História A garota do blog - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags A Garota Do Blog, Blog
Visualizações 70
Palavras 2.065
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


* desculpe pela demora tava ocupada com uma outra fanfic que estava escrevendo.




boa leitura.

Capítulo 20 - 19


JUSTIN BIEBER P.O.V’S

Duas semana depois

Não vejo a hora de ver minha princesa, não vejo ela quase um mês. Depois que ela me disse sobre o que tava passando por causa da melissa, eu pedir por scooter resove isso pra mim e espero que ele tenha conseguido. Não quero uma louca que acha que minha dona atrás de mim e de ninguém que eu conheça. Essa semana eu quase não falei com nat, era ensaio atrás  de ensaio e mó deu tempo da gente conversa direto. Assim que desci do jatinho peguei meu celular  e liguei pra ela, chamou três vezes e caiu na caixa postal, liguei mais uma vez e dessa vez caiu direto na caixa postal. Provavelmente ela desligou o celular, é a cara dela quando a gente precisa fala com ela, ela desliga o bentido celular. A minha sorte é que ela já  tinha me passado o endereço da casa dos pais dela, ela iria se troca lá pra gente ir juntos pra sua formatura. Olhei por relógio e timos três horas pra sua formatura pra começa, ainda daria tempo deu mata a saudade que tenho da minha namorada.

Assim que Kenny estacionou em frente dos pais de nat, não me surpreendeu muito, eu já esperava que meus sogros tivesse um bom gosto, a casa era linda e confortante, era de dois anda, tinha um lindo jardim na frente e bem cuidado com uma cerca branca em volta. A casa era pinta de branca com amarelo que tava um ar de simplicidade e conforto. Desci, fiquei perdido em pensamento por alguns minutos, respirei fundo  e caminhei ate a casa na minha frente, toque a campainha e a porta foi aberta por sua irmã, se eu não me engano o nome dela é Kate.

- justin- disse com os olhos brilhante.

- sou eu mesmo- digo sorrindo e só depois percebo que ela esta vestida de princesa com um vestido rosa e com um arquinho nos cabelos- você esta linda- digo e ela sorri.

- entra, minha irmã esta quase pronta- disse me dando passagem pra eu entra.

- hum, esta sozinha? Pergunto

- sim, papai e mamãe foi na frente e eu fiquei pra ir com nat- disse ligando a TV num desenho qualquer.

- hum- digo e sento ao seu lado- fiquei uns vintes minutos conversando com ela ate que minha saudade falou mais alto.

- sabe me dizer qualquer o quarto de sua irmã? Pergunto

- segunda porta a direta- disse sem desvia os olhos da TV.

- então vou lá ver sua irmã- digo e ela assente.

Subo as escada e sigo as instrução que Kate me deu, bato na porta e ouço um ‘’entra’’ giro maçaneta  e dou de cara com uma nat semi nua, ela só tava de calcinha vermelha de renda. Prendo a respiração, eu já via ela nua antes mas parece que ela ficou mais gostosa do que já era. Fico olhando pra sua bunda e minha mão coça pra da um tapa naquela bunda, me perco em  meus pensamentos mais sujos com ela, mordo o lábios.

- justin- saio dos meus desaveio com nat me chamando.

- oi- digo soltando pra realidade.

- eu estou te chama já tem uns vintes minutos e você tava ai com essa cara de paisagem- disse e só agora percebo que ela  esta sem sutiã na minha frente.

- desculpa mas ta difícil eu me concentra aqui vendo você vestida desse jeito na minha frente- falo e ela cora.

- já disse que fica linda corando- digo sorrindo e ela pega a primeira coisa que vê pela frente que é uma toalha e se enrola nela.

- desculpa justin eu pensei que era minha irmã por isso deixei você entra- disse

- não precisa dizer nada, eu amei  te ver daquele jeito- digo indo abraça-la.

- você esta lindo- disse me dando um selinho que fiz questão de aprofunda o beijo.

