História A Garota do fundo da sala - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Badgirls, Bullying, Dark, Darkromance, Darkstory, Drama, Escolar, Ficção, Friends, Garotas, Mistério, Suícidio, Yuri
Visualizações 9
Palavras 766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério, Yuri (Lésbica)
Avisos: Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction A Garota do fundo da sala - Capítulo 1 - Capítulo Um

Tudo parecia normal, alunos entravam tranquilamente em direção a suas salas de aula, conversando, rindo, como se fosse mais um dia comum na escola, mas ninguém sabia o que sobreviria. Depois de 30 minutos de aula, a professora saiu da sala logo após ter derrubado a garrafa de suco no avental. Os alunos estavam exaustos, mas as brincadeiras e risadinhas não paravam. O clima estava pesado, como se algo maligno fosse acontecer, o frio tomou a minha pele deixando-a arrepiada, como um aviso para eu me proteger, o suor que escorria em minha testa era um sinal de mau agouro. Meus olhos olhavam para todas as direções, ás cortinas da janela que balançavam sem parar com o vento forte, os pés inquietos do meu vizinho de carteira Thomas, as risadas altas da Ashley, as bolinhas de papel jogadas pelo Bruce na tentativa de acertar a cesta de lixo, até um olhar sombrio de uma garota no fundo da sala. Nossos olhares se encontraram, e em aproximadamente 5 segundos ela levantou-se de sua carteira, e em seguida eu senti meu corpo dizer "FUJA". Meu sangue ferveu, e minhas mãos suadas começaram a tremer, senti meu coração parar no momento em que eu vi o que estava na sua mão direita, era uma pistola 938. Tudo à minha volta parecia ficar em slow-motion, meu corpo não conseguia se mover, e minha voz estava presa na garganta, eu não podia gritar para que todos corressem. O primeiro disparo foi contra Shannon, acertando-a nas costas, me fazendo finalmente ter uma reação, enquanto todos assustados olharam para a direção do barulho alto, e que mais uma vez se repetiu, desta vez na direção de Isabelle, que em seguida caiu no chão. O pavor tomou conta e todos correram em direção a porta para fugirem do perigo que estava próximo a eles. Todos gritavam e corriam tentando salvar suas vidas, enquanto mais disparos podiam ser ouvidos e pessoas caindo, em meio ao caos tudo o que eu conseguia pensar era se eu iria sobreviver, mas as pessoas a minha volta gritavam "POR QUÊ?". Quando eu finalmente consegui sair da sala de aula e chegar no corredor, eu senti uma mão segurar meu calcanhar. Era o Mike, meu amigo de infância, que estava coberto de sangue e deitado no chão:


-Mike!......O que acon.... - Eu falei apavorada me agachando ao seu lado sem saber o que fazer, eu sabia que ele tinha sido acertado, mas por que logo ele? eu não devia ter fugido e deixado ele para trás, me sinto muito culpada.

- Eu não quero morrer Jeanne! - Mike suplica. Meu olhos se encheram de lágrimas e eu fui tomada pelo sentimento de culpa e angustia. Mas antes que eu pudesse pegar o corpo do meu único amigo no chão a assassina se aproximou de nós. Seu olhar era frio e vazio, como se não houvesse alma através de seus olhos, um terror gelado invadiu meu coração me deixando estática.

-Por que esta fazendo isso? - Eu pergunto, mas a única resposta que eu recebo é um sorriso impiedoso em seu rosto, e logo em seguida ela aponta a arma para a própria cabeça e dispara.

Eu acordo encharcada de suor, com o coração acelerado e buscando por folego, foi o pior sonho que eu já tive, foi realista e pavoroso.

************************************

24 de Março, 06:45am

Eu estava tomando banho para me livrar de todo o suor que me impregnava enquanto minha mãe batia na porta repetidamente:

- Você está atrasada! - Ela gritava.

A água escorria sobre meu rosto pensativo, eu ainda estava atordoada, esse sonho....melhor dizendo, esse pesadelo foi diferente dos outros que eu já tive.

-Jeanne! Se você faltar aula hoje..... - Minha mãe falava com uma voz ameaçadora do outro lado da porta.

- Pronto. Já estou pronta. - Eu falei saindo do banheiro.

-Não vai tomar café? - Ela pergunta

-Não vai querer que eu chegue mais atrasado do que eu já estou.- Eu pego a mochila na cômoda e desço em direção a sala.

- Você esta estranha, o que aconteceu? - Minha mãe perguntava. - Você ultimamente está muito indiferente, não come direito, não te vejo estudar como antes, está acontecendo alguma coisa na escola?

-Não mãe. Não é nada, estou indo! - Eu saio de casa.

Minha mãe está sempre fazendo perguntas, como se isso fosse fazer ela se aproximar de mim, ou mudar as coisas. Acontece que nós nunca conversamos, ela só se importava com o trabalho, mas depois que o papai se foi ela esta tentando mudar, só que, minha mãe não é como o meu pai.... e nunca será.
_____________________________________




Notas Finais


Espero que tenham gostado! ♡
Próximo capítulo: 21/11


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...