História A garota loira - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Ellen Harvelle, Gabriel, Jack Kline, Jo Harvelle, John Winchester, Lilith, Lúcifer, Mary Winchester, Meg Masters, Michael, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Ruby, Sam Winchester
Tags Supernatural
Visualizações 17
Palavras 2.480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não estranhem o fato de eu não ter matado o John eu ainda tenho planos para ele 🤭🤔

Capítulo 16 - Eu não posso perder você


Antes : 

- Então... Nós temos  dois meses de namoro não acha que devíamos contar para o Dean sobre nós - Sugeriu Sam 

- Prefiro encarar um demônio 

- Sydney 

-Tudo bem contamos para ele amanhã agora vamos festejar vadias - Falei voltando para a sala e pegando uma cerveja 

Sinto que vou me ferrar muito  


Agora : 

Acordei com uma ressaca horrível nota mental nunca mais beber, sentei na cama e fui ao banheiro me trocar como estava quente coloquei uma saia preta, uma blusa branca e uma bota de cano curto 

Fui até a cozinha e encontrei o Sam preparando o café 

- Bom dia 

- Bom dia - Falou ele me dando um beijo 

- Então é hoje, acha que o Dean vai reagir bem ? - Perguntou Sam

- Eu espero que sim 

- Bom dia - Falou Dean descendo as escadas 

- Bom dia - Falamos em uníssono

- O que tem para o café ? 

- Ovos, bacon e panquecas - Respondeu Sam 

- Uau, alguma ocasião especial ? - Perguntou Dean 

- Na verdade temos uma coisa para contar - Falei sentando na mesa 

- Aé? O que ? - Perguntou Bobby se sentando conosco 

- Bom dia para você também- Disse Dean - Agora conta logo 

- Tá bom, eu não consigo conta você Sammy  

- Valeu em - Falou me olhando irritado - Lembra quando fomos investigar aquele caso em Siattle ? 

- Lembro - Respondeu Dean 

- Bom quando estavamos lá aconteceu uma coisa... - Continuei - Meio que o Sam e eu nos beijamos - Falei fazendo Dean se engasgar com o suco 

- E desde então namoramos- Falou Sam com um sorrisinho 

- Co... Como assim ? - perguntou Dean confuso 

- A quanto tempo ? - Perguntou Bobby 

- Dois meses 

- Dois meses e vocês não me contaram nada - Disse Dean irritado 

- Não sabíamos como vocês iriam reagir - Explicou Sam 

- Iríamos reagir bem tipo como estamos reagindo agora - Disse Dean com um sorriso falso no rosto 

- Aham sei

- Olha estamos felizes pelos dois, e obrigado por contarem para nós- Falou Dean se levantando e saindo 

- Eu falei que não ia dar certo - Falei olhando para Sam

- Ele só tá confuso, de um tempo para ele e tudo vai ficar bem - Falou Bobby 

- É o que eu espero 


1 mês depois 


 - Temos algum caso ? - Perguntei em quanto paramos em frente a uma lanchonete 

- Treze desaparecimentos em Indianópolis- Respondeu Sam olhando seu Notebook 

- Vemos isso depois eu tô com fome - Falou Dean passando a mão na barriga 

- Tá bom eu vou pegar algo para comermos - Falou Sam saindo do carro 

- LEMBRA DE PEGAR ALGUMA COISA PARA A PATROA - Gritou Dean me fazendo revirar os olhos 

- Idiota 

  30 Minutos se passaram e nada do Sam voltar 

- Nossa que demora 

- Vamos ver o que aconteceu - Falou Dean saindo do carro e eu acompanho ele 

Entrando na lanchonete encontramos dezenas de corpos ensanguentados no chão e o Sam havia desaparecido 

- Sammy - Chamei procurando pelo lugar 

- O que aconteceu aqui ? - perguntou Dean olhando em volta horrorizado 

- SAM - Comecei a correr chamando ele mas nada 


Pov Sam 

  Acordo deitado em um gramado com uma baita dor de cabeça o que diabos aconteceu comigo ?, olho em volta para tentar reconhecer onde estou 

Estava em uma cidade totalmente destruída e deserta, comecei a andar procurando algo ou alguém até que começo a ouvir passos, pego uma tábua de madeira pronto para atacar o que vier pela frente 

Os passos começam a se aproximar de mim e eu vou para cima de um homem 

- AAAHHH - Gritou ele assustado 

- Andy ?

Andy era um garoto de 23 anos que de alguma forma conseguia entrar na mente dos outros e convece-los a fazer o que ele queria 

- Sam ? O que aconteceu ? 

- Para ser sincero não sei - Falei olhando em volta 

- SOCORRO !! - Ouvimos uma mulher gritando não muito longe de nós 

Corremos para ajudá-la, ela estava presa em um tipo de celeiro então peguei uma pedra e quebrei o cadeado 

- Ah graças a Deus- Disse a mulher saindo do celeiro 

- Ava ? 

- Sam ? 

