História A Garota Que Mudou A Minha Vida - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail, Nalu, Romance, Shoujo
Visualizações 159
Palavras 3.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie meu povo
turo bom?
enfim
o cap de hj e bem louco
então
la vai

Capítulo 29 - Beijo?


Fanfic / Fanfiction A Garota Que Mudou A Minha Vida - Capítulo 29 - Beijo?

Lucy ON

O resto das aulas passaram rápido , assim como o dia , Lisanna não foi vista durante quase todo o dia , os professores nem perguntavam dela , já deviam saber do show na aula de ed física , o grupinho de Lisanna não parava de olhar pra mim e pros meus amigos , alguns alunos riam do acontecido , alguns até gravaram , eu quero esse vídeo , salvar essa coisa linda no meu celular , ficar rindo demais .No intervalo com todos juntos , Natsu se aproximou de nos rindo e apontava pro celular , ele tentava dizer algo mas as risadas atrapalhavam demais .

Erza: Pelo amor de Deus Natsu , respira e fala logo , a gente não vai adivinhar nada você apontando pro celular .

Natsu: Tem ... um ... vídeo da ...Lisanna .. no grupo .. da nossa sala , olha isso, gente eu to rindo muito , ahahhaha.

Erza: Que você tá rindo a gente já percebeu , mostra logo o vídeo .

Ele colocou o celular no centro da mesa retangular , os que estava do outro lado foram pro lado em que o rosado estava , eu estava do lado dele ansiosa por ver o vídeo , ele deu play no vídeo e o show começou , algum aluno tinha gravado o momento depois do grito ate o fim da discursão , a entrada triunfante da albina de cabelos verdes foi o melhor , ela se coçando e gritando era a coisa mais engraçada , os risos não só nossos mas de quase todos os alunos do refeitório estavam invadindo o lugar , todos estavam vendo o vídeo , todas as classes , essa galera espalha as coisas rápido viu , Gray não se aguentava de rir junto com Gajeel, as meninas também riam demais , eu gargalhava alto e bom som , aquele ser agora de cor verde gritava comigo e com todos , eu já chorava de tanto rir , eu e todos ali na mesa , o vídeo acabou e todos nos estávamos nos recompondo .

Lucy: Me passa esse vídeo depois ? Eu preciso disso , hahahhaha .

Natsu: C-Claro .

Gray: Sabe Lucy , é muita coragem sua fazer o que fez.

Juvia: Juvia concorda com o Gray-sama, não sei como fez , mas Juvia adorou.

Erza: Como presidente do conselho eu tenho o dever de te mandar pro diretor , mas, como eu não sei quem fez eu não posso levar ninguém , não é mesmo?

Gajeel: Boa ruiva.

Lucy: Vocês não desistem da ideia de que fui eu né?

Todos: Não .

Mavis: Eu sei como você é vingativa prima , e sempre foi de pregar peças .

Lucy: Okay okay , talvez tenha dedo meu no meio?

Levy: Só um dedo

Natsu: Tá mais pra mão inteira .

Lucy: Tá bom ,fui eu mesmo , e se pudesse , faria de novo , e de novo, ela mereceu , da próxima eu deixo ela sem cabelo .

Todos na mesa riram , e o intervalo inteiro foi assim , com risadas e conversas aleatórias . As aulas passaram mais rápido ainda depois do intervalo , e hoje o trabalho me esperava , mas amanhã eu não trabalharia , troquei o dia com Cana , ela queria o sábado de folga e eu ajudei ela , afinal eu não tinha nada pra sábado mesmo . E como sempre o trabalho foi movimentado, era o que eu esperava , mas estava calma , dias assim eram normais nas quintas , segundo Erza, mas ainda era trabalho , e a tarde foi toda de trabalho , e um cansaço enorme , a mesma rotina se seguiu , depois do expediente limpamos tudo e fomos embora , as meninas pareciam uns zumbis , coitadas estavam exausta , Juvia teve que ficar na cozinha hoje , eu até ajudei ela hora ou outra , mas a coitada estava exausta de tanto fazer comida , se mostrasse pra ela nem que fosse um sanduiche ela tinha um treco .

