História A Garota do Peter Parker - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Dr. Bruce Banner (Hulk), May Parker, Natasha Romanoff, Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Steve Rogers, Thor
Visualizações 284
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje foi um dia muito bom para mim, então eu decidi adiantar o capítulo e trazer um pouco de felicidade para vocês. Então aqui está o maior capítulo de todos ☺️

Capítulo 7 - Tomando Uma Decisão


-Estou suspeitando de uma coisa... - Morgana falou fazendo suspense.

-Fala de um vez. - Pedi enquanto vestia uma roupa. - Está bom? - Me virei ficando de frente para a câmera do notebook.

-Depende do que você está querendo dizer com a roupa. - Michelle falou. Estamos conversando pelo Skype, eu tinha pedido ajuda a elas para me arrumar pra ir na casa do Peter.

-Como assim?

-Você quer dizer para o Peter, usando a roupa, claro, que você quer que ele te pegue? - Morgana perguntou me fazendo ficar com vergonha.

-Não! - Falei um pouco alto e as duas riram. - Eu não quero isso, nós só vamos fazer uma maratona de Star Wars e o Ned vai estar lá.

-Você não gosta de Star Wars! Michelle, você acha que a Lya está gostando do Peter ou já está a fim dele? - Morgana fez cara de pensativa.

-Eu acredito na possibilidade dos dois estarem a fim de se pegar. Concorda Morg?

-Como certeza! - As duas começaram a rir.

-Será que dá para vocês pararem com isso, é só um filme.

-Se é só um filme, por que você precisa de nós para opinar sobre a sua roupa? - Michelle perguntou e eu não falei nada, não sabia o que responder e lá no fundo eu sabia que elas estavam certas, eu estava muito nervosa, sentia meu corpo gelar as vezes.

-Vocês são muito chatas!

-Lya, se você está a fim dele, não tem porque não ficar com ele, e você mesma nos disse que ele fica falando de você para a tia, não perca a sua chance. Agora vai lá, não chegue atrasada. Tchau! - E Morgana saiu do Skype.

-Você acha que ela está certa?

-Completamente. Boa sorte Lya! - Desliguei o notebook assim que Michelle saiu do Skype.

Eu não sei o que é pior, o caminho até a casa de Peter, ou ficar parada em frente a porta dele decidindo se eu tocava ou não a campainha. Ainda dava tempo de voltar para casa, ninguém me viu parada que nem uma idiota aqui, antes que eu pensasse em uma decisão, a porta da casa do Peter abriu e eu dei de cara com May que parecia pronta para sair.

-Olá querida! - Saudou sorridente. - Pode entrar, o Peter está no quarto, eu vou ter que sair agora, mas eu não demoro.

-Ah, tudo bem! - Entrei no apartamento.

-Se comportem. - Ela falou e saiu. Eu fechei a porta e caminhei até o quarto do Peter.

-Posso entrar? - Perguntei depois de ter batido na porta.

-Lya? - Peter perguntou abrindo a porta e percebi que ele estava sem camisa, olhei rapidamente e não imaginava que ele fosse tão definido assim.

-É... Você tá sem camisa. - Apontei e como de se esperar, ele ficou com vergonha e foi pegar uma camisa.

-Você chegou cedo, quero dizer, na verdade você chegou na hora. - falou ainda com vergonha.

-Era para me atrasar um pouco? - Brinquei.

-Não, você... Você é sempre bem-vinda aqui! Então... Ned vai se atrasar um pouco, ele falou que podíamos começar sem ele.

-Tudo bem! - Sorri.

-Você quer pipoca agora ou depois?

-Pode ser depois.

Eu sentei na cama e Peter foi colocar o filme, eu não sei qual era o problema comida, mas eu estava nervosa só pelo fato de estarmos sentados um do lado do outro... Sozinhos... No quarto dele... Com a tia fora de casa... Provavelmente eu estava viajando de mais. O filme foi passando e o meu nervosismo ia junto, Peter sempre tirava as minhas dúvidas sobre o filme e eu acho que essas conversas me deixavam mais tranquila. Quando o primeiro filme acabou, ficamos discutindo alguns minutos sobre ele e depois fomos para cozinha fazer pipoca, May já tinha chegado e sorri quando nos vê passando pela sala.

-O que você prefere? Queijo, bacon, pizza, amanteigada, original...? Você que escolhe. - Peter falou entregando os pacotes de pipoca para microondas.

-Nossa, acho que você deve ter todos os sabores aqui. Onde fica a sua fábrica? - Brinquei.

-É segredo, infelizmente eu não posso te contar... Mas o próximo sabor vai ser de pimenta. - Entrou na brincadeira.

-Por mais que eu goste de pipoca, essa de pimenta não vou ter coragem para experimentar e é por isso que eu fico com a pipoca de bacon e a amanteigada. - Coloquei a pipoca dentro do microondas.

-Para beber temos suco ou refrigerante. - Peter tirou as suas bebidas da geladeira para me mostrar.

-Suco de...?

-Limão.

-Eu fico com o de limão. - Ele pegou um copo e encheu com o suco e me entregou.

-Obrigada! - Bebi um pouco do suco e coloquei sob a bancada. Ouvi o barulho do microondas e fui colocar a outra pipoca. - Precisamos de um pote para a pipoca.

-Está no armário. - Peter apontou para o armário que ficava no alto, enquanto guardava as bebidas.

-Eu não sou tão baixa, mas também não sou tão alta, eu não alcanço Peter. - Estiquei meu corpo para pegar o balde de pipoca mas não consegui.

-Ok, eu pego. - Me afastei um pouco para Peter pegar o balde.

-Obrigada gentil cavaleiro! - Dei um beijo na bochecha de Peter quando o mesmo me entregou o pote e ele ficou paralisado. Virei o saco da pipoca no balde e coloquei a outra no microondas.

-É... V-você quer mais... Alguma coisa? - Era impressionante como Peter conseguia ser fofo quando gaguejava. 

-Não, acho que temos tudo de que precisamos. E quanto aos doces pode ficar tranquilo porque eu trouxe, está tudo na minha mochila.

Nós voltamos para o quarto, aceitamos as coisas e começamos a ver o filme. Quando o filme estava chegando no final, estava mais que claro que o Ned não ia aparecer, ele não tinha nem enviado mensagem para nós dar uma explicação.

-Acho que o Ned não vai aparecer. - Falei cantando uns pedaços pequenos de pipoca do balde.

-Eu também acho, mas não tem problema, ele sabe tudo que acontece em todos os filmes de Star Wars de trás para frente. E é bom estar com você aqui. - Olhei imediatamente para Peter e ele estava distraído assistindo o filme, mas minutos depois vi ele arregalar os olhos, deve ter prestado atenção no que eu disse.

-E-eu... Quero dizer... É bom estar com você, não precisa ser necessariamente  sozinho com você, não precisa ser assim, é bom estar com você quando estamos com os nossos amigos, mas eu prefiro... Não! Não que eu prefira alguma coisa, eu... - Acho que eu nunca tinha visto ele tão nervoso e falante assim, coloquei minhas mãos em seus ombros.

-Peter, para e respira! Eu já entendi e você fala demais. Eu também gosto de estar com você!

De uma coisa eu tinha certeza, eu gosto do Peter e isso é mais do que fato para mim. A conversa com as meninas passou na minha cabeça e não sei como aquilo começou a me encher de coragem e eu estava me perguntando: "Porque não?". E foi seguindo esse pensamento que eu não pensei mais de duas vezes e beijei Peter.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...