- Acho que vocês dois já se conhecem - Falou Andy atrás de nós 

Ava havia desaparecido ha cerca de cinco meses depois do noivo  dela ser assassinado 

- Onde você esteve esse tempo todo ? 

- Como assim esse tempo todo ? Eu acordei ali fazem 30 minutos - Perguntou ela confusa 

- Ava você desapareceu a cinco meses procurei você em toda parte 

- Cinco meses ? Aí meu Deus meu noivo deve estar preucupado comigo 

Preferi não contar para ela sobre o lance do noivo já está acontecendo coisa de mais agora 

- Estamos sozinhos ? - Perguntou Andy     

- Acho que não - Falei ouvindo vozes vindo de trás de uma loja 

Corremos até lá e vimos um homem negro usando roupas do exército e uma garota loira toda de preto 

- Oi, vocês estão bem ? - Falei me aproximando deles 

- Sim estamos - Respondeu o homem

- Sou  Sam Winchester 

Jake Talley - Se apresentou o soldado 

- Andrew Gallagher - Falou Andy atrás de mim

- Ava Wilson 

- Lily Baker - Se apresentou a loira 

- Vocês sabem por que estando aqui ? - perguntou Andy 

- Eu tenho um palpite todos vocês tem 23 anos não é ? E a cerca de 2 meses começaram a fazer coisas inexplicáveis 

Aé esqueci de mencionar isso há dois meses atras comecei a ter visões do futuro

- Como sabe disso ? - Perguntou Lily 

- Porque aconteceu a mesma coisa comigo, eu tenho visões - Falei 

- Eu também - Disse Ava 

- Eu consigo convencer as pessoas a fazerem o que eu quero, mas agora eu estou treinando, consigo colocar imagens na cabeça dos outros, uma vez um cara muito chato estava enchendo o meu saco ai o que eu fiz ? Porno gay 24 horas por dia foi hilario... vocês não ligam não é ? - Falou Andy 

- E quem nos trouxe para cá ? - Perguntou Jake

- Não quem o que, Demônios- Falei e todos me olharam como se fosse louco 

- Demônios sério? - Perguntou Jake rindo - Olha isso é besteira não sou obrigado a ficar com esse bando de malucos - Falou ele saindo 

Segui ele em direção a uma casa onde vi ele ser atacado por um demonio 

- Abaixa - Falei pegando uma barra de ferro passando pelo demônio fazendo ele sumir 

- Isso era um demônio- Falei apontando para a fumaça negra 


Pov Syd 

Fomos atrás de um amigo nosso chamado Ash conhecemos ele Elen e Jo há um tempo a trás, a Elen e o Ash até que são legais mas não fui muito com a cara dessa tal de Jo 

Olho para o lado e vejo Dean discutir com Ash no telefone 

- Alguma coisa ? 

- Nada - Disse ele tomando um gole de whisky - Mas ele disse que tinha algo para nos mostrar - Falou ele dando partida no carro

Chegando no bar vejo que tudo estava destruído como se tivesse acontecido um incêndio 

- Alguma coisa da Ellen ou do Ash ? - Perguntei olhando as dezenas de corpos no chão 

- Não 

- Merda, o que vamos fazer agora ? - Comecei a chorar, nenhum de nós podia cogitar a ideia de perder o Sam 


Pov Sam 

- Demônios existem - Repitiu Andy pela milésima vez 

- E onde estamos ? - Perguntou Jake

- Acho que estamos em Wildburry uma cidade tão assombrada que até os próprios habitantes fugiram - Falei

- Bom saber que estamos em um lugar histórico - Falou Ava

- Nós temos que sair daqui - Disse Jake 

- Nós? Não existe nós, vocês tem visões, Você pede a carteira para alguém e ela entrega legal, quando eu toco em alguém o coração dessa pessoa para a minha habilidade não me favoreceu em nada - Falou Lily indo para a floresta 

- Lily não pode sair é perigoso - Falei 

- É ? Então acho que vou arriscar - Ela falou já dentro da floresta 

- O que vamos fazer ? - perguntou Andy 

- Vamos até uma casa e procurar coisas para nos defendermos - Falei indo até uma casa abandonada 

Chegando lá pegamos sal e colocamos nas portas e janelas 

Quando olho para fora lá estava Lily enforcada em cima de um moinho 

- Aí meu Deus - Falou Ava 

- Nós vamos morrer- Falou Andy assustado 

- Ei vai ficar tudo bem estamos seguros - Disse Jake

- É melhor dormirmos um pouco - Sugeri me sentando em uma cadeira 

Pouco depois eu apaguei e acabei tendo um sonho estranho nele o demônio de olhos amarelos me dizia sobre a guerra e me explicou o por que de estarmos lá e que apenas um de nós poderá sair vivo 

Acordei com um pulo 

- Ei cade a Ava ? - Perguntei vendo que ela não estava lá 

- Ela deve ter saído para tomar um ar - Falou Andy 

- É melhor termos certeza, Jake vem comigo ? 

