me segura pela cintura.

-ora,ora quem diria,o que uma garota de pijama tão curto,faz numa escada prestes a cair?

um garoto de olhos verdes,cabelos vermelhos.

-ehh....(corada)

ele dá uma olhada em mim.

toca no meu machucado.

-parece que você se machucou não é?

ele tira do bolso um curativo e coloca no meu rosto.

hahaha esse daí e meu marido...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...