História A Garota Nova (camren GP!) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Camila Cabello, Candice Accola, Cara Delevingne, Demi Lovato, Fifth Harmony, Justin Bieber, Nina Dobrev, One Direction, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Lautner
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Candice Accola, Cara Delevingne, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Nina Dobrev, Normani Hamilton, Selena Gomez, Shawn Mendes, Taylor Lautner, Zayn Malik
Tags Camren, Colegial, Norminah, Semi
Visualizações 2.516
Palavras 1.786
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, o último por hoje

Capítulo 10 - Verdades


Fanfic / Fanfiction A Garota Nova (camren GP!) - Capítulo 10 - Verdades

P.o.v Camila Cabello 


ela na minha frente me deixou ultranervosa, eu não acredito que até aqui essa assombração bem atrás de mim, só pode ser o capeta conspirando contra a minha vida, só pode. Ela olhava para blusa branca até a coxa cobrindo o começo de uma calça jeans clara rasgada. Não consigo segurar o riso ao ver a manja de chocolate na sua roupa, ela olha para mim séria.


-Até aqui princesa, assim você acaba com as minhas rouoas.

Ela falou tentando se limpar, uma tentativa inútil na minha opinião.

-Até aqui digo eu! Você não pode me seguir até na casa da minha melhor amiga!

Eu disse nervosa e me surpreendendo quando a mesma tirou a camisa ficando de top na minha frente e deixando a amostra sua barriga cheia de gominhos, sua barriga branquinha bem chapadinha.

-Perdeu alguma coisa aqui princesa?

Ela perguntou me fazendo olhar para a mesma, e me tocar que eu estava olhando demais para sua barriga.

-Eu perdi uma coisa sim a minha sorte, por que parece que o axar reina na minha vida, Eu só encontro Você!

Ela riu negando e colocando sua blusa no ombro.

-girafa me arruma uma blusa!

Dinah apareceu e riu ao notar que Lauren estava apenas de top, ela me olhou com um sorriso amarelo.

-Desculpa Chan, esqueci de avisar que eu não estava sozinha, a Lauren veio para me ajudar a organizar umas coisas da biblioteca.

Ela disse e Lauren entrou para o quarto de Dinah. Dj se aproximou pegando o pote da minha mão.

-Serio isso? Você esqueceu que eu não suporto essa garota!

Eu falei nervosa e Dinah riu negando e me puxando para o quarto, aonde lauren já tinha posto outra comisa, mas agora com o símbolo do Batman.

-Claro que não esqueci, você meio que ficou falando o quanto ela era arrogante e...

-Falando de mim com as amigas princesa? Você pensa mais em mim do que eu achava.

Ela falou rindo e se jogando na cama da Dinah, olhei para minha amiga que ria bastante.

-Não se ache tanto palmito!

Ela falou rindo, palmito? Tudo bem que ela é bem branca, mas palmito? Não digo mais nada.

-Claro que eu me acho ne girafa! Como não irei me achar sendo como sou!


Ela disse convencida se levantando e pegando o celular gigante e olhando o mesmo. Só revirei os olhos e me sentei num dos pufs.

-Chega de falar de você, agora para de mexer nesse celular e me ajuda com essas folhas.

Lauren revirou os olhos se aproximando e ficando atrás de mim; com o nariz no meu ombro na verdade.

-Será que dá para você sair?

Eu pedi baixo sentindo sua respiração quente na minha orelha, uma respiração que estava me dando arrepios e me causando calafrios.

-Não se preocupe, eu não mordo, só se você pedir princesa.

Ela falou no pé da minha orelha e soprou me fazendo sentir sua pele quente que me fez arrepiar de uma maneira estranha.
Olhei para mesma que mais uma vez me encarou com os olhos verdes agora completamente limpos e mostrando os lagos que eles são, esses olhos que hipnotizam qualquer um; esses olhos incrívelmente puros que me fazem perder no mar de esmeraldas. Ela me olha da mesma forma que me olhou no carro, do mesmo jeito, com a mesma intensidade, a mesma beleza e talvez...