O beijo foi ficando cada vez mais intenso, lhe dei impulso pra ela subi em meu colo. Caminhei com ela no colo ate sua cama, ah deitei e me livrei da toalha que a cobria. Desci beijo pelo seu pescoço arrancando varias suspiros da mesma.

- justin eu tenho que termina de me arruma- disse entre gemido.

- eu senti tanta saudade da gente esta assim- sussurro em seu ouvido.

- é serio justin- disse com a voz fraca- não temos tempo pra isso- disse

- só uma rapidinha que lhe deixo se arruma em paz- digo e ela parece gosta.

- uma rapidinha e você promete me deixa só sozinha pra eu me arruma? Pergunto

- prometo, mas eu preciso de você agora- digo e ele assente. Tiro minhas calça junto com a minha box, me posiciono entre suas pernas me livro de sua calcinha num puxão só.

- ei! Eu gostava dessa- disse

- eu compro varias dessa- digo e a penetro de uma vez só fazendo ela gemer alto.

Era tão bom esta dentro dela, começo a me mover dentro dela a fazendo gemer ainda mais.  Comecei aumentar a velocidade de minhas estocadas não demorou muito que ela explode num orgasmo violento e logo depois eu gozo também. Saio de dentro dela e me deito ao seu lado na cama.

- com certeza essa foi minha melhor rapidinha- digo ofegante.

- vou ter que toma outro banho- disse ainda deitada. Assim que minha respiração volta ao normal, me levanto visto minhas roupas.

- vou esta te esperando lá em baixo- digo e lhe dou um selinho demorado, não espero sua resposta e saio do quarto.

NATALI SPARKS P.O.V’S

Assim que justin sai do quarto me levanto e entro no banheiro, tomo outro banho só que dessa vez rápido. Visto uma lingerie roxo, a cor preferida de justin, passo um hidratante no corpo, faço um make simples e depois um uma trança embutida. Só faltava eu coloca o vestido e o salto, mas eu tava em duvida se eu usava o vestido que eu comprei ou que Selena me deu de presente. O vestido que Selena me deu era na cor creme  de renda na parte de cima com detalhe brilhante, tomara que caia a saia do vestido era  estilo princesa mas não daquele longo e sim curto que ia ate a metade da coxa não era muito curto. Já o meu era na cor salmão também tomara que caia, na parte de cima feito  todo de paetês  prata e a saia do vestido era também estilo princesa com detalhe brilhante.

Eu me encontrava numa duvida cruel, os dois vestido era lindos  e eu não sabia qual eu usaria essa noite, quer sabe eu foi tira a sorte. Fui no uni duni der e deu o vestido que eu comprei, vesti logo ele antes que eu mude de ideia, calcei minha sandália de salto na bege claro, dei mais uma olhadinho no espelho e eu estava linda, peguei minha bolsa e desci.

- estou pronta- digo descendo as escadas e os dois me olham.

- você esta linda- disse minha irmã, lhe deu um sorriso em forma de agradecimento.

- você realmente esta deslumbrante- justin disse, caminho ate ele e lhe dou um selinho rápido.

- então vamos? Pergunto e eles assente. Justin pegou minha mão e eu da Kate e saímos, tranquei a porta e fomos por carro que quem tava dirigindo era Kenny.

Eu tava tão ansiosa e nervosa não todo santo dia que você faz formatura. Fomos o caminho todo em silêncios, justin mexia em seu celular e Kate tava jogando no meu. Eu já tava num maior tédio, nem aparecia que a gente longe quase um mês, estamos parecendo dois estranho  e não dois namorados que não se via a quase um mês. Respirei fundo e encostei minha cabeça em seu ombro e fechei os olhos pegando num sono rápido.

Acordei com alguém tocando o meu rosto, abri e fechei rapidamente depois abri de novo dessa vez focando na pessoa que tava tocando em meu rosto. Justin sorria e segurava minha mão, olhei pra lado e Kate não se encontrava ao meu lado, pensei em pergunta por justin onde estava Kate mas logo ele disse.

- ela já entrou- dito isso, logo reparei que timos chegado.