Quando cheguei em casa senti uma fome , não tão grande , só ai percebi que estava quase o dia inteiro de barriga vazia , velhos hábitos nunca vão embora , eu ainda estava sem vontade de comer , então só peguei algo doce , isso ia me sustentar por mais um tempinho , dei uma arrumada nas minhas coisas e fiz algumas tarefas que tinham sido passadas , eu estava sem energias , minha cama me chamava , e eu fui pra ela , quem me dera conseguir dormir . A noite repleta de pesadelos , sempre os mesmos, sempre aquela boate , sempre o mesmo quarto , sempre ele , sempre , ele me tocando , eu não aguentava fechar os olhos e ver as mãos deles em mim , acordei em um salto assustada , eu me sentia suja e tonta , corri pro banheiro a tempo de vomitar tudo o que tinha no estomago , o chocolate que comi a um tempo atrás agora estava fora do meu corpo, eu estava mal , sempre ficava depois de sonhar com aquele dia , me levantei do chão , dei descarga e fui lavar meu rosto na pia , eu estava péssima , me faltava horas e horas de sono , algumas olheiras apareciam , um rosto que mostrava de longe o medo , lavei minha boca e sai do banheiro e fui em direção ao meu quarto , peguei um cigarro e  acendi  , me sentei perto da janela  e coloquei a minha playlist pra tocar , sem fone nem nada, só tinha eu ali.

Eu observava a fumaça que sai da minha boca se misturando com o ar , as cinzas caindo do cigarros e se acumulando na minha janela , parecia ser umas 5  da manhã , daqui a pouco oo sol ia nascer , eu tinha dormindo o que ? 4 horas ? 5 horas? Acho que nem tudo isso, o cigarro acabou e eu peguei outro , ainda estava muito mal pelo pesadelo , estava suada apesar do frio que fazia , minha blusa estava quase que encharcada de suor , minha cama de uma mancha de suor , o cigarro não estava me ajudando muito , me levantei e fui até a cozinha , peguei uma cerveja e voltei pro meu quarto , eu podia até tomar um remédio e ir dormir, mas eu não iria acordar pra aula e apesar de não ter vontade alguma de ir eu devo ir , tenho que ter presença perfeita , e já faltei a poucos dias antes , e aqui estava eu , bebendo e olhando o nascer do sol , em uma mão a cerveja e na outra o cigarro , os dois não duraram muito assim como a minha paz , logo o despertador tocou , me levantei e fechei a janela , joguei o resto do cigarro e a lata de cerveja na lixeira da cozinha , aproveitei e bebi uma agua . Depois de tudo isso e um longo banho quente e uma boa lavada no rosto , eu já não tinha mais cheiro nem de álcool nem de cigarro , coloquei uma calça moletom com estampa do exercito e uma blusa verde musgo e calcei um tênis preto qualquer e amarrei meu cabelo num rabo de cavalo, meu cabelo estava enorme , bem diferente de algum tempo atrás , terminei de me arrumar e peguei minha mochila e meu celular e sai do apartamento , trancando ele em seguida ,  bem a tempo de ver um armário andante que eu chamo de amigo .

Gajeel: Você tá péssima .

Lucy: Cala a boca Prego.

Descemos e fomos de moto até o colégio , ele estacionou e eu entrei logo , sendo logo parada por uma ameba falante .

Natsu: Você tá péssima loira. O que aconteceu?

Lucy: Cansaço rosinha , só isso.

Natsu: Ah sim , enfim , vamos continuar o trabalho hoje? Pode ser na sua casa?

Lucy: Ah claro , 3:00 horas?

Natsu: Okay.

