1. Spirit Fanfics >
  2. A garota da rua de cima >
  3. O teste

História A garota da rua de cima - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, mi amores!
Estão bem?

Como prometido, estou trazendo o capítulo do sábado!
Espero que estejam gostando.

No capítulo de hoje, nosso casal vai se encontrar!!

Por isso, boa leitura e aproveitem!❤

Capítulo 2 - O teste


. ( Babi ).

Olhos negros, a pele branquinha, um sorriso de parar quarteirão.

Deus, quem é esse garoto?

- Moça, ce ta bem!? Moça? Ele estala os dedos na minha frente.

Babi: - Ah, me desculpa... Eu não tinha visto você, me desculpa. Digo, ainda em transe.

Ele sorri e diz: - Tudo bem, me desculpa voce.

Acaba de falar, e ficamos em silêncio por um tempo.

- Programa de teatro? Disse, me entregando a ficha e o resto das coisas que caíram no chão.

Barbara: - Pois é. Apesar de querer música e dança. Ri fraco.

- Não me diga, e porque não vai fazer audição? Pergunta, sereno.

Esse garoto é encantador.

Respiro fundo e digo: - As vagas acabaram. Baixo a cabeça.

- Ah, é uma pena, iria adorar ter você como colega.

Quê...? Ele é do programa de música? Gente, alguém me socorre.

Babi: - Realmente, é uma pena. Digo mais para mim, do que para ele.

- Mais não desanima não, vai que alguém desiste, aí CE tenta. Me anima.

- Seria egoismo da minha parte, se eu torcesse para isso acontecer?

Pergunto, e ele da uma risada rouca, que é a coisa mais linda.

- Olha, aquilo que a gente deseja com o coração, acaba vindo sem prejudicar ninguém. Diz, e fico sem graça.

- Sou Luan, Luan Santana. Continua, estendendo a mão.

Babi: - Barbara, mais pode chamar de babi. Digo, pegando sua mão.

Nessa hora, o sinal tocou.

Luan: - Prazer, babi! Sorriu.

- Vamos, Lubs. Temos que dar as boas vindas pra quem vai fazer as audições. Uma menina diz, se aproximando.

Luan: - Vai indo na frente, helô. Já te alcanço. Disse, e ela concordou, dando um beijo em seu rosto.

- Ah, bru, essa é a babi, ela vai fazer o teste pra teatro, leva ela até lá. Ele puxa outra menina loira pelo braço.

- Ai, seu bruto. Oi pra você também, maninho. Não liga pra ele, ta? Eu levo você. Ela disse, simpática.

Luan: - Boa sorte, babi. Vai da tudo certo. Disse, e antes de sair, beija meu rosto.

- As pessoas são muito afetivas aqui, não é? Pergunto a bru, enquanto caminhamos pelo corredor.

Bruna: - Você diz isso pelo Luan? Relaxa, ele é assim com todo mundo. E as guria acha que ele ta dando moral, sabe? São muito criancinhas.

Ah, claro, burrisse minha, achar que um garoto lindo como ele, me daria cabimento.

Ele deve ser bem mais velho que eu.

- Chegamos, essa é a fila para o teste, me dar sua ficha. Boa sorte, eu já te chamo. Disse, quando entramos, no teatro da lolita.

Um lugar enorme, e lindo! Minha mãe deve ter brilhado muito nesse palco.

Respirei fundo, e me juntei as outras pessoas, para esperar minha vez.

{...}

Uma hora depois, todos já tínhamos feito o teste, e enquanto o resultado não saía, fui até o refeitório esperar.

Xxx: - Oi, tudo bem!? Posso sentar com você? Uma garota muito simpática disse, se aproximando com seu lanche.

Babi: - Sim, claro. Digo, e assim ela faz.

Xxx: - Sou a Delfina, mais pode me chamar de delfi. Ela disse, sorrindo.

- Sou Barbara, mais pode me chamar de babi. Bebo meu suco.

Delfina: - Está bem! Acho que ganhei uma nova amiga! Disse, e concordei.

- Você ta preparada pra ficar a semana inteira aqui? Ela pergunta, comendo seu sanduíche.

Babi: - A semana inteira? Nossa! Mais nem sei se vou passar nesse teste. Digo, desacreditada.

Delfi: - Como não? Eu vi seu teste, e você foi maravilhosa! Incentiva.

- Eu que não tenho chance. Continua.

Babi: - Para com isso, vai? Nós duas vamos passar! Digo, e sorri.

Nessa hora, Luan passou pela porta do refeitório, abraçado com aquela tal de helô, e outro garoto.

- Ele é lindo, não é? Delfi disse, ao me ver, babando, nele.

- Quê...? Sim, quer dizer... Não, ai, sei lá. Fico toda enrolada, e ela ri.

Babi: - Não ri, Delfi. Digo, toda sem graça.

Luan acenou para mim, e foi o suficiente, para Delfina tirar, os meu coro.

Delfina: - Aiiin, babi! O cara mais lindo da escola acabou de acenar para você! EU não acredito! Disse, quase gritando.