- nossa eu dormi muito então- digo

- vamos entra? Ele pergunta, notei ao estranho em sua voz, parecia que ele não queria esta aqui.

- claro- digo, ele sai primeiro e logo depois eu. Fiquei na calçada  ajeitando o vestido em meu corpo e justin esta inquieto na minha frente.

- o que foi justin? Pergunto voltando minha atenção pra ele.

- não acha que esse seu vestido não esta muito curto- disse e pelo tom de sua voz ele tava com ciúmes.

Sorrio e lhe dou um selinho que ele faz questão de aprofunda num beijo calmo.

- não gosto nenhum um pouco desse marmanjo olhando pra suas pernas- disse fechando a cara, ele fica tão lindo com ciúmes.

- deixa eles olhar, só você pode toca-las- sussurro.

Andamos ate a entrada da faculdade de mão dadas, comecei a senti uma sensação estranha como se algo me tivesse pra eu não entra lá, respirei fundo e voltamos a anda. Assim que coloquei os pés dentro da faculdade senti um arrepio e do nada comecei a chorar, eu não sabia explica o motivos de minhas lagrimas e elas não parava de desce.

- meu Deus nat esta sentindo algo? Pergunta justin preocupado e eu não consigo dizer nada.

- nat me diz o que esta acontecendo? O aperto no meu peito foi ficando mais forte enquanto eu chorava, a sensação ruim ainda continuava.

- nat você esta me assustando- era visível sua preocupação.

- jus me tira daqui- consigo dizer, ele olha sem entende nada.

-  o que aconteceu filha? Pergunta papai. Eu não tinha percebido sua presença ainda, não digo e volto a chorar.

- justin o que aconteceu? Por que ela esta chorando? Pergunta mamãe preocupada.

- eu não sei, chegamos aqui e ela começou a chorar do nada- disse justin.

- como assim do nada? Pergunta papai acariciando meu cabelo.

- eu não sei-  disse justin nervoso.

- filha esta sentindo algo? Esta doendo algo? Pergunta mamãe e eu nego com a cabeça os deixando ainda mais confuso ainda.

- jus me tira daqui- volto a dizer e dessa vez ele atende meu pedido, me pega no colo e saímos da faculdade. Escondo meu rosto em seu pescoço.

Ele me colocou no carro e foi fala algo por meus pais, me encolho toda no banco do carro. Eu não entendo por que estou chorando, eu nem sei como explica isso, a sensação ruim que eu senti tava pra mais como se eu soubesse que  algo muito ruim ia acontece e que eu e justin precisavam sair de lá, eu não sei como explica isso. Justin volto por carro e me puxou por seu colo, escondi meu rosto em seu peito enquanto ele acariciava minhas costa.

- falei com seus pais e eles voltaram pra casa- justin disse algo por motorista e logo  o carro estava em movimento.

- seus pais estavam muito preocupado com você- disse e eu continuei sem dizer nada.

- nat me diz o que aconteceu pra eu pode de ajuda- pede mas não respondo.

- tudo bem se não que fala não fale- disse

Fomos o caminho todo em silencio. Assim que chegamos aonde ele tava hospedado, não entendi muito bem por que ele estava hospedado num hotel do que sua casa. subimos num silencio constrangedor ate seu quarto, entramos me sentei numa poltrona que tinha ali.

- amor agora você pode me dizer aconteceu pra você chora do nada. Você tava tão animada pra sua formatura- disse

- justin eu não sei explica- digo e ele me olha estranho- eu senti uma sensação estranha e assim que pisei na faculdade lagrimas já rolava pela minha face e um aperto no peito muito forte me atingiu. Eu não sei explica o motivo das minhas lagrimas e nem da minha crise de choro, eu só sei precisávamos sair de lá- digo.

- que cosa mais estranha nat, mas você esta bem? Pergunta e eu assinto- e o peito sente alguma dor?

- não- digo

- vem é melhor a gente descansa agora-  disse e fomos por quarto.


Notas Finais


ate o proximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...