História A Garota Que é Real Apenas Pra Mim - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Carla (Charle), Gray Fullbuster, Happy, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Virgo, Wendy Marvell
Tags Nalu
Visualizações 172
Palavras 2.734
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu quero dedicar esse cap pra minha esposa Giovanna❤(obs:eu tenho 16 anos e estou casado😂) já q ela disse q não entendeu nada pois então agr ela vai entender a história toda.

boa leitura...

Capítulo 17 - A Decisão


 

naquela tarde Lucy foi sair com Yukino, Rogue, Sting, Erza, Jellal e Gajeel o que eram nomeados o grupo dos populares. Eles haviam a convidado para ir ao shopping com eles e Lucy só aceitou por que Natsu e os outros prometeram ir encontrar com ela lá depois que passassem na casa do Gray e da Juvia para chama-los para ir também e como todos eles haviam combinado por mensagem todos se encontraram na casa do Gray para discutir sobre o que iriam fazer.

Carla - então espera ai deixa eu ver se entendi a história toda... Lucy apareceu quando o Happy mentiu pra todo mundo dizendo que o Natsu tinha uma namorada, eai a irmã dele deu vida a ela usando a história que ele havia escrito e depois a prima da Lucy que na verdade era um espirito celestial veio levar a irmã dele embora por que ela estava morta e estava vivendo apenas como um espirito na terra e quando ele descobriu isso ficou muito triste e acabou dando brecha para que Lisanna conseguisse fazer ele acreditar que a Lucy era só como um ursinho de pelúcia que depois que você cresce você perceber que é idiotice ficar com algo que te faz parecer um idiota na frente dos outros... Eai o Natsu apagou a história da Lucy fazendo com que agente acabasse num muito paralelo onde agente não se conhecia mas ai graças a todos que acabaram lembrando da Lucy o tempo acabou voltando criando uma nova linha do tempo onde a Lucy estava de volta mas agora Lucy vai morrer por que é assim que a história dela termina e só temos 2 semanas para impedir que isso aconteça.

Gray - é... falando desse jeito eu acho que sim - falou completamente surpreso com tanta informação.

Natsu - antes de começarmos eu queria dizer que eu sinto muito nunca ter contado isso pra vocês... - falou triste - acho que eu não sabia como? e também porque eu preferia esquecer que ela havia vindo de apenas um pedaço de papel e que ela não era real, mas a verdade é que pra mim ela é real e sempre vai ser por isso não importa o que aconteça eu vou salva-la.

Levy - todos vamos  - colocou a mão no ombro do garoto.

Gray - bom, a verdade é que agora temos muitos problemas e poucas soluções afinal não sabemos o que a Lisanna pretende fazer agora e ela sabe que a Lucy não é real e isso é muito perigoso e também não sabemos como salvar a Lucy.

Levy - eu e o Natsu tínhamos tido uma ideia de como salvar a Lucy - falou animada.

Natsu - sim, Gray tinha dito pra mim que não conseguia mudar a história pois ela vivia se reescrevendo mas acho que entendi o por que disso - o encarrou - quando voltamos do mundo paralelo eu acho que isso acabou criando uma cópia da antiga história...

Levy - eai o motivo dele não conseguir mudar é por que aquela história é do mundo antes de você criar o mundo paralelo ou seja ela não vai funcionar nessa "nova" linha do tempo - completou.

Juvia - faz sentido - ficou totalmente surpresa - se tentarmos reescrever a história nova pode ser que as coisas mudem.

Carla - é, e se não funcionar nós podemos tentar reescrever as duas juntas - começou a pular de alegria.

Gray - é mas nós ainda teremos que dar um jeito na lisanna primeiro - estranhou elas estarem tão felizes sendo que nem sabiam se aquilo iria funcionar.

Happy - não se preocupe com isso meu caro amigo - falou colocando os braços atrás do pescoço do amigo - pode deixar isso comigo e a Carla, a gente tem um plano.

