1. Spirit Fanfics >
  2. A garota entre nós >
  3. A mais nova dos Uchihas

História A garota entre nós - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - A mais nova dos Uchihas


Fanfic / Fanfiction A garota entre nós - Capítulo 22 - A mais nova dos Uchihas


Shisui P.O.V

— Shisui. — Ela pediu de forma tão carinhosa, como eu pudera fazer aquilo com ela quando a mesma era bem mais nova. — Me diga, por favor, eu quero saber.

— É algo horrível Hime, só isso. — Falei, se ela soubesse se afastaria mais de mim do que antes, eu não a julgaria caso a ômega fizesse isso. — Se eu te contar você vai me odiar, não quero isso agora que estamos nos aproximando.

— Eu te odiaria se você escondesse algo de mim, não… acho que nem se você me escondesse a verdade eu seria capaz de te odiar. Eu Jamais odiaria você.

Sorri com a bondade de seu coração, minha pequena e fofa imouto era um criatura doce.

— Shisui... por favor.

Dei-me por vencido.

— Você não se lembra de nada do seu primeiro cio não é?

— O que o cu tem a ver com as calcas?

Ri baixo.

— Ok… por onde eu começo? — Cocei a nuca me sentindo culpado.

Flashback on

Era uma tarde de quarta feira, Madara tinha levado Sasuke e Itachi para ver um filme de terror, Izuna estava na casa de seu “amigo” Tobirama e Indra estava… bem, eu não sei onde ele está.

Só estamos eu, a Ohime e o tal Gaara.

Eu estava terminando um trabalho de álgebra e lembrei que tinha dado meu compasso para Izuna, fui obrigado a ir até seu quarto buscar, quarto este que ficava no mesmo corredor de minha caçula.

— Ga-gaara. — Escutei ela soltar um baixo gemido e logo depois o barulho de peles se chocando chegou aos meus ouvidos, tenho certeza que se eu não interrompesse o ato, Gaara ia se aproveitar do cio de Ohime para fazer coisas piores.

— Saia de cima da minha irmã. — Falei de forma calma mas que para os mais novos soou assustadora, assim o ruivo fez e tentou correr para fora mas eu pus o pé em sua frente. — Não volte mais aqui, você não é bem vindo.

Ele se levantou e saiu, era hora de enfrentar a fera.

— Por que você fez isso? — Ela perguntou se aproximando, seu cheiro nunca me pareceu tão forte.

— Porque ele ia tirar sua pureza, e você não tem idade pra isso. — Respondi superior.

— Não é você quem decide isso. — Cruzou os braços ficando na ponta dos pés e fazendo seu rosto ficar próximo do meu.

Seja responsável.

Seja responsável.

Seja responsável.

— Eu estava gostando do toque dele. — A fala da mais nova me fez esquecer meus pensamentos anteriores, dando lugar agora, a pensamentos mais do que incestuosos.

— Gosta? — Estreitei os olhos em ciúmes e ela sorriu me desafiando, aproximei mais nossos rostos até sentir meus lábios se roçarem nos dela. Que droga. — Gosta somente do dele?

— Nii-san? O-o-que você está fazendo?

— Me responda. — Pedi autoritário.

— Eu gosto, gosto muito. — Me beijou. — É doce.

Sorri.

— Hime... — A beijei de lingua, saciando sua sede, ela passava a mão pelo meu corpo de forma desajeitada, não sabia onde tocar ou como tocar. Separamos o beijo pela falta de ar. — Você não vai parar não é? Por causa do cio?

Confirmou duas vezes.

— Do que você mais gosta?

— Beijinhos no pescoço, Gaara dava beijinhos no meu pescoço e é bom.

Roçei a ponta de meu nariz pelo seu pescoço, seu cheiro me intoxicaria mas no momento eu queria mais, bem mais.

Beijei repetidas vezes o local e vi ela soltar um baixo gemido, cravei meus dentes ali.

E quando levantei o olhar vi Sasuke me olhando com nojo. Desde quando ele estava ali?

— Hime. — Me afastei. — Daqui a pouco eu volto.

Mas eu não voltei, fui em direção a Sasuke que por sua vez fora bem direto comigo.

— Se você encostar nela outra vez eu arruino sua vida. Nunca mais olhe para Ohime, fique bem longe dela, senão já sabe. — Me mostrou um gif da cena, que golpe baixo. — Seu nojento.

Engoli seco e voltei para o quarto dos gêmeos sendo seguido por Sasuke, prendi a garota num genjutsu e entrei para o meu quarto, a partir daquele dia Hime virou uma estranha pra mim.

Flashback off

— Então você está me dizendo que ficou três anos sem falar comigo e ainda me prendeu num genjutsu? — Confirmei com a cabeça. — Tudo isso só porquê quis fazer naquela época o que eu quero fazer com você agora?

Sorri pequeno, então Ohime não era mais tão inocente?

— Vem cá nii-san. — Me puxou para um beijo forte e cheio de luxuria, onde ela explorava cada canto da minha boca com nostalgia e segundos depois eu senti seu peso sob meu corpo.

— Acha mesmo que vai ficar por cima? — Perguntei a derrubando na minha cama. — Faremos assim, se quer fazer isso, deve seguir todas as minhas requisições.

— Como você quiser. — Falou sem pensar e eu sorri.

Tenho uma Uchiha em mãos e vou aproveitar o máximo disso.


Notas Finais


Saporra tá acabando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...