1. Spirit Fanfics >
  2. A Garota Com Cortes No Pulso (Blackpink) (Bts) (Red Velvet) >
  3. Capítulo 26: O Pesadelo De Lisa.

História A Garota Com Cortes No Pulso (Blackpink) (Bts) (Red Velvet) - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 26 - Capítulo 26: O Pesadelo De Lisa.


Fanfic / Fanfiction A Garota Com Cortes No Pulso (Blackpink) (Bts) (Red Velvet) - Capítulo 26 - Capítulo 26: O Pesadelo De Lisa.

Diário:

A ideia de te perder era assustadora, saber que nunca mais eu veria o seu rosto, o seu sorriso, isso me destruía por dentro. Desdo momento que eu te conheci, eu sabia que você seria alguém muito importante para mim. Por favor não desista, eu imploro. Pós tenho certeza de que não irei suportar a sua partida, e irei preferir partir com você...


DIAS ATUAIS...


Lisa já não conseguia mais dormi direito. Só de pensar em ver Jackson outra vez, deixava a garota enjoada. Jisoo havia conseguido convencer a sua mãe a deixar Lisa passar uns dias em sua casa. Com o seu padrasto fora por duas semanas, não haveria problemas em a amiga ficar lá.

A garota loira levou apenas uma mochila, com alguns pertences e roupas. Jisoo resolveu que dormiria no chão, e a amiga ficaria na sua cama. Mas Lisa insistiu que as duas dormissem juntas na cama.

Jisoo gostava da ideia de ter Lisa mais próxima dela. A garota agora acordava toda manhã ao lado da amiga, tomavam café juntas, iam a escola juntas. Ela então pensou que seria algo maravilhoso, ir morar com Lisa na Inglaterra.

Já haviam se passado três dias desde que Lisa estava na casa de Jisoo. A garota loira ainda estava assustada, com medo deque a qualquer momento, Jackson aparecesse de repente. Lisa começou a ter pesadelos durante a noite, a garota sempre acordava muito assustada. Mas os pesadelos não eram com Jackson, e sim com Jisoo. Lisa sonhava que encontrava a amiga, com os pulsos contados no vestiário da escola, havia muito sangue, e desespero. Lisa via a amiga morrer em seus braços, sem poder fazer nada. Aquele pesadelo perturbava Lisa de uma maneira profunda, a possibilidade daquilo acontecer existia.

Lisa passava a noite em claro, observando Jisoo dormi. E chorava só de pensar na possibilidade de perde a amiga. Ela então segurava forte a mão de Jisoo, e tentava voltar a dormi.

Ela não sabia como havia amado alguém como Jackson, um homem egoísta, que só pensava em si mesmo, que a maltratava, e a machucava. Lisa então pensou, se pudesse escolher só amar uma pessoa no mundo, ela amaria Jisoo. Pós sabia que a garota, a amaria de verdade.

Naquela noite as garotas estavam na sala da casa de Jisoo jantando, enquanto assistiam um seriado na televisão. A mãe de Jisoo também estava na sala, a mulher segurava um copo, e uma garrafa de whisky nas mãos.

- Ei garota, quer um gole. - Ofereceu a mulher, a bebida a Lisa.

- Não obrigada. - Recusou Lisa, tentando se educada.

- Vamos é só um gole. - Insistiu a mulher.

- Ela disse não. - Falou Jisoo.

- Meu Deus, você é mesmo uma garota muito insuportável! Não sei como você ainda tem amigos. Essa sua amiga deve falar com você só por pena. - Disse a mulher, se referindo a própria filha.

Jisoo ficou triste com as palavras. Lisa pegou na mão da amiga, a levando para o quarto.

- Não liga para oque a sua mãe fala, ela está bêbada. - Disse Lisa, abraçando Jisoo.

- Queria sempre ter você por perto. - Disse Jisoo.

- Se você aceitar o meu convite, e ir morar comigo, você sempre me terá por perto. - Disse Lisa, sorrindo.

Enquanto isso naquela noite, Suga estava fechando a loja de discos. O seu expediente havia acabado, e o rapaz se preparava para ir embora, quando alguém entrou na loja procurando por ele.

- Aqui que trabalha o Suga? - Perguntou o estranho.

- Sim, mas já estou fechando a loja. - Disse Suga, se virando.

Ao ver quem era o estranho o rapaz se assustou. Parado na sua frente estava Jackson, que tinha um sorriso irônico no rosto. Ele reconhecia o ex de Lisa, pós ela já havia mostrado Jackson em algumas fotos para ele. Suga tentou manter a calma, e fingir que estava tudo bem.

- Então o Suga trabalha aqui? - Perguntou Jackson, outra vez.

- Sim, mas ele já largou. - Disse Suga.

- Engraçado, no seu crachá está escrito Suga. - Disse Jackson, apontando.

Suga havia sido pego na mentira, ele então tentou inventar uma outra desculpa.

- Eu já estou fechando a loja, se quiser algum disco, venha amanhã. - Disse ele, tentando sorrir.

- Eu não quero discos, eu quero outra coisa, e você sabe oque é. - Disse Jackson.

- Eu não sei doque está falando. - Disse Suga.

Jackson sorriu e puxou Suga o arrastando por cima do balcão. Ele derrubou o rapaz no chão, e colocou um dos seus pés sobre o peito do garoto.

- Não se faça de idiota! Eu sei que a Lisa está morando com você. Então me fala onde fica a casa, que eu quero buscar a minha namorada! - Disse Jackson, esmagando o peito de Suga, com a sua bota pesada.

- Vai se ferrar seu merda! A Lisa saiu da cidade, ela está agora bem longe daqui. - Disse Suga, sorrindo.

- Vou te ensinar uma lição, seu viado. - Disse Jackson, fechando as portas da loja de disco.

Ele ligou um dos tocar discos, e aumentou o som, para que ninguém ouvisse nada. Ele então chutou Suga que estava no chão. Jackson começou a espancar o rapaz que gritava e chorava de dor. Muitos socos eram dados no rosto de Suga, que sangrava muito, o rosto do rapaz estava ficando deformado por causa das pancadas. Ele pedia por socorro, mas ninguém podia o ouvir. Jackson ria enquanto batia no rapaz, que estava quase desmaiado.

- Por favor...para. - Pedia Suga, com uma voz fraca. Lágrimas escorriam do seu rosto, junto com o sangue.

Jackson então sorriu, e parou de bater no rapaz. Ele então desligou o toca discos, e abriu as portas da loja.

- De um recado a Lisa, diga a ela que só vou embora depois de encontrar ela, e a levar comigo. - Disse Jackson, indo embora como se nada tivesse acontecido.

Suga ficou jogado no chão, completamente machucado.

Enquanto isso na casa de Jisoo, Lisa teve uma estranha sensação. A garota sentiu o seu coração apertar, e um sentimento de angústia a tomou. Ela então começou a chorar sem parar.

- Porque está chorando!? - Perguntou Jisoo.

- Eu não sei, apenas senti algo ruim. - Disse Lisa.

Jisoo abraçou a amiga, tentando a consolar. As duas garotas ficaram ali abraçadas.


Notas Finais


Chorei escrevendo esse capítulo, isso sempre acaba mexendo muito comigo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...