História A Garota Encantada [H.S] - Capítulo 74


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Agarotaencantada, Harry Styles, Liam Peyne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction
Visualizações 25
Palavras 1.071
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 74 - Capítulo 73♛


Assim que chegamos, fomos direto para a cozinha, os amigos do Harry ainda estavam em casa, colocamos as sacolas em cima da mesa, eu guardei as coisas que eu comprei no quarto em uma caixa que eu trancava com cadeiado, a chave sempre ficava comigo, mais as vezes eu esquecia ela em casa, mais eu ficava despreoculpada, por quê eu sabia que o Harry e nem ninguém ia mexer nas minhas coisas. 

 Voltei para a cozinha, Anne estava guardando as coisas, eu aproveitei para ajudar ela a guardar as coisas. Depois de algumas horas a Gemma apareceu, ela estava diferente, eu não sabia explicar, era como se alguma coisa boa tivesse acontecido. Será que ela estava com algum garoto? Talvez ela deve ter feito alguma coisa que lhe deu bom resultado, por isso que ela estava assim, ela subiu as escadas com um sorriso no rosto, ela estava radiante, Harry concerteza deve ter percebido o jeito que a Gemma entrou, ela comprimentou todos que estavam ali com um sorriso no rosto. 

 Assim que terminamos, eu subi as escadas, eu queria saber o que aconteceu com a Gemma para estar tão radiante, não era por quê eu não achava isso bom, pelo contrário, eu simplesmente costava disso, eu gosto de ver a Gemma feliz, eu não vou falar que nunca a via assim, por quê quase não nos encontrarvamos, nós viamos poucas vezes.

 Eu já me encontrava no corredor que dava acesso ao quartos, assim que eu cheguei na frente da porta do quarto dele, dei alguams batidas. Estava tudo calmo, nem parecia que havia alguém ali, mais eu sei que tinha, talvez eu esteja enganada, bati mais algumas vezes, mais nada. Bati mais algumas vezes, mais ninguém abriu,concerteza ela deve estar no banho, desisti de falar com ela e voltei para a sala, os amigos de Harry já havia ido embora, Harry estava fechando a porta, assim que ele me viu ele abriu um sorriso, eu sorri de volta. 

 -Onde você estava?- perguntou Harry.

 -Eu estava lá em cima.- respondi apontando para cima. 

 Desci as escadas lentamente, fui em direção dele e dei um beijo nele, eu gostava muito de sentir os lábios dele nos meus, eu queria ter ele sempre por perto, não importa o que aconteça, eu queria ele por perto, ele e tudo para mim, eu amo ele, o que eu sinto por ele e inexplicavél, ele é importante para mim, tão importante que ninguém consegue imaginar o quanto o amor que eu sinto por ele é forte. 

~~~~~~~~~~~~~ 

 Era quase oito da noite, todos estavamos reunidos diante da mesa, todos falavam como foi o seu dia, o meu dia não foi lá essas coisas, mais até que foi bom, passei o meu dia com as pessoas que eu amo, sai com a minha sogra, que para mim e comi se fosse a minha segunda mãe, eu fiquei feliz em ver a Gemma toda radiante, tirando o Robin que eu quase não falo com ele, não e por que eu não goste dele, mais por quê quase não nos vemos. 

 Logo que terminamos de comer, fomos para a sala, sentamos no sofá, antes de dormimis ficamos conversando, Harry disse que a reunião da banda era resolver algumas coisas, coisas que ela não disse o que era, eu queria saber, mais preferi nem perguntar, se ele não quis dizer, por quê eu iria perguntar? Preferi nem tocar no assunto. Anne se levantou e disse que ia dormir, ela merecia, logo em seguida Gemma e depois foi eu, Robin e Harry ficaram na sala conversando. Subi as escadas, aa vezes eu dava algumas olhadas para trás, mais eles estavam tão consentrados na conversa que nem perseberam que eu ainda estava ali, mais não fiquei por muito tempo, logo eu já estava no corredot que dava acesso aos quartos, eu preferi tomar um banho antes, eu sempre fazia isso, mais dessa vez era diferente, eu queria estar mais limpa, de preferencia mais perfumada, ainda mais com esses sabontes perfumados que costumam comprar. 

 Me despi enterei na banheira, fique ali parada, observando o teto. Poxa, tinha tantas coisas legais para eu observar, eu observo logo o teto? Realmente, eu não sou normal, talvez eu seja, mais isso ta longe mais muito longe, bem longe mesmo de eu ser, havia uma janela ali perto, mais também era alta e também não havia como observar o céu que hoje esta estrelado, nem se eu quisesse, mais mesmo assim eu prefiri olhar para o teto. 

 Ouvi um barulho, vinha da porta do quarto, eu começei a pensar o pior, mais isso seria impossivél, se tivesse entrado alguém já teriam percebido, eu é a minha mania de achar que posso acontecer o pior, sei que as casas de ricos são preferidas dos ladrões por conter coisas de valor, mais não acho que iriam entrar. 

 -Allysson!-gritou alguém. 

 Essa voz eu conhecia muito bem, eu foquei mais aliviada quando ouvi a voz dele, eu repirei fundo antes de responder ele. 

-Estou aqui.- respondi. 

 Harry entrou no banheiro e abriu um sorriso assim que me viu, eu sorri de volta, ele deve ter se preoculpado, já que não me viu na cama, eu pensei que havia entrado alguém em casa, como eu sou medrosa, como eu tenho a mania de pensar o pior, achar que tudo que acontece e ruim, mais eu sei que nem sempre é assim, acontece tanto coisa boa quanto coisa ruim, eu preferi que só coisa boa acontecesse, eu queria que só coisas boas acontecesse para as pessoa que eu amo, mais isso não e possivél, nunca será possivél, nunca  acontecerá somente coisas boas neste mundo, também acontecerá coisas ruim, não para evitar e nem prevenir, simplismente acontece. 

Quando Harry viu que eu estava ali na banheira, ele veio até mim, ele queria ficar comigo, mais ele disse que não ia poder ficar pois estava morrendo de sono e não poderia me fazer companhia, eu simplesmente concordei, eu comprendia ele, eu sabia que o trabalho dele exigia muito dele, sua dedicação, seu sono, sua voz, sua profissão exigia muito de si, eu não iria obrigar ele a entrar na banheira só por quê eu quero, mesmo que eu queresse eu não iria poder fazer isso, Harry e eu somos adultos sabemos o que queremos e o que não queremos, obrigar um fazer uma coisa que o outro não quer, é uma coisa que não queremos.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...