- Claro - Falou ele se levantando e me seguindo até o lado de fora 

Olhei por tudo quanto é lugar e nada dela 

- AAAAAH - Ouço um grito vindo da nossa casa 

Corro para lá e vejo Ava parada ao lado do corpo morto de Andy 

- Andy 

- Eu não sei o que aconteceu eu estava lá em cima e quando desci ele está morto aí meu deus - Falou ela em prantos 

- Você não está falando serio está ? 

- Oque ? - Perguntou ela 

- As portas e janelas tinham sal não tinha como um demônios entrar- Falei 

- Caramba vocês demoraram para perceber - Falou ela limpando as lágrimas 

- Então não acordou aqui hoje não é ? 

- Estou aqui a cinco meses ganhei essas "competições de vida ou morte " seis vezes - Falou ela pegando uma faca e pulando para cima de mim 

Ele estava prestes a enfiar a faca no meu peito quando eu pego um espeto de ferro e finco na sua garganta 

Sai da casa atrás de Jake quando sinto algo me empurrar e me jogar no chão

- Sinto ter que fazer isso - Falou Jake em cima de mim 

- Jake você não precisa obedecer ele podemos sair daqui juntos - Falei jogando ele para longe 

- Você sabe que não, também teve aquele sonho - Ele veio para cima de mim e eu pego o espeto e bato na sua cabeça fazendo ele cair desmaiado no chão 

Pov Syd 

Depois de sairmos do bar ficamos discutindo maneiras de achar o Sam mas de um segundo para o outro Dean começa a gritar e por as mãos na cabeça 

- Dean - Falei indo até ele e o segurando 

- O que foi... O que foi isso ? - Perguntou ele parando de gritar 

- O que ? 

- Eu tive um tipo de visão- Disse ele 

- E o que você viu ? 

- Tinha uma floresta, varias casas abandonadas e o Sam estava lá - Falou  ele 

- Por acaso tinha um sino lá? - Perguntei 

- Tinha por que? 

- Sei exatamente onde o Sam está- Falei indo até o carro 

- Onde ? - Perguntou Dean me seguindo 

- Wildburry, é uma cidade fantasma 

Pagamos o carro fomos até lá, Chegando lá vejo Sam mancando parecia ter acabado de sair de uma luta 

- Sammy - Chamei e ele veio em minha direção sorrindo 

Mas de um segundo para o outro um homem surge e enfia uma faca nas costas do Sam e corre até a floresta

- NÃO - Gritei correndo até ele

- Sammy- Disse Dean chorando 

- Você vai ficar bem - Falei entre lágrimas 

Ele olha para mim e depois para o Dean e fecha seus olhos, pego em seu pulso para ver se tinha pulsação mas nada o que me faz chorar descontroladamente 

- Não Sam por favor- Falei abraçando seu corpo 

- Temos que tirar ele daqui- Disse Dean olhando o corpo sem vida de seu irmão 

Levamos ele até a cabana do Bobby e o deitamos na cama 

- Eu tenho que ir- Falou Dean se levantando e indo até a porta 

- O que vai fazer 

- Eu não sei - Disse ele saindo 

Me sentei na cama e dei um beijo na bochecha do Sam 

- Eu não posso perder você também, você é tudo para mim e eu não sei se consigo sem você, você sempre esteve ao meu lado mesmo quando estava bravo comigo ou quando eu dizia que te odiava, de certa forma o motivo disso estar doendo tanto é porque nossas almas estão ligadas, você é o amor da minha vida sinto muito não ter percebido isso antes - Falei abraçando ele com todas as minhas forças 

- Que discurso lindo Jones - Falou... Sam ? 

- Sammy ? Como ? O que aconteceu ? - Perguntei sem entender nada como ele estava vivo? 

- Não sei acho que a faca não deve ter atingido nenhum ponto vital 

Sei que algo aconteceu ali mas eu não aguentei4 pulei em cima de Sam e o beijei 

- Eu te amo demais - Falei beijando ele de novo 

- Eu também te amo - Disse ele acariciando meu rosto 

A porta se abre e vejo Dean quando ele vê Sam ele sorri e abraça o irmão, naquele momento a minha ficha caiu Dean fez um pacto 

Sam foi até a cozinha e eu puxei o Dean para fora 

- Me diz que você não fez isso - Falei irritada 

- Fiz oque ? - perguntou ele se fazendo de desentendido 

- Um pacto Dean Winchester - Ele olhou para mim com lágrimas nos olhos 

- Eu precisava não podia perder ele - Falou Dean 

- Poderíamos achar outro jeito 

- Não tem outro jeito - Falou ele me olhando bravo 

- Quanto tempo ? 

- Um ano- Respondeu  ele 

- Um ano ? Você é idiota ou algo do gênero? - Perguntei irritada 

- Olha já está feito não há mais o que fazer - Disse ele entrando e fechando a porta na minha cara 

Corri até o carro e fui até a encruzilhada mais próxima , peguei uma caixa e enterrei ela 

- Sydney o que faz aqui ? - perguntou Lilith atrás de mim 

- Presciso falar com você 

- Sobre o que ? - Perguntou ela se aproximando 

- Quero que passe o pacto de Dean para mim 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...