Eu mal pisquei e já estava na segunda aula , quando foi que passou tão rápido? O intervalo nem se fale , eu dormia por dentro , estava avoada demais, o restante das aulas foi até mais rápida , só percebi que as aulas tinha acabado por que a Levy ficou me chamando e me sacudindo por minutos , arrumei minhas coisas e fui embora a pé mesmo , estava tão no automático hoje que mal percebi que já tinha chegado no meu apartamento e já estava abrindo ele e jogando minha mochila na sala , me joguei no banheiro e tomei um banho gelado , não tinha sono , eu estava incomodada o bastante com aquele pesadelo , fazia um tempo que não sonhava com aquilo , mas quando sonhava era muito forte , nem percebi que tinha ficado tanto tempo debaixo do chuveiro , eu estava ficando com muito frio , sai do banheiro e me vesti , coloquei um short qualquer de moletom frouxo e uma regata  mesmo , o dia estava quente demais , peguei alguma besteira pra comer e fui assistir alguma coisa na Tv ,depois de uns  minutos recebo  a mensagem de Mavis dizendo que precisava conversar comigo , disse pra ela aparecer lá em casa lá pras 5:30 e que trouxesse roupa pra dormir, depois de um tempo escuto uma batida na porta , olho na tela do celular e vejo que são 3:10 , era o rosinha , só podia .

  Abri a porta e vi um rosado de bermuda e blusa , era simples , nem parecia um riquinho mimado , gostava mais dele assim, ele deu um sorriso e eu retribuir , abri passagem e ele entrou e fechou a porta e logo jogou a mochila no sofá se jogando nele junto , esparramado , quase que deitado no meu sofá.

Lucy: Folgado .

Natsu: Não é a primeira vez que venho aqui .

Peguei minha mochila e coloquei as coisas em cima da mesinha que tinha em frente ao sofá, ele colocou a parte do trabalho que já estava feita , ele não parava de me olhar , quando o olhei de volta ele desviou o olhar , ele fez isso por algumas vezes , mas eu ignorei , tínhamos feito uma boa parte do trabalho , faltava poucas coisas mesmo , já beirava as 4:50 , eu pegar alguma coisa pros dois comer, ele me observava e quando viu que eu  peguei duas latinhas de cerveja ele logo falou.

Natsu: Loira eu não posso beber em época de treino , o Laxus me mata.

Lucy: Refri então?

Natsu: Pode ser .

Eu joguei a latinha pra ele e ele pegou ela no ar ainda, fui até ele e entreguei a ¨comida¨ pra ele, ele continuava a me olhar , okay , aquilo já estava me incomodando.

Lucy: Ok , fala logo , você me encarando assim incomoda.

Natsu: N- Não é nada.

Lucy: Fala logo ameba.

Ele corou minimamente , okay , tava preocupada já.

Natsu: É que você tá me desconcentrando com essa blusa , seus peitos tão quase saltando pra fora loira , porra .

Ele soltou um grunido quando xingou , era isso? Minha blusa? Eu não aguentei , eu rir muito , parecia aqueles garotos que nunca viram uma garota na frente , nem um par de peitos .

Natsu: Não rir ta legal? É difícil me concentrar com você vestida assim.

Ele se levantou do sofá e ficou passando a mal pelos cabelos , ele estava nervoso , não imaginava isso vindo dele, eu seria muito malvada se provocasse? Eu me levantei e fiquei de frente pra ele , ele parou de passar a mão pelos cabelos e me fitou.

Lucy: Vai me dizer que não consegue se controlar vendo uma garota vestida assim rosinha?

Dei um passo  na direção dele , ficando mais próxima dele e cruzei meus braços em baixo dos seios , fazendo eles ficarem mais altos e a mostra, eu tinha um sorriso sacana no rosto e ele uma expressão indecifrável .

Natsu: Para de brincadeira Luce.

Lucy: Brincadeira? Vai me dizer que esta tão desconcentrado ?

Eu já estava bem perto dele , faltava pouco espaço entre nos , minhas mãos estavam em minha cintura agora  ele estava parado , eu cheguei perto de seu ouvido e sussurrei .

