História A garota do casaco cor de rosa. (Imagine Taehyung) - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, K.A.R.D, Momoland, TWICE
Visualizações 198
Palavras 1.061
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


S/m= sua mãe ( No caso o nome dela)

Capítulo 32 - Seus olhos expressavam tristeza...


Fanfic / Fanfiction A garota do casaco cor de rosa. (Imagine Taehyung) - Capítulo 32 - Seus olhos expressavam tristeza...

- Oi S/a! Er...- Taehyung olhava para todos os cantos, procurando coragem para falar.- Eu vi sua mensagem...

- Ah...- S/a falou, dando um sorriso falso.

- Toma pra você! - Taehyung tirou de trás dele uma rosa vermelha e deu a S/a sorrindo.

- Oh Tae! Não precisava!- S/a pegou a rosa da mão de Taehyung e a cheirou.

- Então S/a achei que precisávamos conversar...- Taehyung falou corado.

- Tae...antes de tudo eu preciso te dizer algo.- S/a abaixou a cabeça por tristeza e vergonha por ter feito  aquilo.

- Ei...não precisa ficar com vergonha princesa...- Taehyung pegou o rosto de S/a e o levantou com uma de suas mãos, vendo a mesma com uma lágrima escorrendo pela sua face. E ficou confuso...

S/a on

Eu tinha que falar com ele, por mais que aquilo o machucasse, a verdade é muito melhor que a mentira.

- Tae...e-eu- eu abaixei a cabeça pois estava com raiva de mim mesma.- Aquilo era um desafio!- Falei fechando meus olhos com força.

- Co-como assim S/a? Do que você tá falando?! Que desafio?!- Taehyung perguntou confuso.

- Tae...aquela mensagem era um desafio! Eu fui desafiada a falar aquilo...- Eu falei, levantando a cabeça para ver o seu rosto e sentindo meu coração apertar ao ver seu rosto de tristeza transparecer...

S/n off

Taehyung on

Ao ouvir aquelas palavras sairem da boca de S/a, meu coração se despedaçou em mil pedaços e deixei uma lágrima escapar...

- S/a, como você pode fazer isso comigo?! Não sabe que pode está brincando com sentimentos de verdade?!- Falei com mais lágrimas escorrendo sobre meu rosto.

- Tae, eu fui desafiada me desculpa! - S/a abaixou a cabeça.

- E eu achando que talvez a menina por quem eu achava que estava apaixonado, me amasse.- Falei rindo sarcasticamente.

S/a levantou sua cabeça, como se estivesse surpresa com o que falei. O que eu fiz para merecer tamanho sofrimento?!

- Ta-Tae...- S/a falou tentando colocar a mão no meu rosto mas, me distanciei.

-Não quero que sinta pena de mim...Agora, depois desse vexame todo acho que posso ir embora. Licença...- Falei sério olhando em seus olhos que expressavam arrependimento e tristeza ao mesmo tempo e me virei em direção a rua.

-Ta-Tae...eu ainda não terminei. Por favor ouça antes de se retirar.- Ela falou e eu parei onde estava, ainda virado de costas.

- Eu disse que aquilo era um desafio...- S/a falou fazendo meu coração apertar mais uma vez.- Mas... eu não disse que não sentia nada por você...

Meu coração deu um salto de felicidade e virei-me lentamente em direção a S/a novamente. Ela estava com a cabeça abaixada e aquilo me deu vontade de abraça-la, por mais que tivesse com raiva dela.

Ela veio lentamente em minha direção de cabeça baixa e parou em minha frente, suspirando.

- Não faça me arrepender de fazer isso por favor!- Ela falou levantando lentamente em minha direção.

Fiquei confuso e antes de dizer qualquer coisa, fui surpreendido com o beijo de S/a. 

Por mais que estivesse com raiva do que ela fez comigo, eu ainda a amava e não conseguia não ceder ao seu beijo. Foi melhor que o primeiro pois, agora eu sentia que ela queria isso e fez por livre e espontânea vontade. Aquele foi o melhor beijo da minha vida, nunca me enjoaria de tocar os lábios dela, que pareciam terem sido feitos para os meus...

Após o nosso beijo, ela abiaxou a cabeça e falou de um modo triste:

- Me perdoa, Taetae...- Como podia acha-lá  fofa, até quando estou com raiva dela?! 

Levantei meu rosto e dei uma risada. Peguei seu rosto e fitei os seus olhos.

- S/a, eu estou realmente apixonado por você e não perderia a chance de ficar contigo. Minha princesa, eu te perdoo, é visível pelos seus olhinhos que está arrenpendida. - Falei arracando um sorriso timido da mesma.- Não esquecerei tão fácil do que aconteceu mas, o amor que sinto por você é muito maior que um mero desafio.

Fui surpreendido novamente, mas agora por um abraço. S/a me abraçou fortemente.

- Tae...você é mesmo um anjo em minha vida. Obrigada por existir...- Falou a mesma, quando retribui seu abraço.

Acariciei seus cabelos e ficamos ali parados em pleno meio-dia.

Quebra de tempo...

Ouvimos um som de carro parar na beira da calçada e nos separamos, pois sabíamos que se tratava da mãe de S/a.

- Filha, já trouxe suas malas para a parte de baixo?- Falou a mãe de S/a enquanto trancava o carro, ela ainda não havia levantado o olhar por isso, não sabia que eu estava ali.

Porém, quando levantou o olhar, ficou surpresa e veio rapidamente me cumprimentar.

- Olá jovem! Eu sou a mãe da S/a, prazer S/m!.- Falou a mãe de S/a me cumprimentando e olhando maliciosamente para S/a, fazendo a mesma corar.

- Prazer, senhora S/m. Meu nome é Kim Taehyung, mas pode me chamar de Tae.- Falei sorrindo.- Sou amigo de classe da S/a e vim fazê-la uma visita, já que ela irá passar uns dias na casa de seu pai.- Falei sentindo uma tristeza no meu coração.

- Mas, bem que podia ser outra coisa ...- Falou a mãe de S/a sussurando apenas para S/a ouvir porém, acabei escutando e ri timidamente com seu comentário. Já gostei da senhora S/m.- Então, quer almoçar conosco?- Falou sorrindo.

- Ah não, não senhora S/m! Não quero incomodar! - Falei sorrindo timidamente.- Talvez... em outra oportunidade.

- Bom... você que sabe, mas sempre será bem-vindo! - Disse a mãe de S/a sorrindo.- Eu vou indo, prazer em te conhecer!.

- O prazer foi todo meu!- Falei curvando a minha cabeça em forma de respeito.

A mãe de S/a entrou e nos deixou a sós novamente...

- Bom...acho que é hora de me despedir!- Falei sorrindo mas sentindo um pequeno aperto no coração.

- Er...- S/a falou timida com suas bochechas coradas.

- Tchau princesa! Faça uma boa viagem! - Falei a abraçando e sendo retribuido no mesmo momento.

Depois de nos separarmos, olhei fixadamente nos seus olhos e sorri, virei- me em direção a rua. Comecei a andar lentamente quando ouvi...

- Tae! - S/a havia me chamado e olhei rapidamente em sua direção. 

Ela veio correndo até mim e sorriu ao parar em minha frente. Fiquei um confuso até que senti, os lábios de S/a em minha bochecha.

Sorri feito bobo e a abracei novamente. 

- Tchau princesa ...- Falei segurando o seu rosto e depois me distanciando, até que em uma boa distância acenei para a mesma que estava no mesmo lugar...

Hoje foi o melhor dia da minha vida...










Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...