Todos menos Carla - sério? Qual?

Carla - meu pai era do exercito e ele me ensinou umas coisinhas sobre interrogar as pessoas então iremos descobrir o que ela está aprontando? como ela sabe da Lucy? E quando estivermos todas as respostas que queremos iremos negociar com ela.

Happy - é, alem de participar do exercito o pai dela é rico então não vai ser um problema negociar qualquer quantia com ela - cruzou os braços tranquilo.

Natsu - mas se ela vai fazer tudo isso... Você vai fazer o que? - olhou pra o amigo desconfiado.

Happy - eu vou garantir que nada de errado, vou ser o assistente dela e também vou carregar a mala com dinheiro usando roupa de chofer então você ainda tem coragem de perguntar isso - falou se achando.

Levy- em outras palavras ele vai apenas seguir ela por que não quer ficar longe da namoradinha - falou o obvio e todos começaram a rir.

...

Rogue - Lucy?! - chamou a atenção da garota - ta tudo bem com você? anda distraída desde que a nós chegamos aqui.

Lucy - ah, foi mal é que eu queria que o pessoal estivessem aqui, é meio solitário não ter nenhum deles por perto - falou desanimada.

Rogue - saquei, eu vou trazer uma casquinha pra você é disso que você ta precisando - falou indo em direção a maquina de sorvete.

Lucy - affs pessoal cade vocês? - olhava o celular pra ver se havia alguma mensagem mas não tinha nada.

...

Natsu - então esse é o plano Levy e eu vamos mudar as histórias, Carla e Happy vão atrás da Lisanna e Gray e Juvia vocês vão fazer o que...

Gray - iremos ficar de olho, se algo der errado usaremos uma ultima carta na manga - falou seriamente vendo Juvia não gostar pois saber o que ele estava pensando.

Carla - que plano B? - ficou curiosa.

Juvia - Gray não! não podemos fazer isso é muito arriscado - falou entrando na frente do garoto.

Natsu - do que ela está falando Gray? o que é arriscado? - o olhou com uma cara preocupada.

Gray - se... tudo der errado no final a única opção para conseguirmos salvar Lucy da morte é revelando pra ela que ela não é real - falou abaixando a cabeça triste -  no dia em que o Natsu e a Lucy brigaram pensando que a Lucy estava gravida a Carla tinha perguntado para a Lucy sobre os pais dela e ela não soube responder e começo a agir estranho como se nem soubesse se eles existiam ou não, graças a isso eu e a Juvia concluímos que o único jeito de mudar a história era dizermos a ela algo que ela deveria saber, mas não sabe por que nunca esteve escrito na história, assim isso acabaria mudando o seu próprio destino.

Levy - se for assim só temos que pensar em algo que ela não sabe. 

Juvia - esse é o problema... mesmo que façamos isso ainda não vai ser o suficiente para fazer ela cair na real afinal em qualquer coisa ela vai dizer que não se importa por que agora tem o Natsu e a gente então seria praticamente impossível encontrar algo que afete ela de alguma forma que a faça mudar seu destino completamente a não ser...

Happy - que digam para ela que ela não é real... - viu todos começarem a ficar tristes.

Natsu - Gray... estou confiando isso em você, se nós falharmos... quero que faça isso, que fale pra ela que ela não é real.

Levy - espera ai, você ta falando sério? - se indignou.

Natsu - eu prefiro que ela descubra que não é real do que deixar ela morrer de novo - falou com lagrimas nos olhos - é uma decisão difícil mas é a única coisa que posso fazer por ela depois de tudo que eu fiz, dar a ela uma opção para ela mesma escolher.

...

Rogue - aqui está madame - lhe entregou a casquinha de chocolate - espero que eu tenha acertado no sabor.

Lucy - na verdade você passou longe mas obrigada - deu um sorriso forçado.

Rogue - olha relaxa eles vão aparecer eu tenho certeza - falou tentando acalma-la.

