História A garota loira - Capítulo 33


Escrita por:


Capítulo 33 - Sangue suga


Fanfic / Fanfiction A garota loira - Capítulo 33 - Sangue suga

Antes : 

- Adeus Sydney e Sam, e parabéns pela criança - Ele fala antes de desaparecer 

Agora : 

1 semana depois 

Eu estava sentada em frente a TV vendo um programa de culinária quando Sam se senta ao meu lado 

- Oi querido - Falei sorrindo 

- Oi querida, só queria avisar que eu, Dean e meu pai vamos sair para investigar um caso - Ele falou e eu fecho a cara 

- Ué, eu não vou ? 

- Foi mal Syd mas é melhor você não ir caçar até o bebê nascer - Ele falou 

- Por que ? - Perguntei fazendo bico 

- Porque pode acabar prejudicando o bebê - Ele falou 

- Que nada, é nossa filha filha, ela aguenta - Falei 

- Sem discussão Sydney - Ele falou se levantando 

- Chato - Sussurrei 

- Eu ouvi isso - Ele falou indo para a cozinha 

Depois de um tempo Sam, Dean e John já estavam prontos para sair 

- Estamos saindo - Sam fala me dando um beijo - Voltamos ainda hoje, mas se prescisar de algo o Bobby vai estar aqui 

- Boa sorte - Falei 

Eles foram até o carro e saíram 

- Se prescisar de mim eu vou estar no meu escritório - Bobby falou 

Eu sorri para ele e depois subi para o meu quarto 

Deitei na cama e soltei um longo suspiro 

De agora em diante sempre será assim

Pov Sam

- Não gosto da ideia de deixar ela lá - Dean falou 

- É o mais seguro, para ela e para o bebê - Falei 

- E como você está lidando com a ideia de ser pai ? - Meu pai perguntou 

- Muito bem, sempre quis ter um filho, mas eu queria cria- los em um apartamento, tendo um emprego de verdade... com uma vida normal - Falei 

- Eu sei disso cara, vamos dar um jeito desse bebê ter a melhor criação possível - Dean falou colocando a mão no meu ombro 

Chegamos em Austin para investigar um caso de vampiro  

- Eu e o papai vamos até a delegacia falar com o xerife e você vai até o legista, Ok ? - Perguntou Dean 

- Claro, nos encontramos no hotel - Eu falei 

Fui até o legista Frederick Poisson, ele me deixou dar uma olhada nos corpos 

Odeio essa parte 

Peguei as luvas e uma toca 

- Todas as vítimas estavam sem sangue ? - Perguntei 

- Sim, é bizarro - O médico falou 

Terminei tudo ali e voltei para o hotel, meu pai e o Dean ainda não tinham chegado então decidi ligar para a Syd para saber como ela está 

Ligação ON 

- Oi Sammy 

- Oi meu amor, Só liguei para saber como você está 

- Eu tô bem, meio entediada mas bem 

- Eu juro que vou tentar voltar o mais rápido possível

- Não prescisa apressar o caso só por minha causa 

- Eu sei... é que eu não quero que você fique sozinha aí 

- Eu não tô sozinha, o Bobby tá aqui e eu posso chamar o Cas a hora que eu quiser 

- Mas nem um deles chega aos meus pés 

- Claro que não, você é tão alto que é quase impossível alcançar seus pés 

- Muito engraçado 

- Tá bom parei

- Eu tenho que desligar, até depois 

- Até 

Ligação OFF 

Acho que com esse lance do bebê eu acabei me tornando meio... grudento e a Syd não gostou nem um pouco disso 

Como meu pai e o Dean ainda não chegaram então descidi ir até uma lanchonete comprar algo para comermos 

Cheguei lá e fiz os pedidos, me sentei numa mesa e fiquei observando uma mulher grávida 

Ela devia estar no sétimo ou oitavo mês de grávidez, usava um vestido largo e tinha cabelos pretos 

- Algum problema ? - Ela perguntou percebendo que eu observava ela 

- Nem um, desculpa - Falei meio envergonhado 

- Deixa eu adivinhar... você vai ser pai - Ela falou 

- É tão óbvio assim ? 

- Posso me sentar aí ? - Ela perguntou e eu assenti - Primeiro filho ? 

- Sim 

- Está nervoso ? - Ela perguntou 

- Muito, tenho medo de não ser um bom pai para ele - Falei 

- Todo pai de primeira viajem pensa isso, mas acredite você vai ser um bom pai e sua esposa estará ao seu lado... isso se você tiver uma - Ela falou 

- Tenho sim, tenho certeza que ela vai ser uma boa mãe - Falei sorrindo 

- Você quer que seja menino ou menina ? - Perguntou 

- Eu quero que seja meninos, mas ela quer uma menina - Falei - O seu é menino ou menina ? 