Lucy: Não consegue se controlar Natsu?

Eu senti ele se arrepiar , sua respiração estava mais apressada , ele não olhava pros meus peitos , ele olhava nos meus olhos , sem nem perceber ele agarra minha cintura fazendo o pouco espaço que tinha entre nos sumir , seu rosto tinha um sorriso sacana .

Natsu: Não consigo me controlar com uma mulher tão gostosa na minha frente assim como você Luce- ele falou no pé do meu ouvido .

Eu me arrepiei por inteiro , seu hálito quente me fez ficar arrepiada e quente , ele ainda mordeu o lóbulo da minha orelha me fazendo ficar mais arrepiada e quente , sem perceber acabo segurando seus ombros com certa força , quando foi que a boca dele ficou tão vermelha e chamativa? Quando foi que o corpo dele ficou tão gostoso?

Suas mãos apertaram mais ainda seu corpo quente e grande  ao meu que agora estava tão quente quanto o dele, ele abaixou sua cabeça até meu pescoço e expirou devagar sentindo o meu perfume , ele fez isso lentamente  até chegar no meu ouvido , sua voz saiu tão grossa e sexy .

Natsu: Você cheira tão bem Luce , mas você tá brincando com fogo.

Sem me preparar nem nada ele lambe meus pescoço tão devagar que parecia uma tortura , eu apertei mais ainda seus largos e musculosos ombros  com tanta força que acabamos andando pra trás , nem percebemos o sofá atrás de nos , ele caiu no sofá comigo por cima sentada nele, seu rosto ainda em meu pescoço , eu estava pegando fogo , estava ficando louca , ele estava deixando marcas ali , eu podia sentir , ele mais uma vez mordeu minha orelha e sussurrou com sua voz extremamente sexy .

Natsu: Luce Luce, você está me deixando louco com esse seu cheiro , se continuar brincando com fogo assim vai se queimar .

Eu já não aguentava mais , afastei ele do meu pescoço , eu estava vermelha de tanto suspirar , ele estava me torturando até demais , podia ser o álcool   no meu corpo , ou ele era gostoso demais , agora ele ia ter o troco , ele fez uma cara nem um pouco boa quando eu o afastei de mim , mas logo eu que ia brincar com ele. Me aproximei de seus pescoço e lambi , devagar e suspirando aos pouco , ele se arrepiava cada vez mais , logo ele apertou minha cintura e eu tive uma ideia louca , fui me divertindo ali , lambendo e fazendo ele se arrepiar por inteiro, ele já respirava com dificuldade , com o nariz eu fui sentindo aquele perfume amadeirado que só ele tem e quando cheguei perto da orelha eu lambi o lóbulo e sussurrei , minha voz saiu mais grossa e sexy do que devia , era como um pedido, eu pedia por ele.

Lucy: Então me queime se tiver coragem Natsu.

Pra atiçar mais ainda ele eu rebolei de leve , eu estava sentada em cima do amiguinho dele , eu já não aguentava , eu tinha que fazer isso , passei minhas mãos pelos ombros dele e o puxei pra mim , eu tinha que ter aquela boca na minha , tinha que saber se era tão gostosa como parecia . Ele parecia surpreso , logo ele transformou o singelo selinho em um beijo de verdade pedindo passagem com a língua , sua língua era quente e seu beijo era o melhor que eu já tinha provado , minhas mão foram parar naqueles cabelo rosas , eram tão macios , eu o puxava mais ainda pro beijo , as grandes e quentes mãos dele desceram até minha bunda a apertando , eu estava tão quente e louca que soltei um leve e pequeno gemido entre o beijo e arranhei seus ombros , ele apertou com mais força ainda minha bunda , uma mão subiu até meus cabelos e me puxou mais ainda pro beijo , um beijo necessitado e selvagem , ele já estava achando que só apertar minha bunda não era o suficiente , ele deu um tapa estralado e eu em resposta o arranhei mais ainda , aquilo ia ficar a marca em mim e nele , aquele beijo estava me deixando mais quente ainda , aquela pegada , ele estava me deixando louca , eu estava louca por mais Natsu , mas o ar se fez presente e nos tivemos que nos separar , eu sinta meu rosto quente , ele estava ofegante .

