1. Spirit Fanfics >
  2. A Garota De Cabelo Branco - Kim Taehyung >
  3. Capítulo 7

História A Garota De Cabelo Branco - Kim Taehyung - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Bom leitura meus amores...
Já passaram alcool em gel nas mãos hoje?
Não saíram hoje não né??
Pode não. Fiquem em casa por favor pra não pegar corounaaa variuuus kkkskk.

Capítulo 7 - Capítulo 7


DIA SEGUINTE.

Acordo e vou direto para o banheiro fazer minhas higiênes básicas. Depois tiro meu pijamos e visto um shorts e uma camiseta grande que tampava quase todo ele.

Vou para cozinha e faço pão com ovo e café com leite para comer(A- Sei lá, kkkk). Vou para a sala e sento no sofá, ligo a TV e coloco em um canal qualquer.

Estava passando o desenho do Bob Esponja.

Q.T

Estava trabalhando, ou seja, hackeando e passando informações para pessoas que me pagaram. Tinha recebido um pedido pra hackear uma conta bancária, mas estava tudo criptografado, o que quer dizer que a conta devia ter muito dinheiro e deveria ser muito bem protegida (A- gente eu to inventando isso, porque não sei nada sobre hackear).

Depois de alguns minutos consigo entrar na conta, e era de um tal (A- kim jong-uh ksksks brinks) de Hong. Bem, não conhecia a pessoa. 

Comecei a copiar os dados para passar, e do nada apareceu um aviso que eu poderia estar sendo rastreada. Acho que a conta era mesmo muito protegida. Passo tudo para a pessoa que pediu e fecho as páginas. Ativo o ant-rastreador no meu notebook.

Tinha mais alguns emails, mas lerei depois.

Me levanto da caideira e vejo que já era quase noite. Fiquei bastante tempo no notebook mesmo.

Vou para a cozinha, tomo um pouco de água (A- se hidratem beninas) e coloco o copo na pia. Vou para o banheiro tomar um banho.

Fico pensando se tem um jeito de nós entregarmos o meu ex chefe sem sermos presos. Se eu pudece achar provas que o incrinasem seria bom, mas aposto se vai ter alguma… eu então poderia gravar ele falando sobre ter nos sequestrado e ter obrigado nós a matar-mos pessoas. Mas como fazeriamos isso?

Ele já estava sendo procurado pela policial a muito tempo, então seria facil. Se só falarmos que fomos sequestrados sem provas eles nos considerariam capangas deles, e bom… somos quase isso, mas fomos obrigados se não morreriamos.

Termino meu banho e me enrolo na toalha. Coloco minha langerir, uma saia e apenas um moletom grande sem a camiseta.

Pego meu celular, que estava em cima da minha cama e ligo para o Suga.

LIGAÇÃO ON

- Oi suga.

- Eai, qual é a boa?

- Você pode vim aqui? Tenho um plano pra colocar-mos nosso chefe na cadeia.

- Ahhh, você é muito folgada, porque você não vem aqui?

- Eu? Folgada? Não sou eu que fico quase o dia inteiro jogado no sofá e comendo besteira.

- E como você sabe… Aish esquece…

*Toc toc*

- Suga tenho que desligar, tenho que atender a porta, vou estar esperando você vim aqui.

- Aish, tchau.

LIGAÇÃO OFF

Vou atender a porta, e quando abro automaticamente coro.

S/n- Oi Tae, o que você veio fazer aqui?

T- O-oi, eu queria conversar com você sobre ontem.

O suga já vai estar aqui, acho melhor não.

S/n- Olha Tae, é que--

T- Por favor vai ser rápido!

Penso um pouco.

S/n Okey, entra...

Dou espaço para ele passar, ele entra e eu fecho a porta.

T- Então, eu queria me desculpar por ter feito aquilo ontem, acho que você está com raiva de mim.

Ele se vira e cora um pouco, cara ele fica mais lindo ainda corado.

S/n- Ah, esta tudo bem.

T- Que bom...

Ele abre um sorriso. Ficamos calados por alguns segundos.

O suga já devia estar chegando, e acho que o ele não foi muito com a cara do Tae.

S/n- Então era só isso né, acho que tu já pode ir--

T- Não!- ele fala um pouquinho mais alto e eu me assusto - Er, eu tenho mais uma coisa pra te contar antes que eu não tenha mais coragem de contar pra você. 

Okey, eu estou com um pouco de medo do que ele vai me contar, não sei por quê, mas tô.

T- Desde que você chegou na escola eu meio que criei um sentimento por você, não sei como, e sei que faz pouco tempo que nós conhecemos... - ele da uma pausa para falar - S/n eu gosto de você.

Ele cora e acho que eu também, meu coração está batendo um pouco rápido.

T- Não sei se você só me vê só como amigo, e quero uma resposta, mas antes de você dizer… você tem cinco segundo para me dar um tapa na cara - ele fala chegando perto.

S/n- Mas, por que eu te bateri--

Ele me puxa minha cintura, colando nosso corpos, coloca suas mãos no meu rosto e cola seus lábios nos meus.

Me espanto um pouco e logo após o beijo termina.

T- 1... 2... 3 - eu devo ta fazendo cosplay de tomate agora - 4... 5. Acabou o tempo.

Abro minha boca para pronunciar algo, mas Tae junta nossos lábios novamente. Fecho meus olhos e me entrego ao beijo. Ele pede passagem com a língua e eu sedo, o beijo era lendo mas ao mesmo tempo quente. Era um a sensação incrível.

O beijo dele era viciante, fazendo eu não querer me separar nunca daqueles lábios.

O beijo começa a esquentar e as mãos dele que estavam em minha cintura, vão descendo. Tento me separar dele, mas o mesmo me aperta mais. Antes que elas chegassem a um determinado lugar, lembranças antigas vão surgindo. Lembranças que pensei ter esquecido… bom, até agora.

Me separo de seus braços, minha face se torna um pouco assustada. E antes que ele possa dizer algo, ouvimos o som da porta sendo aberta e depois fechada.

Sg- Estou atrapalhando alguma coisa? 

S/n- Er, não, tae já estava de saída, né tae?

T- É... eu já vou indo, tchau s/n.

Ele parecia um pouco triste agora. Ele foi em direção a porta e saio.

Olho para o suga que estava me olhando com um cara séria

S/n- Que foi??

Vou em direção ao sofá e me sento.

Sg- Nada não.

Ele revira os olhos e se senta no sofá.


Notas Finais


Querido diario.
Estou no 4° dia de quarentena. Desde meu último cap postado estou procrastinando, não escrevendo o próximo capítulo da fic, por falta de imaginação e preguiça. Espero não ter irritado meus caros leitores dessa fic, e também espero que eles estejam gostando da mesma.
-Autora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...