Lucy - ah, ok - falou triste.

Rogue - você deve gostar muito deles não é? dos seus amigos? - viu a garota confirmar com a cabeça - é eu sempre vejo vocês no corredor parecem um bando de malucos que não tem nada a ver um com o outro mas mesmo assim andam juntos e se dão bem, como isso é possível? - ria tentando entender.

Lucy - ter gostos diferentes é o que faz as pessoas se unirem, os defeitos de um completam o outro e vise-versa... acho que é isso que é o amor - respondeu sorrindo ao se lembrar - se bem que agora que você falou é realmente bem engraçado mesmo. um fracassado, dois nerd que vivem competindo entre si, uma viciada em mangas hentai e uma patricinha com um namorado obcecado por ela... mas sabe mesmo que eles sejam assim...

flash back on.

 Natsu - não, você nunca me fez mal algum eu que sou um idiota por nunca perceber de vez que a pessoa que eu amo e com quem eu devo ficar estava do meu lado esse tempo todo, obrigado por nunca desistir de mim - falou parando de chorar.

...

Todos - surpresa!!!

Levy - viemos pra festa! - falou e o rosado só pode ver todos seus amigos entrarem em sua casa com varias coisas na mão - eu trouxe um bolo.

Gray - eu trouxe os refrigerantes e energéticos - falou animado levantando as sacolas com as garrafas para o alto.

Juvia - Juvia trouxe salgados - falou feliz e deu um abraço na loira - é tão bom te ver de novo - falou de modo que só o rosado ouviu percebendo que não era só ele que se lembrava do mundo sem a Lucy.

Carla - eu trouxe os brigadeiros e beijinhos - abraçou a loira e entrou feliz.

Happy - e eu trouxe minha barriga vazia para ser enchida com comida - brincou fazendo todos que haviam chegado o encararem com raiva - e o som também né? O que é uma festa sem música? - falou sem graça e todos voltaram a entrar e começar a arrumar as coisas - ufaa! - suspirou aliviado.

flash back off.

Lucy -  mesmo que eles sejam assim, eles ainda são as pessoas mais legais que eu conheço - falou sem perceber que havia começado a chorar.

Rogue - Lucy ta tudo bem? - perguntou preocupado.

Lucy - hã? sim, por que? - respondeu normalmente com outra pergunta fazendo ele apontar o dedo para seu rosto e ela perceber que estava chorando - hã? por que estou chorando?... - de repente ela sente uma forte dor de cabeça.

flash back on.

Natsu - sim eu sei que parece um absurdo, mas é verdade. Depois que ela chegou todos nós viramos amigos, eu, vocês, ela, a Juvia, a Levy e a Carla! - falou mais alto fazendo Gray, Happy e Levy que conseguia ouvir tudo surpresos - tudo estava indo bem até o dia em que... Wendy morreu e ela fez de tudo pra me ajudar... e então a Lisanna voltou e... ela me fez acreditar que eu não precisava mais da Lucy e também ela me irritou dizendo absurdos eai eu acabei rasgando as folhas da história e tudo reiniciou dando origem a aqui... um mundo onde ela não existe mais e tudo por culpa minha - começou a perceber que seu rosto se enchia de lagrimas mesmo ele não querendo chorar.

flash back off.

lucy - acho melhor eu ir pra casa - falou assustada com o que viu.

Rogue - tudo bem eu te acompanho - falou levantando.

Lucy - NÃO! não precisa, obrigada - falou e saiu do shopping correndo.

Sting - o que houve com ela? ela ta bem? - perguntou se aproximando do amigo.

Rogue - não sei ela só disse que queria ir embora sozinha - também não entendeu nada.

Sting - enfim vamos logo que vai começar o filme daqui a pouco - correu pra voltar ao pessoal que estava esperando eles.

Rogue - ok... - falou olhando para a saída preocupado com a Lucy.

enquanto isso já longe da li a loira corria sem saber exatamente para onde estava indo até que ela tropeça e cai no chão.

