1. Spirit Fanfics >
  2. A garota sem memória. >
  3. O hospital

História A garota sem memória. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - O hospital


Fanfic / Fanfiction A garota sem memória. - Capítulo 1 - O hospital

Talvez eu estivesse ficando louca quando acordei naquele dia após aquela festa, simplesmente enlouqueci, não sabia mais quem eu era quando comecei a beber e também aqueles que eu chamo de amigos começaram a me pressionar a beber mais e mais. O resultado disso é que fui parar na emergência e quando acordei tinha uma bolsa de um litro e meio de sangue de alguem entrando na minha veia, estou com minhas roupas pretas ainda manchadas de sangue. Eu olho para o lado devagar, vejo pessoas passando como vultos e eu não consigo discernir quem é quem, volto a olhar para a minha veia que esta perfurada por conta da agulha, nao entendo como fui parar ali apenas aceito que foi a situação está complicada e é necessário eu buscar respostas sobre o que aconteceu comigo.

Eu volto a dormir e algumas horas depois acordo sem a vista turva, uma médica de cabelos pretos e cacheados segura uma prancheta e fica escrevendo algumas coisas, olho para ela e tento pronunciar algumas palavras até que sai um: "Quem é você?" Com muita dificuldade consegui falar aquilo, minha garganta dói e as palavras saem rasgando, começo a torcir por segundos e paro, volto a olhar para a médica que percebe que estou acordada.

— Sou a médica (Não consigo entender o que ela fala), que bom que você acordou, fico feliz em (Não consigo entender de novo).
— Eu, eu, como, por que estou, aqui? — Mal conseguindo respirar também, tento fazer novas perguntas.
— É complicado, encontraram você caída num beco com as roupas ensanguentadas e um corte (Não consigo entender de novo, meu Deus que agonia), você já está a alguns dias, logo logo irei liberar você.

Deito no travesseiro e afundo em pensamentos tentando me lembrar da noite em que tudo começou, ou do dia mesmo, porém nada faz mais sentido para mim e ainda estou com uma dor de cabeça, enjôo e uma sensação de que tem algo de errado acontecendo comigo. O que a médica falou era verdade, eu logo logo iria ser liberada e fui, sai daquele quarto branco que perfura meus olhos com tanta claridade, ganhei umas roupas, calça e casaco moletom e uma sandália para poder sair na rua sem assustar ninguém. Quando estou me trocando no banheiro noto uma cicatriz de uns dois três centímetros localizada próximo as minhas costelas do lado direito, ela já esta cicatrizada e com um ponto, a medica falou algo sobre o ponto se dissolver quando eu for tomar banho, caramba que loucura é essa em que eu me meti.

Ao retirar do bolso da minha saia preta vejo minha carteira, seguro ela com a mão direita e observo o que tem dentro: minha identidade que está escrito "Haru" e no resto do nome nao da pra ler pois alguém riscou, minha idade que é 18 anos, meus pais que a pessoa que provavelmente me causou tudo isso também riscou, algumas moedas e um pedaço de bilhete que tem as palavras: "Ela, sorte e carro". Fico pensando no que aquilo quer dizer por alguns instantes mas não consigo raciocinar, quero voltar para a minha casa e comer alguma coisa que eu goste, talvez um hambúrguer, enfim, visto a roupa com cuidado, coloco a com sangue numa sacola que eles do hospital também me deram e vou embora.

De repente me lembro do meu celular que até agora não apareceu, mas pelo que tentaram me contar ele já era e eu vou precisar de outro com urgência, não dá para sobreviver sem ouvir as minhas  músicas, solto uma risada ao pensar nisso e saio andando pelas ruas com a mente sendo fuzilada por perguntas e mais perguntas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...