- Xiii! Da para você falar mais baixo, por favor? Digo, baixinho.

- Depois, olha lá, a namorada dele. Continuo, desanimada.

Mais o que ta acontecendo comigo? Eu nem cheguei, nem passei no teste, e já tô, de olho, em um cara?

Delfina: - Você ta falando da Heloisa? Ela gargalha.

- Relaxa, o Luan não quer nada com

ela. Ela é irmã do amigo dele,

Alejandro, aquele que ta com eles. Continua.

Babi: - Ce ta bem informada, en!? Digo, sorrindo.

Minha mais nova amiga ri, e diz: - Tenho meus contatos, e eles me contaram, que a helô e o alê são filhos do dono.

Barbara: - Quê...? Eles são filhos do Mauro? Fudeu. Coloco as mãos na cabeça.

- Como? Você conhece o dono? Delfi pergunta.

Babi: - Ele é amigo do meu pai, foi quem conseguiu o teste pra mim. Apesar de eu querer está fazendo as audições para o programa de música. Bufo.

Delfina: - Sinto muito, amiga. Bom, eu espero que pelo menos, você passe no teste. Disse, e rimos.

- Ai, meu Deus! Não olha agora, mais príncipe Luan ta vindo, e eu tô vazando en 3 2 1. Disse, e depois de pegar suas coisas, vazou, mesmo.

A chamei, mais ela fingiu que nem ouviu.

Então, juntei minhas coisas, e já ia sair, quando Luan me parou.

Luan: - Fugindo de mim, pequena? Disse, assim que chegou perto.

Do que ele me chamou?

Babi: - quê....? Não, porque eu faria isso? Sustento seu olhar, que está en mim, desde que ele se aproximou.

- É o que também tô me perguntando. Porque parecia que você estava fugindo. Diz e fico sem graça.

Ele ri rouco e diz: - Relaxa. Como foi o teste?

Babi: - Foi bom. Não dar para saber ainda, o resultado ainda vai saí. Ah, e sua irmã ta me chamando, acho que pra falar.

Eu já ia saí, mais ele segurou meu braço e disse: - Boa sorte, pequena. Vou torcer muito, pra você ficar.

Babi: - Obrigado. Digo, sem graça, e saio quase correndo.

******

. ( Luan ).

Fico olhando ela se afastar, e ri, do seu jeito nervoso quando está perto de mim.

Não sei, mais tem alguma coisa nela, que ta mexendo comigo.

Não consigo decifrar se é pelo seu amor pela música, não sei se pelo seu jeitinho de menina, só sei, que ta, fazendo um carnaval, aqui dentro.

- No mundo da lua, brother? Alejandro disse, se aproximando.

Luan: - O quê...? Me desculpa. Tiro os olhos de babi, que conversa com bruna, para olhar pro meu amigo.

Alejandro: - Qual é a sua com a Barbara? Pergunta, e arregalo os olhos.

- Como? Você a conhece? Digo, meio nervoso.

Acho que ele ta notando, minha confusão por ela.

Alejandro: - Ta brincando? Ela é filha do Manuel Duarte, maior produtor musical do momento. Ele e meu pai, são amigos. Explica.

Luan: - Ela queria o programa de música, mais fez teste para teatro. A gente não teria alguma vaga, não? Ela poderia fazer uma audição. Digo, esperançoso.

- Iiiih! Já vi tudo, mano. Você ta maluco por ela! Me zoa.

Começo a tossir e digo: - Voce bebeu, foi? Ela é muito novinha para mim.

Acabo de falar, e meu amigo gargalha.

- Minha irmã também é mais nova que você, e sempre que podem, vocês ficam. Diz e reviro os olhos.

Luan: - Eu e a helô somos só amigos. Disfarço.

Alejandro: - Ah, que amizade legal, essa, que beijam na boca e faz mais sei lá o quê. Disse, e soquei seu braço.

- Olha, só te digo uma coisa, a Barbara é o tipo de garota que você odeia, é mimada tem tudo o que quiser, e é patricinha demais. Continua.

Luan: - Jura? Porque eu pensei que sua irmã era assim, e ela não é. Digo, e agora foi ele, quem revirou os olhos.

- O que tem eu aí? Helô se aproxima.

Alê: - Nada, Maninha. Eu tenho que ir, tem uns trem pra fazer. Disse, e saiu.

Heloisa: - Algum problema, Lubs? Pergunta, me olhando.

Luan: - Nenhum. Vamos? Digo, e saímos dali.

{...}

- Vai sair? Bruna me pergunta, quando cheguei na sala.

Luan: - Tenho que ir na casa do alê, terminar de organizar a festa de boas vindas com a helô. Digo e escuto um: "aff!" como resposta.

Vou até ela e digo: O que foi, bubu?

Bruna: - Não é nada, é que essa garota faz de tudo pra ficar perto de você. E te da até não querer mais. Disse, e gargalhei.\\


Notas Finais


Luanzin ta caidinho, ou não ta pela babi, gente?

Segunda eu volto, beberes!
Bom fim de semana!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...