- Menina, o nome dela vai ser Andrea - Ela falou sorrindo e passando a mão na barriga 

Meu pedido chegou 

- Errrr... Eu tenho que ir, parabéns pelo bebê - Falei saindo

- Para você também 

Voltei para o quarto e os dois já estavam lá 

- Trouxe comida - Falei mostrando as sacolas

- Já disse que eu te amo Sammy ? - Dean perguntou indo até mim e roubando as sacolas 

- Temos uma pista de quem o vampiro pode ser  - Meu pai falou - Todos os mortos são pacientes frequentes do hospital local, todos eram atendidos pela mesma enfermeira, Anastácia Bryson 

- Ela está de licensa do hospital, então provavelmente vai estar em casa - Dean falou revirando as sacolas 

- Ótimo vamos até lá - Falei 

- Vamos comer primeiro - Dean falou com um pedaço de hambúrguer na boca 

Esperei eles comerem e depois saímos 

Dean parou em frente a uma casa branca 

- É aqui - Ele falou abrindo a porta e saindo do carro 

- Vamos bater ? - Perguntei 

- Não, tá sentindo esse cheiro ? - Perguntou Dean, um cheiro de carniça invadiu minhas narinas 

- Vamos entrar - Meu pai falou 

Entramos na casa, a área de entrada parecia normal mas quando fomos para os fundos da casa tudo estava ensanguentado

- Merda - Dean falou 

- O que estão fazendo aqui ? - Uma mulher perguntou atrás de mim 

Me virei e vi que era a mulher da lanchonete, ela era uma vampira e estava grávida 

Ela pulou para cima do Dean e começou a arranhar ele 

Meu pai correu até lá e tirou ela de cima dele, os três começaram a lutar bem ali

Eu não conseguia fazer nada, apenas olhar aquela cena paralisado 

Ela derrubou o Dean e estava prestes a pagar o meu pai 

Eu tinha que decidir entre matar uma mulher grávida ou deixar ela matar meu pai 

A resposta era óbvia, peguei meu facão e arranquei sua cabeça 

Meu pai e Dean se levantaram e ficaram me encarando,  e eu apenas consegui me virar e ir até o carro sem falar nada 

Eu acabei de matar uma mulher grávida, talvez ela queria alimentar o bebê 

Eu me sinto horrível, como eu vou olhar para a Syd depois disso

Pov Syd 

Minha tarde super divertida foi resumida em : encarar o teto, assistir programas aleatórios na TV, abrir e fechar a geladeira sem pegar nada e ouvir o Bobby brigar comigo por abrir e fechar a geladeira sem pegar nada 

Como eu estava muito entediada eu descidi ver TV

Fui até o andar de baixo e vi que os meninos já tinham chegado 

Sam passou por mim sem ao menos me olhar 

- O que deu nele ? - Perguntei preocupada 

- Ele matou uma mulher... grávida - Na mesma hora eu senti uma dor no coração 

Fui até nosso quarto e vi que Sam estava sentado na cama encarando a parede 

- O Dean me contou o que aconteceu, sinto muito - Falei me sentando ao seu lado 

- Ela ia matar eles, eu não podia deixar - Ele fala com algumas lágrimas no rosto 

- Eu sei disso, você fez certo - Falei abraçando ele - Esse bebê ia nascer vampiro, você salvou ele, salvou ele de viver como uma sangue suga que provávelmente iria morrer antes de chegar a adolescência

- Eu sei... mas eu...deixa é besteira - Ele falou

- Pode falar 

- Só consigo te imaginar no lugar dela - Ele falou - Eu não posso perder você... não posso

- Então é isso... Sam enquanto eu tiver você, o Dean, o Bobby, o John e o Castiel nada vai acontecer comigo, além do mais eu sou teimosa de mais para morrer - Falei e ele ri 

- Acredita eu sei disso - Ele falou 

- Tá melhor ? 

- Estou sim, mas sabe o que faria eu me sentir melhor ? 

- O que ? - Perguntei 

- Se você me deixar escolher o nome do bebê - Ele falou 

- Nem nos seus sonhos Samuel Winchester - Falei 

- Qual é ? - Ele fala rindo 

- Vamos decidir isso juntos - Falei 


- Tive uma ideia, eu decido se for menino e você decide se for menina - Ele falou 


- Gostei, eu topo - Falei 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...