História A Garota Encantada [H.S] - Capítulo 75


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Agarotaencantada, Harry Styles, Liam Peyne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction
Visualizações 28
Palavras 1.283
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 75 - Capítulo 74♛


*Alguns Meses Depois*

Assim que o dia amanheceu, eu não pensei duas vezes, eu levantei e fui direto para o banheiro. Eu estava super animado, faltava pouco para o meu filho nascer, sim é um menino, o medico deu algumas semanas, o enxoval estava quase pronto, o quarto onde o bebê irá ficar também está quase pronto, eu estava com dúvidas com qual cor eu pintaria o quarto, se iria pintar de branco ou de azul, até que desci pintar de branco, quase tudo que têm no quarto e branco, até o berço e branco. 

Eu havia feito um ultrasom pra ver se estava tudo bem com o bebê, e para minha alegria estava, o medico disse que se eu continuar com esse cuidado que eu estou tendo, ele irá nascer forte e sadio, é isso que eu quero, que ele nasca forte e sadio, como todas as mães.

 Fiz minha higienes e sai do banheiro com um sorriso enorme no rosto, eu nem acreditava que faltava pouco e finalmente eu iria ter o meu pequeno principe em meus braços, coloca-lo para dormir, cantar uma música de nimar, acordar na madrugado com o seu choro e dar de mamar, eu faltava contar os dias para o nascimento do meu principe. 

 Desci as escadas, com muito ,mais muito cuidado, minha mãe havia vindo me visitar, ela disse que queria me levar para ver algumas coisas para o bebêr, ela estava sentada no sofá me esperando, ela chegou muito cedo, assim que ela me viu, veio em minha direção, ela me abraçoi com todo cuidado, depois ela passou a mão em minha barriga, as vezes ele chutava, e justamente na hora em que a minha mãe estava passando a mão em minha barriga, ele chutou, ela abriu um sorriso assim que ele chutou.

 Ficamos um bom tempo conversando, até resolvermos sair, queriamos fazer um passeio de mãe e filha, a gente sempre fazia isso, não importa se moramos na mesma casa ou não, a gente sempre fazia isso, mais era raro minha irmã vir com a gente, ela só vinha quanto algo lhe entreressava ou quanto não tinha nada para fazer, mais já haviamos acostumado com isso, mais mesmo assim queriamos que ela estivesse com a gente. 

 ~~~~~~~~~~~~~ 

 Fizermos várias lugares, voltamos para a casa, minha mãe havia comprado algumas coisas para o meu filho, ele também comprou algumas coisas para ela também, ele ficou com a gente algumas horas, mais ela logo em seguida saiu, ela se despediu da gente e foi, há era noite, eu não queria que ela chega-se tarde en casa. Eu fui umas das primeiras a ir dormir, como sempre, só que dessa vez, Harry ficou sozinho na sala, eu não sei porque ele sempre ficava por último, não sei o que ele fazia lá na sala sozinho, mais tudo bem. Me deitei na cama, depos que eu fiz todas as minhas higienes, minha barriga esstava pesada, mal conseguia me deitar, mais não era impossivél, mais conseguir. 

Harry apareceu, eu não consegui ver o quê aconteceu depois, pois eu acabei domindo, não vi a hora que ele deitou, só vi a hora que ele entrou. 

~~~~~~~~~~~~~~ 

 Eu acordei pela madrugada, acordei sentindo muita dor, eu não sabia o que era, mais eu só sei que eu estava sentindo, quando percebi o que era, fique desperada, não era a hora, faltava algumas semanas para ele nascer. Senti o Harry se mexendo, ele se sentou e ficou me olhando com um olhar de sono, concertaza ele ainda não entendeu o que estava acontecendo, quando ele percebeu o que estava acontecendo, ele se levantou e ficou deseperado. Anne, Gemma e Robin apareceram, Anne ficou me ajudando, Harry foi pegar o carro, mais logo em seguida descemos, era muita dor, mais com a ajuda da Gemma e da Anne consegui ir para o carro. 

