História A Garota do Morro (Imagine Jeon Jeongguk BTS) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7, TWICE
Personagens Dahyun, Jean Paul, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jihyo, Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V)
Tags Blanc7, Bts, Dahyun, Jihyo, Jin, Seokjin, Twice
Visualizações 68
Palavras 536
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii :3

boa leitura🍸

Capítulo 2 - Baile


Fanfic / Fanfiction A Garota do Morro (Imagine Jeon Jeongguk BTS) - Capítulo 2 - Baile

O baile estava lotado, mais lotado que o normal.

Dahyun me puxou pro meio da multidão.

Nós dançavamos coladas, riamos e fazia alguns comentários sobre Jihyo estar quase transando com um garoto, no qual nunca viu, na vida.

Vimos que estava meio que sendo a força por ela estar bêbada. Cheguei perto empurrando o garoto, a peguei pelo pulso.

— Tá maluca é? Quando vai aprender porra? .-digo brava.

— (S/n) dá um tempo, valeu? Você e Dahyun são duas cobras escrotas! Me deixaram quando precisava.

— Você está muito bêbada e cheirando a mijo!

Coloquei seu braço em volta de meu ombro e saí.

— Dahyun me ajuda! Esses peitos e a bunda da Jihyo pesam.

Dahyun ri e me ajuda.

{...}

Os pais de Jihyo quase não para em casa, então levamos ela para lá.

Entramos, fechei a porta, fui ao banheiro ligando o chuveiro, a coloquei na água fria, deixando Jihyo de lingerie.

Depois ela despertou, trocou de roupa e foi deitar, já eu e Dahyun saímos e voltamos ao Baile.

— (S/a), aquele garoto não para de te olhar..-Dahyun me cutuca e comenta.

— Onde? .-digo, sendo lerda.

— Ali.-ela fez um sinal, pra direita.

E lá estava ele, não parecia ser daqui, deve ser de fora da favela. O que um garotinho da cidade faz aqui?

Me aproximei. Ele me oferece o que estaria bebendo, mas recuso.

— Garota de atitude.-ele sorri.

Não era pra falar com ele, era pra pegar uma bebida. Rio baixo.

Eu não sei seu nome, não sei de onde é, não faço ideia de que tipo, de família ele vem. Pode ser de família simples, pode ser de traficantes.. Só sei que, estou interessada. Tem algo de secreto, misterioso em seu sorriso.

Peguei dois copos grandes de vodka com gelo e coca.

— Você é daqui do morro? .-digo, sendo indiscreta.

Ele sorri.

— Não, não, eu moro na zona sul.

O olhei, ele sorri de canto.

Voltei até Dahyun, lhe dei um copo, continuamos dançando e bebendo.

{...}

Já era umas 4:30 da manhã, voltamos para casa, me despedi de Dahyun.

Andando por um beco, sinto ser seguida, estou bêbada, como vou correr?

Respirei fundo, me sinto zonza e continuo. Por conta da bebida minha visão estava horrível.

Sinto um puxão, me pegando em seu colo. Não me debati, estava quase apagada.

— Como a achou? .-escutei TaeHyung dizer.

— Ela estava no baile, lá em cima.-diz a pessoa, no qual estou em seus braços.

— Essa garota não tem juízo mesmo.-Tae diz bravo.

— TaeTae! .-estico meus braços para ele.

— Obrigado por trazer ela para casa.-Tae diz.

— Até mais. Se cuida mocinha.-o rapaz diz e eu rio baixo.

TaeHyung me segurando, trancou a porta e me levou pro banheiro, me colocou em baixo da água gelada.

— A-Ahh..-reclamo.

Tae me ajuda, enrola a toalha e fomos ao quarto. Me seco, troco de roupa, ele já havia deitado em sua cama.

— Oppa..

— Não somos mais crianças (s/n), não precisa mais me chamar assim.

Me sento em sua cama.

— Não fica bravo comigo oppa..-digo manhosa.

— Sabe que não gosto quando fala desse jeito, toda fofa?

Sorrio.

— Palhaça. Vá dormir, mamãe e papai não vão saber.. Eles já estão decepcionados demais contigo.-ele diz, em um tom de voz meio frio.

Tae e SeokJin sempre me ajudaram nisso.. Mas, ao passar do tempo ficou só TaeTae.. Agora, eu tô sozinha..

Tá bem..

Peguei meu urso que tenho desde bem pequena. Dormi.


Notas Finais


sei que deve ter ficado curto, mas é só para não deixar vocês sem.. bom, melhor do que ficar sem né? ueheue

tô doida pra fazer a parte que eles se beijam e tantantaaaam hihi

até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...