Lucy - Natsu...

flash back on.

Natsu - Cana! - gritou mais uma vez já ficando roco e não conseguindo quase nem mais gritar - por favor, eu preciso da sua ajuda. apareça... - caiu de joelhos.

flash back off.

Lucy - quem é cana? o que são essas visões? - falou com as mãos na cabeça de joelhos - eu... "me desculpe Wendy... eu estraguei tudo, você fez ela pra mim mas... eu a apaguei e fiz tudo voltar desde o inicio e estraguei a vida de todo mundo e..."."a culpa não foi sua... você está nervoso e fez uma decisão muito irresponsável, mas você não estragou a vida de todo mundo" - começava a repetir as coisas que passavam na sua cabeça - socorro, por favor alguém me ajude.

continuou a correr sem saber ao certo aonde estava indo enquanto as visões não paravam de surgir em sua mente, lembranças do Natsu.

flash back on.

Natsu - desde que ela apareceu, todos pararam de me zoar até mesmo Laxus e Elfman não mexiam mais comigo - falou sorrindo para todos e se levantando pegando o papel e dando um beijo nele - obrigado Lucy... por tudo!

Todos - LUCY, NÓS TE AMAMOS!  

flash back off.

Lucy - aaaaaaahhhhhhhhh! - começou a chorar não entendendo o que eram aquilo tudo até que ela pode ver que finalmente havia chegado em casa abrindo a porta correndo - Natsu! Natsu! socorro!! o que está acontecendo comigo?! - começou a correr pela casa a procura do rosado até que parou em frente ao quarto de Wendy ao ver um livro com uma foto sua ao lado que ela observa com medo mas decide pegar só que ao encostar do livro ela sente a dor na cabeça piorar e as visões começarem a se descontrolar.

flash back on.

Natsu - no começo eu estranhei por que ela me parecia muito familiar e algumas coisas que ela dizia também eram muito familiar, mas ai eu lembrei... de uma história que eu escrevi a um tempo atrás que era sobre uma loira peituda que era a namorada perfeita...

...

e ja que to confessando algumas coisas, acho que é hora de lhe contar o meu segredinho: fui eu quem deu vida a Lucy... eu sabia que não poderia ficar com você pra sempre. eu vi quando você escreveu a história dela e que ela havia se tornado uma pessoa muito importante pra você mesmo não sendo real e então... eu a deixei de presente para você.

...

Lucy - sendo assim por que eu não fui afetada - falou vendo seu "namorado" sendo perseguido por todas as garotas da sala inclusive Juvia e Levy.

Gray - é porque você já está apaixonada por ele - falou arrumando seus óculos - ou também possa ser pelo fato de você não ser real.

...

Natsu - ela me ama - a interrompeu se distanciando da garota.

Lisanna - é logico ela foi criada para isso Natsu. Não vai me dizer que eu estou certa e que você realmente pensou que os dias em que ela te ferra e você a perdoa fossem durar para sempre - começou a rir ainda mais.

...

Natsu - é verdade, tudo estava indo bem até ela aparecer... Além de sempre me causar problemas se ela não estivesse aqui então Wendy estaria viva. Já estou cansado disso, está mais que na hora de por um fim nisso - falou segurando as folhas com as duas mãos e as rasgando em pedaços e jogando no lixo e pegando um esqueiro que estava na cozinha e álcool e tacando fogo nos papeis que continham toda a história de Lucy fazendo com que ela nunca tivesse existido.

...

flash back off.

a loira não sabia como reagir apenas ficou parada, chorando não sabendo o que fazer, ela havia perdido todo o chão pois ela sabia que aquilo era verdade...

Lucy - eu... não sou real...

 

 

 

 

 

 

continua...


Notas Finais


qualquer palavra errada pf me avisem que ai eu corrijo
não se esqueça de conferir meu instagram link: https://www.instagram.com/ryaankun/
valeu a todos por terem lido e até o próximo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...