Durante a viagem inteira, Anne falava para eu respirar fundo, eu não via a hora de chegar no hospital. Eu não parava de torcer para que eu pudesse chegar a tempo no hospital. De longe eu vi o nome do hospital, eu fiquei um pouca mais aliviada, Harry estacionou o carro, desci do carro com a ajuda de todos que estava ali, eu respirava do jeito que haviam me dito. Entramos no hospital, fomos em direção a recepcão, Harry disse o que estava acontecendo, ele disse que sua espesa ia dar a luz, a recepsionista disse que ia chamar o medico e que iria me levar para a sala de parto, depois de alguns minutos apareceram os enfermeros, eles me levaram em uma cadeira para a sala de parto. 

 ~~~~~~~~~~~~ 

 Depois de horas na sala de parto finalmente o meu pequenino havia nascido, eu não conseguia dizer o quando eu estava feliz por poder ter aquele acontecimento, por poder ter a honra de dar a luz e gerar um filho, eu não conseguia explicar o que estava acontecendo neste momento em minha vida, agora eu entendo quando algumas mulheres dizem que ser mão e algo inexplicavél, e algo que só as mulheres podem sentei, e algo que você não tem palavras para dizer o quando isso incrivél, minha mãe sempre me dizia que o amor de uma mãe e o amor mais próximo do amor de Deus. 

 Harry estava ali do meu lado, ele estava segurando a minha mão, ele estava ali, bem ali, me conforntando, eu chorava de emoção ao ouvir o choro do meu pequeno, eu fechei meus olhos, eu fiquei imaginando como seria o meu pequeno daqui alguns anos, como seria ele agora, eu sei que todos os bebés são iguais, mais isso não me importava, o quê me importava e que ele era o meu filho, e isso já me basta, a única coisa que eu queria ouvir era o choro dele, torcer para que isso não seja um sonho, que isso realmente esteja acontecendo, eu não aguentava de ansiedade em ver o meu filho em meus braços, olhar para ele é me emoncionar, antes que eu podesse levantar a cabeça para ver se eu tinha sucesso, para ver se eu conseguia ver o rosto do meu anjo, eu acabei adormecendo. 

~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

 Acordei no quarto do hospital, já era dia, olhei em volta do quarto e vi que havia algumas flores, eu fiquei emocionada com aquilo tudo. Harry estava sentado numa poltrona ao lado da cama. 

 -Como você está?-disse ele pegando em minha mão.

 -Bem.- respondi com um sorriso. 

Ouvimos batidas na porta, quando vimos quem era, meu coração faltou pular pela boca, a enfermeira estava com o meu pequenino nos braços, ele estava enrolado em um manto azul, a cada passo que a enfermeira que a ansiedade só aumentava.

 -Olha quem veio ver a mamãe.- disse a enfermeira me entregando o meu filho. 

 Ele era tão bonito, tão pequeno, tão fragíl, mais ele não precisa temer pois eu estou aqui e irei protejer ele, não vou deixar que nada aconteça com ele, vou prepara-lo para o mundo, ele vai aprender tudo que um dia eu aprendi. 

~~~~~~~~~~~~ 

 Aviamos acabado de chegar em casa, eu não aguentava mais ficar naquele hospital. Levamos ele para o seu quarto, quarto onde ele vai passas todos os seus dias até ele casar e ter a sua propria casa.

 Colocamos ele no berço, ele dormia calmamente, sem preoculpação, sem medo, sem nada, eu sempre vou estar aqui para ele, Harry e eu ficamos alí obvservando ele dormindo, meus olhos se encheram de lagrimas, eu conseguia explicar o que estava acontecendo, eu só conseguia sentir, vou cuidar dele, vamos cuidar, vou proteje-lo, vou torna-lo ele em um homem de bem, ele vai ser a copia do pai daqui em alguns anos.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...