O que não foi empecilho pra ele , pois sua boca logo fez uma marca no meu pescoço bem generosa , droga Natsu, e ele foi descendo em direção aos meus seios , ele lambeu onde o tecido não cobria e logo deixou uma marca maior ainda ali , e eu? Só segurava os gemidos mordendo minha boca , ele logo viu e foi em direção a minha boca , logo puxando devagar com os dente e a mordendo devagar , eu percebi que não era só eu que estava quente , ele estava quente e animado , seu amiguinho se fez presente , e que amiguinho acho que por um momento a consciência bateu nele , pois seu olhar mudou de desejo pra preocupação .

Natsu: Luce eu –

Eu não queria ouvir , eu só queria aquela boca na minha , eu o beijei de novo e ele nem sequer negou , retribuiu o beijo , ele me apertava cada vez mais contra seu corpo , meus seios estava sendo esmagados nele , sua mão em meus cabelo aprofundavam o beijo mais ainda , eu já não tinha sanidade quando comecei a rebolar em seu membro , fazendo ele soltar um grunhindo no meio do beijo , eu estava faminta por aquele beijo , eu logo enfiei minha mão por debaixo de sua camisa e o arranhei ele soltou outro grunhindo e logo deu outro tapa na minha bunda  e eu gemi perto da sua boca de novo, ele só sorriu , o beijo estava me deixando em ecstasy , nada a minha volta importava , eu não ouvia e nem via nada além daquele homem na minha frente , minhas mão foram pra seu cabelo pra aprofundar mais ainda o beijo , eu mordia e lambia aqueles lábios tão gostosos , e ele fazia o mesmo.

Mavis : LUCY CHEGUEI-

Só escuto a porta ser aberta de uma vez e Mavis entrando mais rápido do que  Flash , ela quando percebeu a cena corou dos pés a cabeça e foi andando pra trás.

Mavis: Desculpa eu não queria atrapalhar os dois , eu voltou depois .

Foi ai que me dei conta , eu estava em cima de Natsu com as mãos em seu cabelo , minha boca estava vermelha , eu estava vermelha , ele estava sem folego , os dois na verdade, aquela cena me deixou mais vermelha , e o desgraçado só ria , sem graça mais ria ,eu sai mais rápido que pude de cima dele e ajeitei os cabelos todo bagunçados , ele se ajeitava sem jeito .

Lucy: Não precisa sair Mavis , não atrapalho nada .

Vi Natsu sibilar ¨Atrapalhou sim ¨ bem discreto mas eu vi , Mavis também , eu o observei , ele estava ofegante com marcas de unhas a boca vermelha e o rosto um pouco corado , quando desci o olhar  eu vi o amiguinho dele bem acordado , é que amiguinho, ele percebeu pra onde eu olhava e sorriu sacana . Eu peguei a bolsa dele e entreguei pra ele .

Lucy: Pode deixar que eu termino o trabalho.

Eu não conseguia olhar na cara dele , porque se eu olhasse eu ia pular nele e levar ele pro meu quarto , NÃO LUCY , controla , ele pegou as coisas dele e me deu um beijo na bochecha e foi em direção a porta .

Natsu: Tchau loira , tchau Mavis.

Saiu e fechou a porta , minha prima estava de boca aberta sem entender nada.

Mavis: O que foi que aconteceu  aqui?

Lucy: Eu também não sei , mas se você tivesse demorado , a essa hora eu estaria na minha cama com ele .

O que foi esse beijo?


Notas Finais


OLHA ISSO GENTE
meo deos
hot kiss
esse é pra tds os nalus que esperavam esse beijo
ou BEIJÃO
com direito a replay
comentem oq ces acharam e mt obg pelos quase 10 k de visualização
bjo de luz p vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...