-Ei casal! Parem de se comer com os olhos e me ajudem!

Olhei para Dinah na hora que tinha o olhar maldoso, Lauren pulou de perto de mim,olhei para a mesma e ela tinha um olhar confuso, ela me olhou e forçou um sorriso sarcástica, mas num fundo eu sei que ela estava incomodada com alguma coisa.
Ela feita na cama com força e pega o celular.

-Gente Normani está chamando para uma social, querem ir?

Dinah pulou do lugar olhando para Lauren que riu da reação da mesma.

-Claro que eu vou! Você vai né Chan?

Ela perguntou para mim e Lauren me olhou rindo.

-Ta ok.

Eu falei e Lauren pulou da cama rindo. Ela foi até o closet de Dinah e pegou uma roupa e jogou na mesma.

-Se quer impressionar minha amiga? Veste isso!

Ela disse rindo. Entrou mas no fundo e me jogou uma calcinha box e uma blusa maior.

-Veste isso Camz, vai ficar muito gostosa.

Camz? De onde saiu Camz? Mas o que? Camz?
Ela logo me olhou se dando conta do que tinha falado, pensando bem, eu gostei; gostei mesmo.
Ela continuou me olhando e reviro meus olhos.

- Eu gostei

Eu falei e a mesma riu, e que sorriso lindo; sem um pingo de sarcasmo ou arrogância, um sorriso aonde seus dentes brancos eram bem visíveis e seu olhos transmitiam um sorriso, mas logo esse sorriso some dando lugar a uma cara séria e confuso.

Reviro os olhos colocando a roupa numa bolsa e Dinah volta já mais tranquila. Ela me puxa e fomos em direção a casa de Normani.


P.o.v Lauren Jauregui



O que está acontecendo comigo? De onde eu tirei Camz?
Por que eu paralisei de novo, por que tive um momento desses. Não consegui parar de olhar naquelas bolas de chocolates, acontece que nunca tinha visto castanhos tão intensos, aqueles olhos lindos que deixam qualquer um louco. O que está acontecendo comigo? Não consigo parar de pensar nos olhos da Camila, naquela pele bronzeada maravilhosa, o corpo escultural e a forma como fica, o jeito que sorri, seus olhos maravilhosos, os lábios carnudos que eu mau posso esperar.

Tenho que parar de pensar na Camila. Me sinto uma idiota por isso, qual é? Eu sou Lauren Jauregui, eu posso ter quem eu quiser, eu pego quem eu quiser, eu tenho quem eu quiser. Por que estou pensando nessa garota? Ela é só uma menina! Uma única, por que não sai da minha mente.

Assim que o carro para em frente a casa de Normani, saímos e fomos em direção a porta. Dinah apertou a campainha e uma mulher mais velha, tipo senhora atendeu a porta. Entramos e vejo Vero quase comendo Lucy no sofá. A tal da ally também estava, mas também se encontrava com um garoto que tinha um copo de bebida em mãos.

-Sério Vero? Na casa da Mani.

Ela levantou pegando um copo de bebida jogando na minha mão, pego o mesmo percebendo o líquido que é uísque.

-Achei o estoque de bebida do meu pai, quem quer brincar de "eu nunca" ?

Normani aparece na sala.

As meninas gritam alegres e rindo. Vejo mais sou garotos aparecerem.

- Ok, mas aqui não, vamos lá para fora.

Assim que chegamos no jardim ao lado da piscina, Normani colocou a pilha de bebidas.

- Eu começo- Vero falou e as meninas riram - Eu nunca fiz um boquete!

Ela falou rindo e Camila, Dinah, Um dos meninos bebeu um gole da garrafa de bourbon.

-Até você Harry?

Normani perguntou rindo, ele riu negando.

-É culpa do Loius.

Ele disse apontando para o garoto ao seu lado que riu ficando corado.

- Ok, eu nunca fui traído.

O garoto do lado de ally falou, e Normani, Vero, Lucy e Dinah bebemos. O povo olhou para mim como se eu fosse louca.

-Você já foi traída?

Dinah perguntou e eu assenti. Vendo que eu não queria mais falar sobre o assunto ela ficou na dela.

-Eu nunca engoli porra!

Ally falou e mais uma vez, eu, Camila, Vero, Dinah, ally, Lucy e Harry bebemos.

-Eu nunca traí! -Eu falei e as meninas me olharam incrédulas, até Camila abriu a boca com uma cara de monga -Que foi Gente? Eu não gosto de namoro, sei que não vou ser fiel.

Eu falei e Normani riu bebendo sendo acompanhada por Vero, Lucy riu negando ao ver sua namorada bebendo.

-Eu nunca brinquei com os sentimentos de alguém...

Camila falou me olhando, e bebi, na verdade eu fui a única. Não posso fazer nada, brincaram comigo, por que não posso me divertir também.

-Eu nunca transei na escola.

Loius disse, e vero, Lucy e eu bebemos.

- Eu nunca fiz um menage.

Dinah disse e e, Normani e o garoto ao lado da ally bebemos...


Já estava mais do que bebada e acho que exagerei. As brincadeiras já haviam acabo e era tarde da noite me joguei na grama vendo algumas pessoas levantarem.

-Não acredito que foi traída.

Camila disse deitando ao meu lado, para ela estar ao meu lado, também estava bebada.

-Eu tinha 15 anos, era uma ingênua idiota que acreditava em tudo.

Eu falei, por que tô falando isso? A esquece, eu tô bêbada mesmo, e talvez jamais tenha essa chance.

-Quantos anos ela tinha...

Ela perguntou interessada.

-Tinha 18, estava no último ano, e era o que podemos dizer a garota mais pegadora do colégio, mas quem diria, ela olhou para a Lauren Jauregui.

Eu disse com ironia, e Camila levantou me olhando nos olhos com aquelas avelãs lindas.

-O que aconteceu?

Me levantei para ficar a sua altura, para olhar suas joias castanhas melhores.

-Ela do nada chegou em mim dizendo que queria sair comigo, eu aceitei, eu era louca por Ela, até que a gente começou a namorar, ela tirou a minha virgindade e dizia que me amava e tudo mais.

- Por que vocês terminaram?

-Ela me traiu com um garoto da faculdade que tinha tudo para ser o melhor -Eu disse-O que mais me perturba é que ela fez uma aposta que conseguiria dormir comigo e me fazer de trouxa durante um ano.

Camila tinha os olhos lacrimejando, Ela deitou no meu peito.

-Ela era uma idiota, ninguém resiste a Lauren Jauregui.

Ela falou rindo.

-Você está bêbada!

Eu falei e ela me bateu de leve.

- Vai dormir lolo

Lolo?
Isso soa tão bem em seus lábios. Ter ela aqui no meu peito. Por que é tão bom? Por que ter ela nos meus braços é tão bom? Por que sinto que tenho que protege-la, que ela tem que ser minha.
Parece não ser mais um desejo carnal. É algo diferente, eu sei, mas não quero isso! Pelo menos não mais? Não quero sentir isso?

Por que me corrói desse jeito, a possibilidade de me deixar levar outra vez me causa arrepios, mas me deixar levar por ela me tranquiliza, por que ela é tão diferente, não é por que ela é a rainha da escola, ou é bonita fisicamente. Algo nela a torna diferente e por conta disso eu não consigo mais me afastar, não consigo parar de pensar nos seus olhos que transmitem tanta coisa.

Isso é paranoia por que eu estou bêbada? Ou é real?

Apago com era dúvida





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...